Alimentação

Cachorro não quer comer? Veja o que fazer quando o animal enjoar da ração

Alimentação do cachorro: veja algumas dicas para incentivar seu cãozinho a comer
Alimentação do cachorro: veja algumas dicas para incentivar seu cãozinho a comer

Geralmente, não é difícil agradar o paladar canino. Com a fama de comilões, os cachorros não costumam dar muito trabalho na hora de se alimentar e dificilmente dispensam uma boa refeição. Mas às vezes pode acontecer do doguinho enjoar da ração e, nesses casos, cuidar da alimentação do cachorro se torna um verdadeiro desafio. Então, o que fazer quando o cachorro não quer comer? Como despertar o interesse do animal pelos alimentos de novo? Para te guiar nessa situação, separamos algumas dicas que podem ajudar!

Cachorro não quer comer: entenda o que pode estar acontecendo

Alguns cachorros têm o que chamamos de apetite seletivo, e esse pode ser um dos motivos por trás de um cachorro que não quer comer. É algo comum nas raças de pequenas, mas que também pode afetar os cachorros grandes: depois de algum tempo comendo a mesma ração para cachorro, eles acabam enjoando do alimento.

Outro fator que também influencia nisso é a temperatura. Dias muito quentes, por exemplo, tendem a deixar os cães mais lentos e com menos fome. Além disso, o estado emocional dos doguinhos também importa, pois um cachorro que está se sentindo triste e desanimado dificilmente vai se demonstrar interessado por comida. Assim como acontece com os humanos, quando o cachorro fica emocionalmente abalado pode sentir pouco apetite. Veja abaixo alguns aspectos que você deve prestar atenção:

1) Certifique-se de que a ração de cachorro está armazenada corretamente

Se o cachorro não quer comer, será que o problema não é da própria ração? Os animais também merecem uma comida que seja saborosa, e por isso é importante que o tutor tenha muito cuidado quanto a escolha e o armazenamento da ração para cachorro. Guardar o alimento de maneira indevida pode acabar fazendo com que os grãos percam o aspecto crocante e o sabor - consequentemente, isso vai fazer com que o cachorro se recuse a comer o alimento. Portanto, é fundamental saber como armazenar a ração da maneira certa!

2) O ambiente onde ocorre a alimentação do cachorro é tranquilo?

Atenção ao local que você escolhe para colocar o pote de ração para cachorro! Seu amigo de quatro patas também precisa de um lugar que seja tranquilo e acolhedor para realizar as refeições. A preferência é que esse espaço seja longe do banheiro dele - o cheiro de xixi e cocô de cachorro pode acabar se confundindo com o cheiro da comida e isso vai afastar ainda mais o interesse do animal pela ração. Também recomenda-se que esse espaço não seja tão próximo da sua cama: o ideal é que haja um espaço para a alimentação do cachorro, outro para o seu banheiro e outro para que ele possa descansar.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

question quiz stamp

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

Question Header Background
question quiz stamp

As crises alérgicas costumam acontecer:

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Question Header Background
question quiz stamp

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Question Header Background
question quiz stamp

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

Question Header Background
question quiz stamp

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

Question Header Background

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Se o seu cachorro não quer comer, trocar a ração pode ajudar
    Se o seu cachorro não quer comer, trocar a ração pode ajudar

    Mais Lidas

    Frutas para gatos: um guia completo dos alimentos liberados e benefícios de cada opção
    Alimentação animal

    Frutas para gatos: um guia completo dos alimentos liberados e benefícios de cada opção

    Cuidar da alimentação do gato é dever de todo tutor, e para isso é importante saber o que o animal pode ou não comer. Além das tradicionais rações para gatos, algumas pessoas também gostam de oferecer outras opções de comida para o seu bichano e procuram alternativas mais naturais, como frutas e legumes. Porém, por mais saudáveis que esses alimentos sejam para os humanos, é importante ter em mente que o organismo dos felinos não funciona da mesma maneira que o nosso e algumas frutas para gatos, por exemplo, podem fazer mal ao seu amigo de quatro patas. Para sanar todas as dúvidas sobre o assunto, confira as frutas que gatos podem comer a seguir!

    O que gato pode comer? Veja alguns alimentos liberados para os felinos
    Alimentação animal

    O que gato pode comer? Veja alguns alimentos liberados para os felinos

    Mesmo que os gatinhos não tenham aquela gula característica dos cachorros, eles podem amar alguns alimentos. A dúvida, porém, sempre permanece nessa hora: além da ração, sachê e petiscos específicos, o que gato pode comer? A não ser que seu gatinho tenha um problema de saúde, você pode oferecer algumas frutas, legumes e proteínas de vez em quando. Mas atenção! Não são todos os alimentos que os gatos podem comer. O chocolate, por exemplo, está na lista dos itens proibidos pelo risco de intoxicar o seu pet.

