close
Adestramento

Focinheira para cachorro: em quais casos considerar e como adaptar o seu animal com o acessório?

Atualizado · 02 de junho de 2020 · 17h00

Publicado · 10/12/2019 · 18h04

Focinheira para cachorro: entenda como e quando usar esse acessório
Focinheira para cachorro: entenda como e quando usar esse acessório

A focinheira para cachorro é um produto muito comum, mas que ainda divide opiniões dos tutores quanto ao seu uso. A questão é que falta conhecimento sobre as aplicações desse objeto na educação de animais! Embora seja associado a cães reativos e que podem ter algum traço agressivo, a focinheira de cachorro não deve ser relacionada com um castigo ou uma punição, mas sim como um instrumento que vai facilitar a convivência do cachorrinho com outras pessoas e animais. Para entender melhor como a focinheira pode ajudar na rotina do animal e quando ela não deve ser utilizada, nós conversamos com o adestrador Max Pablo, do Rio de Janeiro! Vem tirar suas dúvidas com a gente.

Focinheira de cachorro: por que usar esse produto no seu cão?

Cães que são reativos, agressivos e que podem machucar outras pessoas ou animais em público podem precisar da focinheira. Segundo Max, o produto pode ser utilizado sempre que houver o desejo de deixar o cachorro solto em convívio com outros. Independente se estão na guia ou soltos, alguns cães podem reagir agressivamente a alguma situação como forma de defesa. É o caso da Leia, uma vira-latinha que, mesmo sem querer, pode machucar seus donos e outras pessoas durante uma reação. A Flávia Amaro, sua tutora, faz uso do acessório em várias situações. “Usamos em consultas veterinárias, banhos em pet-shop ou sempre que precisamos tocar muito nela, seja para limpar as patas ou colocar algum remédio. Até durante uma viagem usamos, tudo para evitar maiores acidentes, com a família ou com outras pessoas”, explica.

Focinheira para cachorro não é um objeto de punição!

É muito importante associar a focinheira para cachorro a algo positivo para que o animal se sinta mais confortável ao utilizar o acessório. Mesmo que seja para impedir um ato agressivo, o objeto também pode ajudar a melhorar o comportamento do animal. Flávia conta que, apesar da Leia apresentar desconforto no início, ela sempre usa associações positivas para fazer com que a cadelinha entenda que o produto é uma proteção para ela e também para os outros.

“Se usada da forma correta, com orientação e técnicas adequadas, ela [a focinheira] ajuda muito a melhorar o comportamento do canino. O tutor deve apresentar a focinheira em ambientes e situações agradáveis para o cão, até que ele já se sinta habituado a estar junto a focinheira. Só após o animal estar acostumado com o acessório, então, é que se deve colocar a focinheira no cachorro, sempre seguindo as mesmas regras para associação”, explica o adestrador.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Focinheira: cachorro precisa estar confortável ao usar o acessório
    Focinheira: cachorro precisa estar confortável ao usar o acessório

    Mais Lidas

    A cor da pelagem do gato determina a personalidade dele? Veja o que a ciência tem a dizer!
    Comportamento animal

    A cor da pelagem do gato determina a personalidade dele? Veja o que a ciência tem a dizer!

    Gato cinza, branco, preto, laranja, rajado ou com cores misturadas: o que não falta é variedade quando o assunto é a cor do gato. Esse, inclusive, acaba sendo um dos maiores critérios que os tutores usam na hora de adotar um bichano e, acredite se quiser, isso pode ajudar bastante a entender o comportamento do animal no dia a dia. Nem todo mundo sabe, mas é possível definir a personalidade dos gatos pela cor (ou pelo menos chegar muito próximo disso).

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Linguagem canina: por que seu cachorro vira a cabeça quando você fala com ele?
    Comportamento animal

    Linguagem canina: por que seu cachorro vira a cabeça quando você fala com ele?

    A linguagem corporal canina é tão expressiva que às vezes é possível entender os cães mesmo que eles não falem. Seja qual for a personalidade do cachorro, todos têm um comportamento canino tão revelador que, só de movimentar as orelhas, já dá para perceber o que o pet sente ou quer. Porém, não são apenas os humanos que compreendem a linguagem de cachorro. Já aconteceu de você falar algo com seu cãozinho e ele, imediatamente, virar a cabeça?

