Saúde

Complexo gengivite-estomatite felina: entenda mais sobre a inflamação oral que atinge os gatos

O   complexo gengivite-estomatite felina é um problema que atinge a boca do gatinho. Saiba como a doença se manifesta!
O complexo gengivite-estomatite felina é um problema que atinge a boca do gatinho. Saiba como a doença se manifesta!

Ter um gatinho não é só diversão: é preciso também saber cuidar da saúde do animal. Alguns problemas podem surgir quando menos se espera, e cabe ao tutor saber como identificá-los e o que fazer nesses momentos. É provável que você nunca tenha ouvido falar do complexo gengivite-estomatite felina (também chamado de gengivite-estomatite-faringite felino), não é mesmo? Não confunda com a estomatite em gatos: esse problema, na verdade, trata-se de uma inflamação oral que pode atingir a boca dos felinos, e que precisa de cuidados específicos. Para esclarecer as principais dúvidas sobre a doença, o Patas da Casa conversou com a médica veterinária Mariana Lage-Marques , que é especialista em odontologia pela USP e atende no Centro Veterinário Pet Place . Veja só o que ela nos contou!

Complexo gengivite-estomatite felina: o que é e quais as causas do problema?

Atualmente conhecida como gengivo-estomatite felina, esse complexo se refere a uma doença crônica que causa um processo inflamatório grave na região da gengiva e orofaringe do animal, segundo a profissional. A orofaringe, por sua vez, se localiza perto das amígdalas na boca de gato.

Já sobre as causas, Mariana explica: “Trata-se de uma doença multifatorial, ou seja, que pode ser desencadeada por vários fatores”. De uma maneira geral, pode-se dizer que esta é uma reação da boca à presença das bactérias que ficam na superfície do dente. No entanto, a veterinária alerta que o animal também pode apresentar predisposição por conta de alguns fatores etiológicos virais, como calicivírus, herpes vírus, além de FIV e FeLV. “Pacientes que são positivos para algum desses vírus também são mais predispostos a desenvolverem o complexo gengivo-estomatite felina”.

Gato doente: fique de olho nos sintomas do complexo gengivo-estomatite felina

Para identificar esse tipo de doença na boca de gato, o tutor deve se atentar aos seguintes sinais: “Dor, dificuldade de apreensão do alimento, sangramento oral, saliva espessa e grossa e halitose”, conta a veterinária. Esses são os principais sintomas da inflamação, sendo que a halitose se caracteriza pelo cheiro ruim na boca de gato (mau hálito). Ao perceber alguma dessas alterações na saúde oral do seu amigo, é necessário procurar o auxílio de um médico veterinário, de preferência especializado em odontologia, para receber o diagnóstico correto.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

question quiz stamp

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

Question Header Background
question quiz stamp

As crises alérgicas costumam acontecer:

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Question Header Background
question quiz stamp

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Question Header Background
question quiz stamp

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

Question Header Background
question quiz stamp

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

Question Header Background

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Boca de gato: um dos sintomas do complexo gengivo-estomatite felino é o mau hálito
    Boca de gato: um dos sintomas do complexo gengivo-estomatite felino é o mau hálito

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Que tratamentos são indicados para o complexo gengivo-estomatite felina?

    De acordo com a veterinária, existem pelo menos dois tipos de tratamento para esse quadro: o conservador e o cirúrgico. No caso do tratamento conservador, existem algumas medicações que podem ser associadas à limpeza dos dentes, onde o profissional de odontologia veterinária faz a remoção da carga bacteriana e do tártaro, além da extração dos dentes comprometidos. Os medicamentos utilizados geralmente são anti inflamatórios, imunossupressores e antibióticos.

    Já na opção cirúrgica, é feita a retirada do excesso de tecido inflamatório associado com a extração dos dentes. “A extração dentária tende a melhorar de forma significativa o processo inflamatório. As chances de melhora são de até 60% nos pacientes que fazem a extração dos dentes. Inicialmente, extraímos dos caninos para trás, e se for necessário, depois extraímos também os caninos e incisivos”. Ainda assim, a veterinária alerta que esse tipo de inflamação tende a ter grande dificuldade de resolução, mesmo com tratamento.

    Boca de gato: cuidar da saúde oral do animal pode ajudar na prevenção

    Como não se sabe exatamente qual é a causa da doença, uma vez que ela é multifatorial, não é possível estabelecer um método de prevenção que seja totalmente eficaz. Contudo, a médica veterinária chama a atenção para um cuidado que pode ajudar bastante nesse momento: manter a saúde oral do gatinho em dia. Mas então, como fazer isso? “Realizando a escovação dentária e utilizando alguns artifícios para que o animal se adapte mais facilmente ao processo de escovar os dentes sem que isso se torne um estresse. A limpeza oral, diminuindo a inflamação e a doença periodontal, e isso por si só já ajuda”. Para facilitar essa adaptação, o tutor pode oferecer recompensas para o bichinho como tentativa de educar o pet nesse momento. Pode ser com carinho ou até mesmo levando o brinquedo preferido do pet para distraí-lo.

    Redação: Juliana Melo

     

    Gato obeso: como saber se o seu pet está acima do peso?

    Próxima matéria

    Gato obeso: como saber se o seu pet está acima do peso?

