Passeio

Passear com cachorro sem guia? Entenda como isso pode prejudicar o seu animal

Veja alguns motivos para não passear com cachorro sem guia!
Veja alguns motivos para não passear com cachorro sem guia!

O passeio é o momento mais divertido na vida de um cachorro: ele interage com outros ambientes, sente cheiros diferentes, gasta energia e socializa com cães e humanos. Para tornar esse momento mais seguro, o uso da guia para cachorro com a coleira ou peitoral é essencial. Os acessórios permitem ter o controle de todos os passos do cão e ainda evita fugas. Ainda assim, não é incomum encontrar cachorros andando soltos por aí, muitas vezes em parques e locais bem movimentados. Se o seu cachorro não é castrado e não recebeu o adestramento adequado para essa situação, a atitude pode pode causar muitos problemas. Fugas, brigas e acidentes podem ser evitados com passeios responsáveis.

Passear com cachorro em segurança: 6 motivos para não andar sem a guia

1) Cachorro não castrado pode correr atrás de fêmeas no cio

Cachorros machos que não são castrados ficam hipnotizados ao se depararem com uma fêmea no cio. Além de tentar fugir, o animal pode ativar a dominância e brigar com outros cães. Mesmo que o seu cachorro seja muito bem adestrado, encontrar uma fêmea no cio e ficar fascinado por ela é uma questão de instinto. Nessas horas, nenhum comando vai desviar a atenção do seu cachorro.

2) Acidentes são comuns com cães que passeiam sem guia

Infelizmente, o pior pode acontecer quando um cão passeia sem guia. Um cachorro que anda solto pode se assustar com barulhos ou distrair com algum estímulo e correr. Como ele não tem muita noção de perigo, pode seguir em direção aos carros. Um atropelamento pode matar ou deixar o seu amigo com sequelas graves. Acidentes são evitados com o uso da guia.

3) Seu cachorro pode atacar outro animal e vice-versa

Ao passear com o cachorro sem guia, você perde o controle do seu animal. Ele pode tentar se aproximar de um cachorro reativo, por exemplo, e desencadear uma briga (ou ele mesmo pode causar uma confusão se não “gostar” do outro animal). Em parques, o cão pode tentar caçar outros animais que vivem ali, como gatos, pássaros e roedores. Em todos os casos, algum animal pode sair machucado. Mesmo sendo um cachorro manso, o primeiro contato com outros cachorros deve ser feito com moderação e a guia ajudará a afastá-lo caso reaja de forma mais agressiva.

4) Cachorro sem guia pode fugir e não retornar

Mesmo os cachorros que foram treinados e costumam retornar ao tutor com algum comando precisam de atenção. Estímulos externos, como fogos de artifício, gritos ou algum outro barulho, podem assustar o animal. Se ele estiver solto, as chances de sair correndo e se perder são ainda maiores. Um passeio com cães deve ser o mais seguro possível: use guia, coleira e também placa de identificação com seu nome e telefone.

5) Cachorro passeando sem guia pode comer algo que não deve

Passear com cachorro sem guia é um risco em todos os aspectos. Além dos já citados, o cão pode comer alimentos e objetos proibidos na rua. Ossos, resto de comida, plástico e até necessidades fisiológicas de outros animais e humanos: nada passa despercebido, principalmente se você tem um cãozinho curioso. Se estiver solto, você não vai conseguir segurá-lo e, dependendo do que comer, ele pode ter uma intoxicação alimentar.

6) O cachorro sem guia pode se aproximar de pessoas que não gostam ou têm medo de animais

Nem todo mundo gosta de cachorro - e algumas pessoas têm muito medo -, por isso, mantê-lo na guia é também respeitar o espaço do outro, seja criança, adulto ou idoso. Andar com o animal na guia evita estresses (para o outro, para você e para o seu animal) e até reações mais agressivas. Mantenha sempre o cachorro por perto, principalmente nos passeios em lugares mais movimentados.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Como seria o seu domingo perfeito?

