Higiene

Perfume para cachorro faz mal à saúde do animal?

Afinal, o perfume para cachorro é indicado ou não? Descubra!
Afinal, o perfume para cachorro é indicado ou não? Descubra!

Será que o perfume para cachorro é uma boa ideia? Há muitas opiniões divergentes sobre o uso de fragrâncias industrializadas em cães. Enquanto muitas pessoas não veem a necessidade de alterar o cheiro natural dos animais, outras defendem que o produto é apenas um recurso para deixar os bichinhos com um odor mais agradável – com muito mais vantagens para os humanos, certamente. A verdade é que os dois lados podem seguir com suas convicções. No caso dos tutores que preferem estender o cheirinho além do banho, o bom senso deve prevalecer. O importante é ficar de olho para escolher produtos seguros, que não causem alergias em cachorros ou agravem condições médicas.

Conheça, a seguir, as principais características do perfume de cachorro e as opções mais recomendadas. No fim, tem um passo a passo para você preparar em casa uma alternativa natural e cheirosa para o seu pet. Não deixe de fazer!

Afinal, perfume para cachorro pode fazer mal à saúde do animal?

Assim como os humanos, os cachorros não têm a necessidade de usar perfumes e colônias. Mas é sempre bom deixá-los cheirosos, mesmo após um banho caprichado, não é mesmo? Nos pet shops, há uma grande variedade de opções específicas para cães, formuladas com ingredientes completamente seguros para eles.

Além de encobrir os odores dos animais – como o famoso cheirinho de cachorro molhado –, alguns produtos têm propriedades extras, como sprays que hidratam a pelagem e florais terapêuticos que prometem contornar problemas comportamentais, como ansiedade, estresse, depressão e agressividade.

É bom tomar alguns cuidados ao utilizar o perfume de cachorro

Antes de usar qualquer perfume para cães no seu animal de estimação, procure um veterinário de sua confiança. Durante a consulta, o profissional poderá diagnosticar possíveis alergias e esclarecer se determinados problemas de saúde podem ser afetados por um perfume de cachorro. Veja outros cuidados:

  • Nunca utilize perfume de humanos no seu pet, pois a alta concentração de álcool poderá irritar a pele sensível do animal, entre outros agravantes;
  • Embora o perfume para cães seja menos concentrado que o perfume humano, não é aconselhável usá-lo diretamente na pele. A maioria dos produtos traz a recomendação de borrifar o líquido a 15 cm de distância do corpo do animal;
  • Nunca aplique o perfume em áreas ao redor dos olhos, focinho, boca e órgãos genitais;
  • De preferência, coloque o perfume no seu cachorro após o banho. Quando aplicada sob os pelos limpos, a fragrância tem maior poder de fixação;
  • Escolha produtos com a menor concentração de álcool possível para não prejudicar a pele do seu cão;
  • Tome cuidado para não aplicar o perfume sobre áreas sem pelos ou lesionadas por machucados;
  • Não use o perfume ou colônia como um recurso frequente para mascarar o cheiro natural do seu cãozinho. O produto é apenas uma solução temporária e não deve ser usado como substituto de um banho úmido completo, com sabonete e shampoo;
  • Ao notar qualquer reação ao perfume, como vermelhidão, coceira e queda de pelos, leve o seu animal ao veterinário junto com o produto utilizado.

Perfume para cães: qual é a quantidade ideal?

Donos de um olfato poderoso, com cerca de 40 vezes mais receptores olfativos que os humanos, os cachorros são constantemente afetados – tanto positiva como negativamente – pelos cheiros à sua volta. Embora um toque de perfume possa parecer agradável para as pessoas, a mesma quantidade pode ser intensa e incômoda para os nossos amigos peludos. Isso também vale para outros itens perfumados, como produtos de limpeza, desodorantes e sprays aromatizadores.

