close
Ração

Ração para gatos castrados: tudo sobre o alimento e como escolher a melhor para seu pet

Atualizado · 30 de maio de 2022 · 18h31

Publicado · 30/05/2022 · 18h31

A ração para gato castrado é sempre a mais recomendada para pets que passaram pela cirurgia
A ração para gato castrado é sempre a mais recomendada para pets que passaram pela cirurgia

A ração para gatos castrados é um cuidado essencial que se deve ter com o bichinho após a cirurgia. A castração do gato traz inúmeros benefícios ao animal, pois acaba com certos comportamentos (como saidinhas e marcação de território) e ainda evita algumas doenças, como o câncer de mama. Por outro lado, o animal tende a ganhar mais peso, o que pode ser prejudicial à sua saúde. É aí que entra a ração para gato castrado, recomendada sempre que o animal passa pela cirurgia. Muitos tutores, porém, têm dúvidas sobre esse tipo de ração. Gatos castrados se beneficiam de que maneira? Que nutrientes estão presentes neste alimento? Qual a melhor ração para gatos castrados? E como fazer a troca da comida antiga para a nova corretamente? O Patas da Casa te explica tudo sobre a ração de gato castrado. Confira!

Gato castrado tem menos energia e maior tendência a ganhar peso

Antes de entender melhor o que é a ração para gato castrado, precisamos compreender o que muda no corpo do bichano após a cirurgia de castração. Ao ser castrado, gato passa por algumas mudanças hormonais que desaceleram o seu organismo. Assim, o bichano passa a ficar mais calminho e menos territorialista, além de não sentir mais tanta necessidade de fugir de casa, já que não está mais buscando por um parceiro ou parceira para cruzar. Com essas mudanças de comportamento após a castração, o animal fica mais dócil e tranquilo - mas também fica mais sedentário. O gato perde um pouco da sua energia e, por isso, passa a se exercitar menos. Além disso, é comum que comece a comer mais. Como resultado disso tudo, o pet acaba ganhando peso.

O excesso de peso traz diversos riscos à saúde do gato

O ganho de peso após a cirurgia de castração pode ser um problema para a saúde do animal. O gato obeso apresenta um acúmulo excessivo de gordura e passa a ter maior predisposição a outras doenças, como a diabetes. Além disso, os ossos sofrem mais impacto, fazendo com que os gatos obesos tenham maior chance de desenvolver doenças ósseas, como a osteoartrite. Os animais acabam se movimentando ainda menos pois podem sentir dor - o que aumenta até mesmo o risco de doenças urinárias e constipação, uma vez que o pet se desloca menos até a caixinha de areia e acaba prendendo o xixi e o cocô. Ou seja, o excesso de peso é bem perigoso para o animal e, como após a castração este risco é maior, é importante ficar atento.

A ração para gato castrado tem menos calorias

Mas afinal, o que tem de diferente na ração para gato castrado em relação às outras rações? Como explicamos, o gato pós cirurgia gasta menos energia e come mais, causando o excesso de peso. A ração de gatos castrados têm um papel muito importante no combate à obesidade pois contém menos calorias. Em sua composição, há taxas muito pequenas de lipídios e carboidratos. Com esse tipo de ração, gatos castrados vão comer apenas a quantidade necessária desses nutrientes para o seu organismo, sem ingerir calorias extras que são as responsáveis pelo excesso de peso - e que costumam estar presentes em maior quantidade nos outros tipos de ração.

A ração de gato castrado tem mais fibras

O fato de ser menos calórica não é a única vantagem desse tipo de ração. Gatos castrados sentem mais fome ao longo do dia e esse é um dos motivos que fazem com que eles ganhem peso. A ração específica para esses bichanos, porém, conta com uma concentração de fibras mais elevada que os outros tipos. As fibras ajudam a dar uma sensação de saciedade aos peludos. Assim, quando o bichano come a ração para gato castrado, ele sente menos fome e, consequentemente, deixa de comer em excesso. Além disso, outra vantagem das fibras é que elas ajudam a regular o fluxo intestinal do animal.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    A ração para gato castrado tem mais proteínas e menos carboidratos, evitando a obesidade felina
    A ração para gato castrado tem mais proteínas e menos carboidratos, evitando a obesidade felina

    Mais Lidas

    Frutas para gatos: um guia completo dos alimentos liberados e benefícios de cada opção
    Alimentação animal

    Frutas para gatos: um guia completo dos alimentos liberados e benefícios de cada opção

    Cuidar da alimentação do gato é dever de todo tutor, e para isso é importante saber o que o animal pode ou não comer. Além das tradicionais rações para gatos, algumas pessoas também gostam de oferecer outras opções de comida para o seu bichano e procuram alternativas mais naturais, como frutas e legumes. Porém, por mais saudáveis que esses alimentos sejam para os humanos, é importante ter em mente que o organismo dos felinos não funciona da mesma maneira que o nosso e algumas frutas para gatos, por exemplo, podem fazer mal ao seu amigo de quatro patas. Para sanar todas as dúvidas sobre o assunto, confira as frutas que gatos podem comer a seguir!

