close
Saúde

Leishmanione em gatos: veterinário explica se felinos podem contrair a doença

Atualizado · 08 de junho de 2020 · 15h59

Publicado · 10/03/2020 · 18h51

Leishmaniose: gatos podem ou não apresentar sintomas da doença. É importante ficar atento
Leishmaniose: gatos podem ou não apresentar sintomas da doença. É importante ficar atento

Preocupar-se com a saúde dos gatos é observar e entender quando os bichanos precisam de ajuda, mesmo quando se trata de uma doença silenciosa, como a leishmaniose. Segundo o médico veterinário Roberto dos Santos Teixeira, referência em leishmaniose no Rio de Janeiro, esse quadro é causado por um protozoário chamado de leishmania infantum e transmitido pela picada de mosquitos. A leishmaniose é popularmente conhecida por atingir cachorros e humanos, mas muitos tutores têm se questionado se os felinos também podem contrair essa doença. Para maiores esclarecimentos, conversamos com o clínico-geral Roberto, que te conta tudo que você precisa saber sobre a leishmaniose em gatos a seguir!

Leishmaniose: gatos podem ser afetados pela doença?

Ao contrário do que se pensa, a leishmaniose é uma doença que pode acometer tanto cães quanto gatos, apesar da incidência em felinos ser bem menor. Como se trata de uma doença parasitária e que é transmitida por mosquitos, o veterinário explica que é possível contrair da mesma forma que os cachorros. “O mosquito pica o animal infectado e, a partir do momento em que picar um outro animal, transmite a doença para ele”, explica.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    A leishmaniose felina é transmitida por mosquitos e o diagnóstico sempre deve ser feito por um profissional
    A leishmaniose felina é transmitida por mosquitos e o diagnóstico sempre deve ser feito por um profissional

    Mais Lidas

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    Como a leishmaniose felina se manifesta?

    De acordo com Roberto, a leishmaniose em gatos pode ser assintomática em certos casos, isto é, não ter nenhum sintoma aparente, dificultando a percepção da doença. Mas ela também pode apresentar alguns sinais. Dentre eles, os mais comuns são:

    • Anemia

    • Sangramento nasal

    • Lesões cutâneas

    • Emagrecimento

    • Lesões oculares, como a conjuntivite

    • Úlceras

    Vale destacar que, independente da presença de sintomas, é imprescindível consultar um médico veterinário regularmente para que seja feita uma análise geral da saúde do animal. Só assim você pode ter certeza de que seu amigo de quatro patas não corre nenhum risco.

    O diagnóstico da leishmaniose

    Para confirmar se o gato está ou não com leishmaniose, o médico veterinário provavelmente vai solicitar alguns exames de sangue mais específicos. Segundo Roberto, a sorologia específica serve para que seja feita a captação de anticorpos do bichinho, que é justamente o que vai indicar a presença ou ausência da doença no seu organismo. Esses exames são necessários porque, como foi dito, a leishmaniose felina nem sempre apresenta sintomas claros.

    Tratamento e prevenção da leishmaniose em gatos

    Vacina, leishmaniose e tratamento infelizmente são palavras que não andam juntas, pois não existe uma cura para essa doença em felinos. “Existem tratamentos paliativos, mas que não são suficientes”, esclarece o veterinário. Ou seja, são medidas que ajudam a melhorar a qualidade de vida do gato e que podem inibir os sintomas clínicos da doença, mas que não vão tratar a leishmaniose em si. O gato permanece sendo portador da patologia e pode servir como fonte de contaminação para outros animais.

    Quanto a prevenção, também não há muito o que se fazer. O ideal seria que os felinos pudessem evitar o contato com o mosquito transmissor da doença. No entanto, conforme Roberto explica, os repelentes utilizados para prevenir a leishmaniose não são indicados para os felinos. Isso acontece porque esses produtos possuem uma substância em sua composição que é tóxica para gatos.

    Redação: Juliana Melo

    Anatomia canina: tudo sobre a respiração e pulmão de cachorro

    Próxima matéria

    Anatomia canina: tudo sobre a respiração e pulmão de cachorro

    As 5 doenças de gato mais graves que podem atingir os felinos
    Saúde

    As 5 doenças de gato mais graves que podem atingir os felinos

    Ter um bichinho em casa vai muito além dos momentos de diversão e das trocas de carinho com o seu amigo de quatro patas. Por isso, cuidar de um gatinho também significa saber identificar quando há algo de errado com a saúde dos felinos. Dentre as doenças mais comuns - e graves - que podem afetar o bichano, estão a FIV, FeLV e a PIF felina. Além delas, a clamidiose e a insuficiência renal em gatos também precisam de atenção, já que podem trazer graves consequências se não forem tratadas ou devidamente controladas. Mas não precisa se desesperar: o Patas da Casa reuniu as principais informações sobre cada uma dessas doenças de gatos domésticos para que os tutores fiquem bem atentos. Chega mais!

