Saúde

Quais as fases do cio de uma cadela e os cuidados necessários em cada uma?

As fases do cio da cadela podem influenciar no comportamento do animal e, por isso, exigem alguns cuidados. Saiba mais!
As fases do cio da cadela podem influenciar no comportamento do animal e, por isso, exigem alguns cuidados. Saiba mais!

Que a cadela no cio requer alguns cuidados especiais não é novidade para ninguém! Além de trazer mudanças físicas, como o sangramento, o período pode influenciar no comportamento da sua cachorrinha e fazer com que ela fique um pouco mais arisca e agressiva devido aos hormônios. Mas você sabe como ocorre esse processo? Quantas fases ele pode ter? Ou como identificar quando a cachorra está no cio? Para esclarecer de uma vez por todas essas e outras dúvidas, o Patas da Casa montou um guia completo para você entender tudo sobre o assunto. Veja só!

“Minha cadela está no cio?” Veja os principais sintomas do período

As fases do cio na cadela são completamente diferentes do período fértil de uma mulher, por exemplo. Por isso, é muito comum que existam dúvidas sobre quanto tempo dura o cio de uma cadela, de quanto em quanto tempo a cadela entra no cio e, principalmente, sobre o que acontece no corpo dela nessa fase. O primeiro cio costuma ocorrer entre os primeiros seis meses e um ano de vida da cachorra, mas pode variar de acordo com a raça do animal. Cadelas de porte grande, por exemplo, podem levar até dois anos para passar pelo processo pela primeira vez. Quanto aos sintomas, os principais são aumento de volume da vulva, vermelhidão e sangramento na região e lambedura genital. A atração excessiva por cães machos também pode indicar que a sua pet está no cio.

Fases do cio: saiba como identificar cada um delas

De maneira geral, o cio da cadela é composto por quatro fases e dura cerca de três semanas, com algumas variações para menos ou mais tempo. Para entender melhor sobre o assunto, nós reunimos as principais características de cada uma dessas fases e quanto tempo dura o cio de acordo com cada etapa: 

1) Proestro: esta é denominada a fase inicial da estimulação hormonal do ciclo estral. Nela, ocorre a liberação dos feromônios e, por isso, os machos já são atraídos pelo cheiro da cadela, mas ela ainda não os aceita. Durante o período, é possível identificar algumas mudanças físicas, como aumento da vulva e secreção levemente avermelhada. A duração costuma ser de 5 a 10 dias;

2) Estro: a segunda fase, também conhecida como estro, é responsável pela ovulação. Por isso, se você se pergunta em que fase do cio a cadela engravida, saiba que é este o momento de tomar os devidos cuidados para prevenir uma gravidez indesejada. Neste momento do ciclo, é comum que o comportamento animal mude consideravelmente. A cadela pode se mostrar especialmente carinhosa, inquieta e com muita vontade de sair por aí. O estro costuma durar entre 3 e 10 dias; 

3) Diestro: esta fase é responsável por garantir a manutenção da gestação. Por isso, a sua duração pode variar entre 56 e 90 dias, variando de acordo com a fecundação ou não. Vale lembrar que essa fase ocorre mesmo nas cadelas que não cruzaram ou não tiveram fecundação. Justamente por isso, é comum que muitas cachorras desenvolvam a gravidez psicológica durante essa etapa. Quanto aos sinais, a sua cachorrinha pode  recusar relações sexuais e comer de maneira excessiva. 

4) Anestro: é caracterizado como o intervalo entre as fases principais do ciclo estral. Para as cadelas que ficaram grávidas, a etapa termina com o parto, dando início ao anestro. Já para as cadelas que não tiveram fecundação, o anestro não costuma demonstrar nenhum sinal evidente na troca da fase anterior. A duração média dessa etapa costuma ser de 3 a 10 meses.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Como seria o seu domingo perfeito?

Como você fica em um dia de chuva?

Como seria a viagem ideal nas férias?

Como você costuma encontrar os amigos?

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Como é a sua rotina matinal?

Como é a sua agenda no fim de semana?

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Durante as fases do cio, é possível que a cadela apresente um comportamento mais agressivo, como é o caso da Luna e da Lola
    Durante as fases do cio, é possível que a cadela apresente um comportamento mais agressivo, como é o caso da Luna e da Lola

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Os cuidados que você deve ter durante as fases do cio da cadela

    Depois de identificar uma cadela no cio, é fundamental que o tutor entenda que o período virá acompanhado de mudanças físicas, hormonais e, principalmente, comportamentais. Por esse motivo, alguns cuidados podem e devem ser tomados para garantir o bem-estar do animal. É bem provável que, devido ao sangramento na vulva, a cadela precise fraldas ou calcinhas que atuam como um absorvente. Para Giulia, tutora da Luna e da Lola, esses acessórios foram a melhor opção para controlar as gotinhas de sangue espalhadas pela casa. “Quando preciso sair e não posso monitorá-las, costumo usar a calcinha específica para cio. Mas evito utilizá-la por um longo período para que elas possam fazer suas necessidades livremente”, explica. 

    Não é raro que algumas cadelas apresentem uma postura mais agressiva e irritadiça durante o cio, como é o caso de Luna e Lola. “A Luna fica bastante agressiva e, por isso, sempre mantenho elas separadas durante esse período para evitar possíveis brigas”, conta. Nesse caso, é importante que o tutor não brigue com o animal. Além disso, é necessário ficar atento à região da vulva da cadela. Isso porque o inchaço combinado ao excesso de lambeduras pode causar inflamações e comprometer a saúde do animal. Em caso de dúvidas, é importante consultar um médico veterinário o quanto antes. Por fim, lembre-se: se você não quer que a sua cadela engravide, a melhor opção é castrá-la no primeiro ano de vida. A esterilização evita os transtornos causados pelo cio e previne doenças graves, como a piometra canina e o câncer nas mamas. 

