Adoção animal

Como adotar um cachorro? Veja um passo a passo de todo o processo!

Publicado - 01 Dezembro 2022 - 18h24

Atualizado - 26 Maio 2024 - 18h50

Se você está pensando em adotar um cachorro, mas nunca teve um pet para chamar de seu, saiba que essa nobre atitude vem repleta de responsabilidades. Um doguinho na sua vida vai mudar muita coisa (para melhor!), só que a adoção vai exigir muitas adaptações na rotina da família. Existem muitas formas de acolher um animal de estimação e cada um vai exigir um manejo e cuidados diferentes. Pensando nisso, organizamos um passo a passo para te ajudar como adotar cachorro.

Passo 1) Tenha certeza da decisão de adotar um cachorro

 

Mulher segurando cachorro filhote no colo

 

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Esse é o primeiro passo de como adotar um cachorro. É importante entender que cada animal tem seu próprio comportamento e personalidade: pode ser carente ou reservado, brincalhão ou quieto e por aí vai. Se certifique de que não está adotando somente por uma vontade passageira - ela vai passar e o cão fica.

Infelizmente, muitos cachorros para adoção são levados por impulso e  devolvidos dias depois (às vezes até no mesmo dia). Então esteja preparado emocionalmente para as vontades do cachorro, que nem sempre serão compatíveis às suas. Mas se você estiver disposto a assumir essa nova vida, siga em frente!

Passo 2) Se certifique de que vai conseguir custear as despesas de um cachorro

 

Pessoa dando pote de ração para cachorro

 

A lista de itens indispensáveis para cães é extensa: ração, brinquedos, remédios, visitas ao veterinário, vacinas para cachorro, banhos e vermífugos são alguns custos fixos. No entanto, são os cuidados básicos que todo animal deve receber. Por isso, coloque na ponta do lápis todas as contas para avaliar se você pode assumir essa responsabilidade financeira. Isso também vale para lares que já têm outros animais, pois os custos serão em dobro. Se você tem condições financeiras de manter o animal, pode seguir para o próximo passo.

Passo 3) Se prepare para uma nova rotina depois de adotar um cachorro

 

Tutora passeando com cachorro e dando água de garrafa para o animal

 

Passear com cachorro, limpar xixi e cocô, dar comida no horário certo, banhos quinzenais, remédios em horários específicos... a vida com um animal de estimação exige bastante do tutor. E não são tarefas que podem ser ignoradas ou adiadas, pois impactam diretamente na qualidade de vida do cachorro. Por isso, se programe em como você vai inserir esses momentos na sua rotina. Um cachorro recém-adotado, então, vai precisar de uma adaptação mais complexa nos primeiros dias.  Ter consciência de que as coisas vão mudar resulta em uma ótima adaptação e muito companheirismo! 

Passo 4) Estabeleça suas prioridades e preferências antes de adotar cachorro

 

Tutor tocando violão enquanto é observado por cachorro

 

Quero adotar um cachorro de porte pequeno” é o que a maioria das pessoas pensam quando o assunto é ter um pet. Só que não adote pensando que ele será sempre aquela criatura pequena que você conheceu quando filhote, viu? Nesse caso, é fundamental saber o porte do animal quando adulto.

Mas não é só isso: se informar sobre predisposição a doenças, o tipo de alimentação e o comportamento do pet, evita qualquer surpresa - e isso vale para qualquer animal. Geralmente os cães de raça têm padrões pré-definidos, então aproveite para estudar qual a melhor para você. Só não leve isso como regra: abra seu coração para cachorros com deficiência, grandes ou idosos - normalmente os mais rejeitados nas feirinhas de adoção.

Passo 5) É hora de procurar onde adotar cachorro na sua cidade

 

Mulher pegando cachorros em cercado

 

Agora é hora de procurar onde adotar um cachorro. Existem inúmeros jeitos de escolher um pet e a feira de adoção é a mais comum, pois muitos cães já vêm vermifugados e às vezes até castrados. Você pode começar procurando abrigos na sua cidade que fazem resgates e cuidam de pets abandonados. Se informe se o local costuma fazer feirinhas de adoção, assim você facilita o processo.

Fazer uma visita a uma ong de animais também é uma boa opção. Esses locais estão sempre precisando de ajuda na limpeza e cuidados dos animais (ou simplesmente alguém para brincar ou passear com os cães). É a oportunidade de você vivenciar aquela rotina e observar os animais disponíveis para adoção. 

