close
Saúde

De quanto em quanto tempo preciso levar meu cachorro no veterinário?

Atualizado · 05 de junho de 2020 · 14h30

Publicado · 24/01/2020 · 19h54

Mantenha as visitas ao veterinário de cachorro frequentes para acompanhar a saúde dele
Mantenha as visitas ao veterinário de cachorro frequentes para acompanhar a saúde dele

Por mais que sejam facilmente esquecidas pelos pais de pet de primeira viagem, as visitas frequentes ao veterinário de cachorro são essenciais para o acompanhamento da saúde do seu amigo em todas as fases da vida. Mesmo quando ele não estiver apresentando sintomas de nenhuma doença, os check-ups são necessários. A dúvida que fica depois que você descobre isso é a seguinte: de quanto em quanto tempo essas consultas devem acontecer? Para te ajudar a resolver esse problema, nós separamos aqui embaixo tudo o que você precisa saber sobre as visitas frequentes ao veterinário. Dá uma olhada! 

A necessidade de idas ao veterinário de cachorro varia de acordo com a fase da vida do animal

Considerando um cachorro que é saudável, determinar o intervalo entre as consultas é algo que você faz de acordo com a faixa etária. Os filhotes, por exemplo, que ainda estão recebendo as primeiras doses de vacina para cachorro precisam ver o veterinário com uma frequência maior do que os adultos. Esses últimos, por sua vez, têm visitas mais espaçadas do que os idosos. Veja, aqui embaixo, de quanto em quanto tempo essas consultas devem acontecer:

  • Filhotes de cachorro (até um ano de idade): no início da vida, seu cachorro vai precisar de visitas mensais ao veterinário;

  • Cães adultos (entre um e sete anos): na fase adulta, consultas anuais são suficientes no caso de cães saudáveis;

  • Cachorros idosos (a partir dos sete anos de idade): o amigo que está com você há mais tempo, assim como o filhote, tem a saúde frágil e precisa ser consultado de seis em seis meses. 

Essa frequência pode ser facilmente alterada no caso de animais com doenças crônicas, que o acompanham durante toda a vida. Quando isso acontecer, assim que a condição de saúde for descoberta, você vai precisar combinar com o veterinário uma frequência personalizada de consultas de acordo com a necessidade do seu amigo.

Qual raça de gato você é?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

O que você mais gosta de fazer nos momentos de lazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Se você pudesse se descrever com uma palavra, quais das opções a seguir escolheria?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Alguém te chamou para sair para um lugar inusitado, o que você pensa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica depois de dormir pouco na noite anterior?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você viajou e se perdeu em uma cidade que não conhece muito: o que passa pela sua cabeça?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Quais dessas características você procuraria em um pet?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

O que seus amigos próximos pensam sobre você?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você gosta de curtir as férias?

Question Header Background

Sua personalidade aventureira combina com o Bobtail Japonês! Você é divertido assim como o gato Siamês! Sua personalidade ranzinza combina com o gato Maine Coon! Você é preguiçoso como um gatinho Persa!
    A frequência de visitas do seu amigo ao veterinário varia com a fase de vida dele
    A frequência de visitas do seu amigo ao veterinário varia com a fase de vida dele

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    O que o veterinário faz nas consultas de rotina? 

    Muitos tutores costumam pular as consultas de rotina porque, aparentemente, o animal está bem e não apresentou nenhum sintoma diferente. Mas, ainda assim, existem doenças e condições de saúde que passam despercebidas por olhos não treinados e podem ser facilmente identificadas pelo profissional que examinar o cachorro numa dessas visitas. Só isso já é motivo suficiente para manter as idas ao consultório dentro da frequência ideal. 

    No caso dos filhotes, os quatro primeiros meses de consultas são marcados pelas doses de vacina para cachorro (aquelas que impedem os passeios enquanto a imunização não estiver completa). Além disso, o desenvolvimento do seu filhote também é acompanhado: ele é pesado, medido e examinado para que você e o profissional tenham certeza de que está correndo tudo bem no processo. Isso é muito importante, já que o progresso dessa fase vai interferir no resto da vida do seu cachorrinho. 

    Para os adultos, as consultas são a oportunidade ideal para o reforço da vacinação, para a aplicação de vacinas não obrigatórias, e para os mesmos exames de rotina quando não houver nada fora do comum acontecendo. Com os idosos, por sua vez, os veterinários procuram por sintomas de doenças comuns a animais com a idade avançada, como artrite, artrose, cegueira, entre outras. Para isso, ele pode pedir exames mais complexos, como radiografias, ultrassom e exames de sangue. Caso algo esteja errado, o quanto antes o problema for diagnosticado, mais simples é o tratamento. Não espere os sintomas aparecerem para buscar ajuda! 

    Em quais casos é necessário levar o cachorro ao veterinário imediatamente?

    Mesmo que o seu cachorro seja saudável, de vez em quando alguns sintomas fora do comum devem chamar a sua atenção e necessitam de atendimento veterinário o quanto antes. Encontrar o cachorro com febre, por exemplo, deve sempre ligar um sinal de alerta na sua cabeça: o aumento da temperatura corporal costuma indicar alguma inflamação no corpo dele. Quando o cachorro não quer comer e recusa a ração e a água por mais de um dia, você também precisa providenciar a visita ao profissional o quanto antes para que ele receba a suplementação venosa e não fique desidratado. Casos de intoxicação, envenenamento, machucados graves, vômitos frequentes e com a coloração fora do comum também são urgentes. Mesmo que você consiga oferecer os primeiros socorros, a ida ao hospital veterinário é necessária.