    Redação: Úrsula Gomes

    Veja em infográfico quais são as doenças de cachorro mais perigosas!

    Próxima matéria

    Veja em infográfico quais são as doenças de cachorro mais perigosas!

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão
    Cuidados

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão

    Os cães são animais que, na maior parte do tempo, não gostam de ficar sozinhos - afinal, antes de serem domesticados, eles viviam livres em matilhas. Com a vida urbana, muitos cães acabam não recebendo os estímulos adequados para gastar energia e socializar com outros animais e pessoas. Para auxiliar a vida do tutor, que nem sempre consegue estar perto de seu pet durante o dia, existem muitas alternativas. Uma delas é a creche para cachorro: uma acomodação diária em que você pode deixar seu amigo em um lugar totalmente adaptado para cães.

    Gato com heterocromia: entenda o fenômeno e os cuidados necessários com a saúde
    Saúde

    Gato com heterocromia: entenda o fenômeno e os cuidados necessários com a saúde

    Você já deve ter visto por aí gatinhos com um olho de cada cor, não é?! Essa característica, chamada de heterocromia, é uma condição genética que pode ocorrer tanto em gatinhos, quanto em cães e humanos. Mas você sabia, que em alguns casos, esse charminho no olhar dos felinos pode ocasionar alguns problemas de saúde? Conversamos com a veterinária Andrea Barbosa, que é docente do curso de Medicina Veterinária da Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo. Ela explicou tudo sobre gato com heterocromia!

    Quais são as raças de cachorro que mais sentem calor? Veja quais cuidados tomar!
    Raças

    Quais são as raças de cachorro que mais sentem calor? Veja quais cuidados tomar!

    Com o verão se aproximando, é inevitável pensar no conforto e bem-estar dos nossos pets. Sabe-se que, assim como os humanos, os animais também podem sentir calor nos dias mais quentes. Contudo, o que poucas pessoas imaginam é que existem algumas raças de cachorro específicas que sofrem mais com as altas temperaturas desta estação. Pensando nisso, o Patas da Casa separou que raças são essas e quais cuidados devem ser tomados para amenizar o desconforto dos peludinhos durante essa época do ano.

    Pode passear com cachorro na chuva? Quais são os cuidados necessários?
    Passeio

    Pode passear com cachorro na chuva? Quais são os cuidados necessários?

    Todo mundo sabe que passear com cachorro é uma das partes mais importantes da rotina de um pet. É assim que esses animais gastam energia, fazem suas necessidades e interagem com outros cães, melhorando a sua sociabilidade. O problema é quando chove e o tutor fica sem saber direito o que fazer. Será que nesses casos é melhor deixar o passeio para outro dia, ou pode passear com cachorro na chuva? 

    Ver Todas >

    Tártaro em gatos: veterinária explica os perigos do problema que parece inofensivo
    Saúde animal

    Tártaro em gatos: veterinária explica os perigos do problema que parece inofensivo

    Se você tem um bichano, certamente já deve ter ouvido falar da necessidade de cuidar da saúde bucal dele. A falta de higiene pode acabar resultando no tártaro em gatos, um problema mais comum do que se imagina. “O tártaro, ou cálculo dentário, são formações calcificadas que surgem na superfície dos dentes dos felinos, abrigando colônias de bactérias e outros microorganismos nocivos”, explica a Dra. Claudia Youle, que é especializada em odontologia veterinária.

    Quando o cachorro tossindo representa um problema grave?
    Saúde animal

    Quando o cachorro tossindo representa um problema grave?

    A tosse de cachorro é algo que pode assustar muitos tutores, principalmente os pais de pet de primeira viagem. As causas do cachorro tossindo são variadas e o mais importante é se atentar ao aspecto da tosse. Uma tosse seca geralmente tem causa diferente de uma tosse com sangue, catarro ou pus, por exemplo. Por isso, ao perceber seu cachorro tossindo, observe o sintoma e veja se ele apresenta algum outro sinal. 

    Castração de cachorra: entenda como é feita a cirurgia de esterilização em fêmeas
    Saúde animal

    Castração de cachorra: entenda como é feita a cirurgia de esterilização em fêmeas

    A castração de cachorro é mais que um procedimento para evitar a gravidez indesejada. Nas fêmeas, por exemplo, a cirurgia está associada a muitos benefícios para a saúde, incluindo a prevenção de doenças como a piometra canina e o câncer de mamas. A castração em cachorra é bem diferente do procedimento feito nos cães machos. Apesar de ser um procedimento muito comum, ainda existem muitos mitos e desinformação sobre a cirurgia.

    Micoplasmose felina: veterinário desvenda tudo sobre a doença causada por pulgas
    Saúde animal

    Micoplasmose felina: veterinário desvenda tudo sobre a doença causada por pulgas

    Quando se trata da saúde do gato, todo cuidado é pouco. Embora a maioria dos pets cresça de forma saudável, não podemos ignorar que o organismo dos felinos também pode desenvolver diversas doenças preocupantes, como é o caso da micoplasmose felina. O nome pode parecer complicado, mas o quadro nada mais é do que um tipo de anemia que pode se agravar com o decorrer do tempo. 

    Ver Todas >