close
Pulga

Pente para pulga de cachorro funciona? Conheça o acessório!

O pente para pulga deve ser usado para complementar o tratamento tradicional com antiparasitários
O pente para pulga deve ser usado para complementar o tratamento tradicional com antiparasitários

Manter o seu cachorrinho livre de pulgas pode não ser uma tarefa muito fácil, mas é essencial para saúde e bem-estar dele. As pulgas em cachorro podem não só causar coceira no animal, como também transmitir bactérias e verminoses, além de provocar dermatites. O pente para pulga é um acessório de uso prático para o tutor, confortável para os animais e até mais sustentável - já que muitos produtos para infestação de pulgas e carrapatos podem ser tóxicos para o meio ambiente. O acessório é indicado para infestações leves e serve como um auxílio no tratamento com remédios para pulgas.

Cachorro com pulga: como confirmar a presença dos parasitas?

Se você observar o cachorro com coceira excessiva, se lambendo ou se mordendo, preste atenção! Pode ser que ele esteja com pulgas. Para ter certeza disso, é possível fazer uma observação na pelagem do seu pet: usando os dedos, vá dividindo os pelos note se há pontos marrons correndo na direção oposta, tentando se esconder. Outra forma de checagem é durante o banho. Se desconfia de pulgas, deixe o ralo fechado enquanto molha o animal. Se perceber alguns pontos pretos na água parada, é provável que seu cão esteja com pulgas.

Brinquedos para gatos: faça o quiz e descubra qual o tipo preferido do

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Você passou um tempo fora de casa e quando voltou seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato costuma te acordar?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato reage ao ver uma caixa de papelão?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual dessas definições mais combina com a personalidade do seu gato?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Se seu gato fosse humano, qual desses comportamentos ele mais teria?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual desses brinquedos reciclados seu gatinho mais adoraria?

Question Header Background

O arranhador é o brinquedo ideal para seu felino! Seu gato faz a festa com brinquedos que “não são” brinquedos! Seu bichano é apaixonado pelos brinquedos clássicos!
    O cachorro se coçando excessivamente é um sinal de infestação de pulgas
    O cachorro se coçando excessivamente é um sinal de infestação de pulgas

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Pente de pulga para cachorro: como usar o acessório?

    Depois de ter certeza que seu cachorro está com pulgas, o uso do pente para pulga é boa solução para acabar com o parasita. Além do modelo tradicional, existe o pente elétrico para pulgas, que funciona com lâminas de rotação motorizadas que removem as pulgas e os emaranhados com segurança. Lembre-se que a escovação da pelagem do cachorro também é essencial para bem-estar dele, evitando pelos mortos e nós.

    É importante, no entanto, que não deixe de dar um remédio para pulgas ao animal, já que o pente para pulgas é apenas um complemento do tratamento tradicional. O pente para tirar pulgas funciona muito bem, mas não substitui outros cuidados com o animal e o ambiente em que ele vive.

    Antes de utilizar pente para pulgas, molhe seu doguinho, assim você se certificará que as pulgas não vão pular em cima de você. Depois, comece a escovar a pelagem do animal com firmeza e cuidado para não machucá-lo. Após remover as pulgas com o pente, coloque elas em um recipiente com água e detergente para que não fujam e descarte. Depois desse processo, verifique toda a pele do cachorro em busca de feridas e possíveis alergias causadas pelos parasitas. Se observar qualquer coisa fora do comum, é importante marcar uma consulta com o veterinário para tratar o problema e até mesmo verificar se o animal terá que tomar doses extras de antiparasitários.

    É importante tratar as pulgas do ambiente em que o cachorro vive

    Não basta retirar as pulgas do cachorro! A casa em que ele vive também precisa de cuidado. As pulgas podem deixar ovos no ambiente, favorecendo uma nova infestação no animal. Assim que tratar seu animal com o pente fino para pulgas e com o antiparasita, faça também um tratamento pela casa com bicarbonato de sódio, sal e água. Misture os três ingredientes e aplique em sofás, tapetes e almofadas e locais onde o cachorro dorme. Deixe a mistura agindo por algumas horas e aspire ou limpe os resíduos. Além disso, é importante que a caminha do cachorro e seus brinquedos sejam lavados com água bem quente. Repita o processo sempre que possível.

    Redação: Hyago Bandeira

    Seu gato vomita com frequência? Entenda o que pode ser e se está na hora de levá-lo no veterinário

    Próxima matéria

    Seu gato vomita com frequência? Entenda o que pode ser e se está na hora de levá-lo no veterinário

    Bullmastiff: origem, características e cuidados... conheça a raça de cachorro do Reino Unido
    Raças

    Bullmastiff: origem, características e cuidados... conheça a raça de cachorro do Reino Unido

    A raça Bullmastiff é um cachorro grande e robusto, mas que não deixa a desejar no temperamento afetuoso e gentil. Esse cãozinho britânico, que surgiu no século XIX, conquista as pessoas por onde passa. Sempre em alerta, ativo, companheiro e fiel aos tutores, o Bullmastiff estará sempre pronto para proteger a família e seu território. Por não ser uma raça de cachorro tão comum no Brasil, elaboramos um guia com todas as informações que você precisa saber sobre o Bulmastiff, que também é chamado por Bulmastife e Bulmastife Boxer. 

