Cuidados

Coleira com identificação para cães: qual a importância e como escolher a melhor para o seu animal?

A coleira com identificação é um acessório super importante para a segurança do seu cachorro
A coleira com identificação é um acessório super importante para a segurança do seu cachorro

Se você já perdeu um animal de estimação alguma vez na vida, provavelmente sabe da importância de manter uma coleira com identificação no seu cachorro. Com o número de contato e outras informações relevantes presas ao pescoço do bichinho, as chances de você recuperá-lo aumentam consideravelmente, caso ele se solte da guia ou decida sair por aí em busca de novas aventuras. Ainda assim, muitos tutores adiam ou resistem à ideia de identificar seus animais. Abaixo, mostraremos por que uma coleira de identificação para cães é importante e os principais modelos disponíveis no mercado. Confira!

A importância de usar a coleira de identificação para cães até dentro de casa

Durante o passeio, mesmo com o melhor tipo de coleira para cachorro, você deve ter em mente que imprevistos podem acontecer e o seu animal acabar escapando da guia. O cão também pode fugir de casa ou, de alguma forma, desaparecer da sua vista. Para deixar o seu pet sempre protegido, você deve identificá-lo previamente para garantir que ele retorne ao lar caso se separe de você. Sem um acessório de identificação, fica muito difícil alguém encontrar o seu animal e conseguir devolvê-lo.

Embora seja tentador livrar o cachorro do desconforto da coleira dentro de casa, o ideal é que ele fique identificado o tempo todo. Nunca se sabe qual será o comportamento do cão ao encontrar uma porta aberta à sua frente. Ainda que você tenha muito cuidado, situações fora do seu controle podem surgir e, por isso, é melhor estar preparado.

Quais informações a plaquinha de identificação para cachorro deve ter?

Geralmente o espaço para colocar o texto no pingente de identificação do cachorro é limitado. Portanto, certifique-se de escolher as informações de contato mais relevantes, como o nome do animal e o telefone principal. Se o seu cão tiver um problema de saúde mais grave e estiver tomando alguma medicação regular, pode ser útil incluir o nome da doença e o tipo de tratamento. Veja alguns dados que podem ser colocados na coleira de identificação para cachorros:

  • Nome do animal;
  • Telefone residencial com DDD;
  • Celular com DDD;
  • Endereço;
  • E-mail;
  • Informações médicas ou de comportamento;
  • Número de telefone alternativo (pessoa de confiança ou o veterinário).

Modelos de coleira: identificação é essencial para manter o seu cachorro seguro

De versões mais simples aos modelos mais tecnológicos, as coleiras com o nome do animal são acessórios que facilitam muito a vida de um tutor. Elas são o símbolo universal de que o seu cãozinho tem um lar e uma família esperando por ele. Há produtos realmente baratos, como a coleira com placa de identificação para cães com gravação, que pode custar por volta de R$ 20. Confira os principais modelos:

  • Coleira plana com plaquinha de identificação: Geralmente feitas de nylon ou couro, as coleiras planas ou de pescoço podem ser compradas juntamente com as plaquinhas de plástico ou metal personalizadas. O pingente é comercializado em diversos formatos e pode ser adquirido separadamente;
  • Coleira bordada: com as informações relevantes bordadas no próprio tecido, esse tipo de coleira é ideal para cachorros que se distraem com o barulho dos pingentes. Permite a personalização do texto e das cores, e a inclusão de elementos, como estrelas, ossinhos e patas de cachorro;
  • Coleira com placa rebitada: esse modelo, que tem a placa grudada na coleira, também é uma alternativa ao “tinir” dos pingentes que podem incomodar os cachorros e, claro, nós humanos;
  • Coleira de couro com informações gravadas: assim como no modelo bordado, as informações gravadas no couro têm menor probabilidade de se desgastarem com o tempo;
  • Com recursos tecnológicos: é possível encontrar coleiras de identificação com recursos interessantes, como USB e QR codes. Neste caso, quando alguém lê o código com um smartphone, aparece o perfil e as informações do seu cão em um site. Algumas empresas podem cobrar uma assinatura mensal pelo serviço.
Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

As crises alérgicas costumam acontecer:

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    A coleira de identificação com o nome e telefone gravado é uma boa opção, principalmente para cães mais agitados
    A coleira de identificação com o nome e telefone gravado é uma boa opção, principalmente para cães mais agitados
    A placa de identificação para cães pode ser colocada em coleiras tradicionais ou no peitoral
    A placa de identificação para cães pode ser colocada em coleiras tradicionais ou no peitoral
    A coleira de identificação com o nome e telefone gravado é uma boa opção, principalmente para cães mais agitados
    A placa de identificação para cães pode ser colocada em coleiras tradicionais ou no peitoral

