close
Cuidados

Como cuidar de ferida de cachorro?

Atualizado · 16 de dezembro de 2020 · 18h13

Publicado · 16/12/2020 · 18h13

Veja algumas dicas de como   tratar ferida de cachorro a seguir
Veja algumas dicas de como tratar ferida de cachorro a seguir

Nenhum tutor gosta de ver seu filho de quatro patas ferido ou machucado. Mas não tem jeito: várias situações do cotidiano podem acabar acarretando isso. Às vezes uma simples picada de inseto pode se transformar em um machucado bastante incômodo. Em outros casos, alergias e brigas de cachorro são o motivo por trás do problema. Independente da causa, quando isso acontece muitos tutores se perguntam como tratar ferida de cachorro e o que é bom passar nos machucados do pet. Para esclarecer essas dúvidas, preparamos uma matéria com algumas informações importantes. Confira!

Como tratar ferida de cachorro: avaliar a causa do problema é importante para saber o que fazer

É claro que sempre queremos fazer o que está a nossa disposição para melhorar a condição dos nossos doguinhos, mas no caso da ferida em cachorro, é importante identificar o que causou isso para saber como cuidar do animal do jeito certo. Foi uma mordida de cachorro? Arranhões de gato? Queimadura ou algum tipo de alergia? Corte profundo ou leve na pele do cão? Responder essas perguntas é fundamental para saber com o que estamos lidando e se é possível aprender como tratar ferida de cachorro por conta própria, já que, dependendo da gravidade de cada caso, o tutor deve levar o doguinho para ser examinado pelo médico veterinário.

O que é bom passar em machucado de cachorro?

Quando se trata de ferimentos leves derivados de picada de insetos, arranhões ou cortes com pouca profundidade, o ideal é examinar cautelosamente a região em primeiro lugar. Como o cão está machucado, pode ser necessária a presença de uma outra pessoa para ajudar a segurá-lo. Não toque a ferida de jeito nenhum, principalmente se estiver com as mãos sujas, ou isso pode piorar a situação. Em seguida, passamos para o que passar em machucado de cachorro: lave a região com bastante água e sabão para remover qualquer impureza que possa ter se infiltrado ali. Para garantir uma higiene ainda mais eficaz, recomenda-se fazer uma segunda lavagem, só que dessa vez apenas com soro fisiológico. Depois, espere secar e faça um curativo com gaze na região. Como o cachorro pode sentir muito incômodo nos primeiros dias, também é possível utilizar o colar elizabetano para evitar que o doguinho remova o curativo e abra a ferida novamente.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Como cuidar de ferida de cachorro: o colar elizabetano pode ajudar a manter a cicatrização intacta
    Como cuidar de ferida de cachorro: o colar elizabetano pode ajudar a manter a cicatrização intacta

    Mais Lidas

    Veja 12 dicas de como acabar com carrapatos no quintal
    Cuidados dos animais

    Veja 12 dicas de como acabar com carrapatos no quintal

    O carrapato em cachorro, assim como as pulgas, é uma das principais causas de aborrecimento nos donos de pets. Mesmo usando coleiras ou remédio para carrapato, o animal não está livre de pegar esses parasitas tão incômodos e que podem causar problemas graves. Às vezes, um simples passeio ao ar livre já pode gerar dores de cabeça se o local estiver infestado. Para controle, é importante não só proteger o animal, mas também fazer uma limpeza do ambiente.

    Quanto tempo vive um gato?
    Cuidados dos animais

    Quanto tempo vive um gato?

    Afinal, um gato vive quantos anos? Não é mistério que a companhia de um bichano muda a vida de qualquer pessoa para melhor, e, se dependesse de nós, nossos gatinhos viveriam para sempre. No entanto, isso não é possível e muitos tutores têm dúvidas quando o assunto é a expectativa de vida. Gato, querendo ou não, é como se fosse um filho, e é muito fácil se apegar a esses animais no dia a dia. 