    Redação: Ariel Cristina Borges

    Dente de gato: como preservar a saúde bucal do seu felino?

    Próxima matéria

    Dente de gato: como preservar a saúde bucal do seu felino?

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro
    Grandes

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro

    O Galgo Afegão, também chamado de Afghan Hound, é um cachorro originário do Oriente Médio com aparência exótica e charmosa, difícil de passar despercebido. O que poucas pessoas sabem é que, por trás da postura elegante e independente do cão Afegão, existe um ótimo companheiro de quatro patas, cheio de energia para gastar e amor para dar. Mas o que é necessário saber sobre essa raça de cachorro antes de comprar ou adotar um exemplar? Como é a personalidade do Afghan Hound e que cuidados são necessários com o cãozinho? 

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana
    Grandes

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana

    Um dos cãezinhos mais surpreendentes é o Cane Corso. Embora ele não seja tão popular quanto outras raças de cachorro grande, como o Labrador e o Golden Retriever, o Cane Corso é dono de um enorme coração e tem uma personalidade incrível. Algumas pessoas podem até se intimidar com o tamanho e a postura imponente do doguinho, mas só quem convive com um Cane Corso sabe como estes cães são adoráveis e carinhosos.

    Quanto custa manter um cachorro? Um guia completo com a média de gastos mensais com um cão
    Adoção

    Quanto custa manter um cachorro? Um guia completo com a média de gastos mensais com um cão

    Ter um cachorro em casa é uma experiência incrível para mães e pais de pet, mas os momentos de alegria vêm acompanhados de muitas responsabilidades… e gastos (muitos gastos). Ração, vacina, brinquedos, remédios e veterinário são os principais custos que você precisa ter frequentemente com o animal. É justamente por isso que, antes de comprar ou adotar um pet, é preciso pensar nos gastos que isso vai demandar - e que devem entrar no orçamento da família. Para te ajudar a bater o martelo e decidir se consegue ou não arcar com um amigo de quatro patas, montamos um guia completo com uma média dos gastos que você provavelmente terá. Chega mais!

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno

    Para quem procura por raças de cachorro pequeno, o Pequinês pode ser a companhia perfeita. Além de se adaptar muito bem a apartamentos e outros espaços reduzidos, esse pequeno cãozinho é dotado de uma personalidade carinhosa, amigável e extremamente leal aos seus humanos. Apesar da baixa estatura, o cachorro Pequinês também é super corajoso, e uma das maiores provas de que tamanho não é documento. 

    Ver Todas >

    Giárdia canina: como funciona a vacina contra a doença?
    Saúde animal

    Giárdia canina: como funciona a vacina contra a doença?

    A giárdia canina é uma doença infecciosa causada por um protozoário que pode acometer cães, gatos e seres humanos. Essa zoonose ocorre quando o cachorro ingere cistos do protozoário, que podem estar presentes na água e alimentos. Além disso, como os cachorrinhos são animais que usam a boca para diversas funcionalidades, é possível que o pet colete o parasita lambendo um brinquedo, bebendo água de uma poça ou mastigando algum objeto. Ficar de olho em como prevenir a doença é muito importante, visto que a giárdia em cães é transmitida para outros animais com facilidade. 

    Sarna em gatos: o que é e o que fazer?
    Saúde animal

    Sarna em gatos: o que é e o que fazer?

    A sarna em gatos é um dos problemas de pele mais comuns que podem afetar o bichano. Causada por ácaros que ficam na pelagem dos felinos, a doença também pode acometer cachorros e até mesmo humanos. O gato com sarna sofre bastante com coceiras e problemas na pele. Felizmente, existe tratamento de sarna em gatos capaz de eliminar os parasitas e garantir conforto ao peludo. 

    Tosse de cachorro: o que pode ser?
    Saúde animal

    Tosse de cachorro: o que pode ser?

    O cachorro com tosse é algo que pode assustar muitos tutores, principalmente quando acontece de forma recorrente e não tem um motivo aparente. O sintoma indica algum incômodo no sistema respiratório canino e pode estar associado a diferentes causas que variam desde problemas mais simples, como um engasgo na hora de comer, até algo mais sério, como doenças cardíacas e vermes pulmonares.

    O que o anticoncepcional para gatos pode causar?
    Saúde animal

    O que o anticoncepcional para gatos pode causar?

    O anticoncepcional para gatos é usado por muitos tutores como alternativa à castração. A injeção é vista por muitas pessoas como um método mais barato e menos invasivo de impedir o cio de gata. Mas é comum surgir a dúvida sobre o anticoncepcional para gatos: quando aplicar é recomendado? A verdade é que o anticoncepcional para gatas traz muitos problemas à saúde e nunca é a solução para o cio de gato. O Patas da Casa te explica quais os perigos da injeção anticoncepcional para gatos e porque a castração é a melhor opção. Confira!

    Ver Todas >