Adulto

Comportamento canino: é normal um cachorro adulto que mama no cobertor?

Comportamento de cachorro: entenda o que leva um cão adulto a mamar no cobertor
Comportamento de cachorro: entenda o que leva um cão adulto a mamar no cobertor

Quem tem o privilégio de conviver com um cãozinho, sabe que o comportamento canino muitas vezes acaba sendo intrigante. Afinal, quem nunca se perguntou por que o cachorro gira em círculos antes de fazer suas necessidades na rua? Ou até mesmo na hora de dormir: quem nunca reparou que esses animais têm a mania de “cavar” a cama antes de se deitar? O comportamento de cachorro é muito curioso, não dá para negar. Então quando vemos um cachorro adulto “mamando” no cobertor, isso pode despertar algumas dúvidas. Será que é algo normal ou é indicativo de algum problema de saúde? Ele faz isso porque está ansioso ou estressado? Entenda o que há por trás desse comportamento canino!

“Mamar” o cobertor é um comportamento de cachorro considerado normal?

De acordo com a veterinária e comportamentalista Renata Bloomfield, quando um cãozinho começa a apresentar esse tipo de comportamento, é importante fazer uma análise da saúde geral dele com o auxílio de um veterinário. “Primeiro, deve-se excluir alterações endócrinas, gastrointestinais ou neurológicas. Se estiver tudo certo com o animal, aí sim a gente passa a pensar se é um distúrbio de comportamento canino ou se existe algum outro fator que pode estar levando o cãozinho a mamar o cobertor”, revela.

No caso de um cachorro fisicamente saudável, o que pode desencadear esse tipo de atitude é a ansiedade. Segundo Renata, animais que não tem nenhum tipo de enriquecimento ambiental dentro de casa tendem a ficar mais vulneráveis a comportamentos assim. “O animal não tem nada para fazer, então ele acaba pegando um paninho para mamar. Isso, de certa forma, traz benefício para ele, pois há liberação de endorfina, que é algo muito prazeroso para os cães”, explica. Desta forma, os cães passam a associar o ato de mamar no cobertor a uma sensação positiva, fazendo com que isso se repita com mais frequência.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

As crises alérgicas costumam acontecer:

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Adestramento de cães: investir em mordedores é uma boa ideia para evitar que o cachorro mame no cobertor
    Adestramento de cães: investir em mordedores é uma boa ideia para evitar que o cachorro mame no cobertor

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    Como lidar com um cachorro adulto que mama no cobertor?

    Para quem tem um cãozinho que tem o hábito de agarrar a coberta e ficar mamando nela, o primeiro passo é entender a motivação por trás desse comportamento canino. Pode ser um indicativo de doenças ou outros problemas de saúde, mas no caso de um cachorro saudável, a ansiedade costuma ser a principal causa. Se for esse o caso, é importante que o tutor e a família direcionem os estímulos do cachorro para outras coisas, como brinquedos e mordedores. É preciso ter em mente que quando o animal morde e rói as coisas, eles liberam muita energia, então o ideal é ter um acessório com essa finalidade. Existem diferentes modelos de mordedores - basta encontrar aquele que agrada mais o seu amigo de quatro patas.  “Se a família ver que o cachorro está mamando, é só tirar o cobertor calmamente e sem brigar. Depois é só dar algo apropriado para ele morder, redirecionando a sua atenção e estimulando-o a trocar o cobertor por um brinquedo.”

    Adestramento de cães é uma opção para melhorar esse tipo de comportamento?

    Muitos tutores procuram o auxílio de adestradores nessas horas, mas existem outros profissionais que também podem ajudar a melhorar o comportamento do cachorro: os comportamentalistas. Segundo Renata, que atua nessa área, o comportamentalista é aquele que presta a consultoria, que orienta sobre o que fazer, que consegue identificar o que pode estar deixando o animal ansioso dentro de casa. “Ele vai direcionar e enriquecer o ambiente, ajudando a família a como lidar com a situação”, conta. Em paralelo a isso, também é possível recorrer a ajuda de um veterinário, que vai trabalhar a parte clínica do cachorro, procurando evidências e sinais que possam indicar algum problema de saúde que esteja motivando o comportamento.

    Comportamento pode ser evitado com enriquecimento ambiental para cães

    Se você não quer que o seu cãozinho desenvolva esse tipo de comportamento, não tem com o que se preocupar. Uma boa forma de fazer isso, segundo a profissional, é investido no enriquecimento do ambiente em que seu pet vive. Seja com brinquedos interativos, comedouros diferenciados, mordedores para aliviar o estresse ou dando mais atenção para o pet no dia a dia: existem várias formas de promover o bem-estar do seu amigo de quatro patas. Assim, dificilmente ele vai sentir a necessidade de mamar no cobertor ou algo do tipo. Além disso, Renata também destaca outra medida importante, que é fazer o check-up do animal regularmente. Recomenda-se que cães até 6 anos visitem o veterinário pelo menos uma vez por ano, e a partir dos 6 anos essas visitas devem acontecer pelo menos a cada 6 meses, no mínimo. Com o acompanhamento médico, fica muito mais fácil de entender quando há algo de errado com a saúde do animal.