    Aprenda como colocar a focinheira de cachorro sem traumatizar o seu amigo

    Uma dica eficaz para associar o produto à algo positivo é utilizar petiscos e outras comidas que o seu cão goste. Você pode começar colocando a focinheira perto do animal com os agrados dentro de onde o focinho dele deve ficar para que ele se sinta motivado a colocar o nariz para alcançar os petiscos. Assim, aos poucos, ele vai começar a entender que aquele acessório não causa nenhum mal. 

    Quando ele já estiver tranquilo quanto a se aproximar do objeto, tente colocar com delicadeza o acessório no focinho do animal. Ainda assim, mostre a ele que a focinheira não o impede de comer e beber e nem cessa os bons momentos, como brincar, passear e até descansar ao lado do dono em um momento de calma. De início, não deixe seu cão com o acessório por um longo tempo, vá colocando e retirando, sempre com palavras de incentivo. Aos poucos, o animal vai entender que a focinheira não é um problema. 

    Focinheira: cachorro de algumas raças obrigados por lei a usar o acessório

    Cães das raças Pitbull e suas variações - como Staffordishire, Bull Terrier, American Bully -, além do Rottweiler, Fila Brasileiro, Doberman e Mastim Napolitano, devem usar a focinheira, pois são considerados como raças de potencial agressivo, segundo a legislação brasileira. 

    A focinheira para Rottweiler é obrigatória, segundo a legislação brasileira
    A focinheira para Rottweiler é obrigatória, segundo a legislação brasileira

    Quando pensamos em um modelo de focinheira, devemos levar em conta o formato do focinho e da boca do cão. Focinheira para Pitbull e focinheira para Rottweiller, por exemplo, devem conseguir prender a boca do animal sem impedir que ele respire e consiga se alimentar, já que essas raças têm um formato de boca mais largo. Por isso, vale uma pesquisa com calma sobre os modelos do produto para achar um que seja ideal para a raça do seu pet. “O melhor modelo é aquele que fique confortável e não impeça que o cão respire e elimine ar quente de forma adequada. Inclusive, algumas guias podem ser adaptadas para criar uma focinheira de forma prática e rápida”, conta Max. Cães braquicefálicos, como PugShih Tzu e as variações do Bulldog, devem usar um modelo diferente dos convencionais por terem o focinho mais curto. 

    Ainda assim, é importante reiterar que todo cachorro, seja ele de pequeno, médio ou grande porte que pode vir a atacar outra pessoa ou pet, tem como recomendação fazer uso do item. Não crie associações negativas para o seu cachorrinho quando for usar o produto. Lembre-se que a focinheira é uma segurança para o próprio animal e uma forma de que ele possa conviver melhor em público. 

    Redação: Júlia Cruz

    Cio de gato: como fica o comportamento da fêmea no período?

    Próxima matéria

    Cio de gato: como fica o comportamento da fêmea no período?

    Seu cachorro só faz necessidades na rua? Veja 5 dicas de um adestrador para o animal fazer xixi e cocô em casa
    xixi

    Seu cachorro só faz necessidades na rua? Veja 5 dicas de um adestrador para o animal fazer xixi e cocô em casa

    Muitos cachorros domésticos são acostumados a fazer suas necessidades apenas na rua. Alguns tutores preferem acostumar os amiguinhos peludos assim por questões de higiene e limpeza e aproveitam para passear com os animais na hora de fazer xixi e cocô. Mas, nesse período de isolamento social e quarentena, pode não ser uma boa ideia levar seu cão para a rua. Uma alternativa para isso é acostumar seu cachorro a fazer as necessidade dentro de casa, em um local selecionado por isso. Para quem não sabe como fazer isso, o Patas da Casa conversou com o Max Pablo, passeador e adestrador de cães, que contou 5 dicas para fazer a adaptação.

    Ração para cachorro: quais os erros mais comuns na hora de alimentar um cãozinho?
    Ração

    Ração para cachorro: quais os erros mais comuns na hora de alimentar um cãozinho?

