Saúde

Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

Tire suas dúvidas sobre gato no cio
Tire suas dúvidas sobre gato no cio

Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

Gata no cio: saiba identificar quando a fêmea está no cio

Os gatos machos sempre estão dispostos a acasalar, já as fêmeas precisam estar no período do cio para aceitar a aproximação com esse intuito. O primeiro cio costuma acontecer entre o 8º e o 10º mês de vida, que é quando os gatos atingem a puberdade. Alguns fatores podem influenciar o primeiro cio, como por exemplo: a fêmea precisa atingir um peso mínimo, o convívio com macho, exposição à luz solar e raça. Raças de pelo curto atingem a puberdade antes das de pelos mais longos.

Como saber se minha gata está no cio?

Para saber se a sua gata está no cio, basta observar o comportamento. Como são animais solitários, os felinos costumam ser bem claros quando estão predispostos a acasalar, já que precisam chamar a atenção do sexo oposto. Sendo assim, tanto a fêmea quanto o macho passam a miar de forma específica: mais forte e persistente. Outras atitudes típicas das fêmeas são: se esfregar em todos que se aproximam, ficam meigas e chamando a atenção dos donos, andam rebolando e param em posição de cópula com a coluna curvada e a cauda afastada lateralmente, expondo a vulva.

Quanto tempo dura o cio do gato?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Como seria o seu domingo perfeito?

Como você fica em um dia de chuva?

Como seria a viagem ideal nas férias?

Como você costuma encontrar os amigos?

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Como é a sua rotina matinal?

Como é a sua agenda no fim de semana?

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Saiba como ajudar a sua gato durante esse período
    Saiba como ajudar a sua gato durante esse período

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Cachorro ofegante: quais problemas o sintoma pode indicar?
    Saúde animal

    Cachorro ofegante: quais problemas o sintoma pode indicar?

    Encontrar o cachorro ofegante não é uma questão incomum na vida dos tutores. Normalmente, os peludos ficam mais cansados depois de um longo passeio ou brincadeiras, mas quando não houve nenhum estímulo é preciso ficar atento. Observe alguns sinais do cachorro ofegante: língua pra fora pode indicar calor ou cansaço, agora se o sintoma estiver acompanhado de tremores ou cachorro com dificuldade de respirar, o ideal é levá-lo imediatamente ao veterinário. Para saber como diferenciar e se há necessidade de buscar ajuda médica, nós conversamos com Ricardo Duarte, que é docente do curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário FMU, de São Paulo.

    Após o primeiro, as fêmeas entram no cio a cada 2 ou 3 meses, principalmente nas épocas com mais incidência de luz solar, como na primavera e verão. O ciclo fértil das fêmeas é dividido em quatro fases:

    Proestro: com duração de apenas 1 ou 2 dias, nessa fase a gata começa a mudar de comportamento. Maior frequência na urina, emitir sons diferentes, se esfregar em objetos, rodar em volta de si própria e arquear a coluna são as atitudes mais comuns. Ainda não há permissão para o macho se aproximar.

    Estro: nessa fase, o comportamento do proestro fica mais acentuado, com miados agudos e estridentes. Por ser a fase que é de fato o cio, há aceitação na aproximação do macho. Se houver acasalamento, essa fase pode durar de 4 a 6 dias. Caso contrário, pode durar até 14 dias.

    Diestro: caso a gata não esteja grávida, esse período dura por volta de 15 dias.

    Anestro: O ovário não produz hormônio e o comportamento volta ao normal.

    Gato macho também entra no cio?

    Sim, o macho também entra no cio mas não é um período fixo. Como está sempre predisposto a acasalar, o gato depende da permissão da fêmea. Assim que identifica o cio, normalmente pelo miado, o felino pode ficar mais agressivo, fugir de casa e voltar machucado e urinar em locais para a marcação de território.

    Vacina para cio de gato: saiba porquê não é aconselhado

    Existe o que chamamos popularmente de vacina para cio de gato, mas não é recomendado por conta de efeitos colaterais. Entre eles estão: tumores no útero e nas mamas, além de infecções. A castração é a melhor solução, não só para o cio e seus sintomas, mas também para evitar doenças, crias indesejadas e o controle populacional da espécie.


    Redação: Mariana Almeida

    Gato intoxicado: o que acontece no organismo do felino durante a intoxicação?

    Próxima matéria

    Gato intoxicado: o que acontece no organismo do felino durante a intoxicação?