    Redação: Juliana Melo

    Como funciona a memória dos felinos? Veja curiosidades sobre o cérebro do gato

    Próxima matéria

    Como funciona a memória dos felinos? Veja curiosidades sobre o cérebro do gato

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno

    Para quem procura por raças de cachorro pequeno, o Pequinês pode ser a companhia perfeita. Além de se adaptar muito bem a apartamentos e outros espaços reduzidos, esse pequeno cãozinho é dotado de uma personalidade carinhosa, amigável e extremamente leal aos seus humanos. Apesar da baixa estatura, o cachorro Pequinês também é super corajoso, e uma das maiores provas de que tamanho não é documento. 

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande

    Você já ouviu falar no Dogo Argentino? Essa é uma raça de cachorro que teve origem em um país vizinho ao nosso, a Argentina. Embora pareçam sérios, os cães desta raça são uns amores e têm tudo para te conquistar, principalmente se o que você procura é um amigo de quatro patas bem leal e parceiro. Mas antes de comprar ou adotar um cachorro desta raça, que tal conhecê-lo um pouco mais a fundo? 

    100 curiosidades sobre cachorros que vão te impressionar
    Cachorro

    100 curiosidades sobre cachorros que vão te impressionar

    Todo mundo sabe que o cachorro é o melhor amigo do homem, mas será que você realmente conhece o seu amigo de quatro patas? Existem várias curiosidades sobre cachorro que muitas vezes surpreendem a gente. Seja por causa de um comportamento canino que não faz muito sentido na nossa cabeça - como o hábito de “cavar” antes de dormir -, ou seja porque nunca pesquisamos muito a fundo sobre a anatomia do cachorro. 

    Transição do filhote de cachorro para adulto: como é a
    Cachorro

    Transição do filhote de cachorro para adulto: como é a "adolescência canina"?

    Todo cãozinho passa por uma transição da infância para a vida adulta, o que chamamos de "adolescência canina". Nessa fase, o cachorro fica com hormônios à mil e passa por muitas mudanças comportamentais. Ele está descobrindo novas maneiras de se relacionar com o mundo, o que o deixa mais ativo e curioso. A adolescência canina acontece entre os 6 e 18 meses de vida do doguinho.

    Ver Todas >

    9 curiosidades sobre a raça de cachorro Bull Terrier
    Comportamento animal

    9 curiosidades sobre a raça de cachorro Bull Terrier

    O Bull Terrier é uma das raças de cachorro grande mais populares entre os amantes de pet. Seus olhos pequenos, cabeça oval e focinho alongado são inconfundíveis, é quase como uma marca registrada. Com origem e características surpreendentes, é fácil se apaixonar e querer levar um filhote de Bull Terrier para casa. Se você ficou curioso para saber mais desse cãozinho, separamos 9 curiosidades sobre a raça.

    Ensinar cachorro: 6 hábitos que os cães precisam aprender desde cedo
    Comportamento animal

    Ensinar cachorro: 6 hábitos que os cães precisam aprender desde cedo

    Depois de adotar um cachorro, é bom ter em mente que nem tudo será diversão. Os aprendizados também devem fazer parte da rotina do animal. Quanto antes os treinos começarem, mais fácil será para o cachorro aprender - e, consequentemente, a convivência com o cãozinho será melhor em todos os sentidos. O adestramento nem sempre precisa ser feito com um profissional.

    Como é a personalidade do Ragdoll?
    Comportamento animal

    Como é a personalidade do Ragdoll?

    O Ragdoll é uma raça de gato gigante que faz muito sucesso, e isso não é só por causa da sua aparência fofinha e felpuda. O que realmente encanta os gateiros é a personalidade do gato Ragdoll, que é muito afetuosa e tranquila. Muitas pessoas até chegam a comparar o bichano a um cachorro, pois além de ser muito brincalhão, o Ragdoll também tem uma dependência maior da sua família humana. 

    Tudo sobre o focinho de gato: anatomia, cuidados e o poderoso olfato felino
    Comportamento animal

    Tudo sobre o focinho de gato: anatomia, cuidados e o poderoso olfato felino

    O focinho de gato é uma região que definitivamente chama a atenção de qualquer pessoa, principalmente por causa do seu formato fofinho e da sua delicadeza. No entanto, o que poucas pessoas percebem é que, além de ser muito fofo, o pequeno nariz dos gatos é uma das principais formas de comunicação do animal com o mundo. Mas como funciona o focinho de gato? Por que em alguns casos o nariz do gato fica seco, sendo que normalmente eles são gelados? Quais são os cheiros que o gato não gosta? 

    Ver Todas >