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato
    Cuidados dos animais

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato

    Até mesmo os tutores mais experientes podem cometer alguns erros quando o assunto é cuidar de gato. Uma dúvida muito comum, por exemplo, é se a castração de gato é realmente necessária. Além disso, muitos humanos cometem o erro de tratar os felinos como se eles fossem cães, embora eles tenham comportamentos claramente distintos. No geral, os gatos são mais reservados, independentes e valorizam muito sua privacidade, diferente dos cachorros. P

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!
    Cuidados dos animais

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!

    Ter um cãozinho em casa é só alegria, mas é sempre bom que o dono esteja preparado para lidar com alguns comportamentos inconvenientes do animal. Um deles é o xixi fora do lugar para deixar o cheiro em todos os cantos da casa. O que fazer para o cachorro parar de marcar território? O costume é desagradável e pode até tirar o sossego de muitos tutores por aí. Para te ajudar, separamos algumas dicas para evitar que o cachorro marque território em casa e faça xixi onde não deve. Acompanhe!

    O uso de medicamentos deve ser evitado se não for indicado por um profissional

    Na hora de tentar aprender como cuidar de ferida de cachorro, alguns tutores podem se desesperar e começar a procurar na internet que remédios podem ajudar nesses casos. No entanto, isso não é recomendado em hipótese alguma. O uso de antibióticos e analgésicos só é viável se tiver sido prescrito por um médico veterinário, bem como o uso de pomadas e cremes que ajudam na cicatrização da ferida de cachorro. Portanto, nada de tentar utilizar qualquer medicamento no seu cãozinho por conta própria, hein? Isso pode trazer mais problemas para a saúde do animal do que você imagina, mesmo que a sua intenção seja das melhores. A melhor solução é investir em curativos e fazer a higiene diária da região com água ou soro fisiológico.

    Alguns casos precisam de intervenção médica. Mas como identificar isso?

    Essa é uma questão mais simples do que parece. Se for uma ferida pequena e com aspecto leve ou moderado, geralmente não há a necessidade de procurar o auxílio de um profissional, ainda mais se não houver nenhum outro tipo de sintoma. Já se a ferida estiver muito inflamada e o cachorro apresentar quadros como vômitos regulares, é importante ter uma avaliação médica do caso. Além disso, feridas muito grandes e principalmente aquelas que estão em carne viva também necessitam de maiores cuidados e atenção, e a pessoa mais qualificada para tratar esse tipo de ferida em cães é o médico veterinário do animal. Por isso, se o machucado do seu doguinho se enquadra em alguma dessas situações, não hesite em recorrer a um especialista e jamais tente automedicar o seu pet.

    Redação: Juliana Melo

    Conheça 8 plantas que gatos podem comer!

    Próxima matéria

    Conheça 8 plantas que gatos podem comer!

    Bullmastiff: origem, características e cuidados... conheça a raça de cachorro do Reino Unido
    Raças

    Bullmastiff: origem, características e cuidados... conheça a raça de cachorro do Reino Unido

    A raça Bullmastiff é um cachorro grande e robusto, mas que não deixa a desejar no temperamento afetuoso e gentil. Esse cãozinho britânico, que surgiu no século XIX, conquista as pessoas por onde passa. Sempre em alerta, ativo, companheiro e fiel aos tutores, o Bullmastiff estará sempre pronto para proteger a família e seu território. Por não ser uma raça de cachorro tão comum no Brasil, elaboramos um guia com todas as informações que você precisa saber sobre o Bulmastiff, que também é chamado por Bulmastife e Bulmastife Boxer. 

    Tudo sobre o cachorro Boxer: origem, personalidade, saúde, características físicas e cuidados
    Grandes

    Tudo sobre o cachorro Boxer: origem, personalidade, saúde, características físicas e cuidados

    Se você sempre sonhou em ter um cachorro grande dentro de casa, a raça Boxer certamente é uma opção que não vai te decepcionar. Por trás da aparência robusta e que pode ser considerada até um pouco intimidante para alguns, existe um cãozinho companheiro e com muito amor para oferecer aos seus humanos. Conheça um pouco mais sobre o comportamento da raça, cuidados com a saúde e quanto custa um cachorro Boxer.

