Seja um gato filhote, adulto ou idoso, cada fase da vida dos bichanos exige um tipo de alimentação específica para manter o bem-estar e a saúde do animal.  Na terceira idade dos felinos, por exemplo, outros fatores podem surgir e prejudicar o dia a dia do pet, como a dificuldade de mastigação. Por isso, o mais indicado é que o tutor comece a oferecer gradativamente a ração para gato idoso, que, além prevenir o surgimento de doenças, é mais apropriada para suprir as necessidades do seu bichano. Pensando nisso, o Patas da Casa vai te ajudar a encontrar a ração ideal para o seu gato idoso, confira!

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.

Ração para gatos idosos ajuda na manutenção da saúde bucal

Os gatos passam a ser considerados idosos a partir dos 7 anos de idade, momento em que o metabolismo do animal começa a diminuir, a pelagem vai ficando mais branca e seus dentes mais fracos. A ração sênior para gatos é pensada justamente para suprir as necessidades nutricionais e metabólicas que esses animais apresentam. 

Na velhice, é normal que o dente do gato fique mais frágil, com as bordas mais desgastadas e arredondadas, por isso, uma boa opção é a ração macia para gatos idosos e as de grãos menores, que facilita a mastigação e evita a perda do dente. Os sachês para gatos idosos não podem faltar na terceira idade. Além de ser mais macia, a ração úmida é rica em água. Incentivar a hidratação correta dos felinos, que não têm o hábito de beberem muita água,  evita o surgimento de doenças como a insuficiência renal em gatos

O gato idoso precisa receber uma alimentação adequada para sua idade

Ração para gato idoso: os nutrientes que fazem a diferença na terceira idade

Na hora de comprar a ração sênior para gatos é importante ficar de olho em nutrientes específicos que atendam às mudanças que ocorrem no organismo quando o pet envelhece. As rações mais indicadas para o gato idoso são as da linha premium ou super premium, pois possuem níveis nutricionais superiores.

Como os gatos idosos sofrem com dificuldade de digerir proteína e facilidade de perder massa, é preciso ficar de olho no rótulo e escolher uma ração que tenha proteína animal em maior quantidade e de alta digestibilidade para manutenção da massa corporal. Como o metabolismo animal também diminui significamente, opte pela ração que tenha um menor aporte calórico para auxiliar no controle de peso e com mais fibras para auxiliar na absorção de nutrientes. 

É importante também que a ração contenha glucosamina para auxiliar nas articulações, e  antioxidantes naturais para ajudar a fortalecer o sistema imunológico e garantir maior longevidade para os bichanos. Escolha rações que não contenham corantes em sua formulação e que sejam ricas em vitaminas e minerais, como o ômega 3

Ração para gatos idosos é formulada para prevenir o surgimento de doenças 

As rações específicas para gatos idosos oferecem os nutrientes necessários para essa fase e ainda podem prevenir uma série de doenças, como:

  • Obesidade: com o metabolismo mais lento e o bichano menos ativo, o gato obeso pode ser uma realidade bastante comum nessa fase.
  • Problemas nos rins: os gatos naturalmente bebem pouca água e isso se agrava ainda mais na terceira idade, por isso as doenças renais em gatos são recorrentes.
  • Problemas nas articulações: assim como os humanos, os gatos idosos tendem a ficar com as articulações e cartilagens desgastadas no decorrer dos anos.

É preciso ter em mente, porém, que a alimentação do gato não é a única forma de evitar o surgimento de enfermidades. Para manter a saúde do seu bichano, é necessário manter uma rotina de consultas com o veterinário, principalmente no caso de animais idosos, que são mais suscetíveis a desenvolverem problemas de saúde.