close
Comportamento

Como saber se o gato está nervoso?

Atualizado · 21 de maio de 2020 · 13h44

Publicado · 01/07/2019 · 11h54

Saiba identificar se um gato estyá nervoso e o que é preciso fazer para ajudá-lo
Saiba identificar se um gato estyá nervoso e o que é preciso fazer para ajudá-lo

Gatos são animais muito observadores, mas que podem ficar ariscos e nervosos quando há algo estranho no ambiente. Um barulho de lata, colocar um objeto novo de decoração na sala, mudar algum móvel de lugar já são motivos para deixar o gato desconfortável, já que o felino não curte quando as coisas saem da rotina. Você já deve ter percebido que eles são extremamente metódicos, né? Para te ajudar a identificar quando o gato está nervoso, vamos listar algumas atitudes típicas do bichinho e dicas de como ajudar a acalmá-lo!

Comportamentos que indicam que o gato está nervoso:

  • Não deixa acariciar a cabeça - ou outra parte do corpo;
  • Se esconde ou foge para longe;
  • Caminha agachado ou rastejando;
  • Tenta arranhar ou grunhe quando alguém se aproxima;
  • Levanta o rabo e o torso;
  • Bate com o rabo no chão;
  • Se lambe em excesso;
  • Fica com as pupilas dilatadas.

Além desses, o dono pode reconhecer alguns sinais específicos que seus gatos demonstram quando estão nervosos. Para isso, é preciso conhecer bem o comportamento dos animais e quais situações são gatilhos para eles ficarem estressados. Há quem diga que seus gatos vão direto pro arranhador quando estão irritados, outros juram que quando estão nervosos os gatos têm um pico de energia e correm para todo lado e quem acredite que ficar paradinho é o principal sinal de estresse de seu bichano.

Como acalmar um gato nervoso?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Conheça a hiperestesia felina ou síndrome do gato nervoso
    Conheça a hiperestesia felina ou síndrome do gato nervoso

    Mais Lidas

    A cor da pelagem do gato determina a personalidade dele? Veja o que a ciência tem a dizer!
    Comportamento animal

    A cor da pelagem do gato determina a personalidade dele? Veja o que a ciência tem a dizer!

    Gato cinza, branco, preto, laranja, rajado ou com cores misturadas: o que não falta é variedade quando o assunto é a cor do gato. Esse, inclusive, acaba sendo um dos maiores critérios que os tutores usam na hora de adotar um bichano e, acredite se quiser, isso pode ajudar bastante a entender o comportamento do animal no dia a dia. Nem todo mundo sabe, mas é possível definir a personalidade dos gatos pela cor (ou pelo menos chegar muito próximo disso).

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Linguagem canina: por que seu cachorro vira a cabeça quando você fala com ele?
    Comportamento animal

    Linguagem canina: por que seu cachorro vira a cabeça quando você fala com ele?

    A linguagem corporal canina é tão expressiva que às vezes é possível entender os cães mesmo que eles não falem. Seja qual for a personalidade do cachorro, todos têm um comportamento canino tão revelador que, só de movimentar as orelhas, já dá para perceber o que o pet sente ou quer. Porém, não são apenas os humanos que compreendem a linguagem de cachorro. Já aconteceu de você falar algo com seu cãozinho e ele, imediatamente, virar a cabeça?

    O primeiro passo - e o mais essencial - para ajudar a acalmar um gato nervoso é identificar o motivo. Assim, você não corre o risco de cometer o principal erro: se aproximar do animal em um momento em que ele prefere ficar isolado. Veja abaixo as melhores maneiras de acalmar um gato durante uma crise nervosa:

    • Não tente se aproximar bruscamente do animal. Vá com calma e se afaste caso o gato não demonstre abertura para o contato;
    • Com um tom de voz calmo e tranquilo, tente fazer com que o gato vá até você;
    • Tente atrair o gato para perto de você com um pouco de comida. A ração úmida tem o cheiro mais atraente;
    • Tenha paciência. O processo pode ser lento e demorado;
    • Ofereça o brinquedo favorito, mas não jogue. Apenas deixe-o a alguma distância que o gato precise sair da posição que está.


    Hiperestesia felina ou síndrome do gato nervoso: saiba quando o nervosismo do gato pode ser uma doença


    Quando o nervosismo do gato é excessivo, pode indicar a síndrome do gato nervoso. Além dos sinais adicionais associados aos nervosismo, o veterinário precisa ser consultado para o diagnóstico correto.

    Alguns comportamentos são mais comuns nos gatos que sofrem de hiperestesia. Veja abaixo:

    • Nervosismo excessivo;
    • Constante perseguição à própria cauda;
    • Emagrecimento;
    • Mudanças comportamentais.
    • Nessas situações, o veterinário pode indicar o uso de medicamentos específicos. Lembrando que apenas o profissional é indicado para prescrever remédio e a dose indicada.

