Saúde

É normal cachorro roncar? Em quais casos o ronco precisa de atenção?

Cachorro que ronca: descubra o que pode desencadear o problema na saúde do seu cão
Cachorro que ronca: descubra o que pode desencadear o problema na saúde do seu cão

O sono dos cães é um pouco diferente do nosso: ao invés de dormirem tudo de uma vez só, eles tiram vários cochilos ao longo do dia. Mas ninguém pode negar: ver um doguinho dormindo é uma das coisas mais fofinhas do mundo. O problema é quando nos deparamos com um cachorro que ronca enquanto dorme, o que é comum de acontecer principalmente nas raças braquicefálicas. Mas será que é realmente normal cachorro roncar ou isso pode ser indicativo de algum problema de saúde? Para sanar essa dúvida, conversamos com a médica veterinária Meire Nascimento Lima, do Hospital Vet Popular . Veja o que ela nos contou!

Afinal, é normal cachorro roncar?

Ao encontrar um cachorro que ronca, isso pode parecer até engraçadinho em um primeiro momento e, dependendo no grau do ronco, isso não significa nada além de que o seu bichinho está imerso em um sono profundo. Contudo, a especialista alerta: “Se o ronco for muito alto e persistente, o ideal é procurar um médico veterinário para verificar se não se trata de alguma alteração que deve ser investigada para saber a causa deste ronco”.

Ainda assim, vale destacar que as raças braquicefálicas (como Pug, Bulldog Inglês e Shih Tzu) tem o focinho menor e mais achatado, e é essa anatomia prejudicada do crânio que acaba levando o cachorro a roncar. “Nem todos os cães que apresentam a narina achatada roncam, mas quando isso acontece é considerado normal, desde que o pet não apresente dificuldades para respirar”, explica. Por isso, se você ver um Pug roncando, geralmente isso não é sinal de preocupação, mas se houver qualquer suspeita de que o cãozinho não consegue respirar direito, é importante investigar.

Cachorro roncando pode ser sinal de obstrução nasal em alguns casos

A melhor maneira de saber se tem algo de errado com o seu amigo de quatro patas é observando o comportamento dele. Conforme a médica veterinária indica, se o pet roncar e apresentar dificuldades para respirar, alterações de coloração mais arroxeadas na língua e até quadros de desmaio, esses podem ser sinais de que o cachorro precisa de ajuda. “Nesse caso, o ideal é levá-lo para uma consulta com um profissional para que ele possa ser examinado e fazer os exames necessários para descartar algumas patologias que podem obstruir a passagem do ar”, orienta.

De acordo com a especialista, as principais causas podem estar relacionadas a uma obstrução das narinas devido a entrada de pequenos objetos na cavidade nasal (denominados de corpo estranho). Além disso, outras situações que podem acontecer é que a obstrução pode estar relacionada à secreção espessa (normalmente relacionada a agentes respiratórios), ou até mesmo a tumores nas cavidades nasais.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

question quiz stamp

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

Question Header Background
question quiz stamp

As crises alérgicas costumam acontecer:

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Question Header Background
question quiz stamp

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Question Header Background
question quiz stamp

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

Question Header Background
question quiz stamp

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

Question Header Background

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Pug roncando: embora seja normal nos cães braquicefálicos, é importante ficar atento a sinais como falta de ar
    Pug roncando: embora seja normal nos cães braquicefálicos, é importante ficar atento a sinais como falta de ar

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Cachorro que ronca: obesidade canina e alergias também podem estar relacionadas ao problema

    Além de possíveis obstruções nasais, outra possível causa para um cachorro que ronca é a obesidade. “As disfunções são provocadas pelo acúmulo de gordura que se instala em algumas regiões, como a região cervical (pescoço), e, consequentemente, reduz o diâmetro da traqueia impedindo a entrada com ar com facilidade”, justifica Meire. Dessa forma, pacientes obesos apresentam roncos frequentes e podem até mesmo sofrer com certas complicações, como falta de ar ou síncope (desmaios).

    Vale destacar também que, em alguns casos, não se pode descartar a hipótese de alergias. “A rinite é caracterizada por uma inflamação nas vias superiores e nos tecidos da cavidade nasal, o que aumenta a produção de muco causando obstrução parcial das narinas”, conta.  No entanto, é importante ter em mente que as causas inflamatórias nem sempre são apenas alérgicas, e também podem ser desencadeadas por outros agentes, como bactérias, vírus e fungos.

    Cachorro respira roncando? Veja outros sinais de alerta para essa situação!

    Se o ronco está cada vez mais presente no sono do seu pet, é necessário verificar se não tem nenhuma outra causa para isso. Segundo Meire,  medicações analgésicas ou relaxantes musculares podem trazer um relaxamento muscular que ocasiona o ronco. Por isso, se seu amigo de quatro patas está tomando algum desses remédios, essa pode ser a causa para o cachorro que ronca. Fora isso, a médica veterinária revela que problemas dentários relacionados a infecções graves ou outros problemas como crescimento de massa na cavidade oral e neoplasias podem estar relacionadas ao aparecimento do ronco.

