Os cachorro rangendo os dentes com frequência é um forte indicativo de bruxismo, uma condição comum nos humanos que causa dor de dente e outros problemas. Geralmente, os sinais do bruxismo são mais intensos durante o sono e as causas estão ligadas a estresse, ansiedade, problemas neurológicos ou má oclusão (alinhamento anormal dos dentes). Para entender melhor sobre o cachorro com bruxismo, conversamos com a dentista veterinária Mariana Lage, que explicou todas as características do distúrbio.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.

Cachorro rangendo os dentes é sinal de bruxismo?

Sim! Assim como os humanos, o cachorro rangendo os dentes dormindo é um dos sintomas do distúrbio. Caracterizado pelo encontro não saudável dos dentes inferiores com os superiores, o hábito de ranger os dentes, mesmo entre os cães, pode se tornar doloroso e desconfortável para o animal. Um cachorro idoso rangendo os dentes merece bastante atenção, pois nesta fase a dentição já debilitada pode sofrer uma piora, causando até mesmo a perda dos dentes.

Cachorro tremendo os dentes nem sempre é um problema odontológico

Normalmente quando os tutores percebem o cachorro rangendo os dentes, logo associam a problemas odontológicos e vão em busca de um dentista pet. Mariana Lage, no entanto, conta que nem sempre essas são as causas do bruxismo em cães: “Ela pode ser correlacionada a problemas neurológicos e até uma gastrite… há inúmeros fatores por trás da doença”. Um cachorro estressado, por exemplo, também pode desencadear o ranger de dentes a longo prazo. 

“A partir do momento que o animal apresenta o hábito de ranger os dentes, a recomendação é que ele seja avaliado por um veterinário para que possa ser identificado a causa do problema. A avaliação com um clínico serve para descartar as possibilidades virais, neurológicas ou gastroentéricas, para depois ir a um odontogista”, explica a veterinária.

Um detalhe interessante é que, além das causas, há indicadores de que o bruxismo canino é mais comum em raças de cachorro agitadas, como:

 

Cachorro rangendo os dentes dormindo pode ser bruxismo

Cachorro rangendo os dentes dormindo pode ser bruxismo

 

 

O cachorro com bruxismo pode ter graves consequências na dentição

 

Inflamações, cachorro com dor de dente, fraturas ou desgaste e até a perda precoce de dentes são algumas sequelas do bruxismo. Por isso, é fundamental tratar a causa do distúrbio em parceria com um dentista de pet. “É importante que a gente faça uma correlação, se esse motivo é algo que a gente consegue ou não consegue remover. A partir daí, é seguir fazendo um acompanhamento para avaliar o que isso pode ocasionar em termos odontológicos”, pontua a especialista.

O clínico geral orienta como tratar cachorro com bruxismo

No caso de bruxismo em cachorro, como tratar? Bom, ao contrário do tratamento nos humanos, onde o médico especialista indica o uso de placas para fazer a correção da mordida, nos cães o tratamento vai desde cuidados comportamentais ao uso de brinquedos para cachorro morder (geralmente, para fortalecer e melhorar a arcada dentária). Passeios e floral para cachorro também são medidas válidas, mas tudo também vai depender da doença base que desencadeou o bruxismo. E para isso, o dentista trabalha em conjunto com o clínico geral. Para manter uma boa saúde bucal do cachorro, é essencial que o tutor aprenda como escovar os dentes do cachorro do jeito certo.

Redação: Erika Martins

Edição: Luana Lopes