    Reiki veterinário: como essa terapia holística pode ajudar os cães e gatos?
    Saúde

    Reiki veterinário: como essa terapia holística pode ajudar os cães e gatos?

    O reiki é uma terapia holística muito comum entre os humanos, mas você sabia que o seu pet também pode aproveitar os benefícios desse tratamento? O reiki veterinário é uma técnica de cura pelas mãos que busca alinhar os centros de energia do corpo - chamados de chakras -, promovendo o equilíbrio energético do corpo e melhorando a saúde física, mental e espiritual do animal. Que tal entender como o reiki pode ajudar na hora de cuidar de cachorro e até a melhorar o comportamento do gato? Vem que a gente te explica tudo que você precisa saber sobre o assunto!

    Gato Birmanês: conheça todas as características desse adorável felino
    Raças

    Gato Birmanês: conheça todas as características desse adorável felino

    O Birmanês, que também é conhecido como gato Sagrado da Birmânia, é um animal super dócil e elegante que tem muita história para contar. O gato da Birmânia é descendente de animais que eram venerados como deuses entre o século XV e XVI nos templos budistas do sudeste asiático. Muito sensível, a raça de gato é conhecida pelo companheirismo, já que se apega facilmente à família humana. O gato Birmanês gosta de explorar e é curioso, mas diferente dos outros gatos, ele gosta da estabilidade do chão e não gosta muito de altura.

    Pancreatite em gatos: entenda mais sobre a doença que atinge os felinos
    Saúde

    Pancreatite em gatos: entenda mais sobre a doença que atinge os felinos

    Uma das doenças gastrointestinais mais sérias e conhecidas entre os humanos também possui a sua versão no universo felino: a pancreatite em gatos tem uma ação bastante similar no corpo dos nossos bichanos e também precisa de tratamento imediato para não causar danos à saúde do gato. É claro que isso se torna motivo de preocupação para os gateiros, mas não se assuste! A pancreatite felina tem tratamento e é possível diminuir o avanço da doença com alguns cuidados simples. 

    Ver Todas >

    Doença do carrapato: veja em infográfico os perigos dessa doença de cachorro
    Saúde animal

    Doença do carrapato: veja em infográfico os perigos dessa doença de cachorro

    A doença do carrapato é uma das mais temidas pelos pais e mães de pets - e com razão. O contágio acontece quando um carrapato infectado com o parasita pica um cãozinho saudável. Pouco tempo depois, os sintomas da doença do carrapato já começam a aparecer. Um dos motivos do porque essa doença é tão perigosa é o fato de seus sintomas serem muito variados e se agravarem rapidamente. A doença do carrapato tem cura, mas quanto mais o tratamento demora a ter início, mais complicado fica. 

    Caspa em cachorro: tudo sobre o problema de pele
    Saúde animal

    Caspa em cachorro: tudo sobre o problema de pele

    A caspa em cachorro é uma das manifestações que acontece quando há alguma deficiência nutricional ou higienização inadequada do animal. Avistou algumas casquinhas brancas se soltando abaixo dos pelos do seu pet? Então continue lendo para saber tudo sobre cachorro com caspa e como livrar seu melhor amigo desse incômodo.

    Cachorro babando: quando é motivo para se preocupar com a saúde do pet?
    Saúde animal

    Cachorro babando: quando é motivo para se preocupar com a saúde do pet?

    A saliva do cachorro, assim como a nossa, tem diversas funções. Porém, quando há alterações na consistência e aparência da saliva, ou quando ela se torna muito abundante, é melhor ficar alerta: esse pode ser um sintoma de que algo não vai bem com a saúde do cachorro. Descubra agora como identificar a salivação anormal no seu melhor amigo.  

    Como aumentar a imunidade do cachorro e tudo sobre o sistema imunológico dos cães
    Saúde animal

    Como aumentar a imunidade do cachorro e tudo sobre o sistema imunológico dos cães

    Uma pergunta comum a todos os pais de pet que não gostam de ver o filho de quatro patas doente é como aumentar a imunidade do cachorro. Assim como acontece com os humanos, o sistema imunológico canino é como se fosse um mecanismo interno de defesa que ajuda a proteger os animais contra várias doenças. Isso quer dizer que qualquer alteração ou queda na imunidade deixa o organismo vulnerável, e pode afetar significativamente a saúde do cachorro.

    Ver Todas >