    Verduras e legumes para cachorro: opções saudáveis para incluir na dieta do seu cãozinho!
    Alimentação animal

    Verduras e legumes para cachorro: opções saudáveis para incluir na dieta do seu cãozinho!

    Quando o assunto é a alimentação de um pet, muitas dúvidas podem surgir: o que o cachorro não pode comer? cachorro pode comer couve? Pode dar brócolis para cachorro? Ou ainda se cachorro pode comer abobrinha? Muitos tutores questionam se podem oferecer verduras e legumes para cachorro. A resposta é sim! Além de serem muito saudáveis, esses tipos de alimentos ajudam a abrir e instigar o apetite dos caninos, podendo ser oferecidos como petiscos e até recompensas.

    O que gato pode comer? Veja alguns alimentos liberados para os felinos
    Alimentação animal

    O que gato pode comer? Veja alguns alimentos liberados para os felinos

    Mesmo que os gatinhos não tenham aquela gula característica dos cachorros, eles podem amar alguns alimentos. A dúvida, porém, sempre permanece nessa hora: além da ração, sachê e petiscos específicos, o que gato pode comer? A não ser que seu gatinho tenha um problema de saúde, você pode oferecer algumas frutas, legumes e proteínas de vez em quando. Mas atenção! Não são todos os alimentos que os gatos podem comer. O chocolate, por exemplo, está na lista dos itens proibidos pelo risco de intoxicar o seu pet.

    Alimentação de filhotes de cachorro: amamentação, desmame, papinha, ração... Tudo que você precisa saber!
    Alimentação animal

    Alimentação de filhotes de cachorro: amamentação, desmame, papinha, ração... Tudo que você precisa saber!

    Ter um cachorro filhote é tudo de bom, mas requer alguns cuidados, principalmente quando se trata da alimentação do animal. Ao contrário dos cães adultos que já têm uma dieta basicamente definida, os filhotes de cachorro passam por várias etapas de transição até poder consumir alimentos mais sólidos. Além disso, a ração para cachorro filhote é totalmente diferente da que é oferecida para os cachorros adultos.

    A ração para gatos castrados também tem mais proteínas e minerais 

    Como explicamos, a ração para gato castrado tem uma quantidade menor de lipídios, nutriente responsável por dar energia rapidamente ao animal. Mas então isso quer dizer que o pet que come a ração de gato castrado vai ficar sem energia? Não! O gato vai receber sim muita energia mas por meio de outra fonte: as proteínas. A ração para gatos castrados tem uma concentração proteica bem maior que as outras. A proteína é uma fonte saudável de energia e é a responsável por formar uma reserva energética no animal. Assim, o alto teor proteico da ração de gatos castrados vai ajudar a dar disposição, sendo a principal fonte de energia do pet. Além disso, esse tipo de ração tem uma maior concentração de minerais que ajudam na absorção de todos os nutrientes ingeridos pelo pet, ideal para garantir uma alimentação mais equilibrada.

    Qual a melhor ração para gatos castrados? Saiba como escolher a melhor opção para seu pet

    Nem toda ração para gato castrado é igual! É muito importante que o tutor saiba escolher o modelo certo para cada pet. Para definir qual a melhor ração para gatos castrados, é importante levar algumas coisas em consideração. A primeira delas é a idade do animal. Você deve sempre escolher o alimento recomendado para sua faixa etária - filhote, adulto ou idoso. Em cada fase da vida, o gatinho vai precisar de certos nutrientes em maior ou menor quantidade. Um gato filhote que está se desenvolvendo, por exemplo, precisa de uma maior ingestão de cálcio por ser o mineral fundamental na formação dos ossos. Na hora de comprar a ração para gato castrado, confira no rótulo se ela foi feita para filhote, adulto ou idoso e escolha a que for indicada para seu pet. 

