Raças

Raio X Pug: os problemas de saúde mais comuns que a raça pode ter

Cachorro Pug: raça pode apresentar alguns problemas de saúde ao longo da vida
Cachorro Pug: raça pode apresentar alguns problemas de saúde ao longo da vida

Como tudo o que foge do normal nas redes sociais, há pouco tempo a imagem da ressonância magnética de um Pug viralizou no Twitter. Por causa da estrutura braquicefálica do rosto do animal, a imagem parecia diferente do esperado e surpreendeu muita gente. Mas não é só nos exames de imagem que os animais dessa raça são “diferentes”: o cachorro Pug tem tendência a uma série de problemas de saúde por conta de sua estrutura corporal. Se você tem um desses cãezinhos, deve ficar atento a alguns cuidados para prevenir situações mais sérias. Para você entender melhor, listamos os problemas de saúde mais comuns nos animais da raça Pug. Dá uma olhada!

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Como seria o seu domingo perfeito?

Como você fica em um dia de chuva?

Como seria a viagem ideal nas férias?

Como você costuma encontrar os amigos?

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Como é a sua rotina matinal?

Como é a sua agenda no fim de semana?

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    A ressonância magnética desse Pug viralizou no Twitter (@AndyRichter)
    A ressonância magnética desse Pug viralizou no Twitter (@AndyRichter)

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    O Pug, assim como outros animais braquicefálicos, tem tendência a problemas respiratórios

    A estrutura facial do Pug é um dos principais motivos da tendência que os animais da raça têm de desenvolver problemas respiratórios. Com o focinho achatado, paladar mole e traqueia e narinas mais estreitas que o normal, eles já apresentam dificuldade para respirar naturalmente. É por isso que, na maioria das vezes, esses animais parecem ofegantes. Além de serem mais afetados por doenças infecciosas, como a gripe canina, eles também ficam facilmente sem ar: os exercícios pesados e a exposição ao calor extremo, por exemplo, não são recomendados para esses animais por causa disso. Em muitos casos, essas atividades que parecem comuns e simples para outros cachorros podem ser a causa da morte de um Pug filhote, adulto ou idoso. 

    A obesidade do Pug pode ser uma consequência de seu estilo de vida

    A junção de um apetite muito grande com a necessidade de evitar exercícios pesados e a falta de disposição do Pug formam um combo que resulta na alta taxa de obesidade nessa raça de animais. Mesmo o filhote de Pug gosta de comer mais que o normal e, por isso, cabe a você controlar e limitar a quantidade de ração que ele come. O ideal é que o animal tenha uma dieta desenvolvida pelo veterinário que determine o quanto de ração ele pode comer ou, até mesmo, indique um alimento específico, com menos calorias e gorduras, para evitar o problema. As caminhadas leves também deve fazer parte do dia a dia do Pug: com frequência, elas ajudam a evitar o sedentarismo e, consequentemente, a obesidade de um animal da raça de cachorro Pug. 

    O Pug tem a saúde sensível, mas é um grande companheiro
    O Pug tem a saúde sensível, mas é um grande companheiro

    Acne, dermatites e outros problemas dermatológicos também são comuns no Pug

    Na região do focinho, que é mais sensível, o Pug adulto e em outras fases da vida tem uma grande probabilidade de desenvolver acne por causa da oleosidade da pele combinada a sujeira de alimentos, por exemplo. O tratamento costuma ser simples, mas em todos os casos deve ser indicado pelo veterinário de confiança. Além da acne, as dobrinhas do corpo do Pug facilitam a infecção de fungos e bactérias e o aparecimento de dermatites e alergias dermatológicas. O ideal é sempre verificar se o animal está bem seco depois do banho ou brincadeiras na água. Mantenha a vacinação, remédio de carrapato e os vermífugos em dia - aliados a uma alimentação balanceada, o sistema imunológico dele ficará mais forte para lidar com alguns problemas. 

    Orelha de Pug dobrada: fique atento ao interior da região

    Assim como acontece com outras raças de cachorro que têm as orelhinhas dobradas para baixo, o Pug tem maior probabilidade de desenvolver infecções causadas por agentes externos. Os fungos e bactérias se proliferam em ambientes abafados e úmidos, por isso, o ideal é sempre observar o ouvido dele e limpar entre uma e duas vezes por semana, de acordo com a necessidade determinada pelo veterinário. 

    O Pug também pode ter doenças oculares como consequência de sua anatomia

    Por causa do formato da cabeça, o Pug tem os globos oculares “para fora”. Por causa disso, a probabilidade de ter lesões e úlceras na córnea é bem alta: o animal pode esbarrar em algum lugar ou sofrer algum acidente que prejudique os olhos mais expostos. Também é por causa dessa exposição que eles estão mais propensos a irritações e infecções mais simples. A questão mais séria que a anatomia dele “facilita” é o prolapso do globo ocular, que é quando o olho sai da órbita por causa de uma pancada ou trauma. 

