Especial fim de ano!

Novas regras para viajar com cachorro e gato de avião: veja o que muda na nova resolução da Anac que já entrou em vigor!

Publicado - 11 Dezembro 2023 - 16h24

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

Viajar com cachorro de avião ou com um gato pode ser um processo um pouco complicado, já que as regras exigidas pelas empresas de avião podem variar de companhia para companhia, deixando os tutores confusos e inseguros com a divergência de informações. Contudo, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) estabeleceu recentemente novas regras que obriga as companhias a disponibilizarem as informações sobre o serviço de transporte aéreo de animais de estimação na hora da compra, além de dar mais autonomia às empresas para as regras e restrições. O Patas da Casa vai te mostrar como viajar com cachorro e gato de acordo com as novas regras, que já estão válidas para voos nacionais e internacionais. Confira!

Viajar com cachorro e gato de avião: entenda novas regras 

As novas regras emitidas pela Agência Nacional de Aviação Civil concedem às próprias companhias aéreas a escolha de oferecer ou não o serviço de transporte de animais em avião, assim como os critérios. Ou seja, são as empresas que vão decidir se é permitido que cães e gatos viajem nos voos, o valor a ser cobrado e as próprias regras para o transporte. As informações que a empresa deve oferecer são: quais raças de cachorro e gato são permitidas; peso mínimo e máximo para viagens na cabine e no porão da aeronave; valores de passagens; o que precisa para viajar com cachorro de avião; e como será o procedimento de despache do animal.

De acordo com a nova lei, fica a critério da companhia oferecer esse serviço e estabelecer as regras para despachar o animal, seja ele de suporte emocional ou não. A empresa poderá restringir a quantidade de pets ou negar o transporte por motivo de capacidade da aeronave, desconformidade com o espaço disponível na cabine ou em caso de risco à segurança das operações aéreas. Se o transporte do animal de estimação for negado por motivos de contingência operacional, a companhia aérea deve oferecer toda assistência para o pet e o passageiro, independente de ser um gato ou cachorro terapeuta.

Imagem Quiz:Descubra se você é um cachorro ou um gato!

Descubra se você é um cachorro ou um gato!

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

O que é necessário para viajar com seu pet?

Definir o que precisa para viajar com seu pet vai depender de alguns fatores, como o local de destino (nacional ou internacional) e se o animal é um pet de apoio emocional ou não. De modo geral, as companhias aéreas exigem alguns documentos e requisitos para viajar com cachorro e gato de avião. Veja as principais exigências e saiba como viajar de avião com cachorro e gato:

Lembre-se que a necessidade desses documentos e a validade da emissão deles vai depender de cada companhia aérea e das regras do país de destino. O Certificado Veterinário Internacional para países da América do Sul, por exemplo, tem validade de 60 dias após emissão do documento. Já o Certificado Zoossanitário Internacional é obrigatório. Por isso, é recomendável entrar em contato com as empresas aéreas para saber como viajar com cachorro de avião ou com um gatinho.

cachorro deitado dentro de caixa de transporte no aeroporto

Quais companhias aéreas aceitam animais na cabine?

Para viajar com gato ou viajar com cachorro de avião, as empresas devem permitir o transporte dos animais. No Brasil, as companhias aéreas que oferecem o transporte de pet na cabine são a Gol, a Latam e a Azul, mas as regras podem variar de acordo com a empresa. Já para viagens internacionais, o recomendado é pesquisar quais são as companhias aéreas estrangeiras que oferecem esse tipo de serviço.

A Gol oferece a opção de viajar com os pets dentro da cabine, mas o peso máximo do animal mais o peso da caixa de transporte para cachorro ou gato deve ser no máximo de 10 kg. Se o peso do animal ultrapassar isso, eles transportam pets de até 30 kg no porão. Já a Latam tem regras bem específicas para esse serviço, como só permitir o transporte de animais de até 7 kg  (animal + caixa de transporte)  na classe econômica. A  viagem de avião com pets na Azul permite que o passageiro transporte um animal de até 7 kg (animal + caixa de transporte) na cabine. 

Quanto custa viajar com pet na Latam, Gol e Azul?

O preço para viajar com cachorro ou gato de avião vai depender da companhia aérea que está oferecendo o serviço. Em voos nacionais e para a América do Sul, a Azul cobra o valor de R$250 para cada animal, mas para voos internacionais, o valor pode variar entre R$700 e R$1500. Dependendo do peso do animal, a Gol cobra um valor diferente. Para voos brasileiros, o valor para pets de até 10 kg é de R$250, acima disso o preço cobrado é R$850. Já a Latam cobra um valor diferente de acordo com o destino do animal.

Viajar com gato de avião é possível?

Como os felinos são animais naturalmente apegados à rotina, é comum que o tutor se questione se pode viajar com gato de avião, de modo que não deixe o pet estressado ou agitado com a mudança. A resposta é que é sim, é possível viajar com o felino no avião, e a boa notícia é que a maioria das empresas aéreas permite levar o pet na cabine. 

Como viajar com gato pode ser uma experiência estressante para o bichano, para deixar o pet mais calmo e relaxado, você pode oferecer floral para gatos antes do desembarque e deixá-lo bem confortável dentro do transporte. Se você quer saber como sedar um gato para viajar, saiba que não é recomendado fazer isso por conta própria. O ideal é, na hora da consulta veterinária, checar com o especialista se é possível prescrever remédios para gato dormir antes da viagem e como isso deve ser feito sem colocar a vida do pet em risco. 
 

Cachorro

Nutrição ou ansiedade? O cachorro comendo cocô pode ter causas que passam despercebidas na rotina

Ver um cachorro comendo cocô é uma situação bem desagradável e que pode deixar muitos tutores confusos. Tem quem pense que isso acon...

Comportamento

Cachorro e gato deixam as desavenças de lado e se unem para missão que parecia impossível

Existe uma crença de que cachorro e gato são inimigos naturais. Ao longo dos anos, a relação entre as duas espécies foi retratada na...

Cachorro

Com quantos anos você descobriu que é possível descobrir a idade de cachorro pelos dentes?

Em casos de adoção animal, em que a maioria dos cães são resgatados da rua, é inevitável surgir a curiosidade de qual é a idade do p...

Adote um animal

As 7 raças de cachorro mais engraçadas que existem - o último da lista chama atenção por um detalhe curioso

Cada raça de cachorro tem características físicas únicas e muito particulares. São esses traços que muitas vezes nos ajudam a difere...

Cachorro

Nutrição ou ansiedade? O cachorro comendo cocô pode ter causas que passam despercebidas na rotina

Ver um cachorro comendo cocô é uma situação bem desagradável e que pode deixar muitos tutores confusos. Tem quem pense que isso acon...

Comportamento

Cachorro e gato deixam as desavenças de lado e se unem para missão que parecia impossível

Existe uma crença de que cachorro e gato são inimigos naturais. Ao longo dos anos, a relação entre as duas espécies foi retratada na...

Cachorro

Com quantos anos você descobriu que é possível descobrir a idade de cachorro pelos dentes?

Em casos de adoção animal, em que a maioria dos cães são resgatados da rua, é inevitável surgir a curiosidade de qual é a idade do p...

Adote um animal

As 7 raças de cachorro mais engraçadas que existem - o último da lista chama atenção por um detalhe curioso

Cada raça de cachorro tem características físicas únicas e muito particulares. São esses traços que muitas vezes nos ajudam a difere...

Ver todas