close
Saúde

Hipotireoidismo e hipertireoidismo em gatos: qual a diferença, como identificar e quais os tratamentos?

Atualizado · 29 de setembro de 2020 · 17h43

Publicado · 29/09/2020 · 17h42

O gato com hipotireoidismo tende a ficar acima do peso
O gato com hipotireoidismo tende a ficar acima do peso

Quando se trata da saúde dos gatos, é importante que o tutor esteja sempre atento a possíveis alterações no organismo dos felinos. Existem vários tipos de doenças que podem acometer os bichanos, e às vezes algumas delas se confundem, como é o caso do hipotireoidismo e hipertireoidismo em gatos. Então, como identificar cada um desses quadros e qual é exatamente a diferença entre eles? Existe tratamento? Para esclarecer essas questões, o Patas da Casa entrevistou a médica veterinária Luciana Capirazzo, que é especialista em felinos no Hospital Vet Popular. Veja o que ela nos contou!

Afinal, qual a diferença entre hipotireoidismo e hipertireoidismo em gatos?

Antes de mais nada, é necessário saber que o prefixo “hiper” é utilizado para indicar excesso, enquanto que o prefixo “hipo” indica escassez, falta de alguma coisa. Tendo isso em vista, Luciana explica: “o hipertireoidismo em gatos é uma enfermidade hormonal resultante do excesso do hormônio tireoidiano [tiroxina (T4) e triiodotironina (T3)] presente na circulação por um funcionamento anormal da glândula tireóide. Já o hipotireoidismo é uma enfermidade resultante da secreção deficiente desses hormônios”.

Além do mais, a profissional ainda destaca que o hipotireoidismo em gatos é uma doença extremamente rara e geralmente não acontece de forma natural. No caso, a forma mais comum é iatrogênica, isto é, ocorre devido à complicações no tratamento de hipertireoidismo. De qualquer forma, é sempre importante ficar atento!

Hipotireoidismo em gato: como a doença pode se manifestar?

Quando o organismo felino passa a produzir uma quantidade insuficiente de hormônios da tireoide, é de se esperar que alguns sintomas possam aparecer, certo? Bom, na verdade não é bem assim. De acordo com a médica veterinária, os felinos são quase sempre assintomáticos, o que acaba dificultando um pouco a identificação de um gato com hipotireoidismo. No entanto, existem sim alguns sinais clínicos que são considerados mais comuns quando o animal está sob esta condição, que é a letargia - cansaço excessivo - e o ganho de peso. Por isso, se você observar que o seu bigodudo está ficando obeso, dormindo muito além do que deveria e parece estar sempre cansado, é bom ficar de olho.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Já o gato com hipertireoidismo se alimenta mais, mas também perde muito peso
    Já o gato com hipertireoidismo se alimenta mais, mas também perde muito peso

    Mais Lidas

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    Hipertireoidismo em gatos: sintomas mais comuns do quadro

    Já no caso de um gato com hipertireoidismo, fica um pouquinho mais fácil de identificar os sintomas presentes. Conforme Luciana revela, os sinais clínicos mais comuns são: polifagia (fome excessiva), gato com diarreia, perda de peso e hiperatividade. Ou seja, é uma situação basicamente contrária ao do hipotireoidismo em gatos. Então, caso seu gatinho esteja comendo exageradamente e, ao mesmo tempo, também está emagrecendo depressa e bastante agitado, o ideal é levá-lo no veterinário para saber como anda a saúde geral dele. Existem grandes chances dele estar com hipertireoidismo.

    Como é feito o diagnóstico do hipertireoidismo e do hipotireoidismo em gatos?

    Independente do quadro apresentado, o diagnóstico das duas doenças incluem basicamente os mesmos processos. “Anamnese detalhada, exame físico que incluem a palpação da glândula tireoide e exames bioquímicos, como a mensuração do T4 total”, revela Luciana. Como se trata de problemas hormonais, não adianta tentar descobrir por conta própria qual é o estado de saúde do seu amigo, pois somente um veterinário terá as ferramentas necessárias para isso. Portanto, ao perceber qualquer mudança no comportamento e peso do seu amigo de quatro patas, o ideal é levá-lo para uma consulta com um profissional.

    Saiba como é o tratamento do hipertireoidismo e do hipotireoidismo em gatos

    Em primeiro lugar, é importante ter em mente que são doenças diferentes e que vão exigir tratamentos diferentes. No caso de um gato com hipotireoidismo, por exemplo, Luciana conta que é possível tratar o quadro com a reposição hormonal. Já se for um gato com hipertireoidismo, as opções de tratamento são mais amplas, podendo incluir medicamentos antitireoidianos, cirurgia e terapia com iodo radioativo. O veterinário deverá analisar cada caso para indicar o procedimento mais adequado.

    Redação: Juliana Melo

    Saiba tudo sobre o complexo gengivite estomatite felina

    Próxima matéria

    Saiba tudo sobre o complexo gengivite estomatite felina

    Alimentação animal: quais as diferenças entre o paladar do cachorro e do gato?
    Alimentação

    Alimentação animal: quais as diferenças entre o paladar do cachorro e do gato?

