Saúde

Hipotireoidismo em cães: entenda como a doença afeta os caninos!

  O hipotireoidismo canino, na maioria das vezes, acomete cachorros mais velhos
O hipotireoidismo canino, na maioria das vezes, acomete cachorros mais velhos

Assim como as pessoas, os cachorros também podem desenvolver um quadro de hipotireoidismo. O problema acontece quando a tireoide, glândula responsável por produzir hormônios, passa a não funcionar corretamente. Embora não seja considerada uma doença grave, a condição exige acompanhamento veterinário regular e bastante atenção por parte dos tutores. Para entender melhor o assunto e tirar todas as dúvidas a respeito do hipotireoidismo canino, o Patas da Casa conversou com a Dra. Cristina Elillo, que trabalha como veterinária há mais de vinte anos. Confira!

O que é o hipotireoidismo em cães?

O hipotireoidismo canino é uma doença endócrina, ou seja, é o reflexo de uma desregulação na quantidade de hormônios produzida pelo organismo do cachorro. Segundo a Dra. Cristina, a condição é causada pela secreção insuficiente de hormônios tireoidianos. Isso significa que a tireoide, pequena glândula localizada no pescoço dos animais, está produzindo menos hormônios do que deveria. Essa substância hormonal é uma das grandes responsáveis por regular o nível de energia do pet e, como já era de se esperar, tem forte influência no bem-estar dos bichinhos.

Ainda de acordo com a veterinária, o hipotireoidismo geralmente acomete animais de meia idade, entre 4 e 10 anos de vida. Por essa e outras razões, quem tem um cachorrinho mais velho em casa deve redobrar os cuidados e a atenção com o dog. Vale ressaltar que cães jovens não estão livres de desenvolver a doença e também merecem um acompanhamento responsável.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

As crises alérgicas costumam acontecer:

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
      Entre os sintomas do hipotireoidismo canino, estão: ganho de peso, letargia e mais!
    Entre os sintomas do hipotireoidismo canino, estão: ganho de peso, letargia e mais!

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Hipotireidismo canino x hipertireoidismo canino: entenda as diferenças  

    Se o hipotireoidismo é a insuficiência de hormônios tireoidianos, o hipertireoidismo é o excesso. Diferente da primeira doença que discutimos, o hipertireoidismo é muito raro entre os cachorros. Na maioria das vezes em que ocorre, está associado à existência de carcinomas de tireoide (uma neoplasia comum entre os tumores da glândula). 

    Entre seus principais sintomas clínicos, podemos citar o aumento da massa do pescoço do animal, anorexia, hiperatividade, diarreia e polifagia (comer objetos que não são alimentos). As opções de tratamento incluem o uso de medicação para reduzir a produção de hormônios, cirurgia para remoção parcial ou total da tireoide e a retirada da glândula através da utilização de iodo radioativo.   

    Sintomas do hipotireoidismo em cães incluem ganho de peso e letargia. Saiba mais! 

    Agora que já fizemos este breve contraponto entre as doenças provocadas pela produção irregular dos hormônios da tireoide, está na hora de voltar o nosso foco para o hipotireoidismo. Este mal indesejado é um problema interno, relacionado ao funcionamento do organismo do cachorro. Por esse motivo, os tutores podem acabar deixando passar os primeiros indícios do problema. "Os sintomas tendem a aparecer precocemente em raças predispostas, como boxer, beagle e poodle, por exemplo. Os hormônios tireoidianos influenciam na função de vários órgãos. Por isso, os sinais de hipotireoidismo são muito variados", explica a veterinária. 

