Você sabe como treinar cachorro para praticar esportes? Sim, é totalmente possível transformar seu pet em um cachorro atleta. A atividade física é um fator importante para o desenvolvimento, bem-estar e saúde de qualquer cão. No entanto, existem alguns tutores que vão além dos exercícios comuns e acabam treinando o cachorro para competições de esportes caninos. Esse tipo de treinamento também pode ser utilizado apenas no dia a dia, até porque a prática dessas atividades traz uma série de benefícios para os pets. 

“Como treinar meu cachorro”: qual esporte escolher?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.

Antes mesmo de pensar: “como treinar meu cachorro para esportes?” O tutor precisa saber quais atividades o cãozinho exercerá. Existem alguns esportes específicos para cães. “O agility é um esporte praticado por duplas compostas de um cão e seu condutor, onde o objetivo é fazer um percurso de obstáculos variados, no menor tempo e com o menor número de faltas. É uma prova de habilidade e velocidade. É o esporte canino que mais cresce no mundo”, explica a treinadora de agility canino Júlia Menezes.

Apesar da existência de diversos esportes caninos, nada impede que os tutores treinem os cães para outras atividades. Você pode ter um cachorro surfista, skatista, que pratica stand up paddle e muito mais. Um dos  segredos para ter um “cachorro atleta” é começar a introduzir ao pet um esporte que você já pratica, ou tem afinidade. Foi o caso da tutora Michelle Manzini que introduziu o canicross para sua cadelinha adotada. “Já conhecia o esporte. Eu já corria e decidi iniciar com ela para que se mantivesse ativa e saudável”, conta a tutora


Cachorro atleta: cadelinha Sky praticando canicross com sua tutora
Cachorro atleta: cadelinha Sky praticando canicross com sua tutora

Como treinar cães para praticar esportes? 

Mas afinal de contas: como treinar um cachorro para esportes? Seja qual for a prática de atividades físicas, o principal é conversar com o médico veterinário que acompanha o animal para avaliar como pode ser a intensidade e rotina de atividades. Depois disso, para a introdução da atividade o ideal procurar um instrutor. “É preciso procurar um profissional habilitado para orientar sobre o esporte. Não basta pegar o cachorro e sair correndo, por exemplo. Ele precisa ser ensinado a isso”, indica a tutora Michelle.

Caso não haja possibilidade de contratar um instrutor para o adestramento específico para a prática de esportes, a treinadora Júlia fala sobre procurar instrução na internet, no caso do agility: “Se não for possível eu recomendo que busquem vídeos na internet e comecem devagar, fazendo exercícios de fundamentação, como aprender a seguir a mão do condutor, e ensinem o cão a seguir os movimentos antes de colocar pra saltar e fazer obstáculos. O agility deve ser ensinado com calma, sem atropelar os passos, para que o cão entenda o que é esperado dele e consiga se divertir enquanto obedece o dono.”

Quais são os benefícios de ser um “cachorro atleta”?

Passear com cachorro pode ser uma atividade suficiente para muitos tutores e pets. Mas quando o tutor faz algum esporte específico, inserir o animal de estimação na prática será uma forma de estreitar a relação e promover mais qualidade de vida ao cachorro. Os ganhos para a saúde e bem-estar do animal são notórios, afinal de contas as atividades físicas são cuidados essenciais que todo o cão precisa. A prática de esportes pode, ainda, trazer outros benefícios para o desenvolvimento cognitivo do animal. “Eles gastam energia, tanto mental quanto física, deixando eles mais calmos e menos ansiosos. Melhora a obediência básica do cachorro, pois é um esporte feito em liberdade onde o cão precisa seguir as orientações do condutor, e esse comportamento acaba naturalmente sendo transferido para o dia a dia do cão", conta a instrutora Júlia. 

É sempre importante ter alguns cuidados para começar a aprender como treinar cachorro atleta. “O tutor deve ser orientado a ter equipamento adequado, saber reconhecer sinais de esforço excessivo e de desidratação”, alerta a tutora Michelle sobre o canicross. Fique atento também aos meses mais quentes, pois cachorro sente calor e pode sofrer com as altas temperaturas.

Redação: Hyago Bandeira