Como você fica em um dia de chuva?

Como seria a viagem ideal nas férias?

Como você costuma encontrar os amigos?

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Como é a sua rotina matinal?

Como é a sua agenda no fim de semana?

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    O uso da guia de cachorro é indispensável para um passeio seguro
    O uso da guia de cachorro é indispensável para um passeio seguro

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia
    Comportamento animal

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia

    Manter a frequência de passeios no dia a dia do seu amigo de quatro patas é algo necessário para todas as raças de cachorro. Além dos benefícios que a socialização desses momentos traz, para muitos animais, essa caminhada é atividade física suficiente para o gasto de energia diário. Raças mais preguiçosas, que só devem se movimentar para manter a saúde, não precisam de muito tempo dedicado a essa área, mas nem todas são assim: para equilibrar, existem algumas raças de cachorro têm energia de sobra. Pensando no bem da saúde do seu animal e buscando evitar que ele desconte essa disposição acumulada em outras partes da casa, nós separamos algumas raças que precisam de agitação para ficar bem no dia a dia. Dá uma olhada!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Passear com cachorro solto? Adestrador explica como funciona o treinamento

    É possível passear com o cachorro sem guia desde que o animal receba o treinamento correto para isso. Max Pablo é adestrador de cães no Rio de Janeiro e já treinou alguns animais para andarem soltos. Ele explica que isso demanda um trabalho comportamental diário: não basta apenas retirar a guia do cachorro e esperar que ele ande. O tutor precisa ensinar a obediência básica e criar o cão com uma hierarquia mais firme.

    O adestrador afirma que andar solto é um comportamento natural dos cães, mas em áreas urbanas a guia para cachorro se tornou imprescindível para evitar acidentes e fugas. “Os animais não sabem o que são veículos, carros, estradas, semáforos, faixa de pedestre e por aí vai. Eles não entendem que precisam andar na calçada porque é mais seguro. Os cachorros não foram ensinados sobre esses perigos”, explica. Max acrescenta que qualquer cachorro pode andar sem guia de forma segura se receber o treinamento e suporte de um especialista que trabalhe tanto a parte física quanto psicológica do animal. Por isso, se você deseja passear com seu cachorro sem guia, procure um profissional.

    Redação: Júlia Cruz

    Por que o olho de gato brilha no escuro? Veja essa e outras curiosidades sobre o olhar felino

    Próxima matéria

    Por que o olho de gato brilha no escuro? Veja essa e outras curiosidades sobre o olhar felino

    Quanto custa manter um cachorro? Um guia completo com a média de gastos mensais com um cão
    Adoção

    Quanto custa manter um cachorro? Um guia completo com a média de gastos mensais com um cão

    Ter um cachorro em casa é uma experiência incrível para mães e pais de pet, mas os momentos de alegria vêm acompanhados de muitas responsabilidades… e gastos (muitos gastos). Ração, vacina, brinquedos, remédios e veterinário são os principais custos que você precisa ter frequentemente com o animal. É justamente por isso que, antes de comprar ou adotar um pet, é preciso pensar nos gastos que isso vai demandar - e que devem entrar no orçamento da família. Para te ajudar a bater o martelo e decidir se consegue ou não arcar com um amigo de quatro patas, montamos um guia completo com uma média dos gastos que você provavelmente terá. Chega mais!

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão
    Cuidados

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão

    Os cães são animais que, na maior parte do tempo, não gostam de ficar sozinhos - afinal, antes de serem domesticados, eles viviam livres em matilhas. Com a vida urbana, muitos cães acabam não recebendo os estímulos adequados para gastar energia e socializar com outros animais e pessoas. Para auxiliar a vida do tutor, que nem sempre consegue estar perto de seu pet durante o dia, existem muitas alternativas. Uma delas é a creche para cachorro: uma acomodação diária em que você pode deixar seu amigo em um lugar totalmente adaptado para cães.

