Saúde

Convulsão em gatos: descubra as causas e o que fazer na hora

Convulsão em gatos: saiba o que fazer pelo bichano nessa situação
Convulsão em gatos: saiba o que fazer pelo bichano nessa situação

Em qualquer situação de emergência com seu gato, saber como reagir rapidamente e buscar ajuda imediata é essencial para salvar o animal. A convulsão em gatos é algo que pode assustar muito os tutores, principalmente se for a primeira vez. O gato com convulsão não costuma ser um quadro comum e geralmente a complicação ocorre como sintoma de outra condição. Para tirar todas as dúvidas sobre o assunto, o Patas da Casa conversou com Débora Silva Gondim Mannarino, docente de Medicina Veterinária da Faculdade Anhanguera. Confira e descubra como ajudar o gato convulsionando!

O que pode causar convulsão em gatos?

A convulsão em gatos ocorre quando as neuronas - que são responsáveis por carregar impulsos elétricos pelo do sistema nervoso - recebem um estímulo maior do que o normal, resultando em descargas elétricas incomuns no cérebro do animal. “Venenos, plantas tóxicas, alguns medicamentos que não são capazes de metabolizar, tumores centrais, doenças degenerativas e situações que causem muito stress são algumas das causas para ocasionar o gato com convulsão”, afirma a veterinária Débora. O quadro ainda pode ser provocado pela presença de certos parasitas, deficiência de tiamina, leucemia felina, doenças de origem metabólica, raiva, imunodeficiência felina, traumatismos na cabeça, doenças de origem metabólica e infecciosas.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

As crises alérgicas costumam acontecer:

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    A convulsão em gatos é um problema sério e que precisa de atendimento médico imediatamente após a crise
    A convulsão em gatos é um problema sério e que precisa de atendimento médico imediatamente após a crise

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Gato convulsionando: como identificar?

    A convulsão nos felinos pode acontecer de diferentes formas. Em alguns casos, os sinais são bastante evidentes, já em outros pode ser mais difícil detectar. O sintomas mais comuns são:

    • corpo rígido;
    • movimento descontrolado das patas;
    • perda de consciência;
    • mastigação descontrolada;
    • salivação excessiva;
    • queda do animal;
    • descontrole da micção e defecação.

    “O quadro clássico é sialorréia (quando um paciente é diagnosticado com sialorréia, ele apresenta uma produção excessiva de saliva, bem acima do normal que é de cerca de 500 ml a 2 litros por dia), perda da consciência e descontrole do xixi e cocô. Mas nem sempre é esse o quadro. Às vezes ocorre apenas perda discreta da consciência”, explica a especialista.

    Geralmente, a crise dura de dois a três minutos e é necessário que os tutores fiquem atentos aos sintomas, pois a convulsão em gatos pode matar. "Dependendo da intensidade do estímulo, a lesão cerebral pode ser irreversível e levar o animal a óbito", esclarece Débora. É importante também que a convulsão não seja confundida com a epilepsia em gatos, pois diferente do outro problema, a convulsão não ocorre por si só e é consequência de outras condições de saúde.

    Convulsão: gato pode ser auxiliado pelo tutor durante a complicação?

    É sempre necessário que o tutor esteja preparado e saiba o que fazer com o gato com convulsão. As principais recomendações são: manter a calma, diminuir a luz no ambiente e deixar o gato em um cômodo calmo e silencioso. Além disso, nunca tente dar água, comida ou automedicar o pet durante a crise.

    “A indicação é levar com urgência ao veterinário, pois é um caso de emergência em que o animal corre risco de morte se permanecer em casa. Na hora da convulsão, tentar não agitar o animal. Segure-o de forma firme e aconchegante nos braços. É bom evitar ao máximo qualquer manipulação para não estressar o animalzinho. É importante que logo em seguida a esses “primeiros socorros” o animal seja levado em uma clínica veterinária pra realizar exames e análise clínica”, indica a profissional.

    Redação: Hyago Bandeira.

    Quais as doenças mais comuns que atingem o sistema digestivo do cachorro?

    Próxima matéria

    Quais as doenças mais comuns que atingem o sistema digestivo do cachorro?

    Cães e gatos pretos: por que eles são mais rejeitados na hora da adoção?
    Histórias reais

    Cães e gatos pretos: por que eles são mais rejeitados na hora da adoção?

