Comportamento

Comportamento felino: entenda de uma vez por todas como funciona o equilíbrio dos gatos

O bigode de gato é uma das partes do corpo responsável por garantir o equilíbrio felino
O bigode de gato é uma das partes do corpo responsável por garantir o equilíbrio felino

O equilíbrio dos gatos tem um funcionamento intrigante. Todo mundo já deve ter ouvido falar que o gato sempre cai em pé, por exemplo. Mas por que isso acontece? Como a anatomia dos gatos permite isso? Os saltos de lugares altos, por exemplo, é uma cena típica do comportamento felino, só que o que poucos sabem é que tanto o equilíbrio quanto às quedas “em pé” só são possíveis graças a algumas partes do corpo do animal, como o bigode de gato e a coluna. Se você não sabe para que serve o bigode do gato e nunca se parou para pensar como as patas, garras e rabo interferem no equilíbrio dele, chegou o momento de descobrir. 

Como o bigode do gato interfere no equilíbrio dele?

“O que acontece se cortar o bigode do gato?” é uma pergunta que levanta muita curiosidade por aí. Mas antes de tentar descobrir por conta própria quais são as consequências desse ato, é importante entender o motivo para não cortar o bigode dos felinos de jeito nenhum. Por mais que o bigode de gato não tenha nervo (o que significa que cortá-lo não vai necessariamente machucar seu amigo), interferir nessa parte do corpo dos felinos é algo que compromete (e muito) o equilíbrio deles.

O bigode do gato (que na verdade se chama vibrissas) nada mais é do que uma espécie de “sensor” de ambiente, que ajuda o bichano a ter uma maior noção espacial. É ele um dos responsáveis pelo gato conseguir determinar a distância entre as coisas. Sem as vibrissas, o animal pode ficar um pouco perdido e perder total ou parcialmente a noção de equilíbrio também. Sendo assim, o bichano fica impossibilitado de saltar como antes e até mesmo de andar sem esbarrar nas coisas.

Descubra se você é um cachorro ou um gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

No fim de semana, você é o amigo que...?

As férias estão chegando! Vai viajar?

Chegou a hora de escolher a comida! Quem é você?

Que música você escolhe para arrasar no karaokê?

E sobre seus cuidados de beleza?

Vai ficar em casa com o mozão? Você prefere:

Ihhh, você recebeu uma crítica no trabalho… Como reage?

Você é um cachorro! Você é um gato! Você é um gatorro!
    A pata de gato (especialmente as traseiras) garante o impulso dos saltos
    A pata de gato (especialmente as traseiras) garante o impulso dos saltos

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia
    Comportamento animal

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia

    Manter a frequência de passeios no dia a dia do seu amigo de quatro patas é algo necessário para todas as raças de cachorro. Além dos benefícios que a socialização desses momentos traz, para muitos animais, essa caminhada é atividade física suficiente para o gasto de energia diário. Raças mais preguiçosas, que só devem se movimentar para manter a saúde, não precisam de muito tempo dedicado a essa área, mas nem todas são assim: para equilibrar, existem algumas raças de cachorro têm energia de sobra. Pensando no bem da saúde do seu animal e buscando evitar que ele desconte essa disposição acumulada em outras partes da casa, nós separamos algumas raças que precisam de agitação para ficar bem no dia a dia. Dá uma olhada!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Amor de gato: 10 formas do seu bichano dizer que você é muito importante para ele
    Comportamento animal

    Amor de gato: 10 formas do seu bichano dizer que você é muito importante para ele

    Se você tem um felino em casa, com certeza já deve ter se questionado como saber se seu gato te ama. Pelo fato dos felinos serem muito reservados, e às vezes independentes, fica mais difícil decifrar o amor de gato - diferente dos cães, que expressam isso de um jeito eufórico e quase exagerado. Os bichanos demonstram afeto pelos humanos de um jeito delicado e único, com atitudes que podem até passar despercebidas.

    Pata de gato e garras ajudam na locomoção e garantem a segurança do equilíbrio

    Tão essenciais quanto o bigode, a pata e a unha de gato também desempenham uma função importante no equilíbrio dos felinos. Além de serem responsáveis pelo deslocamento, são as garras que ajudam a manter a segurança deles durante as escaladas, caminhadas ou até mesmo quando eles decidem ficar parados em cima de um muro. Então, pode-se dizer que a pata de gato sustenta alguns desses movimentos e é o que propicia ainda mais o equilíbrio dele em diversas situações.

    E não para por aí: o gato possui uma estrutura muscular complexa e flexível, principalmente nas patas traseiras, com um mecanismo semelhante a uma mola (que estica e se contrai com facilidade), que é o que permite que ele tenha mais impulso para saltos mais altos. Tanto é que os felinos podem saltar até 7 vezes sua própria altura. 

    Orelha e rabo de gato são partes essenciais para auxiliar no direcionamento do animal

    Se você reparar bem, sempre que um gatinho vai mudar de direção, o rabo dele indica esse movimento. É porque o rabo de gato também é uma estrutura que ajuda os gatos a se “localizarem” melhor no ambiente. Além disso, a orelha de gato também é outra região importante, porque nela contém um fluido que permite que o gato saiba em que posição ele se encontra: em pé, deitado, de cabeça para baixo. Inclusive, é por causa desse fluido que os felinos têm uma facilidade maior para cair em pé, já que eles percebem que a posição deles está errada e geralmente são capazes de corrigir isso antes de atingirem o chão. Mas, claro, eles precisam de uma altura mínima para conseguirem ter o tempo necessário de “virarem”, que é 30 cm. Acima disso, o gato sempre cai em pé.

