Cachorro

Cão-guia: qual a importância do animal no dia a dia de pessoas com deficiência visual?

O cão-guia é determinante na independência de pessoas com deficiência visual. Entenda abaixo como funciona o treinamento!
O cão-guia é determinante na independência de pessoas com deficiência visual. Entenda abaixo como funciona o treinamento!

Para gerar mais conscientização sobre as necessidades e o dia a dia de pessoas com diferentes tipos de deficiência, a Organização das Nações Unidas (ONU) estabeleceu o 3 de dezembro como o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência. Mesmo quase 30 anos depois (a data foi criada em 1992), a discussão ainda é plausível e necessária. A busca pela independência e autonomia é sempre uma constante na vida de pessoas com deficiência e, em um dos casos, a resposta está em um amigos de quatro patas: o cão-guia. Inteligente, forte, dócil e com uma memória incrível, esse animal é treinado desde os primeiros meses de vida para ser os olhos de quem não pode enxergar. Descubra mais sobre a vida desses animais aqui embaixo! 

Como funciona a criação de cães-guia?  

Para trabalhar como cão-guia, a trajetória do cachorro começa antes mesmo dele nascer, ainda na escolha das raças. É bem comum encontrar animais das raças Labrador, Golden Retriever e Pastor Alemão exercendo essa função: o cão-guia precisa ser, ao mesmo tempo, inteligente, dócil e forte, características bem comuns dessas raças. Em todo caso, o que importa mesmo é a personalidade do animal. Depois que nascem, os filhotes também passam por uma triagem individual antes de serem encaminhados para o treinamento. Além das características principais, eles também precisam ser bem sociáveis, sem tendência à agressividade, com facilidade para aprender os comandos com rapidez e se manterem focados na maior parte do tempo, além de uma ótima saúde. Os filhotes que não passam podem ser aproveitados para auxiliar em diferentes programas terapêuticos ou são adotados por famílias comuns, sendo criados como cães de companhia. 

No caso dos filhotes selecionados, o treinamento começa ainda nos primeiros meses de vida, quando as reações do animal a diferentes tipos de estímulos externos começam a ser treinadas. Com um ano de idade, o cachorro começa a aprender comandos vitais para o serviço, como, por exemplo, reconhecer situações que podem colocar o deficiente em perigo e, nesses casos, desobedecer. Ele desvia de objetos, aprende a sinalizar degraus, calçadas e esquinas e se adapta ao arnês, espécie de guia utilizada pelo deficiente visual para sentir os comandos do animal.

Descubra se você é um cachorro ou um gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

No fim de semana, você é o amigo que...?

As férias estão chegando! Vai viajar?

Chegou a hora de escolher a comida! Quem é você?

Que música você escolhe para arrasar no karaokê?

E sobre seus cuidados de beleza?

Vai ficar em casa com o mozão? Você prefere:

Ihhh, você recebeu uma crítica no trabalho… Como reage?

Você é um cachorro! Você é um gato! Você é um gatorro!
    O treinamento do cão-guia começa quando o animal ainda é um filhotinho
    O treinamento do cão-guia começa quando o animal ainda é um filhotinho

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia
    Comportamento animal

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia

    Manter a frequência de passeios no dia a dia do seu amigo de quatro patas é algo necessário para todas as raças de cachorro. Além dos benefícios que a socialização desses momentos traz, para muitos animais, essa caminhada é atividade física suficiente para o gasto de energia diário. Raças mais preguiçosas, que só devem se movimentar para manter a saúde, não precisam de muito tempo dedicado a essa área, mas nem todas são assim: para equilibrar, existem algumas raças de cachorro têm energia de sobra. Pensando no bem da saúde do seu animal e buscando evitar que ele desconte essa disposição acumulada em outras partes da casa, nós separamos algumas raças que precisam de agitação para ficar bem no dia a dia. Dá uma olhada!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    O tutor do cão-guia também precisa de uma fase de adaptação

    Quando o treinamento do animal acaba, as escolas de formação de cães-guia (geralmente, organizações sem fins lucrativos), se encarregam de fazer a combinação entre animal e dono de acordo com a personalidade de cada um deles. Depois dos pares formados, chega a fase de adaptação um com o outro: durante mais ou menos um mês, o treinador do animal faz a mediação dos encontros e ensina, também, o futuro tutor para que ele saiba como lidar e como entender as indicações do animal. O treinador, nesse caso, também atua para garantir a segurança do dono do animal.

    Como é possível conseguir um cão-guia? 

    O cão-guia deve começar a exercer a função assim que o treinamento acaba, já que ele trabalha por um período determinado de tempo — a aposentadoria chega quando o animal começa a transição para a terceira idade, entre os seis e sete anos. Por isso, a pessoa com deficiência visual que deseja contar com a ajuda do cãozinho precisa entrar numa fila organizada pelas instituições que treinam os animais e os tutores e esperar a disponibilidade do animal. O futuro dono precisa comprovar a deficiência, ter boa saúde física e mental e conseguir sustentar o animal.

    Redação: Ariel Cristina Borges

    Cachorro entende quando o outro morre? Como os cães reagem quando perdem um amigo de quatro patas?

