close
Saúde

Leishmaniose canina: quais os sintomas mais comuns e como identificar a doença?

A leishmaniose canina é uma doença grave. Saiba quais sãos os sintomas e como identificar!
A leishmaniose canina é uma doença grave. Saiba quais sãos os sintomas e como identificar!

A leishmaniose canina é uma doença parasitária grave que ataca o sistema imunológico dos cães. Ela é classificada como uma zoonose, ou seja, também pode atingir os humanos. Muitos órgãos e sistemas do corpo são afetados e, por isso, há uma variedade de sintomas da leishmaniose, o que dificulta o diagnóstico. Para ajudar a entender melhor essa doença, que pode ser fatal, confira quais os sintomas da leishmaniose e como identificar e tratar.

O que é a leishmaniose canina?

A leishmaniose canina é causada pelo protozoário Leishmania. A transmissão ocorre por meio de um vetor: a fêmea do mosquito-palha. Ao picar um cachorro infectado, o mosquito contrai a Leishmania e, ao picar novamente outro cãozinho, a fêmea contaminada do mosquito-palha contagia o animal. Existem dois tipos de leishmaniose: a cutânea e a visceral. Nos cães, a maioria dos casos é pelo tipo visceral, que tem o cachorro como hospedeiro principal. O mosquito-palha coloca seus ovos em locais com muita matéria orgânica. Por isso, onde há pouco saneamento básico o risco de contágio é maior.

Como a leishmaniose canina age no organismo do cachorro?

Quando o protozoário entra no cachorro, ele começa a se multiplicar e ataca os macrófagos, que são células fagocitárias de defesa do organismo. O principal objetivo dessas células é proteger o corpo da entrada de agentes estranhos. Por isso, quando a leishmaniose canina ataca os macrófagos, o sistema imunológico do cachorro fica debilitado. Isso facilita o surgimento de doenças que enfraquecem o animal.

Quais são os sintomas da leishmaniose?

No início, os sintomas da leishmaniose canina podem não ser tão perceptíveis. Isso acontece porque a leishmaniose consegue ficar incubada no organismo por um bom tempo até se manifestar. Enquanto isso, a doença vai atingindo novos órgãos conforme avança. Os sintomas da leishmaniose canina podem variar muito. Alguns são iguais aos sintomas da leishmaniose em humanos, como diarreia, perda de peso e fraqueza. Os sintomas da leishmaniose canina iniciais costumam ser:

  • Lesões na pele (principalmente na face, nas orelhas e no local da picada)
  • Crescimento exagerado das unhas (deixando-as em formato de garras)
  • Perda de apetite
  • Emagrecimento
  • Febre
  • Fraqueza
  • Queda dos pelos
  • Secreção e incômodo ocular

Como a leishmaniose canina diminui a imunidade do cachorro, outras doenças podem aparecer com mais facilidade. Órgãos como rins, fígado e aparelho digestivo também podem ser afetados com sintomas mais específicos, como infecções no trato urinário, desidratação e vômito. A leishmaniose pode até mesmo afetar a medula óssea, causando anemia - o que deixa o cãozinho ainda mais debilitado.

Faça o teste e descubra qual a personalidade dominante do seu gato!

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Como seu gato reage com a chegada de visitas em casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você está pensando em adotar mais um gatinho. Qual seria a reação do seu felino?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você precisa levar seu gato ao veterinário e na fila ele encontra outro felino. Como ele reage?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato fica incomodado quando as portas de casa ficam fechadas?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta com os outros animais da casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você acabou de chegar em casa depois de muito tempo fora. O seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato deitou em cima da sua cama e dormiu. Qual a sua reação, humano?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta na hora de se alimentar?

Question Header Background

Gato-humano! Seu gato não perde a oportunidade de estar ao seu lado Gato solitário! Seu gato tem uma personalidade mais quieta e reservada Gato-gato!  Seu gato gosta da companhia de outros felinos Gato curioso! Seu gato está sempre em busca de novas aventuras Gato caçador! Seu gato tem os instintos selvagens mais aflorados
    O sintomas da leishmaniose variam, pois a baixa imunidade pode fazer surgir outras doenças secundárias
    O sintomas da leishmaniose variam, pois a baixa imunidade pode fazer surgir outras doenças secundárias

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Como identificar a leishmaniose canina? 