    Mais Lidas

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal
    Cuidados dos animais

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal

    O carrapato em cachorro, assim como as pulgas, é uma das principais causas de aborrecimento nos donos de pets. Mesmo usando coleiras ou remédio para carrapato, o animal não está livre de pegar esses parasitas tão incômodos e que podem causar problemas graves. Às vezes, um simples passeio ao ar livre já pode gerar dores de cabeça se o local estiver infestado. Para controle, é importante não só proteger o animal, mas também fazer uma limpeza do ambiente: estudos mostram que os carrapatos podem sobreviver até 200 dias em um lugar sem se alimentar. Pensando nisso, vamos te ensinar como acabar com carrapatos no quintal com ingredientes que você pode ter em casa.

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato
    Cuidados dos animais

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato

    Até mesmo os tutores mais experientes podem cometer alguns erros quando o assunto é cuidar de gato. Uma dúvida muito comum, por exemplo, é se a castração de gato é realmente necessária. Além disso, muitos humanos cometem o erro de tratar os felinos como se eles fossem cães, embora eles tenham comportamentos claramente distintos. No geral, os gatos são mais reservados, independentes e valorizam muito sua privacidade, diferente dos cachorros. P

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!
    Cuidados dos animais

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!

    Ter um cãozinho em casa é só alegria, mas é sempre bom que o dono esteja preparado para lidar com alguns comportamentos inconvenientes do animal. Um deles é o xixi fora do lugar para deixar o cheiro em todos os cantos da casa. O que fazer para o cachorro parar de marcar território? O costume é desagradável e pode até tirar o sossego de muitos tutores por aí. Para te ajudar, separamos algumas dicas para evitar que o cachorro marque território em casa e faça xixi onde não deve. Acompanhe!

    5 motivos pelos quais seu cachorro coça as orelhas
    Cuidados dos animais

    5 motivos pelos quais seu cachorro coça as orelhas

    Mesmo que muitas vezes sejam esquecidas na hora dos cuidados, as orelhas do seu cachorrinho são bem sensíveis e precisam de bastante atenção. De vez em quando, é comum que algum incômodo pontual faça o seu cachorro ficar coçando a orelha, mas quando isso se torna algo frequente e você percebe um incômodo maior no animal, vale a pena ficar atento.

    O uso da coleira de identificação é um cuidado essencial até para cachorros “microchipados”

    Mesmo que o seu amigo de quatro patas já tenha um microchip para cachorros implantado na pele, a coleira de identificação continua sendo um recurso necessário. Como não são todos os lugares que têm o leitor de chips à disposição, as plaquinhas com as informações ainda são a maneira mais rápida de você encontrar o paradeiro do seu cachorro.

    Mais dicas para escolher a coleira de identificação de cães perfeita:

    • Se o seu cão é indisciplinado, talvez uma coleira com pingente balançando para lá e para cá não seja uma boa ideia — especialmente em casas com bebês e idosos.
    • É importante comprar produtos de qualidade para que as informações do animal fiquem legíveis e não desapareçam com o tempo. A argola que prende a plaquinha à coleira deve ser resistente para que ela não se solte com facilidade.
    • Se os pingentes causarem alguma distração ou irritação no seu cão, considere usar a etiqueta de identificação rebitada ou uma coleira bordada com os dados.
    • Sempre deslize dois dedos entre a coleira e o pescoço do animal para verificar se ela está ajustada corretamente. Não pode ser larga nem muito apertada.
    • Para cães que não estão acostumados a usar a coleira dentro de casa, é importante apresentar o hábito gradualmente. Coloque a coleira adequadamente ajustada no seu animal de estimação por dez minutos ao dia até que ele se sinta confortável.
    • A plaquinha de identificação vendida à parte pode ser colocada em qualquer tipo de coleira ou peitoral.

    Redação: Guilherme Segal

    Vantagens e desvantagens do jornal para cachorro

    Próxima matéria

    Vantagens e desvantagens do jornal para cachorro

    Displasia coxofemoral em cães: como melhorar a qualidade de vida do animal diagnosticado com o problema?
    Saúde

    Displasia coxofemoral em cães: como melhorar a qualidade de vida do animal diagnosticado com o problema?

    Há uma série de doenças que podem comprometer a mobilidade dos nossos amigos de quatro patas. Entre elas, a displasia coxofemoral em cães. A patologia, que atinge as patas traseiras do animal, exige um tratamento acompanhado de perto por veterinários pelo resto da vida do cãozinho. Por isso, entender o processo de evolução da doença é fundamental para saber quais medidas tomar para garantir o conforto e o bem-estar do seu pet.