Você pode, ainda, buscar na internet. Existem muitos grupos em redes sociais e até mesmo sites que otimizam o processo de adoção, como é o caso do Adota Patas.

Passo 6) Formalize a adoção do cachorro e se prepare para a chegada dele

 

Dono ensinando cachorro sentado em sofá

 

Uma adoção responsável normalmente é acompanhada pela ong que resgatou o animal. Por isso, não estranhe se tiver que assinar um termo de compromisso e até mesmo ter alguém checando o estado geral do animal nos primeiros meses. Essa é uma forma que as instituições e protetores têm para garantir que o cachorro está sendo bem cuidado e não corre riscos de vida.

Após a assinatura do termo, é hora de comprar os acessórios essenciais para o novo pet da família. Veja a lista do que comprar ao adotar um cachorro (filhote ou adulto)

  • Ração indicada para a idade e peso de animal
  • Caminha para o cachorro
  • Comedouro e bebedouro
  • Coleira de identificação
  • Peitoral e guia para passeios
  • Brinquedos
  • Tapete higiênico para cachorro (ou o bom e velho jornal)

Passo 7) É hora de levar o cachorro adotado para o novo lar

 

Cachorro lambendo rosto de mulher sorridente dentro de casa

 

Depois de adotar um cachorro, o próximo passo é adequar ele ao seu novo lar e é imprescindível ter muita (mas muita) paciência! Respeite e dê espaço para ele, tudo é muito novo e ele pode se assustar. Socialize aos poucos oferecendo petiscos, pois ele ainda não te conhece, e aproveite essa fase para o educar com comandos e reforço positivo, principalmente para ensinar onde ele deve fazer suas necessidades. No caso de um filhote, ele vai exigir mais cuidados (e também vai dar mais trabalho). Já um cachorro adulto pode ter traumas que vão demandar um cuidado maior.

Os cães vivem de 10 a 15 anos e durante todo esse tempo ele vai precisar da sua parceria para viver bem e de forma saudável. Só assim você terá seu melhor amigo por bastante tempo! Se ainda tem dúvidas sobre qual cão escolher, veja cinco motivos para adotar um cachorro preto.

Redação: Erika Martins

Edição: Luana Lopes

Raças

Inteligência Artificial imagina como seriam os cachorros famosos de desenhos animados: Scooby-Doo, Snoopy, Patrulha Canina…

Vários cachorros famosos da ficção são inspirados em raças de cachorros reais. A raça do Scooby Doo, por exemplo, é o Dogue Alemão, ...

Cachorro

Cientistas usam Inteligência Artificial para traduzir o que os cachorros "falam" quando estão latindo

Existem pesquisas que apontam que o cachorro entende o que a gente fala — mas seria muito bom entender exatamente o que eles ‘falam’...

Adoção

Casal atravessa o oceano para tirar férias relaxantes e acaba resgatando um gato de rua machucado

O Dia dos Namorados Pet não é só um momento para celebrar o amor que você sente pelo seu gato ou cachorro. É também época para recon...

Adestramento

Dia dos Namorados Pet: Golden Retriever teve a missão de entregar um presente especial para a dona

No Dia dos Namorados, vários casais que têm bichinhos de estimação gostam de incluir os pets nesse momento especial. Afinal, muitas ...

Comportamento

Gatinho entra em profundo sofrimento quando é separado de seu brinquedo favorito

Identificar um gato triste não é tão fácil quanto parece. Ao contrário dos cachorros, que são animais expressivos, os felinos demons...

Comportamento

Mais rápido do mundo: gato skatista quebra recorde impressionante e entra para o Guinness

Sabia que existem vários gatos recordistas por aí? Algum tempo atrás, uma gata de 27 anos foi reconhecida pelo Guinness Book como o ...

Comportamento

São mais de 100 sons diferentes: a incrível capacidade de comunicação dos gatos vai te deixar de queixo caído

Com certeza o som de gato mais conhecido é o miado. Mas você sabia que os gatos são capazes de emitir mais de 100 sons diferentes? I...

Brinquedos

Esse brinquedo de gato faz tanto sucesso na minha casa que meus gatos não querem parar de brincar: diversão garantida!

Não é preciso muito para deixar os felinos felizes e relaxados. Basta um brinquedo de gato que instigue os instintos da espécie e os...

Ver todas