    A leishmaniose canina é muito grave e o diagnóstico precoce é essencial para evitar que a doença leve o bichinho à morte. Como os sintomas da leishmaniose canina são variados, há maior dificuldade para identificar o problema. Por isso, a qualquer suspeita de que algo está errado é importante fazer testes sorológicos para constatar a presença do protozoário no corpo. Outra forma de obter o diagnóstico é pela citologia por decalque. Nesse procedimento, células de um órgão afetado são colhidas e avaliadas, na tentativa de achar o protozoário presente. 

    Como tratar a leishmaniose canina? 

    A leishmaniose canina infelizmente não tem cura. Há um tempo atrás, os cachorros diagnosticados com a doença eram sacrificados, pois não tinham como ser curados e eram um perigo para outros animais e humanos. Hoje, a cura ainda não existe, mas o Ministério da Saúde já permite a utilização de medicamentos que diminuem os prejuízos e sintomas da leishmaniose. O cão continua com o protozoário vivo no corpo, mas para de sofrer com os problemas de saúde causados pela doença e deixa de ser uma fonte de transmissão. Além disso, os órgãos que foram afetados pela doença também precisam de tratamento específico. O tratamento dura ao longo de toda a vida e o cachorro deve sempre visitar o veterinário e fazer exames para acompanhar o quadro.

    Como prevenir a contaminação da leishmaniose canina?

    Para prevenir a leishmaniose canina, algumas medidas podem ser tomadas. Como o mosquito-palha vive em locais com muita matéria orgânica, o ambiente deve ser mantido sempre higienizado. Repelentes, coleiras antiparasitárias e telas de proteção também ajudam a espantar o mosquito. Mas a principal forma de prevenção é a vacina. A partir dos 4 meses, os filhotes já podem tomar. São três doses com intervalos de 21 dias entre cada uma - a vacina precisa ser repetida todo ano.  

    Redação: Maria Luísa Pimenta

    Qual o uso correto da coleira para leishmaniose?

    Próxima matéria

    Qual o uso correto da coleira para leishmaniose?

    Babesiose canina: o que é e sintomas mais comuns. Saiba tudo sobre esse tipo da doença do carrapato!
    Carrapato

    Babesiose canina: o que é e sintomas mais comuns. Saiba tudo sobre esse tipo da doença do carrapato!

    Os carrapatos são o pesadelo de qualquer dono de cachorro! Além de provocar coceiras, alergias e outros incômodos, o parasita também é responsável por transmitir doenças muito graves aos cães. Mesmo que seja algo relativamente comum entre os animais, o problema não deve ser subestimado pelos tutores. A doença do carrapato, como é popularmente conhecida, pode se manifestar de quatro maneiras diferentes, dependendo da espécie do parasita infectado. A Babesiose canina é uma das principais formas de manifestação da enfermidade. Por isso, preparamos um guia completo sobre tudo o que você precisa saber!

    Sintomas da doença do carrapato: veja os mais comuns e aprenda a identificar se seu cachorro está doente!
    Carrapato

    Sintomas da doença do carrapato: veja os mais comuns e aprenda a identificar se seu cachorro está doente!

    O carrapato é um dos principais parasitas que ameaça o dia a dia e a saúde de cachorros criados em casa. Além da infestação ser incômoda para o animal, ele também pode transmitir a doença do carrapato — que, na verdade, pode se manifestar no corpo do animal de quatro formas diferentes. Os sintomas da doença do carrapato são a primeira forma de identificar o que está acontecendo com o seu cachorrinho. Para esclarecer todas as dúvidas sobre a doença do carrapato em cachorro, nós conversamos com a veterinária Renata Bloomfield, do Rio de Janeiro. Dá uma olhada no que ela explicou aqui embaixo!