    Próxima matéria

    Cachorro entende quando o outro morre? Como os cães reagem quando perdem um amigo de quatro patas?

    Coleira com identificação para cães: qual a importância e como escolher a melhor para o seu animal?
    Cuidados

    Coleira com identificação para cães: qual a importância e como escolher a melhor para o seu animal?

    Se você já perdeu um animal de estimação alguma vez na vida, provavelmente sabe da importância de manter uma coleira com identificação no seu cachorro. Com o número de contato e outras informações relevantes presas ao pescoço do bichinho, as chances de você recuperá-lo aumentam consideravelmente, caso ele se solte da guia ou decida sair por aí em busca de novas aventuras. Ainda assim, muitos tutores adiam ou resistem à ideia de identificar seus animais. Abaixo, mostraremos por que uma coleira de identificação para cães é importante e os principais modelos disponíveis no mercado. Confira!

    Como é viver com um cão-guia? Veja o relato de uma pessoa com deficiência visual
    Histórias reais

    Como é viver com um cão-guia? Veja o relato de uma pessoa com deficiência visual

    Auxiliar a vida de pessoas com deficiência visual é a missão do cão-guia. Treinado para agir em diversas situações, esse animal se torna os olhos do seu tutor. A preparação do cão-guia começa ainda nos primeiros meses de vida e seu “trabalho” segue até o início da velhice, quando se aposenta. Esses animais são inteligentes, dotados de doçura e capazes de ter uma ação rápida quando for necessário. Mas, como é viver com um cão-guia? Para te responder, conversamos com a Camila Alves, que perdeu a visão na adolescência e hoje tem o suporte do Astor, seu amigo de quatro patas. Conheça essa história!

    Perfume para cachorro faz mal à saúde do animal?
    Higiene

    Perfume para cachorro faz mal à saúde do animal?

    Será que o perfume para cachorro é uma boa ideia? Há muitas opiniões divergentes sobre o uso de fragrâncias industrializadas em cães. Enquanto muitas pessoas não veem a necessidade de alterar o cheiro natural dos animais, outras defendem que o produto é apenas um recurso para deixar os bichinhos com um odor mais agradável – com muito mais vantagens para os humanos, certamente.

    Cachorro obeso: como ajudar o animal a perder peso?
    Saúde

    Cachorro obeso: como ajudar o animal a perder peso?

    A obesidade canina é um problema bem comum entre os cães. Assim como em seres humanos, o excesso de gordura pode provocar diversos problemas de saúde - como doenças cardíacas e hepáticas -, além de diminuir a qualidade de vida do animal. Por isso, é importante estar atento aos sinais de que seu cachorro está ganhando peso e começar a pensar em mudanças de hábitos na rotina dele. Quer saber como evitar a obesidade canina e ajudar seu cachorro a perder peso? O Patas da Casa listou 4 dicas para ajudar o seu amigo a emagrecer.

    Ver Todas >

    Conheça todos os tipos de coleira para cachorro e como usar: modelos, funções e adestramento
    Comportamento animal

    Conheça todos os tipos de coleira para cachorro e como usar: modelos, funções e adestramento

    Cuidar de cachorro é um dos maiores prazeres na vida de qualquer tutor. Tanto é que muitas vezes os cães passam a ser considerados como “filhos” pelos humanos. O que poucos percebem é que, além dos cuidados com a alimentação e saúde do animal, também é importante se atentar a alguns acessórios essenciais para lidar com o cachorro no dia a dia, como é o caso da coleira para cães.

    Como funciona a memória dos cães? Veja essa e outras curiosidades sobre o cérebro do cachorro
    Comportamento animal

    Como funciona a memória dos cães? Veja essa e outras curiosidades sobre o cérebro do cachorro

    Já parou para se perguntar como funciona o cérebro do cachorro? Essa é uma questão que pode intrigar muitos tutores, já que esses animais muitas vezes nos surpreendem com alguns comportamentos. Afinal, não dá para negar que, embora irracionais, os cães conseguem ser muito inteligentes! Eles são capazes de aprender vários tipos de comandos e muitas vezes parecem nos entender como ninguém. Então, como será que funciona a memória e o cérebro de cachorro?

    Quais são as raças de cachorro que vivem mais tempo?
    Comportamento animal

    Quais são as raças de cachorro que vivem mais tempo?

    No mundo canino, a proporção da idade do cachorro é totalmente diferente do que conhecemos entre os humanos. A média de vida de um cãozinho é de 10 a 13 anos, mas isso pode mudar de acordo com o tamanho, raça e cuidados que o animal recebeu ao longo da vida. No entanto, algumas raças de cachorro são conhecidas pela alta expectativa de vida. Um fator absolutamente genético! 

    Como é o temperamento do Poodle?
    Comportamento animal

    Como é o temperamento do Poodle?

    O Poodle é um dos cachorros mais populares do Brasil e um dos motivos para isso está relacionado ao fato desta raça ser super “família”. Muito companheiro e leal aos donos, ele gosta de participar de todos os momentos, desde uma confraternização até um cochilo no sofá. Não importa se estamos falando de um Poodle toy, anão, médio ou standard: todos os tamanhos são muito sociáveis e gostam de fazer novos amigos.

    Ver Todas >