close
Saúde

Catarata em cachorro? Descubra como a doença se desenvolve e como é feito o tratamento

Atualizado · 05 de junho de 2020 · 14h59

Publicado · 10/02/2020 · 19h02

Catarata em cachorro: entenda como a doença se desenvolve
Catarata em cachorro: entenda como a doença se desenvolve

Da mesma forma como acontece com os humanos, a catarata em cachorro é uma doença que, gradativamente, afeta a qualidade da visão do animal. Ela pode ser causada por uma série de motivos diferentes, mas apenas um deles pode ser prevenido. Outro detalhe que é único sobre a catarata em cachorro é o tratamento: a cirurgia. Para te ajudar a saber um pouco mais sobre essa doença que atinge tanto os cachorros idosos quanto os mais jovens, nós conversamos com o veterinário oftalmologista Pedro Mancini do Hospital Vet Popular. Dá uma olhada! 

O que é a catarata em cachorro e como ela se desenvolve?

Os olhos do cachorro são formados por diferentes “compartimentos” — assim como os nossos. A catarata é uma condição que atinge apenas uma parte, como explica Pedro: “o cachorro com catarata tem um distúrbio na organização e integridade das fibras do cristalino. O cristalino é a lente do olho responsável pelo foco das diferentes distâncias do que eles enxergam”. Por isso, um dos primeiros sinais que seu amigo dá no início da catarata é a perda de noção de espaço. 

Em relação às causas, é comum que a genética esteja envolvida em grande parte dos casos: “a catarata congênita acontece por causa de problemas no desenvolvimento embrionário e fetal, ou seja: por herança genética. Ela também pode ser consequência de outros quadros e doenças, como diabetes, degenerações retinianas, traumas, inflamações e infecções”, conta o profissional. 

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    A catarata em cachorro pode afetar um ou os dois olhos do animal ao mesmo tempo
    A catarata em cachorro pode afetar um ou os dois olhos do animal ao mesmo tempo
    Depois da cirurgia de catarata em cachorro, o animal continua em tratamento com colírios
    Depois da cirurgia de catarata em cachorro, o animal continua em tratamento com colírios
    A catarata em cachorro pode afetar um ou os dois olhos do animal ao mesmo tempo
    Depois da cirurgia de catarata em cachorro, o animal continua em tratamento com colírios

    Mais Lidas

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    Cachorro com catarata: os sintomas da doença e o diagnóstico

    Descobrir qualquer tipo de doença no seu cachorro é um desafio que pede bastante observação no dia a dia do animal. Um dos sinais clínicos mais característicos e simples de identificar da catarata é a opacificação do cristalino, que deixa o globo ocular branco. “Ele vai se tornando levemente azulado ou acinzentado sem que o animal fique cego — a cegueira vem depois de uns 80% de desenvolvimento da catarata no cristalino”, explica Pedro. Mas como esse não é o único sintoma, ele continua: “além disso, o animal fica com dificuldade de orientação em ambientes desconhecidos, medo de sair na rua e começa a bater o focinho em paredes e portas”.  

    Depois de identificar esses sinais, a ida ao veterinário é indispensável para que o diagnóstico de catarata seja confirmado: “o ideal é que o oftalmologista gradue o estágio da catarata e valide o olho para que seja operável, levando em consideração os sinais clínicos, histórico e exames específicos. Afinal de contas, nem todos os olhos com catarata podem ser operados”, afirma Pedro.  

    Catarata em cães: tratamento envolve cirurgia e colírios

    Assim como acontece com os humanos, a cirurgia de catarata em cachorro é a única resposta para quem pergunta se catarata em cachorro tem cura. “A técnica utilizada na cirurgia é a de facoemulsificação, onde por incisões milimétricas removemos toda a catarata e colocamos uma lente intraocular substituta”, explica o veterinário. O preço da operação pode variar de acordo com o quadro do paciente.

    Depois da cirurgia, o tratamento continua: o médico responsável pelo caso indicará uma opção entre os diferentes tipos de remédio para catarata em cachorro. “O pós-operatório é trabalhoso, já que a principal via de tratamento são os colírios. Eles são usados a cada 2 horas na primeira semana e esse intervalo vai ficando mais espaçado de acordo com a recuperação do paciente. O período médio de tratamento é 45 dias”.

    A catarata em cachorro pode ser prevenida? 

    Geralmente, as diferentes formas de prevenção de doenças estão ligadas com suas causas. No caso da catarata, Pedro conta que a única delas que pode ser evitada é a causada pela diabetes: “Bons hábitos alimentares, exercícios e acompanhamento veterinário regular previnem essa doença que, além de causar a cegueira, encurta e prejudica muito a vida do animal”. 

    Redação: Ariel Cristina Borges 

    Pneumonia em gatos: veterinário explica tudo sobre a doença

    Próxima matéria

    Pneumonia em gatos: veterinário explica tudo sobre a doença

    Como é a saúde do Husky Siberiano? A raça de cachorro tem propensão para desenvolver alguma doença?
    Saúde

    Como é a saúde do Husky Siberiano? A raça de cachorro tem propensão para desenvolver alguma doença?