    Leishmaniose canina: o que é, sintomas, tratamento, vacina e formas de prevenção da doença
    Saúde

    Leishmaniose canina: o que é, sintomas, tratamento, vacina e formas de prevenção da doença

    A leishmaniose canina é uma doença causada por um protozoário chamado Leishmania. Mesmo que seja comum em animais, a leishmaniose também pode ser transmitida para humanos e, nos dois casos, pode debilitar o organismo o suficiente para ser fatal. Para falar mais sobre a doença e esclarecer dúvidas sobre o contágio, remédios, prevenção e tratamento para leishmaniose canina, nós conversamos com Priscila Larrussa, veterinária do grupo Vet Popular.

    Parvovirose canina: descubra o que é, sintomas, prevenção e como funciona o tratamento da doença viral
    Saúde

    Parvovirose canina: descubra o que é, sintomas, prevenção e como funciona o tratamento da doença viral

    Uma das doenças virais de cachorro mais sérias e comuns que existem, o vírus da parvovirose atinge, principalmente, animais que não foram imunizados contra este e outros vírus. Entre os principais sintomas da parvovirose, o vômito, a diarreia com sangue, e a desidratação podem ser destacados, ou seja: mesmo que o diagnóstico chegue bem cedo, o tratamento deve começar o quanto antes, já que a parvovirose pode ser fatal. Para esclarecer todas dúvidas sobre a parvovirose canina, nós conversamos com a veterinária Jackeline Ribeiro. Dá uma olhada no que ela contou!

    Ver Todas >

    Outubro rosa pet: tudo que você precisa saber sobre o câncer de mama em cadelas e gatas
    Saúde animal

    Outubro rosa pet: tudo que você precisa saber sobre o câncer de mama em cadelas e gatas

    Assim como a campanha internacional com humanos, o Outubro Rosa Pet é uma oportunidade para conscientizar os tutores sobre a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama em cães e gatos. Esse é um problema mais comum do que se imagina no universo animal. Por isso, a observação constante e a prevenção devem fazer parte da rotina de todo pai ou mãe de pet, principalmente no caso de fêmeas.

    Piodermite canina: 10 perguntas e respostas sobre a doença que atinge a pele do cachorro
    Saúde animal

    Piodermite canina: 10 perguntas e respostas sobre a doença que atinge a pele do cachorro

    A piodermite canina é uma das doenças de pele que podem atingir os cães, deixando-o com muita coceira e bastante desconfortável. Podendo ter inúmeras causas, a piodermite está relacionada ao sistema imunológico do animal e significa que a saúde do pet está debilitada. Apesar de comum, a piodermite em cães ainda gera muitas dúvidas nos pais e mães de pet, que não sabem muito bem como perceber os sintomas, o que causou a doença e como podem tratá-la. O Patas da Casa separou 10 perguntas e respostas sobre a piodermite em cachorro para acabar com qualquer questão que você possa ter sobre essa doença. Confira!

    Dirofilariose canina: saiba mais sobre o verme do coração que atinge os cães
    Saúde animal

    Dirofilariose canina: saiba mais sobre o verme do coração que atinge os cães

    A dirofilariose canina é uma doença silenciosa que pode afetar gravemente a saúde dos pets. Conhecida popularmente como a patologia do verme do coração, a transmissão da doença acontece por meio de uma simples picada de mosquito e pode levar o cachorro a óbito de maneira repentina. Para lidar com a dirofilariose, todo cuidado é pouco! 

    Fluidoterapia em gatos: tudo que você precisa saber sobre o tratamento usado em gatos renais crônicos
    Saúde animal

    Fluidoterapia em gatos: tudo que você precisa saber sobre o tratamento usado em gatos renais crônicos

    Você já ouviu falar em fluidoterapia em gatos? Muito comum em casos de insuficiência renal em gatos, a fluidoterapia em felinos é um tratamento de suporte que promove a hidratação do animal. É um procedimento versátil que pode ser aplicado de diversas maneiras e com fluidos específicos para cada situação. Para tirar todas as dúvidas sobre a fluidoterapia em gatos, o Patas da Casa conversou com a veterinária especialista em gato e dona do Diário Felino Jéssica de Andrade.

    Ver Todas >