    É normal cometer alguns erros quando se trata da alimentação do cachorro, principalmente no caso de quem nunca teve um bichinho de estimação antes. Com o tempo e as orientações do veterinário, o tutor geralmente aprende o que o cão pode ou não pode comer, qual melhor ração para cachorro e a quantidade certa de comida que deve ser oferecida para o pet no dia a dia. O perigo é quando esses erros continuam acontecendo, porque isso pode acabar prejudicando a saúde do cachorro futuramente.

    Acessórios para cachorro que facilitam a vida do tutor e ajudam no bem-estar do animal
    Cuidados

    Acessórios para cachorro que facilitam a vida do tutor e ajudam no bem-estar do animal

    Não adianta tentar se convencer do contrário: dar as boas vindas a um cachorro na sua casa é sempre sinônimo de mudanças que devem ocorrer. Além da dinâmica do dia a dia e da necessidade de alimentar e cuidar de mais um ser vivo, é provável que o tutor de primeira viagem seja apresentado a uma série de objetos que não conhecia antes. Existem acessórios para cachorro que são perfeitos para melhorar o bem-estar do animal em diferentes situações e que, ao mesmo tempo, são uma mão na roda para os tutores. Vem ver a lista que nós separamos aqui embaixo!

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão
    Cuidados

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão

    Os cães são animais que, na maior parte do tempo, não gostam de ficar sozinhos - afinal, antes de serem domesticados, eles viviam livres em matilhas. Com a vida urbana, muitos cães acabam não recebendo os estímulos adequados para gastar energia e socializar com outros animais e pessoas. Para auxiliar a vida do tutor, que nem sempre consegue estar perto de seu pet durante o dia, existem muitas alternativas. Uma delas é a creche para cachorro: uma acomodação diária em que você pode deixar seu amigo em um lugar totalmente adaptado para cães.

    Ver Todas >

    Por que cachorro boceja?
    Comportamento animal

    Por que cachorro boceja?

    O bocejo dos cães pode ter diferentes significados, e nem sempre está associado somente ao sono ou cansaço (embora estes também sejam possíveis motivos). Na realidade, é bem comum ver um cachorro bocejando e logo depois virando um poço de alegria e energia. Em alguns casos, o comportamento também pode estar relacionado ao estresse e ansiedade, sendo importante aumentar a observação com seu amigo de quatro patas. 

    Gato-do-deserto: a raça de gato selvagem que fica com tamanho de filhote durante toda a vida
    Comportamento animal

    Gato-do-deserto: a raça de gato selvagem que fica com tamanho de filhote durante toda a vida

    O Gato-do-deserto é uma raça de gato selvagem que vista de longe parece um filhote fofinho. Mas se engana quem pensa que essa pode ser uma raça de gato indefesa e carinhosa como os felinos que estamos acostumados. O nome científico dele é Felis Margarita (também chamado de Gato-da-areia Árabe): uma raça de gatos que se esconde no intenso calor diurno e extremo frio noturno de desertos do Oriente Médio. 

    Gato arrepiado: o que o comportamento significa?
    Comportamento animal

    Gato arrepiado: o que o comportamento significa?

    O pelo de gato exerce uma função importante tanto na proteção do corpo e da pele, como também na linguagem corporal felina. Sim, é isso mesmo: mesmo sem um vocabulário, os bichanos são capazes de expressar sentimentos e vontades com movimentos, posições específicas e até mesmo com o estado da pelagem. Se você já viu um gato arrepiado, deve entender do que estamos falando!

    Como treinar cachorro para frequentar locais pet friendly?
    Comportamento animal

    Como treinar cachorro para frequentar locais pet friendly?

    O termo “pet friendly” nunca esteve tão em alta quanto agora. Todo mundo sabe que os cães são grandes companheiros dos humanos e carregam até o título de melhores amigos. Mas, mesmo fazendo parte da nossa família há tanto tempo, foi recentemente que esses pets conquistaram um “espaço” definitivo nos momentos de lazer dos tutores. É aqui que entra a ideia de pet friendly: hotéis, pousadas, restaurantes, shoppings, mercados e vários outros estabelecimentos hoje em dia recebem os peludos de braços abertos (em alguns cidades, como no Rio de Janeiro, é lei!).

    Ver Todas >