    A escolha da melhor ração para gatos castrados também deve levar em conta o tamanho e a saúde do pet

    Além da idade, o peso do animal é outro fator importante na hora de escolher a melhor ração para gatos castrados. Existem gatos de pequeno, médio ou grande porte e cada um deles deve ingerir uma quantidade de comida que esteja de acordo com o seu peso. Um gato grande sempre vai comer mais do que um gatinho pequeno. Vale conversar com o veterinário para saber a quantidade recomendada para o tamanho do seu peludo. 

    Outro fator que deve ser considerado ao escolher a melhor ração para gatos castrados é a saúde do animal. Alguns gatos possuem condições de saúde que necessitam de um cuidado extra ao se alimentar. Um gato com doença renal, por exemplo, precisa de uma ração renal, enquanto um gato com diabetes precisa de uma alimentação com menores níveis de açúcar. Além disso, alguns pets são alérgicos a certos componentes presentes no alimento. Portanto, converse com o veterinário para ter certeza de que está oferecendo a melhor ração para gatos castrados antes de comprar qualquer uma.

    Para escolher a melhor ração para gatos castrados, considere porte, idade e saúde do seu pet
    Para escolher a melhor ração para gatos castrados, considere porte, idade e saúde do seu pet

    A ração de gatos castrados úmida ajuda a prevenir doenças renais 

    Os felinos naturalmente já bebem menos água e têm maior predisposição a desenvolver doenças renais. No gato castrado, o risco pode ser maior, já que o pet fica com menos disposição até para coisas simples como ir até o potinho de água. Por isso, a ração para gato castrado úmida é uma boa solução. Ao contrário da ração seca, o sachê para gatos já tem uma concentração maior de água em sua composição. Ao ingeri-la, o pet está indiretamente bebendo mais água também. Assim, o gatinho se alimenta e ainda previne doenças como insuficiência renal. Além disso, a ração de gato castrado úmida costuma ser mais agradável ao paladar criterioso dos bichanos. 

    A troca da ração para gato castrado precisa ser feita gradualmente 

    Os gatos não são muito fãs de mudanças. Qualquer alteração na rotina pode deixar o gato estressado e ansioso. A troca de ração é uma dessas coisas que são bem chatas para o pet. Por isso, é preciso fazer com calma e de forma gradual, pois uma troca brusca da ração normal para a ração de gato castrado pode fazer com que o bichano recuse a comida. O ideal é começar misturando apenas um pouco da ração para gato castrado com a ração antiga. Ao longo dos dias, coloque mais um pouco, aumentando a proporção da ração de gato castrado e diminuindo a da ração anterior. Vá com calma e leve o tempo necessário para que o pet se acostume. Faça isso até chegar o dia em que o potinho passe a ter 100% de ração para gato castrado. Com esse cuidado, você evita que o bichano não queira comer e garante que ele se alimente corretamente. 

    Além da ração para gato castrado, existem outras formas de melhorar o bem-estar e evitar obesidade 

    A alimentação com ração para gatos castrados é uma das principais maneiras de melhorar a qualidade de vida de um bichano após a cirurgia e evitar doenças como a obesidade. Porém, também existem outras medidas que podem ser tomadas no dia a dia além da dieta balanceada para garantir um maior bem-estar. A gatificação da casa, por exemplo, é uma ótima maneira de estimular o animal a se exercitar de maneira natural e divertida. Colocar nichos, prateleiras, arranhadores e brinquedos pela casa desperta a curiosidade e os instintos do pet, que vai ter um ambiente propício para ele explorar e se exercitar. Além disso, é muito importante fazer visitas frequentes ao veterinário para manter os cuidados com a saúde sempre em dia. 

    Redação: Maria Luísa Pimenta

    Veja infográfico e descubra quais frutas que cachorro pode comer

    Próxima matéria

    Veja infográfico e descubra quais frutas que cachorro pode comer

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais
    Raças

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais

    O gato Himalaia é, sem dúvidas, uma das raças mais queridinhas e desejadas pelos amantes de felinos. Ele reúne em sua genética a mistura de outras duas raças que são muito populares: o gato Persa e o Siamês. Ou seja, é carisma e fofura em dose dupla! Além disso, esse gatinho tem uma personalidade super dócil e tranquila, sendo a companhia perfeita para quem sempre sonhou em ter um bichinho de estimação. Se esse é o seu caso, ou se você já tem um gato do Himalaia e quer conhecer tudo sobre ele, essa matéria vai te ajudar bastante. 