    Pancreatite em gatos: entenda mais sobre a doença que atinge os felinos
    Saúde

    Pancreatite em gatos: entenda mais sobre a doença que atinge os felinos

    Uma das doenças gastrointestinais mais sérias e conhecidas entre os humanos também possui a sua versão no universo felino: a pancreatite em gatos tem uma ação bastante similar no corpo dos nossos bichanos e também precisa de tratamento imediato para não causar danos à saúde do gato. É claro que isso se torna motivo de preocupação para os gateiros, mas não se assuste! A pancreatite felina tem tratamento e é possível diminuir o avanço da doença com alguns cuidados simples. 

    Esporotricose em gatos: conheça mais sobre essa doença grave que pode atingir os felinos
    Saúde

    Esporotricose em gatos: conheça mais sobre essa doença grave que pode atingir os felinos

    A esporotricose em gatos é uma das doenças mais graves que pode atingir os felinos. Isso porque ela evolui muito rápido para a fase disseminada, causando sérios riscos à vida do gatinho. Provocada por um fungo presente em vegetações, a “micose” apresenta feridas bem características na pele do felino, sendo esse um dos principais sintomas da doença. Apesar da complexidade da infecção, o tratamento correto é capaz de curar essa doença de gato. Esporotricose também pode ser prevenida com alguns cuidados específicos no dia a dia do seu felino. Para saber mais sobre a doença, nós conversamos com o médico veterinário Frederico Lima, do Rio de Janeiro.

    Norueguês da Floresta: tudo o que você precisa saber sobre a raça de gato
    Raças

    Norueguês da Floresta: tudo o que você precisa saber sobre a raça de gato

    O gato Norueguês da Floresta chama a atenção por onde passa, principalmente por conta do seu porte. Essa é uma raça de gato grande e que tem o corpo bem robusto, coberto por pelos longos e lisos, que deixam o bichano com uma aparência bem fofa e apertável. Também é um animal super gentil e carinhoso, e por isso consegue conquistar a todos com facilidade. 

    Insuficiência renal em gatos: veterinária tira todas as dúvidas sobre essa doença grave que atinge os felinos!
    Saúde

    Insuficiência renal em gatos: veterinária tira todas as dúvidas sobre essa doença grave que atinge os felinos!

    A insuficiência renal em gatos é uma doença que pode ser muito comum quando falamos de felinos. Sem cura, o problema precisa de acompanhamento constante e cuidados especiais para evitar complicações. Apesar de ser uma doença grave, o gato com problema renal pode ter qualidade de vida. Para tirar as dúvidas sobre a insuficiência renal em gatos, o Patas da Casa conversou com a médica veterinária Débora Nunes, do Rio de Janeiro. Vem conferir!

    Ver Todas >

    Lúpus canino: como a doença autoimune em cães se desenvolve e quais as raças mais afetadas?
    Saúde animal

    Lúpus canino: como a doença autoimune em cães se desenvolve e quais as raças mais afetadas?

    Uma doença conhecida entre os humanos que também atinge os nossos amigos de quatro patas é o lúpus em cachorro. Essa doença autoimune em cães acontece quando células saudáveis do organismo atacam a si mesmas, deixando o sistema imunológico canino fragilizado e propenso a contrair diversos problemas de saúde. O lúpus canino não é muito conhecido e nem sempre é fácil detectar os sintomas clínicos.

    Sarcoma de aplicação em felinos: veterinária tira todas as dúvidas sobre esse tipo de tumor em gatos
    Saúde animal

    Sarcoma de aplicação em felinos: veterinária tira todas as dúvidas sobre esse tipo de tumor em gatos

    O sarcoma de aplicação em felinos é um tipo de tumor de pele bastante preocupante e que precisa de muita atenção. Embora não se saiba ao certo qual a causa do problema, o sarcoma de aplicação pode afetar significativamente a saúde do gato e por isso é importante observar qualquer alteração no corpo do animal, especialmente se houver reações inflamatórias em forma de nódulos.

    Bexiga do gato: tudo que você precisa saber sobre o trato urinário inferior dos felinos
    Saúde animal

    Bexiga do gato: tudo que você precisa saber sobre o trato urinário inferior dos felinos

    A infecção urinária em gatos é um problema muito comum. A bexiga do gato é um dos órgãos mais atingidos por infecções que são capazes de debilitar todo o sistema excretor. Esse órgão com habilidade de expandir seu tamanho é fundamental no bom funcionamento do organismo de um gato, sendo um dos principais responsáveis pela eliminação da urina. Mas você sabe onde fica a bexiga do gato? Ou qual é sua função? E você tem ideia de que doenças mais afetam essa região?

    Síndrome de Wobbler: entenda mais sobre a doença que afeta raças de cachorros grandes
    Saúde animal

    Síndrome de Wobbler: entenda mais sobre a doença que afeta raças de cachorros grandes

    A síndrome de wobbler é uma doença que afeta principalmente raças de cachorro de grande porte. Ela atinge as vértebras e a medula espinhal do cachorro, desencadeando problemas neurológicos e de locomoção. O tratamento precisa ser o mais rápido possível, pois a síndrome de wobbler pode avançar para estágios mais graves e trazer consequências sérias ao animal. .

    Ver Todas >