    Tudo sobre o Dálmata: conheça as características, personalidade e cuidados com essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Tudo sobre o Dálmata: conheça as características, personalidade e cuidados com essa raça de cachorro grande

    Um cachorro Dálmata é facilmente reconhecido graças a sua aparência particular e também ao filme “101 Dálmatas”, desenho que se tornou muito popular na década de 60 e que faz um grande sucesso até hoje. Mas o que esse cãozinho tem de tão especial, além das suas famosas manchas? Para quem sempre quis ter um Dálmata para chamar de seu, chegou o momento de desvendar tudo sobre essa raça de cachorro grande: características físicas, temperamento, personalidade, que cuidados são necessários, preço e como é a saúde desse animal. Vem que a gente te conta!

    5 cuidados com cachorro para não deixar de lado no novo ano
    Cuidados

    5 cuidados com cachorro para não deixar de lado no novo ano

    A chegada de um novo ano geralmente vem acompanhada de uma lista de metas e objetivos para se colocar em prática. Mas você já parou para pensar que seu amigo de quatro patas também pode ser incluído nessa aventura? Com a correria do dia a dia, é muito comum que alguns cuidados com cachorro sejam cada vez mais deixados de lado, como os passeios diários ou os banhos quinzenais. O problema é que manter esses cuidados é essencial para garantir a saúde e bem-estar dos pets, então os tutores precisam encontrar na agenda um tempo para se dedicarem aos amigos de quatro patas. 

    Ver Todas >

    Como construir um canil para cachorro adequado?
    Cuidados dos animais

    Como construir um canil para cachorro adequado?

    Quando falamos de canil para cachorro, o primeiro lugar que nos vem à mente são os abrigos para animais. Porém, canil para cachorro também é o nome dado a um cantinho feito especialmente para seu pet se divertir em uma área externa. Essa é a melhor solução para quem não pode deixar o doguinho dentro de casa ou quer oferecer um cantinho para ele no quintal. Qualquer cão se beneficia desse modelo de casinha para cachorro - grande, pequeno, de raça ou vira-lata. 

    Pata de cachorro: veja como amenizar o cheiro de
    Cuidados dos animais

    Pata de cachorro: veja como amenizar o cheiro de "chulé" do seu cãozinho

    Existem diferentes causas para o chulé em cachorro mas, seja qual for o motivo, o cheiro de “salgadinho” na pata de cachorro pode incomodar bastante quem vive com o pet. Muitos tutores não sabem o que fazer quando o cachorro tem chulé, mas a verdade é que o problema pode ser amenizado de maneiras mais simples do que você imagina. O Patas da Casa te explica como limpar pata de cachorro corretamente e dá dicas de produtos (como o hidratante para patas de cachorro) que vão ajudar - e muito - a acabar com o odor. Confira!

    Gato com medo de ir ao veterinário: como preparar o pet dias antes da consulta?
    Cuidados dos animais

    Gato com medo de ir ao veterinário: como preparar o pet dias antes da consulta?

    O gato estressado ou com medo de ir ao veterinário é muito comum, principalmente quando o animal não está acostumado a sair de casa ou ficar “preso” na caixinha. Os felinos gostam de se sentir no controle do ambiente e são muito apegados com a rotina, então qualquer pequena mudança - como uma simples ida ao veterinário - pode deixar o gato com medo e irritado. 

    Tudo sobre o cocô de cachorro
    Cuidados dos animais

    Tudo sobre o cocô de cachorro

    Poucos tutores têm consciência disso, mas é muito importante observar o cocô de cachorro sempre que ele evacua. O aspecto das fezes revela várias coisas sobre a saúde dos nossos amigos de quatro patas, e por isso devemos ter um cuidado especial na hora de retirá-las e jogá-las fora. Existem vários tipos de fezes de cachorro, com coloração e textura distintas, e saber o que cada tipo significa é necessário para saber quando o animal está saudável ou precisa ir ao veterinário.

    Ver Todas >