    Samoieda: conheça tudo sobre a raça de cachorro originária da Sibéria
    Raças

    Samoieda: conheça tudo sobre a raça de cachorro originária da Sibéria

    O cachorro Samoieda é sem dúvidas um dos pets mais companheiros que existem. Com seu porte médio e as características físicas marcantes e típicas da raça, a raça de cachorro conquista admiradores por onde passa. O alto nível de energia também é um traço forte desse pet, que não possui nada de tímido. Ficou curioso para conhecer mais sobre a raça originária da Sibéria? Então dá só uma olhada no guia que preparamos com tudo sobre esse doguinho: origem, personalidade, cuidados básicos de rotina, saúde e muito mais.

    Tudo sobre o Terra Nova: conheça todas as características desse cachorro grande
    Grandes

    Tudo sobre o Terra Nova: conheça todas as características desse cachorro grande

    O Terra Nova é uma raça de cachorro grande que, apesar do corpo musculoso e robusto, é muito dócil e amigável. Ele chama bastante atenção por conta do seu tamanho e também ser bem peludinho, lembrando bastante um ursinho de pelúcia - ou, nesse caso, um ursão. Dentre uma das características mais marcantes da raça, podemos destacar o seu lado atlético e a paixão que o cachorro Terra Nova tem por água. É isso mesmo: esta é uma das raças de cachorro que mais gosta de nadar e brincar na água.

    Tudo sobre o Dálmata: conheça as características, personalidade e cuidados com essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Tudo sobre o Dálmata: conheça as características, personalidade e cuidados com essa raça de cachorro grande

    Um cachorro Dálmata é facilmente reconhecido graças a sua aparência particular e também ao filme “101 Dálmatas”, desenho que se tornou muito popular na década de 60 e que faz um grande sucesso até hoje. Mas o que esse cãozinho tem de tão especial, além das suas famosas manchas? Para quem sempre quis ter um Dálmata para chamar de seu, chegou o momento de desvendar tudo sobre essa raça de cachorro grande: características físicas, temperamento, personalidade, que cuidados são necessários, preço e como é a saúde desse animal. Vem que a gente te conta!

    Ver Todas >

    Como prevenir a giárdia em gatos?
    Saúde animal

    Como prevenir a giárdia em gatos?

    A giárdia em gatos é uma zoonose de rápida contaminação que pode afetar os bichanos. Essa doença ataca o sistema digestivo do gato e pode atingir também humanos, cachorros e outros animais. Ao contrair a giárdia, gatos passam a ter sintomas como diarreia e vômito, o que causa grande desconforto. Porém, a giárdia em gatos pode ser evitada ao seguir algumas medidas muito fáceis de serem cumpridas no dia a dia. 

    Quantos filhotes um cachorro pode ter?
    Saúde animal

    Quantos filhotes um cachorro pode ter?

    Você sabe quantos filhotes um cachorro pode ter? O número varia de acordo com as condições de saúde da cadela, mas também deve-se levar em consideração o porte e a idade do animal. Além disso, quando é a primeira gestação da cachorrinha, o número também costuma ser reduzido e os filhotes geralmente têm características diferentes dos irmãozinhos de outras ninhadas. 

    Gato idoso: quais os sinais de que seu gatinho está envelhecendo?
    Saúde animal

    Gato idoso: quais os sinais de que seu gatinho está envelhecendo?

    Os animais de estimação necessitam de cuidados especiais em todas as fases da vida, e com o gato idoso não é diferente. Por isso, é muito importante saber quais doenças podem atingir um gato velho e conseguir identificar os sinais da terceira idade felina. Afinal de contas, entender algumas características específicas dessa fase são essenciais para aprender a como cuidar de gato idoso. 

    Gato e cachorro têm depressão? Descubra se o transtorno pode afetar seu bichinho de estimação
    Saúde animal

    Gato e cachorro têm depressão? Descubra se o transtorno pode afetar seu bichinho de estimação

    Você já se perguntou se o seu cachorro tem depressão? Ou se o seu gato que mudou de comportamento, na verdade está com um transtorno ligado ao estresse? Muitos tutores nem imaginam, mas cachorro ou gato com depressão não é um quadro tão difícil de ocorrer. A saúde mental é um assunto em evidência, principalmente nas campanhas do setembro amarelo. Mas assim como cães e gatos podem ajudar quem tem depressão, eles também podem ser afetados pela doença.

    Ver Todas >