Gato

Esses 6 sinais podem significar que o gato esteja estressado, mas alguns passam despercebidos até pelos tutores mais atentos

Publicado - 21 Maio 2024 - 17h38

Atualizado - 21 Maio 2024 - 17h38

Laura Furtado / Redatora

Jornalista em formação pela Universidade Federal Fluminense (UFF), em Niterói. Desde pequena, sempre tive um amor e carinho especial por todos os animais. Quando completei 6 anos, meus pais me presentearam com um cãozinho da raça Bichon Frisé que chamamos de Billy. Foi o dia mais feliz da minha vida, fiquei horas chorando sem acreditar que ele era meu. Billy viveu 14 anos com a gente, mas virou uma estrelinha em 2019 depois de uma história linda ao nosso lado.

Em 2019, ganhei da minha sogra uma Dachshund, o famoso salsichinha, e desde então minha vida voltou a fazer sentido. Pode parecer clichê, mas nada explica o sentimento de amor e carinho que ter um pet proporciona. Nós decidimos chamar ela de Teteia, e não poderia existir nome melhor pra descrever ela. Teteia significa moça atraente, e a minha Teteia salsicha é realmente a coisa mais linda do mundo, além de ser extremamente carinhosa, companheira e engraçada.

Em 2023, participei de uma entrevista e entrei para o time do Patas da Casa. Fiquei muito feliz, porque sempre tive afinidade e carinho pelos animais, e não há nada melhor do que escrever sobre coisas que a gente ama, né. Me identifiquei de cara com os valores do Patas e sempre considerei o projeto de suma importância para tutores que, assim como eu, buscam se informar para garantir o melhor para os pets. Desde então, cada dia tem sido um aprendizado, e sou muito feliz por fazer parte de um projeto tão especial quanto o Patas.

• Filme com animal preferido: “Marley e Eu”
• Uma raça de cachorro: Vira-lata
• Uma raça de gato: Siamês
• A curiosidade favorita sobre cachorros: Os cães de suporte emocional podem agir como 'terapeutas', ajudando pacientes com ansiedade, depressão, autismo e estresse pós-traumático
• A curiosidade favorita sobre gatos: Os gatinhos tem efeitos positivos na sáude mental e física dos humanos
• Sobre o que mais gosta de escrever no universo pet: Comportamento animal
• Um aprendizado: Adotar cachorro ou gato pode mudar a vida das pessoas e dos animais para melhores, trazendo muito amor e felicidade
• Nome de pet favorito: Larica

Cuidar da saúde física do gatinho é fundamental para garantir o bem estar do animal, mas não se pode esquecer que a saúde mental também exige atenção especial dos tutores. Afinal, um gato estressado pode sofrer como se estivesse doente. É essencial reconhecer os sinais de estresse felino para reverter essa situação. No entanto, alguns sinais de estresse felino são tão sutis que passam despercebidos até pelos tutores mais atentos. Quer saber quais são esses sinais? O Patas da Casa reuniu 6 comportamentos que indicam que seu amigo de quatro patas está precisando de um cuidado a mais com a saúde mental. Vem conferir!

1) Gato se lambendo muito indica compulsão provocada por estresse

A autolimpeza felina - também conhecida como “banho de gato” - é um comportamento natural e saudável dos gatinhos. Eles se lambem para retirar as impurezas que ficam nos pelos, ação que ainda estimula a produção de óleos naturais da pele e deixa a pelagem com aspecto brilhoso e saudável. No entanto, se as lambeduras forem compulsivas a ponto de provocar feridas na pele ou perda de pelo, é hora de ligar o alerta vermelho. Esse é um sinal clássico de que o seu gatinho está estressado ou muito incomodado com algo.

2) O gato fazendo xixi no lugar errado não é um bom sinal

Super higiênicos, os gatos prezam muito por um banheiro limpinho e fazer as necessidades no local correto. Por isso, o gato fazendo xixi errado e fora da caixa de areia é um sinal de que ele esteja estressado. Geralmente esse comportamento acontece após alterações na rotina do felino, seja por mudança de residência ou até da posição da caixinha.

Imagem Quiz:Se seu gato fosse uma comida, qual ele seria?

