Comportamento

Como saber se o gato está nervoso?

Saiba identificar se um gato estyá nervoso e o que é preciso fazer para ajudá-lo
Saiba identificar se um gato estyá nervoso e o que é preciso fazer para ajudá-lo

Gatos são animais muito observadores, mas que podem ficar ariscos e nervosos quando há algo estranho no ambiente. Um barulho de lata, colocar um objeto novo de decoração na sala, mudar algum móvel de lugar já são motivos para deixar o gato desconfortável, já que o felino não curte quando as coisas saem da rotina. Você já deve ter percebido que eles são extremamente metódicos, né? Para te ajudar a identificar quando o gato está nervoso, vamos listar algumas atitudes típicas do bichinho e dicas de como ajudar a acalmá-lo!

Comportamentos que indicam que o gato está nervoso:

  • Não deixa acariciar a cabeça - ou outra parte do corpo;
  • Se esconde ou foge para longe;
  • Caminha agachado ou rastejando;
  • Tenta arranhar ou grunhe quando alguém se aproxima;
  • Levanta o rabo e o torso;
  • Bate com o rabo no chão;
  • Se lambe em excesso;
  • Fica com as pupilas dilatadas.

Além desses, o dono pode reconhecer alguns sinais específicos que seus gatos demonstram quando estão nervosos. Para isso, é preciso conhecer bem o comportamento dos animais e quais situações são gatilhos para eles ficarem estressados. Há quem diga que seus gatos vão direto pro arranhador quando estão irritados, outros juram que quando estão nervosos os gatos têm um pico de energia e correm para todo lado e quem acredite que ficar paradinho é o principal sinal de estresse de seu bichano.

Como acalmar um gato nervoso?

Descubra se você é um cachorro ou um gato!

No fim de semana, você é o amigo que...?

As férias estão chegando! Vai viajar?

Chegou a hora de escolher a comida! Quem é você?

Que música você escolhe para arrasar no karaokê?

E sobre seus cuidados de beleza?

Vai ficar em casa com o mozão? Você prefere:

Ihhh, você recebeu uma crítica no trabalho… Como reage?

Você é um cachorro! Você é um gato! Você é um gatorro!
    Conheça a hiperestesia felina ou síndrome do gato nervoso
    Conheça a hiperestesia felina ou síndrome do gato nervoso

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia
    Comportamento animal

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia

    Manter a frequência de passeios no dia a dia do seu amigo de quatro patas é algo necessário para todas as raças de cachorro. Além dos benefícios que a socialização desses momentos traz, para muitos animais, essa caminhada é atividade física suficiente para o gasto de energia diário. Raças mais preguiçosas, que só devem se movimentar para manter a saúde, não precisam de muito tempo dedicado a essa área, mas nem todas são assim: para equilibrar, existem algumas raças de cachorro têm energia de sobra. Pensando no bem da saúde do seu animal e buscando evitar que ele desconte essa disposição acumulada em outras partes da casa, nós separamos algumas raças que precisam de agitação para ficar bem no dia a dia. Dá uma olhada!

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    Cachorro pode dormir na cama junto com o dono?
    Comportamento animal

    Cachorro pode dormir na cama junto com o dono?

    Contar com a companhia do seu doguinho em diferentes momentos do dia é o sonho de qualquer pai de pet. Infelizmente, levar o animal para cima e para baixo não é sempre possível, por isso, é normal que essas pessoas queiram recuperar o tempo perdido enquanto estão em casa — e isso inclui ter o cachorro dormindo na cama à noite. A dúvida que fica quando se toca nesse assunto é a seguinte: faz bem dormir com o cachorro na cama? Há quem diga que sim e quem prefira nem testar: para te ajudar a descobrir, nós juntamos os prós e os contra da prática aqui embaixo.

    O primeiro passo - e o mais essencial - para ajudar a acalmar um gato nervoso é identificar o motivo. Assim, você não corre o risco de cometer o principal erro: se aproximar do animal em um momento em que ele prefere ficar isolado. Veja abaixo as melhores maneiras de acalmar um gato durante uma crise nervosa:

    • Não tente se aproximar bruscamente do animal. Vá com calma e se afaste caso o gato não demonstre abertura para o contato;
    • Com um tom de voz calmo e tranquilo, tente fazer com que o gato vá até você;
    • Tente atrair o gato para perto de você com um pouco de comida. A ração úmida tem o cheiro mais atraente;
    • Tenha paciência. O processo pode ser lento e demorado;
    • Ofereça o brinquedo favorito, mas não jogue. Apenas deixe-o a alguma distância que o gato precise sair da posição que está.


    Hiperestesia felina ou síndrome do gato nervoso: saiba quando o nervosismo do gato pode ser uma doença


    Quando o nervosismo do gato é excessivo, pode indicar a síndrome do gato nervoso. Além dos sinais adicionais associados aos nervosismo, o veterinário precisa ser consultado para o diagnóstico correto.

    Alguns comportamentos são mais comuns nos gatos que sofrem de hiperestesia. Veja abaixo:

    • Nervosismo excessivo;
    • Constante perseguição à própria cauda;
    • Emagrecimento;
    • Mudanças comportamentais.
    • Nessas situações, o veterinário pode indicar o uso de medicamentos específicos. Lembrando que apenas o profissional é indicado para prescrever remédio e a dose indicada.

    Comportamento felino: entenda de uma vez por todas como funciona o equilíbrio dos gatos

    Próxima matéria

    Comportamento felino: entenda de uma vez por todas como funciona o equilíbrio dos gatos

    Como saber se meu gato está com algum problema renal?
    Saúde

    Como saber se meu gato está com algum problema renal?

