Todo mundo sabe da fama de que Pinscher é bravo e nervosinho, mas poucas pessoas tentam entender de onde isso surgiu e o que motiva o comportamento da raça. Nenhum cachorro é agressivo por natureza, e a maneira como cada animal é criado tem um impacto muito forte na personalidade de pets como o Pinscher. Cachorro precisa passar pelo processo de socialização e adestramento logo no início da vida para não haver reações exacerbadas perto de outras pessoas e animais.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.

Além disso, é necessário tentar entender o lado do seu bichinho de estimação, evitando situações que possam ser incômodas para ele. Quer saber por que o Pinscher é bravo e como deixá-lo mais amigável? É só conferir o passo a passo abaixo!

Passo 1: entenda por que Pinscher é bravo


Pinscher é bravo normalmente quando não é socializado ou adestrado
Pinscher é bravo normalmente quando não é socializado ou adestrado

O motivo por que Pinscher é bravo tem muito a ver com um territorialismo natural da raça e também deriva da falta de socialização adequada nos primeiros anos. Mesmo sendo um cachorro pequeno, o Pinscher tem vocação para cão de guarda porque seu instinto protetor é muito aguçado. Ele gosta de proteger aqueles que ama, e sempre que se sente ameaçado ou acha que alguém da família corre perigo, o cãozinho pode ficar mais reativo. O mesmo ocorre com outra raças pequenas e protetoras, como o Chihuahua.

Quando a raça de cachorro Pinscher não é devidamente socializada, a aproximação de qualquer pessoa que não faça parte do seu convívio é encarada como ameaça. Esse acaba sendo um dos principais motivos por que Pinscher é bravo. No entanto, não tem nada a ver com o por que Pinscher treme: muitos pensam que é raiva, mas a tremedeira está ligada a medo, dor ou frio.

Passo 2: filhote de Pinscher deve ser socializado nos primeiros meses


A socialização do Pinscher com diferentes pessoas é fundamental
A socialização do Pinscher com diferentes pessoas é fundamental

O cachorro Pinscher 0,1, 2 ou 3 precisa aprender a conviver com diferentes tipos de pessoas e animais desde o começo da vida, mas é preciso ter alguns cuidados. O filhote de Pinscher deve estar com todas as vacinas para cachorro em dia antes de sair para passeios ou ter interações com outros cães. Com o esquema vacinal completo, você pode levar o doguinho para um parcão e outros lugares onde ele possa fazer novos aumigos.

Já na relação do Pinscher com estranhos, vale a pena receber poucos convidados em casa para ver como o animal reage. Essa movimentação já é algo que ajuda o animal a se acostumar com a presença de outras pessoas.

Passo 3: o Pinscher deve passear e se exercitar diariamente


Cachorro Pinscher precisa gastar energia no dia a dia
Cachorro Pinscher precisa gastar energia no dia a dia

Gastar a energia do cachorro é um dos principais cuidados com a rotina do Pinscher, seja ele filhote ou adulto. Cães que não se exercitam e não recebem os estímulos necessários podem se tornar cachorros estressados e ansiosos. Ou seja, qualquer coisa já vira um “gatilho” para o animal reagir de maneira mais agressiva. Por isso, passear com cachorro Pinscher e oferecer um ambiente enriquecido com brinquedos e outras atividades é de extrema importância para que ele seja um cãozinho mais tranquilo.

Passo 4: é importante respeitar o espaço do cachorro Pinscher


Por que Pinscher é bravo? Motivo às vezes tem relação com invasão de espaço
Por que Pinscher é bravo? Motivo às vezes tem relação com invasão de espaço

Ninguém gosta de ter o seu espaço invadido, e isso não é muito diferente com o Pinscher. Cachorro gosta de manter a sua privacidade, especialmente com quem ele não tem muita intimidade, e por isso é importante saber respeitar os limites do cãozinho. Se o animal não gosta de ser tocado o tempo todo ou segurado no colo, por exemplo, não vale a pena tentar forçar a barra, ou o resultado vai ser um Pinscher bravo. É bom conhecer muito bem o comportamento e gostos do seu bichinho para evitar problemas.

Passo 5: reforços positivos ajudam a melhorar o comportamento do Pinscher


A melhor forma de como adestrar um Pinscher é por meio de recompensas
A melhor forma de como adestrar um Pinscher é por meio de recompensas

Agora que você já sabe porque Pinscher é bravo, a última dica para resolver isso de maneira amigável é treinar a raça com estímulos positivos. O adestramento de cães é sempre muito útil para amenizar comportamentos indesejados, e não é difícil aprender como adestrar um Pinscher. Os treinos devem vir acompanhados de recompensas sempre que o animal tiver uma reação positiva - e isso, inclusive, pode ajudar bastante no processo de socialização. Você pode recompensar o cachorro Pinscher com petiscos, elogios, carinho, brinquedos… qualquer coisa que deixe seu cãozinho feliz!

Redação: Juliana Melo

Edição: Mariana Fernandes