    É praticamente impossível resistir ao charme de um Husky Siberiano. A raça tem uma forte presença, com pelos brilhantes e um olhar penetrante que às vezes até chega a intimidar. Mas quem pensa que eles são cães agressivos devido à semelhança com lobos se engana. No fundo, o Husky Siberiano (filhote ou adulto) é um super companheiro, carinhoso e bastante apegado a sua família. O problema é que a raça pode ter alguns probleminhas de saúde no decorrer da sua vida, mesmo que ele receba todos os cuidados necessários. A seguir, separamos as principais doenças que podem acometer a saúde do cachorro Husky.

    Parvovirose canina: descubra o que é, sintomas, prevenção e como funciona o tratamento da doença viral
    Saúde

    Parvovirose canina: descubra o que é, sintomas, prevenção e como funciona o tratamento da doença viral

    Uma das doenças virais de cachorro mais sérias e comuns que existem, o vírus da parvovirose atinge, principalmente, animais que não foram imunizados contra este e outros vírus. Entre os principais sintomas da parvovirose, o vômito, a diarreia com sangue, e a desidratação podem ser destacados, ou seja: mesmo que o diagnóstico chegue bem cedo, o tratamento deve começar o quanto antes, já que a parvovirose pode ser fatal. Para esclarecer todas dúvidas sobre a parvovirose canina, nós conversamos com a veterinária Jackeline Ribeiro. Dá uma olhada no que ela contou!

    Diabetes em cachorro: como é feito o tratamento e quais as mudanças necessárias na rotina do pet?
    Saúde

    Diabetes em cachorro: como é feito o tratamento e quais as mudanças necessárias na rotina do pet?

    A diabetes canina é um problema sério e delicado que afeta significativamente a qualidade de vida dos cães e que, se não for tratada adequadamente, pode até ser fatal. Por isso, quanto antes o tratamento for iniciado, maiores são as chances do cachorro conseguir viver com a doença sem ser tão prejudicado. Mesmo que a enfermidade seja bastante conhecida no universo humano, a diabetes em cachorro ainda desperta muitas dúvidas, principalmente no que se refere ao tratamento e às mudanças na rotina do pet. 

    Castração de cachorros e gatos: cientista brasileira desenvolve método de esterilização não cirúrgica
    Castração

    Castração de cachorros e gatos: cientista brasileira desenvolve método de esterilização não cirúrgica

    A castração de cachorro e gato é uma medida necessária não apenas para diminuir o número de animais abandonados nas ruas, como também para cuidar da saúde e bem-estar desses bichinhos. Além de evitar que cães e gatos engravidem, o procedimento ajuda a prevenir várias doenças e até melhora o comportamento dos pets. No entanto, quando o assunto é castrar gato e cachorro, muitos tutores ficam apreensivos e com receio de submeter os animais à intervenção cirúrgica.

    Ver Todas >

    Como é feito tratamento de câncer em cachorro?
    Saúde animal

    Como é feito tratamento de câncer em cachorro?

    Receber o diagnóstico de câncer em cachorro é um momento muito triste para qualquer tutor. A doença é agressiva e traz diversas complicações à saúde do animal. Além de os sintomas do câncer de cachorro serem bem intensos, o tratamento também é bastante delicado e requer atenção especial. A quimioterapia em cães é o tratamento mais conhecido, mas existem outras formas de tratar a doença. 

    Vermífugo para gatos: quanto custa e outras formas eficientes de prevenir os vermes
    Saúde animal

    Vermífugo para gatos: quanto custa e outras formas eficientes de prevenir os vermes

    O vermífugo para gatos é um cuidado importante que ajuda a manter a saúde dos nossos amigos de quatro patas e deve ser aplicado logo no primeiro ano de vida do pet. Os vermes acometem principalmente o intestino do animal, mas também podem atacar outras partes do corpo e causar sintomas bem desagradáveis. Por conta da facilidade do contágio, é fundamental que o tutor tenha uma atenção especial com o calendário de vermifugação para evitar um gato com verme. 

    Vacinas para gatos: tem problema atrasar o reforço anual?
    Saúde animal

    Vacinas para gatos: tem problema atrasar o reforço anual?

    Um dos cuidados mais importantes com a saúde felina é a aplicação das vacinas para gatos logo nos primeiros meses de vida. As doses devem ser reforçadas anualmente para proteger os bichanos contra doenças perigosas e contagiosas, como panleucopenia felina, calicivirose e rinotraqueíte. Mas será que tem problema atrasar a vacina de gato em alguns dias ou semanas? Quais são os perigos de fazer isso? 

    Vitamina para gato: quais as mais indicadas durante a gestação felina?
    Saúde animal

    Vitamina para gato: quais as mais indicadas durante a gestação felina?

    A gestação de gato demanda atenção redobrada com a saúde. Visitas ao veterinário, exames e cuidados no dia a dia devem fazer parte da rotina. Entre as mudanças durante a gravidez, a dieta é uma das principais. A gata grávida precisa de uma alimentação diferenciada que seja capaz de manter a sua saúde e a dos filhotes que estão em na barriga. A vitamina para gato tem um papel fundamental na dieta da gata prenha. 

    Ver Todas >