Se seu gato fosse uma comida, qual ele seria?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

3) Um gato estressado demonstra maior agressividade

A agressividade é outro sinal clássico do gato estressado. Eles tendem a exibir um comportamento mais agressivo, como morder ou arranhar pessoas e outros animais da casa. Esse comportamento pode ser uma resposta defensiva ao sentimento de ameaça ou desconforto que deixou o pet estressado. É uma forma do bichano se “proteger” e se sentir mais seguro.

4) Gato se coçando mais que o normal pode estar estressado

Geralmente, a coceira em gatos acontece quando há presença de pulgas, carrapatos, alergias ou algum corpo estranho na pele. O gato que se coça muito e não apresenta nenhuma dessas condições provavelmente está estressado. Esse sinal ocorre pelo mesmo motivo das lambeduras, indicando que o felino está incomodado com alguma situação.

gato brincando em cima de arranhador vertical
Um ambiente enriquecido é fundamental para melhorar o gato estressado

5) Miados longos e altos são indicativos de estresse no gato

Esse talvez seja o sinal mais difícil de ser identificado pelos tutores, especialmente se ele tiver um gato “falante”. Isso porque alguns bichanos adoram conversar e miam bastante, como é o caso da maioria dos gatos laranjas. Contudo, é preciso um pouco de atenção nesse comportamento, pois miados excessivos podem indicar o gato estressado. O miado de gato alto e longo é uma maneira do felino chamar atenção do tutor e demonstrar desconforto. Então fique atento, pois a vocalização pode ser uma forma do bichano pedir ajuda.

6) Se o gato não quer comer ou está comendo demais, pode ser estresse

Assim como nos humanos, o estresse pode afetar o apetite dos gatos. Quando estão estressados, o corpo do gato libera um hormônio chamado cortisol, que pode provocar o aumento ou diminuição da fome. Isso pode acontecer por duas razões: a primeira é que o estresse causa desconfortos gastrointestinais que reduzem a sensação de fome no animal; já a segunda é o contrário, os gatinhos podem comer mais por sentirem que a comida é a fonte de conforto para o estresse.

O que deixa um gato estressado?

Existem várias situações que podem deixar o gato estressado, e identificar a origem do problema é fundamental para a saúde e bem-estar animal. As principais causas para o estresse nos gatos são as mudanças na rotina, a presença de estranhos no ambiente, deslocamentos e doenças. Contudo, outras situações também podem provocar o surgimento desse sentimento, como ambientes barulhentos, a chegada de um novo animal, falta de estímulos e solidão. Fornecer um ambiente organizado, estável, seguro e enriquecido pode afastar esse sentimento, deixando os gatos felizes e relaxados. 

Cachorro

Qual o significado de sonhar com cachorro atacando?

O significado de sonhar com cachorro é muito variado. Não é possível dizer que isso sempre vai representar algo positivo ou negativo...

Adoção

8 características do Gato de Pelo Curto Inglês (British Shorthair)

Você conhece o gato de Pelo Curto Inglês? Esse é um felino bastante apreciado por gateiros no geral, principalmente por conta da sua...

Cuidados

Quantos anos vive um gato? 5 perguntas e respostas sobre a idade dos gatos

Uma pergunta que, mais cedo ou mais tarde, todo tutor faz é: quantos anos vive um gato? E a verdade é que se o pet receber todos os ...

Cachorro

"Hachiko - Para Sempre": novo filme inspirado na comovente história do leal cachorro japonês chega aos cinemas

Se você é uma daquelas pessoas que amam um bom filme de cachorro, temos uma boa notícia: um novo longa-metragem chegou aos cinemas n...

Cachorro

Qual o significado de sonhar com cachorro atacando?

O significado de sonhar com cachorro é muito variado. Não é possível dizer que isso sempre vai representar algo positivo ou negativo...

Cachorro

Quais são os tipos da doença do carrapato em cachorro? Conheça as características de cada uma

A doença do carrapato em cachorro é um dos maiores temores dos tutores. O que nem todo mundo sabe é que existem diferentes tipos da ...

Cachorro

Como identificar a doença do carrapato em cachorro? Vets recomendam prestar atenção a esses 8 sinais na rotina do pet

A doença do carrapato em cachorro é uma das enfermidades mais perigosas e traiçoeiras que existem no universo canino. Infelizmente, ...

Cachorro

Sarna em cachorro: 5 sinais para identificar a doença de pele e opções de tratamento

A sarna em cachorro é uma das doenças mais conhecidas entre os tutores, mas as características dela ainda geram muitas dúvidas. Prov...

Ver todas