    Entre os sinais, que normalmente aparecem de forma sutil e gradual, estão:

    - Alterações metabólicas, como letargia

    - Inatividade

    - Ganho de peso sem aumento do apetite

    - Intolerância ao frio

    - Retardo mental

    - Intolerância a exercícios

    De acordo com a especialista, anormalidades na pele também são bastante comuns. "Observados em 60% a 80% dos casos em cães com hipotireoidismo, os sinais cutâneos clássicos incluem alopecia bilateral, geralmente simétrica e não pruriginosa (poupa a cabeça e as extremidades). A cauda do animal pode ser afetada, ganhando a denominação de 'cauda de rato'", acrescenta. As alterações musculares, por sua vez, podem levar a atrofias, arrastamento de membros, convulsões, entre outros. Vale lembrar que cada cão pode reagir de uma maneira distinta à doença. Por isso, é essencial contar com o diagnóstico de um profissional!

     

      O hipotireoidismo canino é provocado por uma desregulação hormonal
    O hipotireoidismo canino é provocado por uma desregulação hormonal

    Tratamento do hipotireoidismo em cães

    A profissional explica que o diagnóstico da doença pode ser feito através de exames clínicos e laboratoriais. Outra alternativa é testar a resposta do organismo à reposição dos hormônios da tireoide. "A suplementação do hormônio tireoidiano é indicada para o tratamento do hipotireoidismo confirmado e também para a tentativa de diagnóstico da doença por meio da resposta clínica à terapia", esclarece a Dra. Cristina. 

    Em grande parte dos casos, a reposição dos hormônios via medicação oral é uma boa solução. A forma de tratamento mais apropriada deve ser indicada por um veterinário capacitado e vir acompanhada de uma dieta apropriada. Muitos cães conseguem conviver com a doença por muito tempo, sem perder sua qualidade de vida. 

    Hipotireoidismo em cães: é possível evitar? Descubra as principais causas da doença!

    Quando nossos bichinhos ficam doentes, é normal procurar loucamente as causas do problema para conseguir evitá-lo no futuro. Porém, no caso do hipotireoidismo canino, não há muito o que o tutor possa fazer. A doença, na maioria das vezes, está associada a problemas congênitos (o que justifica a predisposição de determinadas raças). Além da questão genética, enfermidades como o câncer e outras condições autoimunes também podem contribuir para o desenvolvimento do hipotireoidismo em cães. Portanto, já que não existem medidas muito eficientes para evitar o hipotireoidismo canino, a única saída é ficar de olho no dog para identificar com agilidade os possíveis sinais da condição e iniciar o tratamento o mais cedo possível.  

    Redação: Doris Marinho

    Como funciona a coleira antipulgas para cachorro?

    Próxima matéria

    Como funciona a coleira antipulgas para cachorro?

    Comportamento canino: entenda os diferentes tipos de personalidade e aprenda a identificar o padrão do seu pet
    Adestramento

    Comportamento canino: entenda os diferentes tipos de personalidade e aprenda a identificar o padrão do seu pet

    Assim como os humanos, os cães também tem um jeitinho próprio de se comunicar com o mundo ao seu redor. É algo que faz parte da personalidade deles e, por isso, é importante entender alguns aspectos do comportamento canino para estreitar a relação com esses animais. Será que você tem um cachorro mais destemido ou medroso? Comunicativo ou tímido? Amigável ou agressivo? 

    Babesiose canina: o que é e sintomas mais comuns. Saiba tudo sobre esse tipo da doença do carrapato!
    Carrapato

    Babesiose canina: o que é e sintomas mais comuns. Saiba tudo sobre esse tipo da doença do carrapato!

    Os carrapatos são o pesadelo de qualquer dono de cachorro! Além de provocar coceiras, alergias e outros incômodos, o parasita também é responsável por transmitir doenças muito graves aos cães. Mesmo que seja algo relativamente comum entre os animais, o problema não deve ser subestimado pelos tutores. A doença do carrapato, como é popularmente conhecida, pode se manifestar de quatro maneiras diferentes, dependendo da espécie do parasita infectado. A Babesiose canina é uma das principais formas de manifestação da enfermidade. Por isso, preparamos um guia completo sobre tudo o que você precisa saber!

    Diabetes em gatos: entenda os perigos e como prevenir a doença!
    Saúde

    Diabetes em gatos: entenda os perigos e como prevenir a doença!