    Quanto tempo vive um gato?
    Cuidados

    Quanto tempo vive um gato?

    Se dependesse de nós, nossos gatinhos viveriam para sempre, né? Há relatos de gatos que chegam a viver mais de 30 anos, mas estamos falando aqui de recordes mundiais. Na “vida real”,  a idade média de um gato é de 16 anos. Se formos pensar em termos de adoção ou compra de um gatinho para chamar de nosso, precisamos sempre ter em mente que durante toda a sua vida, seremos responsáveis pela saúde, bem estar e segurança deles. Então, nada de querer ter um gato no impulso e depois se arrepender, combinado? Eles sofrem muito com o abandono e podem até ficar traumatizados com humanos em geral.   

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Quanto custa castrar um gato? Tire todas as dúvidas sobre o preço do procedimento
    Castração

    Quanto custa castrar um gato? Tire todas as dúvidas sobre o preço do procedimento

    Antes de mais nada, os tutores precisam ter em mente que a castração de gato é um procedimento muito importante não só para impedir crias indesejadas, mas também para cuidar da saúde do felino. Isso porque, além de ajudar a manter o controle populacional do animal e evitar assim possíveis vítimas de abandono, castrar gato também é uma medida que atua na prevenção de inúmeras doenças e prolonga a vida do bichano.

    Quanto custa manter um cachorro? Um guia completo com a média de gastos mensais com um cão
    Adoção

    Quanto custa manter um cachorro? Um guia completo com a média de gastos mensais com um cão

    Ter um cachorro em casa é uma experiência incrível para mães e pais de pet, mas os momentos de alegria vêm acompanhados de muitas responsabilidades… e gastos (muitos gastos). Ração, vacina, brinquedos, remédios e veterinário são os principais custos que você precisa ter frequentemente com o animal. É justamente por isso que, antes de comprar ou adotar um pet, é preciso pensar nos gastos que isso vai demandar - e que devem entrar no orçamento da família. Para te ajudar a bater o martelo e decidir se consegue ou não arcar com um amigo de quatro patas, montamos um guia completo com uma média dos gastos que você provavelmente terá. Chega mais!

    Ver Todas >

    Cachorro estressado: 8 sinais de que o estresse está afetando a saúde do pet
    Saúde animal

    Cachorro estressado: 8 sinais de que o estresse está afetando a saúde do pet

    Lidar com um cachorro estressado é algo delicado e que requer muita paciência e atenção por parte do tutor: cães que sofrem com estresse e ansiedade tem maiores chances de ficarem doentes. Assim como os humanos, os sinais de um cachorro estressado costumam afetar diretamente a saúde do animal. Causado por diferentes gatilhos, é necessário sempre observar o que deixa o cachorro estressado para evitar que esse sentimento invada a rotina do seu amigo. 

    Quais são os cuidados com gatos renais crônicos?
    Saúde animal

    Quais são os cuidados com gatos renais crônicos?

    Se você é um gateiro, com certeza já ouviu falar sobre o perigo das doenças renais nos felinos. Se os cuidados são importantes em qualquer fase de vida do pet, no caso de um gato com insuficiência renal a preocupação é maior ainda. A insuficiência renal em gatos é uma doença que acomete principalmente os felinos idosos, mas também pode ser comum em outras idades e também na raça de gato Persa, que possui predisposição genética para esse tipo de problema. 

    Icterícia em cães: entenda o que é o problema e os sinais mais comuns
    Saúde animal

    Icterícia em cães: entenda o que é o problema e os sinais mais comuns

    Se você nunca ouviu falar na icterícia em cães, chegou a hora de entender um pouco mais sobre o problema que, embora não seja uma doença, é um sinal clínico que pode indicar que a saúde do cachorro não vai muito bem. Mas então, como identificar a icterícia canina e quais são as principais causas associadas a esse sintoma?

    Quais são as doenças de cachorro mais comuns no verão e como evitá-las?
    Saúde animal

    Quais são as doenças de cachorro mais comuns no verão e como evitá-las?

    Com a chegada do verão, é necessário redobrar os cuidados com o cachorro e também com a sua saúde. Os peludos costumam aproveitar bastante essa época, já que os passeios e banhos de mar ou piscina são mais frequentes. No entanto, a mudança de rotina vem acompanhada de uma grande preocupação, que é a proliferação de certas doenças de cachorro que ocorrem nessa época. Otite canina, desidratação e até mesmo infestação de pulgas e carrapatos são problemas bastante comuns no verão. 

    Ver Todas >