Filhotes

Como fazer o cachorro filhote parar de roer móveis

Descubra diferentes formas de fazer o seu cachorro parar de roer os móveis de casa
Descubra diferentes formas de fazer o seu cachorro parar de roer os móveis de casa

Ter um filhote de cachorro em casa sempre é sinônimo de muita festa e alegria no dia a dia, mas nem tudo são flores. Enquanto ele está se adaptando à vida em casa e ao convívio com outras pessoas e animais, pode ser que alguns objetos encontrados no meio do caminho não passem ilesos aos dentinhos afiados dos filhotes. A combinação "tédio + dentinhos coçando + energia em excesso" é certeira para eles roerem tudo o que veem pela frente. O problema é que, muitas vezes, quando eles pegam o gosto por bens mais duráveis, como os móveis, o prejuízo é inevitável: quanto antes o filhote parar com essa prática, melhor. Dá uma olhada aqui embaixo para descobrir por que isso acontece e de que formas você pode ajudar o seu cachorro filhote a parar de morder. 

Afinal de contas, por que o cachorro filhote morde tudo o que vê pela frente? 

Os primeiros meses da vida do filhote de cachorro são a fase em que eles se transformam em exploradores e estão descobrindo o mundo. Enquanto estavam na ninhada, com a mãe e os outros filhotes, isso acontecia com o focinho e a boca, ou seja: para eles é bem normal dar umas mordidinhas em tudo o que existe ao redor nesse processo de descobrir mais sobre esse lugar novo em que foi colocado. O que você precisa fazer é estabelecer para o animal um limite que junte o instinto dele com a preservação dos móveis da sua casa. 

Além disso, nesses primeiros meses é comum que o cachorro filhote sinta a necessidade de morder alguma coisa por causa da troca da dentição canina. Com o incômodo dos dentes caindo e outros crescendo no lugar — um processo que, geralmente, acontece sem que você precise interferir — é normal que ele busque alívio em morder o que estiver ao redor. Nesse momento, os móveis de madeira se tornam bem atraentes. 

Como você pode ajudar o seu cachorro filhote a parar de roer os móveis 

O primeiro passo para fazer o seu cachorro parar de roer os móveis da sua casa é, certamente, identificar os motivos que levam ele a essa prática. Cada uma das possibilidades tem um tratamento possível e tudo o que você precisa fazer é ir adaptando a solução ideal ao seu dia a dia. Conheça algumas delas aqui embaixo!

Dica 1. Ofereça outras opções de coisas que ele pode morder: se o que faz o seu cachorro atacar os móveis e o que estiver ao redor for a troca dos dentes, é importante que ele esteja cercado de brinquedos e objetos, como o mordedor, para redirecionar o foco quando sentir a dentição e a gengiva incomodando. Se você puder higienizar e colocar o mordedor na geladeira ou congelador antes de oferecer, então, seu filhotinho vai ficar feliz e pode esquecer os pés da mesa por um tempo;

Dica 2. Proteja os móveis com produtos específicos para afastar os cachorros: em pet shops e outras lojas que vendem produtos especializados para animais em geral, é comum que você encontre sprays repelentes que têm um gosto amargo e desencorajam o cachorro a continuar mordendo a superfície em que for aplicado. Além do sabor ruim, os sprays não fazem mal para o cachorro que entra em contato com eles. Antes de usar é sempre bom consultar o veterinário que conhece a condição de saúde do seu bichinho e tirar todas as dúvidas que você tiver;

Descubra se você é um cachorro ou um gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

No fim de semana, você é o amigo que...?

As férias estão chegando! Vai viajar?

Chegou a hora de escolher a comida! Quem é você?

Que música você escolhe para arrasar no karaokê?

E sobre seus cuidados de beleza?

Vai ficar em casa com o mozão? Você prefere:

Ihhh, você recebeu uma crítica no trabalho… Como reage?

Você é um cachorro! Você é um gato! Você é um gatorro!
    No caso dos filhotes, a troca da dentição é uma das principais razões para o ataque aos móveis
    No caso dos filhotes, a troca da dentição é uma das principais razões para o ataque aos móveis

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia
    Comportamento animal

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia

    Manter a frequência de passeios no dia a dia do seu amigo de quatro patas é algo necessário para todas as raças de cachorro. Além dos benefícios que a socialização desses momentos traz, para muitos animais, essa caminhada é atividade física suficiente para o gasto de energia diário. Raças mais preguiçosas, que só devem se movimentar para manter a saúde, não precisam de muito tempo dedicado a essa área, mas nem todas são assim: para equilibrar, existem algumas raças de cachorro têm energia de sobra. Pensando no bem da saúde do seu animal e buscando evitar que ele desconte essa disposição acumulada em outras partes da casa, nós separamos algumas raças que precisam de agitação para ficar bem no dia a dia. Dá uma olhada!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Amor de gato: 10 formas do seu bichano dizer que você é muito importante para ele
    Comportamento animal