    “Fumaças também ser um motivo para o cachorro que ronca, e na maioria das vezes está relacionado a tutores fumantes, onde o animal é fumante passivo, tendo como agravante crônico asma, bronquite e outras doenças pulmonares, além do ronco persistente”, alerta.

    Redação: Juliana Melo

    Gato obeso: como saber se o seu pet está acima do peso?

    Próxima matéria

    Gato obeso: como saber se o seu pet está acima do peso?

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana
    Grandes

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana

    Um dos cãezinhos mais surpreendentes é o Cane Corso. Embora ele não seja tão popular quanto outras raças de cachorro grande, como o Labrador e o Golden Retriever, o Cane Corso é dono de um enorme coração e tem uma personalidade incrível. Algumas pessoas podem até se intimidar com o tamanho e a postura imponente do doguinho, mas só quem convive com um Cane Corso sabe como estes cães são adoráveis e carinhosos.

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno

    Para quem procura por raças de cachorro pequeno, o Pequinês pode ser a companhia perfeita. Além de se adaptar muito bem a apartamentos e outros espaços reduzidos, esse pequeno cãozinho é dotado de uma personalidade carinhosa, amigável e extremamente leal aos seus humanos. Apesar da baixa estatura, o cachorro Pequinês também é super corajoso, e uma das maiores provas de que tamanho não é documento. 

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande

    Você já ouviu falar no Dogo Argentino? Essa é uma raça de cachorro que teve origem em um país vizinho ao nosso, a Argentina. Embora pareçam sérios, os cães desta raça são uns amores e têm tudo para te conquistar, principalmente se o que você procura é um amigo de quatro patas bem leal e parceiro. Mas antes de comprar ou adotar um cachorro desta raça, que tal conhecê-lo um pouco mais a fundo? 

    Tudo que você precisa saber sobre a cama para cachorro: tamanhos, tipos, conforto e até como fazer em casa
    Cachorro

    Tudo que você precisa saber sobre a cama para cachorro: tamanhos, tipos, conforto e até como fazer em casa

    A cama para cachorro é um acessório indispensável na rotina dos doguinhos. Afinal, assim como nós, os nossos amigos de quatro patas também precisam de um lugar para dormir, certo? No entanto, antes de decidir comprar a cama do cachorro, muitos tutores se sentem inseguros ou com dúvidas sobre qual é a melhor opção para acomodar os cães. São tantos modelos diferentes e inovadores no mercado que realmente fica difícil saber qual vai agradar mais o pet.

    Ver Todas >

    Lúpus canino: como a doença autoimune em cães se desenvolve e quais as raças mais afetadas?
    Saúde animal

    Lúpus canino: como a doença autoimune em cães se desenvolve e quais as raças mais afetadas?

    Uma doença conhecida entre os humanos que também atinge os nossos amigos de quatro patas é o lúpus em cachorro. Essa doença autoimune em cães acontece quando células saudáveis do organismo atacam a si mesmas, deixando o sistema imunológico canino fragilizado e propenso a contrair diversos problemas de saúde. O lúpus canino não é muito conhecido e nem sempre é fácil detectar os sintomas clínicos.

    Sarcoma de aplicação em felinos: veterinária tira todas as dúvidas sobre esse tipo de tumor em gatos
    Saúde animal

    Sarcoma de aplicação em felinos: veterinária tira todas as dúvidas sobre esse tipo de tumor em gatos

    O sarcoma de aplicação em felinos é um tipo de tumor de pele bastante preocupante e que precisa de muita atenção. Embora não se saiba ao certo qual a causa do problema, o sarcoma de aplicação pode afetar significativamente a saúde do gato e por isso é importante observar qualquer alteração no corpo do animal, especialmente se houver reações inflamatórias em forma de nódulos.

    Bexiga do gato: tudo que você precisa saber sobre o trato urinário inferior dos felinos
    Saúde animal

    Bexiga do gato: tudo que você precisa saber sobre o trato urinário inferior dos felinos

    A infecção urinária em gatos é um problema muito comum. A bexiga do gato é um dos órgãos mais atingidos por infecções que são capazes de debilitar todo o sistema excretor. Esse órgão com habilidade de expandir seu tamanho é fundamental no bom funcionamento do organismo de um gato, sendo um dos principais responsáveis pela eliminação da urina. Mas você sabe onde fica a bexiga do gato? Ou qual é sua função? E você tem ideia de que doenças mais afetam essa região?

    Síndrome de Wobbler: entenda mais sobre a doença que afeta raças de cachorros grandes
    Saúde animal

    Síndrome de Wobbler: entenda mais sobre a doença que afeta raças de cachorros grandes

    A síndrome de wobbler é uma doença que afeta principalmente raças de cachorro de grande porte. Ela atinge as vértebras e a medula espinhal do cachorro, desencadeando problemas neurológicos e de locomoção. O tratamento precisa ser o mais rápido possível, pois a síndrome de wobbler pode avançar para estágios mais graves e trazer consequências sérias ao animal. .

    Ver Todas >