    Se você convive com um gato e um cachorro na mesma casa, já deve ter reparado que esses animais têm maneiras bem distintas de se comportar quando o assunto é comida. Isso acontece porque tanto o paladar felino quanto o canino tem lá suas particularidades, e também porque o organismo das espécies têm necessidades nutricionais diferentes, o que influencia no interesse por determinado alimento ou não. 

    Ração de gato e ração de cachorro: quais as diferenças nutricionais entre os alimentos de cada espécie?
    Ração

    Ração de gato e ração de cachorro: quais as diferenças nutricionais entre os alimentos de cada espécie?

    Se você tem um cachorro e um gato em casa, já deve ter se questionado sobre a diferença na alimentação de cada espécie. Afinal, gato pode comer ração de cachorro e vice-versa? A ração de gato tem nutrientes diferentes do alimento oferecido aos cães? Tiramos todas as dúvidas sobre a alimentação desses animais e os cuidados que você deve tomar!

    Ragdoll x Ragamuffin: quais as diferenças entre as duas raças de gato?
    Raças

    Ragdoll x Ragamuffin: quais as diferenças entre as duas raças de gato?

    Ragamuffin e Ragdoll são raças de gatos que compartilham muitas semelhanças. São felinos grandes e com a personalidade adorável, gentil e afetuosa. Essas características comuns entre a raça de gato Ragdoll e Ragamuffin, no entanto, não são por acaso: as histórias dos dois felinos se cruzaram há mais de 60 anos, quando o gato Ragamuffin surgiu como uma variação do Ragdoll. Apesar disso, as principais associações e federações ao redor do mundo reconheceram as duas raças como distintas e com suas próprias particularidades. 

    Gatos: o que é a criação indoor e quais as vantagens?
    Cuidados

    Gatos: o que é a criação indoor e quais as vantagens?

    Ninguém pode negar: os gatos são verdadeiros fãs da voltinhas noturnas. Mas, como bem sabemos, a rua nem sempre é um lugar seguro e criar o seu bichano em casa pode garantir uma vida mais longa. Por isso, a criação indoor tem se tornado cada vez mais popular entre os gateiros de plantão, uma vez que gatos criados dessa forma podem chegar até o dobro da idade em comparação aos que vivem de forma livre. Para saber mais sobre essa modalidade, o Patas da Casa separou as principais vantagens da criação de gatos indoor. Dá uma olhada!

    Ver Todas >

    Lama biliar em cães: o que é, como se desenvolve e qual o tratamento
    Saúde animal

    Lama biliar em cães: o que é, como se desenvolve e qual o tratamento

    A lama biliar em cães é uma doença que afeta o sistema digestivo do cachorro. Apesar de ser pouco conhecida, a condição está relacionada com a produção de bile, substância essencial no processo de digestão. Muitas vezes confundida com a colecistite em cães, a lama biliar não causa no cachorro tantos transtornos à saúde de início, mas pode levar a uma inflamação mais grave do órgão. Por ser uma doença mais desconhecida, muitas dúvidas surgem: o que causa a lama biliar? 

    PIF felina: como prevenir a grave doença que afeta os gatos?
    Saúde animal

    PIF felina: como prevenir a grave doença que afeta os gatos?

    Sem dúvidas, a PIF felina é um dos maiores medos de pais e mães de pet. Considerada uma das doenças mais graves em gato, a peritonite infecciosa felina é altamente infecciosa e causa diversos transtornos para a saúde. O gato com PIF sofre com falta de apetite, perda de peso, aumento do abdômen, dificuldade de respirar, problemas de coordenação… são tantas consequências que deixam o animal extremamente frágil. O pior de tudo é que a doença PIF não tem cura e nem vacina. 

    Se viu a terceira pálpebra do gato exposta, fique atento! Pode se tratar da Síndrome de Haw
    Saúde animal

    Se viu a terceira pálpebra do gato exposta, fique atento! Pode se tratar da Síndrome de Haw

    A Síndrome de Haw em gatos é um quadro que ocorre quando a terceira pálpebra (que deveria ficar escondida) se projeta para fora, cobrindo parte do olho do gato. Essa doença ocular felina é de fácil diagnóstico e tem um tratamento simples, mas é importante que o auxílio veterinário entre em ação logo no início. O tutor deve observar se existe algo diferente nos olhos do gato!

    Cachorro tem tireoide? Veja a resposta!
    Saúde animal

    Cachorro tem tireoide? Veja a resposta!

    Você sabia que cachorro com hipotireoidismo é uma condição mais comum do que se imagina? A anatomia canina ao mesmo tempo que é bem diferente da humana, tem muitas coisas bastante parecidas. Diversos órgãos presentes no nosso corpo também existem - em diferentes proporções, é claro - no corpo do animal. Um deles é a tireoide. Todo cachorro tem tireoide e essa glândula é tão importante para eles quanto é para nós. Inclusive, é bem comum que o animal sofra com disfunções relacionadas a ela. 

    Ver Todas >