close
Saúde

Gato bebendo água em excesso é normal? Pode indicar algum problema de saúde?

Atualizado · 28 de maio de 2020 · 19h28

Publicado · 28/05/2020 · 19h28

Seu gato bebendo água em excesso pode indicar alguns problemas de saúde. Fique atento!
Seu gato bebendo água em excesso pode indicar alguns problemas de saúde. Fique atento!

Você notou que o seu gato bebendo água em excesso? Isso por ser algo normal e um felino hidratado é até saudável em alguns casos – um sinal de que o tempo está mais quente, por exemplo –, mas também pode indicar que alguma doença mais grave está afetando o seu bichinho. Por isso, é bom ficar de olho e perceber se ele está indo muitas vezes ao bebedouro, procurando água no box ou caçando uma torneira aberta pela casa.

O consumo de água excessivo, conhecido como polidipsia no vocabulário médico, começa a ficar preocupante quando a quantidade ingerida pelo felino supera 45 ml/kg ao dia. De razões patológicas e compensatórias a fatores comportamentais, saiba, a seguir, quais problemas podem estar relacionados à sede sem fim do seu gatinho.

Gato com diabetes: tipos mellitus e insipidus fazem o felino beber muita água

O gato com diabetes pode ser bem sério. O tipo mellitus é um distúrbio no qual o nível de açúcar no sangue aumenta devido à deficiência de insulina, ou uma insensibilidade das células do corpo à insulina disponível. Durante o processo, o acúmulo de glicose na corrente sanguínea é eliminado pela urina. Isso faz com que o gato use muito a sua caixinha de areia e beba bastante água para repor o que foi perdido pelo organismo.

Já o diabetes insipidus, também chamado de “diabetes da água” é uma forma mais rara da doença. Como a principal causa está relacionada à secreção inadequada do hormônio antidiurético ADH, o gato afetado por esse tipo de diabetes também bebe muita água, além de urinar um líquido bem clarinho com frequência.

Insuficiência renal em gatos também pode provocar sede excessiva

A insuficiência renal felina, ou doença renal crônica (DRC), afeta principalmente os gatos idosos – e com muita frequência, infelizmente. Quando os rins do animal começam a falhar, o gato produz urina progressivamente mais diluída (poliúria). E para recuperar seus níveis de hidratação, o gato com insuficiência renal precisa repor a água perdida pelo organismo.

Hiperadrenocorticismo em gatos: a sede é um dos principais sintomas da doença

O hiperadrenocorticismo, também conhecido como doença de Cushing, se desenvolve quando há uma produção excessiva e persistente do hormônio cortisol pelas glândulas suprarrenais. A condição pode causar uma série de complicações no seu gatinho, incluindo a sede excessiva, micção frequente, fraqueza, perda de apetite e alterações na pele. Também é comum o animal com “hiperadreno” ficar com o abdômen pendular e distendido.

O hipertireoidismo pode aumentar o consumo de água do gatinho

O hipertireoidismo é uma doença comum em gatos e afeta principalmente os animais de meia-idade e mais velhos. O problema é causado por um aumento na produção de hormônios da tireoide (conhecidos como T3 e T4) a partir de uma glândula tireoide aumentada no pescoço do gato. Entre os sinais clínicos mais comuns estão a perda de peso, aumento do apetite, hiperatividade, vômitos, diarreia, aumento da sede e micção (urina) frequente.

Diarreia e vômitos fazem o gatinho perder muito líquido e beber água

A diarreia e o vômito são duas condições que fazem o organismo perder muito líquido. Os gatos doentes, então, aumentam a ingestão de água para compensar. Se o problema durar mais que 24 horas, você deve procurar atendimento veterinário para investigar se há uma doença subjacente.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    O gato bebendo muita água em dias quentes ou depois de brincar e se exercitar é super normal
    O gato bebendo muita água em dias quentes ou depois de brincar e se exercitar é super normal

    Mais Lidas

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    Outros motivos por trás do gato bebendo água em excesso

    Nem sempre o gato bebendo água em excesso está relacionado a um problema de saúde. Antes de suspeitar de algo mais grave, é importante saber que cada gato tem seu próprio estilo de vida e particularidades. Um felino que vive nas ruas, por exemplo, terá muito mais sede que um gatinho preguiçoso, que passa o dia inteiro deitado no sofá. Veja outras situações do dia a dia que podem fazer o seu gato beber muita água:

    • Gatos que são alimentados com rações muito secas podem beber muita água para compensar o que suas refeições não fornecem. Por isso, um pet que come ração úmida não precisa fazer tantas idas ao bebedouro de água. Alimentos com mais sal também podem aumentar a sede do animal;
    • O gato com calor normalmente fica mais ofegante. Esse recurso de resfriamento natural do corpo faz o bichinho perder muita água que, obviamente, precisa ser reposta em algum momento;
    • O superaquecimento é uma condição temporária. Assim como nós humanos, os gatos podem precisar de um volume maior de água após uma rotina de exercícios físicos e brincadeiras.

    Redação: Guilherme Segal

    Displasia de quadril em cães: o que é, causas, sintomas e tratamentos

    Próxima matéria

    Displasia de quadril em cães: o que é, causas, sintomas e tratamentos

    Gato obeso: quando o aumento de peso indica um problema mais sério?
    Saúde

    Gato obeso: quando o aumento de peso indica um problema mais sério?