Portanto, ao usar qualquer tipo de perfume no seu animal de estimação, tenha em mente que um aroma que consideramos suave é percebido com muito mais potência pelo sistema olfativo canino. Para não errar, um esguicho ocasional de perfume atrás das orelhas ou sobre a ponta da cauda já é suficiente e seguro para os cães.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

As crises alérgicas costumam acontecer:

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Fique atento se o perfume de cachorro não vai causar reações alérgicas no animal
    Fique atento se o perfume de cachorro não vai causar reações alérgicas no animal

    Mais Lidas

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal
    Cuidados dos animais

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal

    O carrapato em cachorro, assim como as pulgas, é uma das principais causas de aborrecimento nos donos de pets. Mesmo usando coleiras ou remédio para carrapato, o animal não está livre de pegar esses parasitas tão incômodos e que podem causar problemas graves. Às vezes, um simples passeio ao ar livre já pode gerar dores de cabeça se o local estiver infestado. Para controle, é importante não só proteger o animal, mas também fazer uma limpeza do ambiente: estudos mostram que os carrapatos podem sobreviver até 200 dias em um lugar sem se alimentar. Pensando nisso, vamos te ensinar como acabar com carrapatos no quintal com ingredientes que você pode ter em casa.

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato
    Cuidados dos animais

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato

    Até mesmo os tutores mais experientes podem cometer alguns erros quando o assunto é cuidar de gato. Uma dúvida muito comum, por exemplo, é se a castração de gato é realmente necessária. Além disso, muitos humanos cometem o erro de tratar os felinos como se eles fossem cães, embora eles tenham comportamentos claramente distintos. No geral, os gatos são mais reservados, independentes e valorizam muito sua privacidade, diferente dos cachorros. P

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!
    Cuidados dos animais

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!

    Ter um cãozinho em casa é só alegria, mas é sempre bom que o dono esteja preparado para lidar com alguns comportamentos inconvenientes do animal. Um deles é o xixi fora do lugar para deixar o cheiro em todos os cantos da casa. O que fazer para o cachorro parar de marcar território? O costume é desagradável e pode até tirar o sossego de muitos tutores por aí. Para te ajudar, separamos algumas dicas para evitar que o cachorro marque território em casa e faça xixi onde não deve. Acompanhe!

    5 motivos pelos quais seu cachorro coça as orelhas
    Cuidados dos animais

    5 motivos pelos quais seu cachorro coça as orelhas

    Mesmo que muitas vezes sejam esquecidas na hora dos cuidados, as orelhas do seu cachorrinho são bem sensíveis e precisam de bastante atenção. De vez em quando, é comum que algum incômodo pontual faça o seu cachorro ficar coçando a orelha, mas quando isso se torna algo frequente e você percebe um incômodo maior no animal, vale a pena ficar atento.

    Aromas de perfume: cachorro pode desaprovar alguns cheiros

    Cães e pessoas têm percepções diferentes sobre o mesmo cheiro, especialmente por conta dos aspectos evolutivos e de sobrevivência de cada espécie. Enquanto nossos ancestrais buscavam frutas suculentas e outras recompensas da natureza, os cães selvagens farejavam carnes e carcaças em decomposição.

    Isso significa que um aroma frutado que atrai uma pessoa tem grandes chances de não atrair um cachorro, por exemplo. Infelizmente, os cães não conseguem comunicar facilmente suas emoções ao sentir o cheiro de um perfume desagradável.

    Alguns comportamentos, no entanto, podem indicar que o animal de estimação não aprovou o perfume escolhido pelo tutor. Se o cão rolar na grama ou outra superfície para tentar recuperar o seu cheiro de cachorro perdido, isso será uma clara demonstração de que o aroma não passou no teste de qualidade canino.

    Qual é o melhor perfume para cachorro?

    De produtos mais simples a opções mais sofisticadas, há colônias e perfumes para cachorro de diversas fragrâncias no mercado pet. A escolha é estritamente pessoal, desde que o tutor opte por algo de qualidade, especialmente formulado para interagir com a pele e os cheiros naturais dos cães. Antes da compra, é sempre importante olhar a lista de ingredientes e verificar se a marca é de confiança.

    O melhor perfume para cachorro, no entanto, é aquele que deixa o seu animal de estimação cheiroso, mas não gera qualquer tipo de incômodo para ele. Um cão usa constantemente o olfato e seria muito injusto sobrecarregá-lo com um forte odor de perfume. Uma fragrância para cães deve funcionar não apenas para dar um cheiro agradável ao seu amigo de quatro patas, mas também para não prejudicá-lo, causando desconfortos, espirros, alergias e outros problemas de saúde.