    Amor de gato: 10 formas do seu bichano dizer que você é muito importante para ele

    Se você tem um felino em casa, com certeza já deve ter se questionado como saber se seu gato te ama. Pelo fato dos felinos serem muito reservados, e às vezes independentes, fica mais difícil decifrar o amor de gato - diferente dos cães, que expressam isso de um jeito eufórico e quase exagerado. Os bichanos demonstram afeto pelos humanos de um jeito delicado e único, com atitudes que podem até passar despercebidas.

    Dica 3. Invista no adestramento para melhorar o comportamento do seu cão: no caso do cachorro filhote, o adestramento é algo que vai auxiliar não apenas no hábito de morder os móveis, mas também ajuda na socialização e ensina ao animal como se comportar em diferentes situações. As raças que são mais territorialistas e têm bastante força física, por exemplo, podem ser treinadas para que o cachorro cresça conseguindo lidar com o temperamento. O adestramento positivo, que recompensa as atitudes certas do animal em vez de castigar as erradas, é sempre a melhor opção; 

    Dica 4. Inclua atividades para gastar a energia do animal na rotina: uma das coisas que fazem o cachorro filhote descontar nos móveis é o tédio. O momento do passeio e das atividades físicas é importante durante toda a vida do animal, mas nos primeiros meses, principalmente, essa necessidade aumenta: ele precisa brincar, correr e ficar cansado para não ter disposição de fazer besteira quando voltar para casa. Se você precisa passar o dia fora, não deixe de separar um tempo quando chegar em casa para isso, ok?; 

    Dica 5. Impeça o acesso do animal ao cômodo em que fica o móvel preferido dele: a melhor forma de evitar que o seu cachorro filhote deixe marquinhas de dentes nos móveis da casa é restringir o acesso dele aos cômodos, principalmente nos períodos sem supervisão. Se você vai sair, separe um cantinho seguro e fresquinho na sua casa e deixe água, brinquedos, caminha e um lugar demarcado para ele fazer xixi e cocô. O portão de segurança é um acessório que ajuda muito nesse momento. 

    Cuidado com a sua reação depois que o seu filhote roer um móvel

    Assim como acontece na hora de ensinar o cachorro filhote a fazer xixi e cocô no lugar certo, se você tiver uma reação exagerada no momento em que perceber que ele mordeu um móvel ou qualquer outra coisa, pode ser que o animal entenda a atenção de forma errada. Muitas vezes, ele nem sabe por que está sendo repreendido e associa a bronca recebida a um momento de receber atenção. Ou seja: se o cãozinho passa o dia todo sozinho, ele vai querer deixar uma surpresinha durante o dia para que se repita o momento em que você chega e dedica um tom de voz mais forte. 

    Se ele for pego no flagra, tente repreender sem fazer muito alarde e leve o cachorro para outro lugar. Evite o contato visual e não converse com ele por um tempo. Nos dias em que ele ficar perto do móvel e se comportar, faça carinho e ofereça um petisco. E nunca use violência para corrigir seu cachorro filhote: além de não adiantar, você pode causar traumas psicológicos que podem durar pelo resto da vida do animal. 

    Redação: Ariel Cristina Borges

    Pode passear com cachorro nos dias de muito calor? Qual a melhor forma de fazer isso?

    Próxima matéria

    Pode passear com cachorro nos dias de muito calor? Qual a melhor forma de fazer isso?

    Nome de cachorro macho: 100 ideias para chamar o seu novo filhote
    Adoção

    Nome de cachorro macho: 100 ideias para chamar o seu novo filhote

    Escolher como chamar o seu novo amigo é uma das tarefas mais desafiadoras para os tutores. No caso de nome para cachorro macho, existe uma infinidade de opções que podem entregar as características físicas e até mesmo a personalidade do animal. Com uma boa dose de criatividade e paciência, é possível criar nomes incríveis e bem peculiares - mas é claro que não podemos esquecer dos clássicos e queridinhos entre os pais e as mães de pet. 