    Os felinos já são animais considerados muito fofinhos. Se eles estão mais gordinhos, então, não há quem resista àquele charme. Mas, um gato obeso pode apresentar sérios problemas de saúde. Afinal, não é de sua natureza (e do biotipo) que estejam acima do peso. Até mesmo os gatos gigantes devem ter um peso compatível com seu tamanho para se manter saudável. Quer entender melhor os riscos que gatos obesos sofrem? Nós conversamos com a veterinária Madelon Chicre: ela explicou todos os problemas que podem vir com a obesidade e o que fazer caso o seu gatinho esteja com excesso de peso. Chega mais!

    Como saber se meu gato está com algum problema renal?
    Saúde

    Como saber se meu gato está com algum problema renal?

    Os problemas renais são muito comuns em gatos e representam o pesadelo de todo pai ou mãe desse tipo de pet. As causas normalmente estão ligadas à alimentação e até com a própria fisiologia dos felinos: os gatos têm uma quantidade reduzida de néfrons nos rins, estruturas que filtram as impurezas do sangue e produzem a urina, por exemplo. Esse e outros fatores contribuem para o surgimento de doenças no órgão, que levam à insuficiência renal em gatos - isto é, quando os rins perdem a capacidade de funcionar normalmente.

    Veterinária lista 7 dicas para fazer seu gato beber mais água
    Cuidados

    Veterinária lista 7 dicas para fazer seu gato beber mais água

    Gatos são animais que não têm o hábito de beber muita água, o que pode ser muito prejudicial para a saúde dos rins - e é a principal preocupação entre os donos de felinos. “Será que eles não sentem sede?” é o que você deve estar se perguntando. Cláudia Calamari, médica veterinária formada pela Universidade Paulista (UNIP), explica o que acontece: “Gatos, normalmente, acabam ficando sentados e deitados praticamente o dia todo. O gato dorme bastante. 

    Acne felina: saiba como a troca do pote de comida e água pode melhorar a saúde da pele do seu gato
    Saúde

    Acne felina: saiba como a troca do pote de comida e água pode melhorar a saúde da pele do seu gato

    Uma das principais doenças de pele em gatos, a acne felina é uma inflamação muito parecida com a acne dos humanos. Sua principal característica são as pequenas erupções que aparecem na pele do gato e, mesmo que tenha causas diferentes, ela também é bem parecida com a acne canina, ou seja: nem os nossos amigos peludos estão livres dos cravinhos e espinhas que muitos de nós conhecem super bem. Com o processo já é ruim para humanos, imagina para o bichinho que não faz a menor ideia do porquê aquilo está acontecendo? Para ajudar o seu amigo, a gente colocou aqui embaixo tudo o que você precisa saber sobre a acne felina. Dá uma olhada!

    Ver Todas >

    Novo coronavírus: cães e gatos podem contrair e transmitir a Covid-19? Esclarecemos as principais dúvidas!
    Saúde animal

    Novo coronavírus: cães e gatos podem contrair e transmitir a Covid-19? Esclarecemos as principais dúvidas!

    Cães e gatos podem contrair a Covid-19? Será que gato pega covid de humano? O coronavírus humano tem algum impacto na saúde do gato ou cachorro? Fomos atrás de respostas para todas essas dúvidas!

    Coleira antipulgas também protege o cachorro da leishmaniose? Veja o comparativo!
    Saúde animal

    Coleira antipulgas também protege o cachorro da leishmaniose? Veja o comparativo!

    A coleira antipulgas é um acessório que faz toda a diferença na vida de quem tem um ou mais cães. Mas você sabia que existem produtos que, além de combater as pulgas, também ajudam a afastar outros problemas indesejados, como carrapatos e mosquitos? É aí que entra a coleira contra leishmaniose! Para quem não sabe, a leishmaniose canina é uma doença transmitida pelo mosquito-palha considerada muito perigosa e que pode debilitar bastante a saúde do animal.

    Gato pega cinomose? Descubra a resposta!
    Saúde animal

    Gato pega cinomose? Descubra a resposta!

    Você já ouviu falar de cinomose em gatos? Muito se sabe sobre a cinomose em cães, doença altamente contagiosa e que traz diversas complicações à saúde do cachorro. Essa condição é temida por muitos tutores de cães, mas também tutores de gatinhos. Existe uma doença conhecida por “cinomose em gatos”, que parece ser exatamente igual à que atinge os cães. Porém, existem muitas dúvidas se esse termo é realmente o mais adequado para se referir a essa condição. Afinal, a cinomose pega em gato ou a doença acontece unicamente com cães? O Patas da Casa te explica tudo sobre a “cinomose em gatos”!

    Verme do coração: veterinário tira todas as dúvidas sobre a dirofilariose canina
    Saúde animal

    Verme do coração: veterinário tira todas as dúvidas sobre a dirofilariose canina

    Você já ouviu falar em doença do verme do coração? Se você é tutor de cachorro, é bom se preocupar com ela. A dirofilariose é uma doença muito perigosa, que pode afetar órgãos vitais dos cãezinhos e levá-los à morte. Diferente de outras doenças causadas por verminoses, o verme do coração é transmitido pela picada de mosquitos e, por isso, acaba sendo mais incidente no verão. Mas como identificar o verme no coração do cachorro? Dirofilariose tem cura? Como é feito o tratamento? E o mais importante: como manter o pet longe da doença? Descubra tudo sobre verme do coração em cães a seguir.

    Ver Todas >