    Os problemas renais são muito comuns em gatos e representam o pesadelo de todo pai ou mãe desse tipo de pet. As causas normalmente estão ligadas à alimentação e até com a própria fisiologia dos felinos: os gatos têm uma quantidade reduzida de néfrons nos rins, estruturas que filtram as impurezas do sangue e produzem a urina, por exemplo. Esse e outros fatores contribuem para o surgimento de doenças no órgão, que levam à insuficiência renal em gatos - isto é, quando os rins perdem a capacidade de funcionar normalmente.

    Meu gato está miando muito, o que fazer? Descubra o motivo do miado
    Comportamento

    Meu gato está miando muito, o que fazer? Descubra o motivo do miado

    O miado de gato é muito mais do que apenas um sonzinho. Donos que conhecem muito bem os seus animais conseguem identificar quando estão com dor, fome ou felizes apenas pelo miado. Mas quando o miado está exagerado é bom perceber outros comportamentos para identificar o real motivo. Filhotes de gato, por exemplo, costumam miar mais por separação da mãe, insegurança e até mesmo estranhamento do novo lar. Já quando separamos por raças, os campeões de miados são: gato siamês filhote, singapura e maine coon.

    Reiki veterinário: como essa terapia holística pode ajudar os cães e gatos?
    Saúde

    Reiki veterinário: como essa terapia holística pode ajudar os cães e gatos?

    O reiki é uma terapia holística muito comum entre os humanos, mas você sabia que o seu pet também pode aproveitar os benefícios desse tratamento? O reiki veterinário é uma técnica de cura pelas mãos que busca alinhar os centros de energia do corpo - chamados de chakras -, promovendo o equilíbrio energético do corpo e melhorando a saúde física, mental e espiritual do animal. Que tal entender como o reiki pode ajudar na hora de cuidar de cachorro e até a melhorar o comportamento do gato? Vem que a gente te explica tudo que você precisa saber sobre o assunto!

    Cachorro e gato juntos: 8 truques para melhorar a convivência e 30 fotos para você se apaixonar!
    Adestramento

    Cachorro e gato juntos: 8 truques para melhorar a convivência e 30 fotos para você se apaixonar!

    Durante muito tempo, cachorro e gato foram declarados inimigos. Algumas pessoas acreditavam que onde havia um cão não poderia ter um gato e vice-versa. Se antes eles não tinham o hábito de conviver, hoje moram juntos e alguns até são inseparáveis. Mas atenção! Nem sempre os animais se entendem de primeira e o processo de adaptação requer tempo e paciência do tutor para que aprendam a respeitar a presença um do outro. Para você que tem um cãozinho e um gatinho e precisa de ajuda para adaptá-los, separamos oito truques para melhorar a convivência. O adestrador Max Pablo, do Rio de Janeiro, deu algumas dicas e também conversamos com a cat-sitter Nathane Ribeiro, que tem três gatos e já precisou adaptá-los com um cão. Veja o que eles disseram!

    Ver Todas >

    Pastor Alemão: 5 curiosidades sobre a personalidade dessa raça de cachorro grande
    Comportamento animal

    Pastor Alemão: 5 curiosidades sobre a personalidade dessa raça de cachorro grande

    O Pastor Alemão é um dos cachorros mais populares e queridos do Brasil. Embora carregue a fama de bravo, o cão desta raça conta com uma personalidade amável e brincalhona que resulta em um verdadeiro combo de energia. Além disso, a inteligência e obediência do cachorro Pastor Alemão fazem dele um ótimo candidato a cão de guarda. Se você ainda tem dúvidas se pretende tê-lo como o novo integrante da sua família, confira abaixo tudo sobre a personalidade e temperamento do Pastor Alemão.

    7 coisas que você precisa ensinar ao cachorro filhote nos primeiros meses de vida
    Comportamento animal

    7 coisas que você precisa ensinar ao cachorro filhote nos primeiros meses de vida

    Os filhotes de cachorro merecem todo o cuidado e amor do mundo, principalmente nos primeiros meses de vida. Frágeis, eles precisam ser ensinados desde cedo algumas pequenas coisas para facilitar a convivência, como fazer as necessidades no lugar certo, não morder e até mesmo socializar com outros cães, animais e humanos. Então, como cuidar de filhote cachorro e, ao mesmo tempo, ensinar tudo isso a ele?

    Guia longa para cachorro: o que é e como utilizar da forma correta?
    Comportamento animal

    Guia longa para cachorro: o que é e como utilizar da forma correta?

    Você provavelmente já sabe que passear com cachorro é o momento preferido da vida dele e indispensável na rotina. Mas já se perguntou se é possível dar um gostinho de liberdade ao animal sem comprometer a segurança dele? Certamente o sonho da maioria dos cães é correr livremente por aí sem amarras, mas com certeza essa ideia desperta o pavor em pais e mães de pet mais cuidadosos. Se você nunca considerou comprar uma guia longa para cachorro, é hora de repensar isso.

    Comportamento dos gatos: por que os bichanos gostam de deitar em cima do notebook?
    Comportamento animal

    Comportamento dos gatos: por que os bichanos gostam de deitar em cima do notebook?

    Se você é um gateiro, certamente já deve ter flagrado o seu gato deitado em lugares inusitados, como a pia do banheiro, caixa de papelão e janelas. Embora esses sejam os mais comuns, existe um outro cantinho que um gato folgado pode procurar para descansar: o seu notebook. Isso mesmo! O local é um dos grandes queridinhos dos bichanos e não é incomum encontrar fotos de "gatos estagiários" durante o home office. 

    Ver Todas >