Cachorro

Mastocitoma em cães: saiba mais sobre esse tumor que atinge os caninos

Publicado - 23 Dezembro 2019 - 16h50

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

O mastocitoma em cães é um dos tipos de tumores mais comuns nos nossos amigos de quatro patas. Ainda assim, muitos pais de pets não têm muita noção sobre o que ele realmente é, como reconhecer que o seu cachorro desenvolveu um deles e o que fazer com o seu amigo depois do diagnóstico. Para te ajudar numa situação como essa, nós conversamos com a médica veterinária Caroline Gripp, que é especializada em oncologia veterinária. Dá uma olhada no que ela explicou sobre o mastocitoma canino!

O que é o mastocitoma em cães?

O mastocitoma canino é uma neoplasia pertencente ao grupo de tumores de células redondas. “Mastocitoma é um tipo de tumor cutâneo de cães bem frequente - e que também pode acometer os gatos. É um tumor maligno, não existe mastocitoma benigno. O que existem são mastocitomas com comportamentos diferentes”, explica Caroline. O mastocitoma em cachorro acontece quando há uma proliferação anormal de mastócitos. Ultimamente, é considerado um dos tumores mais comuns que podem acometer os cães.

Quais são os diferentes tipos de mastocitoma canino?

Existem diferentes tipos de mastocitoma: de pele (ou subcutâneo) e visceral. “Os mastocitomas viscerais são mais raros. A apresentação mais comum é a de pele”, esclarece a especialista. Quando está na forma cutânea, os nódulos se apresentam em formatos de pequenas bolinhas, normalmente de 1 a 30 cm de diâmetro. Além disso, podem aparecer sozinhos ou em um conjunto. Na maioria das vezes se manifestam na derme ou no tecido subcutâneo, mas existem casos de mastocitoma na laringe, traqueia, glândula salivar, trato gastrointestinal e cavidade oral. Além disso, no mastocitoma em cães, não existem sintomas além dos próprios nódulos, o que dificulta o diagnóstico.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

 

Atenção! Imagens fortes a seguirMastocitoma em cães: num estágio avançado, é assim que o tumor se parece

 

O mastocitoma em cães costuma ser benigno ou maligno? 

 

A veterinária explica que o mastocitoma em cães é um tumor maligno. Porém, existem diferentes graduações, que podem ser medidas de 1 a 3. Quanto mais alto for esse grau, mais perigoso é o tumor. “O mastocitoma de grau 3, por exemplo, é muito mais agressivo que o mastocitoma de grau 2. O mastocitoma de grau 1 tem um comportamento um pouco melhor, dependendo da situação que a gente diagnostica esse tumor”, explica. O mastocitoma em cães de grau 1 costuma ter um tratamento melhor e mais rápido. Porém, muitas vezes passa despercebido e só é diagnosticado quando já atingiu o grau 2 ou até mesmo o grau 3. 

Como o mastocitoma em cães é diagnosticado e tratado? 

Para realizar o diagnóstico do mastocitoma em cães, são necessários exames físicos no paciente. Normalmente, são realizados exames citológicos e histopatológicos. Quando o mastocitoma é confirmado, é preciso fazer a remoção cirúrgica do nódulo. Ao ser retirado, o material deve ser enviado para análise, onde será definido se realmente é um mastocitoma e se há necessidade de intervenção de quimioterapia.

A veterinária explica que o diagnóstico do mastocitoma em cães é relativamente simples. O problema é que sua aparência engana e, por isso, acaba sendo ignorado. “ É um tumor que aparentemente tem uma cara boazinha e lembra um lipoma. Mas é uma cilada que, às vezes, alguns veterinários deixam passar. Falam que é só um lipoma (um tumor de gordura) e decidem esperar. Porém, acaba que, nesse momento, o mastocitoma tinha uma graduação histológica menor e, quando cresce, vai ganhando força, aumentando essa graduação e ficando mais agressivo”. Além disso, ela explica que muitos veterinários realizam a remoção do tumor mas não mandam para o histopatológico. Com isso, não é obtido um diagnóstico correto e, como consequência, pode ocorrer metástase. “É o tipo de tumor que a gente vê cara e não vê coração. Ele tem uma carinha boazinha mas é super agressivo”, conclui.

Existe alguma forma de prevenir o mastocitoma canino? 

Infelizmente, a veterinária explica que não existe uma fórmula para prevenir o mastocitoma em cães. Ela diz que certas raças têm mais predisposição a desenvolver o mastocitoma e que, por isso, merecem receber uma atenção redobrada. “É sempre importante ficar de olho em lesões de cães das raças Golden Retriever, Boxer, Shar Pei… Nesses cães, sempre é bom investigar qualquer bolinha diferente e qualquer sinal de lesão de pele”, esclarece. Além disso, o mastocitoma em cães também tem se mostrado mais comum naqueles cachorros com maior histórico de alergia constante. Como não há uma forma de prevenção, é essencial ficar sempre de olho no corpo do seu animal, independente da raça. “O ideal realmente é o diagnóstico precoce. Uma vez que viu uma bolinha, mesmo que tenha cara de ser boazinha, procure o veterinário para fazer sua retirada”, conclui.

Redação: Ariel Cristina Borges e Maria Luísa Pimenta

Saúde

O que acontece no corpo da gata no cio? Dos miados estridentes aos picos hormonais, veja todas as mudanças que ela enfrenta

Não precisa ser expert no universo felino para conseguir identificar uma gata no cio. Dos miados estridentes aos picos hormonais, o ...

Cachorro

Com ajuda do ChatGPT, mulher cria site para mostrar como os cachorros enxergam de verdade: testamos por aqui!

Você já se perguntou como os cachorros enxergam? Essa é uma dúvida comum entre muitas pessoas, sejam elas tutoras de um pet ou não. ...

Histórias reais

Vira-lata caramelo invade festa junina e faz participação especial na hora quadrilha

Não tem jeito: o vira-lata caramelo sempre dá um jeito de abrilhantar qualquer enredo. Se há algum tempo viralizaram histórias de ca...

Cachorro

Esses são os 6 sinais que seu cachorro te ama mais visíveis - e provam que você é a "casca de bala" dele e vice-versa

Frases para cachorro de amor podem revelar muito sobre os sentimentos humanos sobre os fortes vínculos que são criados com os pets. ...

Comportamento

Aprenda a interpretar cada miado de gato: foi com essas dicas que consegui me aproximar mais ainda do meu pet

Mesmo que os gatos não saibam falar, a linguagem felina é muito rica e expressiva. Além da postura corporal, o miado de gato tem uma...

Saúde

O que acontece no corpo da gata no cio? Dos miados estridentes aos picos hormonais, veja todas as mudanças que ela enfrenta

Não precisa ser expert no universo felino para conseguir identificar uma gata no cio. Dos miados estridentes aos picos hormonais, o ...

Cachorro

Com ajuda do ChatGPT, mulher cria site para mostrar como os cachorros enxergam de verdade: testamos por aqui!

Você já se perguntou como os cachorros enxergam? Essa é uma dúvida comum entre muitas pessoas, sejam elas tutoras de um pet ou não. ...

Comportamento

"Amor de gato": foi assim que aprendi a interpretar as emoções do meu gatinho e percebi que sou o amor da vida dele

O amor de gato é um sentimento especial e gratificante que os bichanos demonstram por seus donos. Mas ao contrário dos cães, eles ex...

Ver todas