    Poodle: porte, saúde, personalidade, preço... um guia sobre a raça de cachorro queridinha do Brasil
    Raças

    Poodle: porte, saúde, personalidade, preço... um guia sobre a raça de cachorro queridinha do Brasil

    O Poodle é um dos grandes queridinhos entre os apaixonados por cachorros! Facilmente reconhecido pelo seu pelo encaracolado, a raça poodle é bastante popular entre as famílias com crianças, que se dão bem com esse cãozinho brincalhão, esperto e carinhoso. E, justamente por ter todo esse afeto, o cachorro dessa raça não perde uma oportunidade de estar ao lado do seu tutor. Deu vontade de saber mais a respeito dele, né? 

    Passear com cachorro: 9 motivos para não deixar o passeio de lado
    Passeio

    Passear com cachorro: 9 motivos para não deixar o passeio de lado

    Passear com cachorro é mais que um momento de lazer ou um horário destinado para o animal fazer as necessidades fisiológicas, é um ato de cuidado e amor. Ter um animal requer muita responsabilidade e algumas horas dedicadas para proporcionar mais qualidade de vida a ele. Isso inclui brincadeiras, cuidados com a higiene, visitas ao veterinário, uma alimentação de qualidade e, claro, os passeios. Antes de comprar ou adotar um cachorro, esteja preparado para sair com seu novo amigo pelo menos uma vez por dia.

    Ver Todas >

    Passear com cachorro: como deixar o pet menos ansioso ao ver a coleira e guia?
    Comportamento animal

    Passear com cachorro: como deixar o pet menos ansioso ao ver a coleira e guia?

    Passear com cachorro é uma das melhores formas de gastar energia dos animais domésticos. Os cães adoram sair de casa, fazer novos amigos e passar um tempo de qualidade com o tutor. O problema é que normalmente a hora do passeio desperta a agitação sem fim nos cãezinhos. Alguns, inclusive, não podem ver a coleira e a guia que já começam a pular e correr pela casa. 

    Brinquedos para cachorro filhote: veja as opções indicadas para o primeiro ano de vida
    Comportamento animal

    Brinquedos para cachorro filhote: veja as opções indicadas para o primeiro ano de vida

    O lado brincalhão dos cães permanece em todas as fases da vida. É por isso que os brinquedos para cachorro são super importantes para oferecer mais qualidade de vida ao pet. Mas é importante escolher o ideal para cada cãozinho: assim como existem brinquedos indicados para cada personalidade canina, a idade também influencia na decisão. Os brinquedos para cachorro filhote devem ser adequados para ajudar na dentição e no desenvolvimento do animal. 

    Por que gatos não gostam de carinho na barriga? Veja algumas teorias e explicações!
    Comportamento animal

    Por que gatos não gostam de carinho na barriga? Veja algumas teorias e explicações!

    Ao contrário do que muitos podem pensar, os gatos são animais que podem, sim, ser amáveis e carinhosos com os seus donos - eles só têm um jeitinho bastante próprio de demonstrar isso. O que acontece é que, diferente dos cães, os felinos são mais reservados e menos expansivos nessas demonstrações de afeto, mas quando é hora de receber carinho, eles gostam (e às vezes até procuram por isso). O problema é que não são todos os lugares do corpo do animal que são indicados para as carícias.

    5 coisas que o Border Collie é capaz de fazer por causa da sua inteligência
    Comportamento animal

    5 coisas que o Border Collie é capaz de fazer por causa da sua inteligência

    Pensa em um cãozinho esperto: esse é o Border Collie. Não é à toa que essa raça de cachorro é considerada a mais inteligente do mundo, de acordo com o ranking de inteligência canina elaborado pelo famoso psicólogo Stanley Coren. Mas o que diferencia o cachorro Border Collie das demais raças que existem? Como a inteligência desse doguinho se sobressai e o que ela permite que esses cães façam? 

    Ver Todas >