    Redação: Juliana Melo

     

    Cachorro feliz: veja em infográfico as coisas que mais despertam os hormônios da felicidade no seu pet

    Próxima matéria

    Cachorro feliz: veja em infográfico as coisas que mais despertam os hormônios da felicidade no seu pet

    Comportamento dos gatos: felinos ficam irritados com seus humanos o tempo todo em casa?
    Comportamento

    Comportamento dos gatos: felinos ficam irritados com seus humanos o tempo todo em casa?

    Como seu gato está lidando com a quarentena? Observou o gato estressado ou meio tristinho? Entender o comportamento dos gatos parece uma tarefa impossível de vez em quando, mas na quarentena, isso pode acabar se tornando um problema. Alguns tutores têm observado uma mudança de comportamento felino nesse período de isolamento social. Veja o que eles contaram!

    Pancreatite em gatos: entenda mais sobre a doença que atinge os felinos
    Saúde

    Pancreatite em gatos: entenda mais sobre a doença que atinge os felinos

    Uma das doenças gastrointestinais mais sérias e conhecidas entre os humanos também possui a sua versão no universo felino: a pancreatite em gatos tem uma ação bastante similar no corpo dos nossos bichanos e também precisa de tratamento imediato para não causar danos à saúde do gato. É claro que isso se torna motivo de preocupação para os gateiros, mas não se assuste! A pancreatite felina tem tratamento e é possível diminuir o avanço da doença com alguns cuidados simples. 

    Insuficiência renal em gatos: veterinária tira todas as dúvidas sobre essa doença grave que atinge os felinos!
    Saúde

    Insuficiência renal em gatos: veterinária tira todas as dúvidas sobre essa doença grave que atinge os felinos!

    A insuficiência renal em gatos é uma doença que pode ser muito comum quando falamos de felinos. Sem cura, o problema precisa de acompanhamento constante e cuidados especiais para evitar complicações. Apesar de ser uma doença grave, o gato com problema renal pode ter qualidade de vida. Para tirar as dúvidas sobre a insuficiência renal em gatos, o Patas da Casa conversou com a médica veterinária Débora Nunes, do Rio de Janeiro. Vem conferir!

    Gato Angorá: conheça todas as características da raça!
    Raças

    Gato Angorá: conheça todas as características da raça!

    Pelagem branca, olhos claros, orelhas grandes e pontiagudas: essas são as características mais comuns do gato Angorá. A raça é muito antiga e esbanja beleza por onde passa. De origem turca, hoje em dia é até raro encontrar por aí um felino dessa raça - os Angorás chegaram até a ser considerados extintos depois da Segunda Guerra Mundial. A elegância desse gatinho tem tudo a ver com a sua personalidade: muito sociável, o gato Angorá é uma ótima companhia e ama um bom carinho. Para conhecer mais sobre essa raça, preparamos um material com as principais informações sobre ela, desde curiosidades até os principais cuidados com a saúde. Chega mais!

    Ver Todas >

    Como encontrar um cachorro perdido? Veja as dicas de quem passou pela experiência
    Comportamento animal

    Como encontrar um cachorro perdido? Veja as dicas de quem passou pela experiência

    Um cachorro desaparecido tem chances de ser encontrado, principalmente se estiver com uma coleira de identificação e os tutores agirem imediatamente na busca. Os cães são animais ágeis e a fuga é uma situação que pode ocorrer por diferentes motivos - em viagens, passeios ou até com aquela porta entreaberta ao receber uma visita. Foi o que aconteceu com o cãozinho Caju, que fugiu depois da família se envolver em um acidente de carro na região de Curitiba.

    Pode passear com cachorro nos dias de muito calor? Qual a melhor forma de fazer isso?
    Comportamento animal

    Pode passear com cachorro nos dias de muito calor? Qual a melhor forma de fazer isso?

    Passear com cachorro é um momento que estreita laços e ainda faz bem para a saúde, tanto do animal quanto do tutor. Cães precisam de exercícios na rotina para gastar energia e evitar quadros de estresse e ansiedade. Apesar de ser um momento muito prazeroso e necessário, é preciso ter cuidado com a saúde e a segurança do seu animal, principalmente nos dias de muito calor. 

    Gato na janela: veja acessórios e produtos que deixam a experiência do bichano mais segura e confortável
    Comportamento animal

    Gato na janela: veja acessórios e produtos que deixam a experiência do bichano mais segura e confortável

    Quem tem gato em casa sabe bem que esses animais adoram ficar nas alturas! As janelas são praticamente os lugares preferidos da casa para os gatinhos. De lá eles conseguem ver o movimento da rua sem perder nada que acontece dentro de casa. Para que esse hábito do bichano fique mais agradável e seguro, nada melhor do que personalizar esse espaço para que ele se torne mais “gatificado” ainda.

    Você sabe a história por trás do meme do vira-lata caramelo? Conheça da cachorrinha Pipi
    Comportamento animal

    Você sabe a história por trás do meme do vira-lata caramelo? Conheça da cachorrinha Pipi

    Pipi é o nome da vira-lata caramelo que já faz parte do cotidiano brasileiro há um tempo e virou praticamente uma celebridade na internet. Mas você sabe como ela virou meme e qual a história por trás da imagem? O Patas da Casa foi atrás da história e entrevistou a Vanessa Brunetta, tutora da Pipi, a vira-lata caramelo que estampa uma das montagens mais famosas com a cédula de R$ 200. 

    Ver Todas >