    Perfume para cachorro filhote: há alguma diferença?

    Os filhotes de cachorro, assim como os animais idosos, são mais sensíveis aos cheiros e, portanto, as colônias mais delicadas são as mais indicadas. Uma das melhores opções é o perfume para cachorro com cheiro de bebê, geralmente inspirado em produtos famosos de grandes fabricantes de cosméticos. Desde que tenha uma formulação segura para os cães, não há nenhuma contraindicação no uso desse tipo de perfume.

    Como fazer perfume para cachorro? Veja o passo a passo!

    Você pode comprar os perfumes para cães em pet shops, mas os preços costumam ser um pouco salgados, principalmente os produtos de maior qualidade. Felizmente, é possível gastar muito pouco e fazer o seu próprio lote de perfume caseiro para cachorro, com ingredientes 100% naturais. Veja como é fácil:

    Materiais necessários:

    • Borrifador pequeno (cerca de 100 ml);
    • Água;
    • Vinagre;
    • Óleo essencial puro e natural de sua preferência (lavanda, camomila, hortelã, niaouli, eucalipto, cedro, etc.).

    Passo a passo:

    1. Para começar, despeje a água no borrifador até quase completar o vasilhame. Reserve;

    2. Em um vidro higienizado à parte, coloque 1 colher de sopa de vinagre, adicione o óleo essencial e misture os dois ingredientes. Para cada 100 ml de água, use 10 gotinhas de óleo para cães de porte pequeno/médio e o dobro para cães maiores. Caso queira fazer uma quantidade menor ou maior, basta manter a proporção;

    3. Em seguida, despeje a mistura de óleo e vinagre dentro do borrifador com água;

    4. Agite a garrafa para misturar completamente a solução. Faça movimentos suaves para não quebrar as ligações químicas do óleo essencial;

    5. Ao notar que está tudo bem misturado e sem reminiscências visuais de óleo, o perfume estará pronto para ser borrifado no seu cãozinho;

    6. Antes de cada aplicação, agite o frasco suavemente para garantir que a proporção entre os ingredientes seja a mesma em cada borrifada. Guarde em um local ventilado.

    Importante: para descobrir se o cheiro do perfume que você criou será aprovado pelo seu pet, experimente borrifar um pouco da solução no lugar onde ele dorme. Se o bichinho não se incomodar e tudo seguir normalmente, você poderá aplicar o produto sobre a pelagem em pequenas quantidades.

    Redação: Guilherme Segal

    Vantagens e desvantagens do jornal para cachorro

    Próxima matéria

    Vantagens e desvantagens do jornal para cachorro

    Tudo sobre o cachorro Boxer: origem, personalidade, saúde, características físicas e cuidados
    Grandes

    Tudo sobre o cachorro Boxer: origem, personalidade, saúde, características físicas e cuidados

    Se você sempre sonhou em ter um cachorro grande dentro de casa, a raça Boxer certamente é uma opção que não vai te decepcionar. Por trás da aparência robusta e que pode ser considerada até um pouco intimidante para alguns, existe um cãozinho companheiro e com muito amor para oferecer aos seus humanos. Conheça um pouco mais sobre o comportamento da raça, cuidados com a saúde e quanto custa um cachorro Boxer.

    Tudo sobre o cachorro Pug: origem, saúde, personalidade, características físicas e muito mais
    Pequenos

    Tudo sobre o cachorro Pug: origem, saúde, personalidade, características físicas e muito mais

    É praticamente impossível não se apaixonar por um cachorro da raça Pug! Com os famosos olhos esbugalhados, focinho achatado e corpo compacto e rechonchudo, o cãozinho é um dos queridinhos dos brasileiros. São tantas características que fazem do Pug um animal único, que fica até difícil saber por onde começar. Pensando nisso, o Patas da Casa preparou uma matéria bem especial para todos os amantes da raça Pug. A seguir, descubra mais sobre a origem, personalidade, cuidados com a saúde e qual é o preço desse doguinho tão carismático!