    Onde colocar a comida do cachorro? Saiba também como escolher a melhor opção
    Alimentação

    Onde colocar a comida do cachorro? Saiba também como escolher a melhor opção

    Comida de cachorro sempre envolve muitas dúvidas: quantidade, horários, quantas vezes ao dia, qual a melhor ração, etc. Mas você sabia que os cachorros precisam não só de um local como de uma altura específica para os potes de ração e água não causarem problemas na coluna ou na digestão? Outro ponto muito importante é não colocar a alimentação perto do tapete higiênico ou do jornal onde eles fazem as necessidades. Isso pode causar com que eles não se alimentem ou não aprendam o local de fazer xixi e cocô. Esses espaços devem ser bem delimitados e afastadoS. Os potes também devem ser escolhidos de acordo com a necessidade de cada animal: além do tamanho, existem diferentes materiais. Veja abaixo:

    Ração para cães idosos: como escolher o melhor tipo para o cachorro
    Sênior

    Ração para cães idosos: como escolher o melhor tipo para o cachorro

    Os cães são grandes companheiros e, para viverem saudáveis por muitos anos, precisam de cuidados específicos em cada fase da vida. Isso é ainda mais importante quando os peludinhos chegam à velhice. Por ficarem mais propensos a doenças e com dentes mais frágeis, a ração comum deve ser substituída por uma ração para cachorros idosos.

    Dicas para o banho: como escolher o melhor sabonete para cachorro?
    Higiene

    Dicas para o banho: como escolher o melhor sabonete para cachorro?

    O banho é um momento muito importante na rotina dos cães. Quem opta por fazer essa tarefa em casa sabe que é preciso tomar alguns cuidados para deixar o cachorro bem limpinho. Embora o intervalo entre os banhos seja bem maior para eles que para os seres humanos, a higienização correta é muito importante, inclusive para a saúde dos pelos do animal. Por isso, escolher os produtos ideais é fundamental: shampoo, condicionador e o sabonete para cachorro fazem parte dos itens necessários. Para acertar, é importante levar em consideração se o seu cão tem alguma alergia e apostar em produtos que sejam próprios para cachorros. Hoje o Patas da Casa vai te ajudar a escolher o sabonete ideal para o seu amigo. Chega mais!

    Ver Todas >

    Como viajar com cachorro de ônibus? Veja as regras e cuidados importantes!
    Cuidados dos animais

    Como viajar com cachorro de ônibus? Veja as regras e cuidados importantes!

    Nada parte mais o coração de um tutor do que ter que viajar e não poder levar o seu filho de quatro patas junto. Afinal, os cães fazem parte da nossa família e uma das melhores coisas é poder compartilhar esses momentos com eles. Mas sabia que com o planejamento certo é super possível viajar com cachorro? Existem várias opções viáveis e uma delas é a viagem de ônibus. 

    Cachorro com medo de trovão: veja algumas dicas para acalmar o pet
    Cuidados dos animais

    Cachorro com medo de trovão: veja algumas dicas para acalmar o pet

    Não é incomum encontrar um cachorro com medo de chuva e de trovão. O barulho da tempestade gera em alguns cães um sentimento tão grande de insegurança que eles perdem o controle de suas próprias emoções. Toda aflição provocada pelo perigo que o som da chuva e trovão representa pode influenciar no comportamento do cãozinho, como tentativa de fuga, destruição e até agressividade. É importante observar como o cãozinho reage nessas situações e buscar formas de reverter o medo que ele sente. 

    Lhasa Apso tosado: veja os cortes mais indicados para a raça de cachorro
    Cuidados dos animais

    Lhasa Apso tosado: veja os cortes mais indicados para a raça de cachorro

    Manter os pelos do cachorro bonitos e saudáveis é dever de todo tutor, principalmente para quem é dono de raças mais peludinhas, como o Lhasa Apso. Por isso, alguns cuidados básicos do dia a dia - como a escovação, banho e tosa - são indispensáveis, tanto por uma questão de higiene, como também para deixar o cãozinho com uma boa aparência. No caso do Lhasa Apso, a tosa pode sofrer diferentes modificações e o cachorro pode usufruir de tipos de cortes e penteados para todos os gostos. Quer conhecer um pouco mais sobre os tipos de tosa para Lhasa Apso? É só dar uma olhada na matéria que preparamos a seguir!

    Banho em gato: entenda de uma vez por todas porque não é recomendado
    Cuidados dos animais

    Banho em gato: entenda de uma vez por todas porque não é recomendado

    Já parou para se perguntar se pode dar banho em gato? Esse é um assunto bastante polêmico e que desperta muita dúvida na maioria dos tutores (principalmente nos pais de primeira viagem). Como muitos sabem, os felinos são animais que cuidam da sua própria higiene e fazem a autolimpeza diariamente com a própria língua, então em muitos casos os médicos veterinários não indicam o banho em gato.

    Ver Todas >