    A diabetes é muito comum entre os humanos, mas você sabia que os felinos também podem sofrer com a doença? A diabetes em gatos é uma doença grave e capaz de atrapalhar a qualidade de vida do felino em vários níveis se não for tratada corretamente. A patologia requer acompanhamento médico, tratamento constante e, muitas vezes, aplicação de insulina diariamente. É um caso específico de endocrinologia, que requer atenção para não prejudicar mais ainda a saúde do animal, principalmente se ele for um gato obeso. Para tirar todas as dúvidas sobre o assunto e aprender a cuidar de gato com a doença, nós conversamos com o médico veterinário Rafael Cunha, do Rio de Janeiro!

    Parvovirose canina: descubra o que é, sintomas, prevenção e como funciona o tratamento da doença viral
    Saúde

    Parvovirose canina: descubra o que é, sintomas, prevenção e como funciona o tratamento da doença viral

    Uma das doenças virais de cachorro mais sérias e comuns que existem, o vírus da parvovirose atinge, principalmente, animais que não foram imunizados contra este e outros vírus. Entre os principais sintomas da parvovirose, o vômito, a diarreia com sangue, e a desidratação podem ser destacados, ou seja: mesmo que o diagnóstico chegue bem cedo, o tratamento deve começar o quanto antes, já que a parvovirose pode ser fatal. Para esclarecer todas dúvidas sobre a parvovirose canina, nós conversamos com a veterinária Jackeline Ribeiro. Dá uma olhada no que ela contou!

    Ver Todas >

    Quais doenças de cachorro são mais comuns no inverno?
    Saúde animal

    Quais doenças de cachorro são mais comuns no inverno?

    Não são só os humanos que ficam mais propensos a ficar doentes no inverno. Algumas doenças de cachorro também são mais frequentes e intensas durante a época mais fria do ano. Isso acontece porque as defesas do organismo tendem a cair com as temperaturas mais baixas. Portanto, é importante manter seu cãozinho agasalhado e sempre com as vacinas em dia. Os problemas mais comuns são aquelas que acometem o sistema respiratório, mas cachorros com problemas nas articulações também sofrem.

    Pneumonia felina: entenda como a doença se manifesta nos gatos
    Saúde animal

    Pneumonia felina: entenda como a doença se manifesta nos gatos

    Assim como nos humanos, a pneumonia em gatos é uma doença bastante comum e pode surgir como uma consequência de gripes comuns. O problema ocorre quando há uma infecção no pulmão, e pode ter causas associadas a fatores externos ou internos. O tratamento precisa ser imediato, pois é uma doença que evolui rapidamente e pode até levar a óbito. O Patas da Casa reuniu informações essenciais para entender como a pneumonia felina se manifesta.

    Quais as doenças de gato mais perigosas?
    Saúde animal

    Quais as doenças de gato mais perigosas?

    É inevitável se preocupar com a saúde do gato, até porque nenhum tutor gosta de ver o próprio bichinho doente. E, às vezes, mesmo com todos os cuidados necessários, ainda corre o risco dos bichanos adoecerem inesperadamente. Mas quais são as doenças de gato consideradas mais graves e que precisam de maior atenção? A FIV e FeLV são bons exemplos disso, pois o diagnóstico positivo requer mudanças na rotina do pet. 

    Cachorro não quer comer? Veja os problemas de saúde mais relacionados com o sintoma
    Saúde animal

    Cachorro não quer comer? Veja os problemas de saúde mais relacionados com o sintoma

    A falta de apetite é um sintoma comum a muitas doenças que acometem os cães. É normal um tutor relatar "meu cachorro não quer comer", mas algumas vezes o cão apenas tem apetite seletivo ou o dia está muito quente. Porém, se a situação se estender e vier acompanhada de outros sintomas, pode significar uma infecção viral ou bacteriana, contaminação por parasita, problemas digestivos ou renais e até mesmo questões psicológicas. 

    Ver Todas >