    Redação: Ariel Cristina Borges

    Cachorro estressado: 8 sinais de que o estresse está afetando a saúde do pet

    Próxima matéria

    Cachorro estressado: 8 sinais de que o estresse está afetando a saúde do pet

    Schnauzer: tamanho, pelagem, saúde e preço... tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro
    Raças

    Schnauzer: tamanho, pelagem, saúde e preço... tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro

    A raça de cachorro Schnauzer é conhecida pela cabeça em formato quadrado e o bigode característico. Ele é um dos cachorros mais queridos no Brasil e seu temperamento dócil e brincalhão contribui muito para isso. Mas muitas pessoas não conhecem a fundo as principais características do Schnauzer. Por exemplo, você sabia que existem três tamanhos dessa raça? Se você já ama esse cãozinho e está pensando em adotar um Schnauzer, é importante saber o máximo possível sobre a raça antes de tomar a decisão. O Patas da Casa te conta tudo o que você precisa saber sobre a origem do Schnauzer, suas características físicas, temperamento, saúde e até os valores caso você queira comprar um. Confira tudo!

    Schnauzer: o que você precisa saber antes de ter um cãozinho dessa raça?
    Raças

    Schnauzer: o que você precisa saber antes de ter um cãozinho dessa raça?

    Incrivelmente fofo, leal, carinhoso e protetor: o Schnauzer é um dos melhores cães de companhia que você pode ter em casa. Justamente por isso, saber como lidar com ele é essencial para quem tem vontade de dar as boas vindas a um cachorro Schnauzer em casa. Além da necessidade de tosa, algo que fica claro por causa do estilo de pelagem do animal, essa raça também tem outras particularidades que devem ser levadas em consideração antes da adoção ou compra ser confirmada.

    Pug com alergia: saiba quais os tipos mais comuns da raça de cachorro pequeno
    Saúde

    Pug com alergia: saiba quais os tipos mais comuns da raça de cachorro pequeno

    Há quem pense que todos os cães enfrentam o mesmo tipo de problemas ao longo da vida, mas não é bem assim. Algumas raças de cachorro têm detalhes muito característicos na anatomia que favorecem o desenvolvimento de condições específicas. Uma prova disso são os casos de alergias em Pugs: por causa das dobrinhas e rugas que têm pelo corpo, eles acabam tendo uma propensão maior a desenvolver diferentes tipos de dermatites alérgicas. Por isso, ao dar as boas-vindas a um Pug na sua casa, o ideal é que você saiba o que pode causar essas alergias e como reagir caso o seu animalzinho apareça com algo do tipo. Hoje, o Patas da Casa vai ao seu socorro: descubra, aqui embaixo, mais sobre esse problema!

    Boiadeiro de Berna ou Bernese Mountain: tudo o que você precisa saber sobre a raça porte grande
    Grandes

    Boiadeiro de Berna ou Bernese Mountain: tudo o que você precisa saber sobre a raça porte grande

    Se você está pensando em comprar ou adotar um cachorro de raça, precisa conhecer o Bernese Mountain. Esse cãozinho, que também é chamado de Boiadeiro de Berna e Boiadeiro Bernês, tem uma personalidade cativante e que consegue encantar a todos. Ele adora estar perto da sua família, é bastante leal e não é muito agitado como outras raças. Por isso, é um ótimo animal para te acompanhar em diversos momentos do dia a dia. 

    Ver Todas >

    Quais são os cuidados com gatos renais crônicos?
    Saúde animal

    Quais são os cuidados com gatos renais crônicos?

    Se você é um gateiro, com certeza já ouviu falar sobre o perigo das doenças renais nos felinos. Se os cuidados são importantes em qualquer fase de vida do pet, no caso de um gato com insuficiência renal a preocupação é maior ainda. A insuficiência renal em gatos é uma doença que acomete principalmente os felinos idosos, mas também pode ser comum em outras idades e também na raça de gato Persa, que possui predisposição genética para esse tipo de problema. 

    Icterícia em cães: entenda o que é o problema e os sinais mais comuns
    Saúde animal

    Icterícia em cães: entenda o que é o problema e os sinais mais comuns

    Se você nunca ouviu falar na icterícia em cães, chegou a hora de entender um pouco mais sobre o problema que, embora não seja uma doença, é um sinal clínico que pode indicar que a saúde do cachorro não vai muito bem. Mas então, como identificar a icterícia canina e quais são as principais causas associadas a esse sintoma?

    Quais são as doenças de cachorro mais comuns no verão e como evitá-las?
    Saúde animal

    Quais são as doenças de cachorro mais comuns no verão e como evitá-las?

    Com a chegada do verão, é necessário redobrar os cuidados com o cachorro e também com a sua saúde. Os peludos costumam aproveitar bastante essa época, já que os passeios e banhos de mar ou piscina são mais frequentes. No entanto, a mudança de rotina vem acompanhada de uma grande preocupação, que é a proliferação de certas doenças de cachorro que ocorrem nessa época. Otite canina, desidratação e até mesmo infestação de pulgas e carrapatos são problemas bastante comuns no verão. 

    Verme em cachorro filhote: veja os sinais mais comuns de que o cãozinho está sofrendo com verminoses
    Saúde animal

    Verme em cachorro filhote: veja os sinais mais comuns de que o cãozinho está sofrendo com verminoses

    Os filhotes de cachorro são muito mais propensos a sofrerem com verme. Além da contaminação facilmente ocorrer pela amamentação, os filhotes ainda estão desenvolvendo o sistema imunológico e diversas funções do organismo. É por isso que a primeira dose do vermífugo para cachorro filhote deve ser feita aos 30 dias de vida, com reforço mensal até os seis meses, para garantir a saúde do pet. 

    Ver Todas >