    6 razões por trás do xixi de cachorro no lugar errado (filhotes, adultos e idosos)
    xixi

    6 razões por trás do xixi de cachorro no lugar errado (filhotes, adultos e idosos)

    Chegar em casa depois de um longo dia na rua e ver que os cômodos estão todos sujos porque o bichinho fez xixi fora do banheirinho tira paciência de qualquer um, né? Por isso, quem tem um cãozinho sabe bem da importância que é como ensinar o cachorro a fazer xixi no lugar certo, independente da idade. Mas, às vezes, mesmo com treinamento o cachorro pode voltar a fazer as necessidades fora do local indicado, e isso pode estar relacionado à diferentes causas. É importante entendê-las para que seja possível mudar esse tipo de comportamento, ou até mesmo para prestar o suporte que o cãozinho precisa, caso o motivo seja algum problema de saúde. Pensando nisso, separamos 6 possíveis razões para o cachorro fazendo xixi no lugar errado. Dá só uma olhada!

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!
    xixi

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!

    Ter um cãozinho em casa é só alegria, mas é sempre bom que o dono esteja preparado para lidar com alguns comportamentos inconvenientes do animal. Um deles é o xixi fora do lugar para deixar o cheiro em todos os cantos da casa. O que fazer para o cachorro parar de marcar território? O costume é desagradável e pode até tirar o sossego de muitos tutores por aí. Para te ajudar, separamos algumas dicas para evitar que o cachorro marque território em casa e faça xixi onde não deve. Acompanhe!

    6 coisas que você precisa saber antes de adotar um cachorro vira-lata (filhote ou adulto)
    Adoção

    6 coisas que você precisa saber antes de adotar um cachorro vira-lata (filhote ou adulto)

    Adotar cachorro é um ato de amor! Ainda mais se ele for um cão sem raça definida (SRD), que é popularmente conhecido como vira-lata aqui no Brasil. Esses animais geralmente vivem nas ruas e só procuram um lar para chamar de seu. Felizmente, de uns tempos pra cá eles se tornaram os queridinhos dos amantes de cachorros. Não é à toa que o vira-lata caramelo virou praticamente um verdadeiro símbolo brasileiro! Mas afinal de contas, o que é importante saber antes de adotar um cachorro vira-lata? Que características são próprias desse cãozinho e que cuidados são necessários com ele? Reunimos 6 coisas que você precisa saber antes de ter um vira-latinha em casa. Chega mais!

    Ver Todas >

    Gato na janela: veja acessórios e produtos que deixam a experiência do bichano mais segura e confortável
    Comportamento animal

    Gato na janela: veja acessórios e produtos que deixam a experiência do bichano mais segura e confortável

    Quem tem gato em casa sabe bem que esses animais adoram ficar nas alturas! As janelas são praticamente os lugares preferidos da casa para os gatinhos. De lá eles conseguem ver o movimento da rua sem perder nada que acontece dentro de casa. Para que esse hábito do bichano fique mais agradável e seguro, nada melhor do que personalizar esse espaço para que ele se torne mais “gatificado” ainda.

    Você sabe a história por trás do meme do vira-lata caramelo? Conheça da cachorrinha Pipi
    Comportamento animal

    Você sabe a história por trás do meme do vira-lata caramelo? Conheça da cachorrinha Pipi

    Pipi é o nome da vira-lata caramelo que já faz parte do cotidiano brasileiro há um tempo e virou praticamente uma celebridade na internet. Mas você sabe como ela virou meme e qual a história por trás da imagem? O Patas da Casa foi atrás da história e entrevistou a Vanessa Brunetta, tutora da Pipi, a vira-lata caramelo que estampa uma das montagens mais famosas com a cédula de R$ 200. 

    Adestrar cachorro: como usar os petiscos da forma certa para treinar o animal?
    Comportamento animal

    Adestrar cachorro: como usar os petiscos da forma certa para treinar o animal?

    Adestrar o cachorro é algo que pode mudar o relacionamento entre animais e humanos. Um dos grandes aliados do adestramento de cães são os petiscos, muito utilizados para associar comandos e treinos a recompensas. No entanto, é preciso atenção com a quantidade de petiscos e até a forma como são utilizados durante os treinamentos para que não se torne um problema para a saúde e comportamento do animal. 

    Fantasia de Halloween para cachorro: 4 ideias fáceis para colocar em prática
    Comportamento animal

    Fantasia de Halloween para cachorro: 4 ideias fáceis para colocar em prática

    O cachorro fantasiado fica uma fofura e chama a atenção por onde passa. O Halloween, o famoso dia das bruxas, é tradição em vários países do mundo e é conhecido pelas fantasias inusitadas e cheias de criatividade! Se você ama vestir o seu cãozinho em datas comemorativas, como o natal ou carnaval, não pode deixar passar a oportunidade para fazer uma fantasia de halloween para cachorro bem legal. Veja algumas ideias que separamos!

    Ver Todas >