    Na hora de adotar um pet, muita gente nem imagina a dificuldade que é conseguir arranjar uma família para os bichinhos de pelagem mais escura. Seja um gato preto filho ou um cachorro preto grande: eles raramente são escolhidos pelos adotantes. Mas por que isso acontece, afinal? Pesquisas feitas pela ASPCA, American Society for the Prevention of Cruelty to Animals, revelam pelo menos dois motivos para que os animais de cor preta sejam mais rejeitados na hora da adoção: a Síndrome do Grande Cachorro Preto e a ideia de que o gato preto está ligado a superstições.

    Gato vomitando: veja as possíveis causas do vômito e saiba o que fazer!
    Vômito

    Gato vomitando: veja as possíveis causas do vômito e saiba o que fazer!

    O gato vomitando não é motivo para desespero! Quem tem um felino para chamar de seu sabe que não é nada raro encontrar um vômito de gato espalhado pela casa, né? Felizmente, na maioria das vezes, a surpresinha desagradável pode estar associada a causas bem corriqueiras, tipo a bola de pelos ou uma simples regurgitação. Mesmo assim, é muito importante ficar atento ao comportamento do gato e se certificar de que o problema não é resultado de algo mais grave.

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)
    Raças

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)

    O Khao Manee tem um grande potencial para ser um dos grandes queridinhos entre os apaixonados por gatos. Com olhos de cores marcantes e pelo branquinho, o felino desta raça possui uma aparência rara que chama atenção e é uma ótima companhia para qualquer família. De origem tailandesa, esse gatinho é super amigável e ama estar ao lado dos seus humanos - e até mesmo de outros animais. Para conhecer mais a fundo o gato Khao Manee, o Patas da Casa separou as principais informações sobre esse bichano incrível. Dá uma olhada!

    Ragamuffin: características, temperamento, cuidados... conheça essa raça de gato que tem a pelagem longa
    Raças

    Ragamuffin: características, temperamento, cuidados... conheça essa raça de gato que tem a pelagem longa

    O Ragamuffin é uma raça de gato muito amável e carinhosa. Não muito conhecido no Brasil, o gato ragamuffin se originou a partir do cruzamento com felinos da raça Ragdoll. É considerado um gato gigante e pode chegar até os 9kg. O "Ragamuffin cat" pode ter a pelagem e olhos de diferentes cores. Uma característica marcante é o jeito brincalhão e o fato de amar colo. O Ragamuffin é ideal para famílias com crianças e outros animais.

    Ver Todas >

    Anticoncepcional para gatos: veterinária aponta os perigos da vacina para cio de gato
    Saúde animal

    Anticoncepcional para gatos: veterinária aponta os perigos da vacina para cio de gato

    Já parou para pensar como ocorre o cruzamento entre os gatos? Os machos sempre estão dispostos a acasalar, mas as fêmeas precisam estar no período do cio para aceitar a aproximação. O primeiro cio costuma ocorrer quando o animal atinge a puberdade, que normalmente é entre o 8º e o 10º mês de vida. Esse costuma ser um período bastante delicado para todos, que precisam já que a gata passa por uma grande carga de estresse. 

    Saúde animal

    "Meu cachorro tem muita fome": quando a fome em excesso passa a ser uma compulsão alimentar?

    Quando se trata da alimentação do cachorro, normalmente a situação que mais aflige os tutores é quando o animal não quer comer ração. Contudo, é importante ter muita atenção se o comportamento do seu amigo for o contrário disso, porque às vezes o cachorro comendo muito é um sinal de compulsão alimentar - o que pode trazer prejuízos para a saúde do pet a longo prazo. 

    6 cuidados com gatos para evitar vômitos e diarreia
    Saúde animal

    6 cuidados com gatos para evitar vômitos e diarreia

    O vômito e diarreia em gatos são condições que sempre ligam o alerta nos tutores. Geralmente sintoma de algum outro problema de saúde, o gato vomitando ou com diarreia pode representar tanto uma reação natural do organismo felino quanto uma doença mais grave. O sistema digestivo do gato é sensível e pode ser afetado por uma simples alteração na alimentação. 

    Quais são as raças de gato mais propensas à obesidade felina?
    Saúde animal

    Quais são as raças de gato mais propensas à obesidade felina?

    A obesidade em gatos é um problema que precisa de atenção. Geralmente, o quadro não está relacionado à predisposição genética, mas alguns fatores contribuem para o aumento de peso nos felinos. A falta de exercícios físicos e uma alimentação inadequada, por exemplo, são hábitos que podem levar à obesidade. Então se o seu gatinho é muito preguiçoso ou não tem acesso a todos os nutrientes que precisa, é bem provável que ele se torne um gato obeso. 

    Ver Todas >