    5 coisas que gatos podem prever (de terremotos a doenças)

    Próxima matéria

    5 coisas que gatos podem prever (de terremotos a doenças)

    Você está pronta para ser
    Adoção

    Você está pronta para ser "mãe" de cachorro ou gato? As alegrias e desafios de adotar um pet

    Muito se discute sobre o termo “mãe de pet”. Algumas pessoas defendem o óbvio: não é biologicamente possível ter um filho de outra espécie. Mas quem já passou pela experiência de adotar cachorro ou gato sabe que os sentimentos que vão sendo construídos dia após dia, na convivência com o pet, são realmente fortes. Quando menos se espera, a palavra “filho” é utilizada para chamar o animal ou em um momento de carinho. Isso sem falar nas mudanças na rotina e na companhia constante. Naturalmente essas relações se estreitam e viram lindas histórias de família.

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais
    Raças

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais

    O gato Himalaia é, sem dúvidas, uma das raças mais queridinhas e desejadas pelos amantes de felinos. Ele reúne em sua genética a mistura de outras duas raças que são muito populares: o gato Persa e o Siamês. Ou seja, é carisma e fofura em dose dupla! Além disso, esse gatinho tem uma personalidade super dócil e tranquila, sendo a companhia perfeita para quem sempre sonhou em ter um bichinho de estimação. Se esse é o seu caso, ou se você já tem um gato do Himalaia e quer conhecer tudo sobre ele, essa matéria vai te ajudar bastante. 

    Como saber se meu gato está com algum problema renal?
    Saúde

    Como saber se meu gato está com algum problema renal?

    Os problemas renais são muito comuns em gatos e representam o pesadelo de todo pai ou mãe desse tipo de pet. As causas normalmente estão ligadas à alimentação e até com a própria fisiologia dos felinos: os gatos têm uma quantidade reduzida de néfrons nos rins, estruturas que filtram as impurezas do sangue e produzem a urina, por exemplo. Esse e outros fatores contribuem para o surgimento de doenças no órgão, que levam à insuficiência renal em gatos - isto é, quando os rins perdem a capacidade de funcionar normalmente.

    Meu gato está miando muito, o que fazer? Descubra o motivo do miado
    Comportamento

    Meu gato está miando muito, o que fazer? Descubra o motivo do miado

    O miado de gato é muito mais do que apenas um sonzinho que seu bichano emite. Donos que conhecem muito bem os seus animais conseguem identificar quando estão com dor, fome ou felizes apenas pelo miado. Mas quando o miado está exagerado é bom perceber outros comportamentos para identificar o real motivo. Filhotes de gato, por exemplo, costumam miar mais por separação da mãe, insegurança e até mesmo estranhamento do novo lar. 

    Ver Todas >

    O que é preciso para se tornar um adestrador de cães? Saiba tudo sobre o assunto!
    Comportamento animal

    O que é preciso para se tornar um adestrador de cães? Saiba tudo sobre o assunto!

    O adestramento de cães é uma prática muito conhecida e necessária para quem convive com um amigo de quatro patas. É por meio dele que o cãozinho consegue distinguir o que é certo ou errado e aprende vários comandos básicos de obediência. Quem sabe como adestrar cachorro - filhote ou adulto - dificilmente terá problemas comportamentais em casa, já que o animal vai saber como se portar corretamente. 

    Cachorro bocejando sempre é sono?
    Comportamento animal

    Cachorro bocejando sempre é sono?

    O bocejo dos cães pode despertar muita curiosidade em quem tem um pet e flagra o animal no ato. Mas acredite: cachorro bocejando nem sempre é sinal de sono, e pode ter vários outros significados. Trata-se de uma forma de comunicação do universo canino e, apesar de muitas vezes ter relação com o cansaço e recarga de energia, também pode revelar um cachorro entediado ou ansioso.

    Caixa de areia para gatos: por que os felinos enterram a urina e fezes?
    Comportamento animal

    Caixa de areia para gatos: por que os felinos enterram a urina e fezes?

    Se você convive com um felino, é bem provável que a pergunta “por que os gatos enterram as fezes” já tenha passado pela sua cabeça. Afinal, é um hábito extremamente peculiar e que você não vê animais de outras espécies fazendo, como os cachorros. Então por que será que quando usam a caixa de areia para gatos, a maioria dos animais escondem os dejetos? Será que a explicação está ligada à higiene, ou é algo meramente instintivo? 

    Como passear com cachorro? Veja o infográfico com os cuidados e acessórios mais importantes!
    Comportamento animal

    Como passear com cachorro? Veja o infográfico com os cuidados e acessórios mais importantes!

    Passear com cachorro é um hábito essencial que todo o tutor precisa ter. A atividade deve ser prazerosa tanto para o animal como para o dono e é uma ótima forma de estreitar os laços entre os dois. Ainda assim,  muitos cachorrinhos que não estão acostumados com a atividade acabam puxando a coleira ou ficando muito agitados. Para evitar esses problemas, o Patas da Casa preparou um infográfico sobre como passear com cachorro. Confira!

    Ver Todas >