    Qual a melhor ração para gatos filhotes? Do alimento seco aos sachês, saiba tudo sobre a alimentação do felino
    Ração

    Qual a melhor ração para gatos filhotes? Do alimento seco aos sachês, saiba tudo sobre a alimentação do felino

    Abrir a casa (e o seu coração) para um gato filhote é sempre um marco de transformação na vida de qualquer pessoa. Se você nunca teve um gatinho em outro momento, então, além da empolgação, é normal que você tenha uma série de dúvidas relacionadas ao cuidado com os felinos, principalmente nas questões básicas, como a alimentação. Escolher a melhor ração para gato filhote sem ter muita noção da diferença entre elas e da necessidade dos animais não é assim tão simples e, por isso, o Patas da Casa vai te ajudar: confira, aqui embaixo, tudo o que você precisa saber sobre a alimentação dos bichanos!

    Ração para gato filhote: como escolher a melhor? Tudo sobre a composição e tipos do alimento
    Ração

    Ração para gato filhote: como escolher a melhor? Tudo sobre a composição e tipos do alimento

    Uma das tarefas mais difíceis para um tutor de primeira viagem de um filhote é escolher a melhor ração para gatos que será oferecida. A partir dos dois meses de idade, aproximadamente, ocorre o desmame e a comida sólida precisa começar a fazer parte do cardápio do gato. Esse tipo de ração vai ser servida até que o gato complete 1 ano, quando começa a fase adulta e outro tipo de dieta entra em cena.

    Gato Singapura: tudo que você precisa saber sobre a raça
    Raças

    Gato Singapura: tudo que você precisa saber sobre a raça

    Com uma beleza extraordinária, o gato Singapura deixa qualquer um babando. Esse felino de pequeno porte é considerado uma das menores raças de gato que existem. Entretanto, suas características físicas singulares não param por aí: os olhos grandes e expressivos são outra particularidade da raça. Além disso, a raça Singapura possui uma personalidade dócil e amigável. Ficou curioso para conhecer mais sobre essa raça de gato?

    Ver Todas >

    Troca de ração de cachorro: passo a passo de como substituir sem traumas
    Alimentação animal

    Troca de ração de cachorro: passo a passo de como substituir sem traumas

    São muitas as situações em que a troca da ração de cachorro é necessária. No início da vida, o pet come a ração para filhote de cachorro, rica em nutrientes essenciais para o desenvolvimento sadio do animal. Depois, precisa mudar a ração para a versão adulta. Ao ficar mais velho, é a vez da ração para cachorro idoso, que previne problemas de saúde típicos da idade. Além disso, a troca de ração pode ser recomendada também por problemas de saúde. 

    Desmame de gato: passo a passo para introduzir ração de gato filhote
    Alimentação animal

    Desmame de gato: passo a passo para introduzir ração de gato filhote

    Trocar o leite pela ração de gato filhote é um processo que todo gatinho deve passar. O leite materno é fundamental para promover um desenvolvimento físico e até mesmo psicológico de forma saudável. Mas a amamentação felina só deve ocorrer por um certo período, e a alimentação do gato filhote precisa ser trocada pela ração, que tem os nutrientes fundamentais para completar o desenvolvimento do pet.

    Gato pode comer ovo? Descubra se o alimento é liberado ou não!
    Alimentação animal

    Gato pode comer ovo? Descubra se o alimento é liberado ou não!

    Quando o assunto é alimentação dos gatos, é comum que os tutores tenham dúvidas sobre o que pode ou não fazer parte da dieta do bichano. Afinal, é sempre bom diversificar servir petiscos naturais e diversificados para o pet. Já sabemos que cachorro pode comer ovo, mas e gato? Pode comer ovo também? Assim como os cães, existem alguns felinos que são simplesmente apaixonados pelo alimento, enquanto outros não dão a mínima.

    Ração urinária: como funciona o alimento para gatos?
    Alimentação animal

    Ração urinária: como funciona o alimento para gatos?

    Hoje em dia, existe uma ampla gama de opções de ração para gatos nos pet shops. Algumas delas, inclusive, são formuladas especialmente para tratar doenças, como a ração para trato urinário. Gatos que apresentam doença renal crônica, quando são alimentados adequadamente, ganham muito em qualidade de vida. Veja a seguir quais são os diferenciais da ração urinária e quando ela deve - ou não - ser servida.

    Ver Todas >