    Dogue Alemão: origem, porte, saúde, temperamento... saiba tudo sobre a raça de cachorro gigante
    Grandes

    Dogue Alemão: origem, porte, saúde, temperamento... saiba tudo sobre a raça de cachorro gigante

    Uma das raças de cachorros gigantes mais famosas é a do Dogue (ou Dog) Alemão, que também é conhecida como cão Dinamarquês. O motivo para isso é simples: trata-se da mesma raça do famoso personagem de desenho animado Scooby Doo. Mas a verdade é que o cão Dogue Alemão vai muito além do seu tamanho e aparência robusta: ele é um amigo de quatro patas extremamente leal, dócil e carinhoso. 

    Chihuahua: personalidade, saúde, cuidados e mais... saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Chihuahua: personalidade, saúde, cuidados e mais... saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno

    Quem nunca viu aquele cãozinho simpático de “Legalmente Loira”? Se você não lembra desse filme (ou não é da sua geração), deixou de conhecer uma das mais brilhantes atuações de um Chihuahua, o menor - e mais corajoso - cão do mundo. O cachorro é pequeno, mas sua origem é cercada de teorias e histórias: não se sabe ao certo se ele é descendente do Techichi, um cão selvagem do México pré-colonial, se surgiu na China e foi levado por comerciantes espanhóis para o restante do mundo ou se é resultado de cruzamentos do Techichi com alguma raça minúscula chinesa.

    Ver Todas >

    Como viajar com cachorro de ônibus? Veja as regras e cuidados importantes!
    Cuidados dos animais

    Como viajar com cachorro de ônibus? Veja as regras e cuidados importantes!

    Nada parte mais o coração de um tutor do que ter que viajar e não poder levar o seu filho de quatro patas junto. Afinal, os cães fazem parte da nossa família e uma das melhores coisas é poder compartilhar esses momentos com eles. Mas sabia que com o planejamento certo é super possível viajar com cachorro? Existem várias opções viáveis e uma delas é a viagem de ônibus. 

    Cachorro com medo de trovão: veja algumas dicas para acalmar o pet
    Cuidados dos animais

    Cachorro com medo de trovão: veja algumas dicas para acalmar o pet

    Não é incomum encontrar um cachorro com medo de chuva e de trovão. O barulho da tempestade gera em alguns cães um sentimento tão grande de insegurança que eles perdem o controle de suas próprias emoções. Toda aflição provocada pelo perigo que o som da chuva e trovão representa pode influenciar no comportamento do cãozinho, como tentativa de fuga, destruição e até agressividade. É importante observar como o cãozinho reage nessas situações e buscar formas de reverter o medo que ele sente. 

    Lhasa Apso tosado: veja os cortes mais indicados para a raça de cachorro
    Cuidados dos animais

    Lhasa Apso tosado: veja os cortes mais indicados para a raça de cachorro

    Manter os pelos do cachorro bonitos e saudáveis é dever de todo tutor, principalmente para quem é dono de raças mais peludinhas, como o Lhasa Apso. Por isso, alguns cuidados básicos do dia a dia - como a escovação, banho e tosa - são indispensáveis, tanto por uma questão de higiene, como também para deixar o cãozinho com uma boa aparência. No caso do Lhasa Apso, a tosa pode sofrer diferentes modificações e o cachorro pode usufruir de tipos de cortes e penteados para todos os gostos. Quer conhecer um pouco mais sobre os tipos de tosa para Lhasa Apso? É só dar uma olhada na matéria que preparamos a seguir!

    Banho em gato: entenda de uma vez por todas porque não é recomendado
    Cuidados dos animais

    Banho em gato: entenda de uma vez por todas porque não é recomendado

    Já parou para se perguntar se pode dar banho em gato? Esse é um assunto bastante polêmico e que desperta muita dúvida na maioria dos tutores (principalmente nos pais de primeira viagem). Como muitos sabem, os felinos são animais que cuidam da sua própria higiene e fazem a autolimpeza diariamente com a própria língua, então em muitos casos os médicos veterinários não indicam o banho em gato.

    Ver Todas >