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos
    Alimentação animal

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos

    Os cachorros têm fama de serem comilões e, na maioria dos casos, eles não abrem mão das refeições - seja a ração ou um snack. Todo dono de cachorro, provavelmente, já passou pela situação de estar comendo enquanto o amigo de quatro patas fica pedindo um pedaço do lanche. Mas, e quando o apetite do seu cachorro parece desaparecer, você sabe o que fazer?

    Verduras e legumes para cachorro: 15 opções saudáveis para incluir na dieta do seu cãozinho!
    Alimentação animal

    Verduras e legumes para cachorro: 15 opções saudáveis para incluir na dieta do seu cãozinho!

    Muitos tutores questionam se podem oferecer legumes para cachorro. A resposta é sim! Além de ser muito saudável, esse tipo de alimento ajuda a abrir e instigar o apetite dos caninos, podendo ser oferecidos como petiscos e até recompensas. Mesmo se alimentando de ração diariamente, não há uma restrição que impede o cão de comer alimentos gostosos por fora, como vegetais e frutas variadas. O importante é que o tutor respeite a saúde do cachorro e ofereça com moderação, é claro - lembrando que sempre vale conversar com o veterinário antes de qualquer decisão.

    3)  Estabeleça uma rotina com horários certos para oferecer a ração de cachorro

    Deixar a ração disponível para o cachorro durante todo o dia não é recomendado. Isso pode acabar fazendo com que o animal coma demais ou de menos, sem que o tutor perceba. Logo, é importante haver um controle da alimentação do cachorro, e o melhor jeito de fazer isso é oferecendo a ração em momentos específicos do dia e com a quantidade certa. Então a dica é: estabeleça uma rotina com seu doguinho para ele se alimentar. O mais indicado é que isso ocorra duas vezes por dia, uma de manhã e outra à noite.

    4) Não dê petiscos o tempo todo para o seu pet

    Todo mundo gosta de mimar o pet de vez em quando, né? Mas é preciso ficar atento com a frequência que isso acontece! Os petiscos são bem-vindos, desde que sejam oferecidos aos animais apenas ocasionalmente, sem fazer parte da rotina diária deles. Caso contrário, seu cãozinho pode ficar mal acostumado com tanto mimo e, em vez de se alimentar com a ração para cachorro, ele só vai querer saber de petiscos e mais petiscos. Por isso, muito cuidado! Esse tipo de alimentação não pode substituir a ração em hipótese alguma.

    5) Trocar a ração de cachorro é uma alternativa possível

    Se o seu amigo realmente tiver enjoado da ração e nenhuma das dicas anteriores funcionarem, trocar a ração de cachorro talvez seja a solução. Escolher um sabor diferente ou tentar uma nova marca pode ser uma boa ideia, mas lembre-se sempre de seguir as recomendações direitinho para o seu pet, hein? Certifique-se de que a nova ração escolhida atende às necessidades do animal, como porte, idade e/ou se ele tiver algum probleminha específico de saúde. Além disso, a transição para o novo alimento precisa ser gradual para não gerar incômodos estomacais e intestinais no animal. Se tiver dúvidas, vale consultar um veterinário nutricionista.

    6) Mesmo assim o cachorro não quer comer? Vale checar a saúde dele!

    Se você já tentou de tudo e mesmo assim o seu cachorro não quer comer, é hora de procurar a ajuda de um profissional! Às vezes a falta de apetite pode estar relacionada a algum problema de saúde, e somente o veterinário é capaz de analisar e chegar ao diagnóstico correto. Observe também se há outros possíveis indicativos de doença e não hesite em contar tudo para o médico. Com o diagnóstico feito, ele poderá definir qual é o melhor tratamento para cuidar do seu doguinho.

    Redação: Juliana Melo

    5 alimentos que gatos não podem comer de jeito nenhum

    Próxima matéria

    5 alimentos que gatos não podem comer de jeito nenhum

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos
    Ração

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos

    Os cachorros têm fama de serem comilões e, na maioria dos casos, eles não abrem mão das refeições - seja a ração ou um snack. Todo dono de cachorro, provavelmente, já passou pela situação de estar comendo enquanto o amigo de quatro patas fica pedindo um pedaço do lanche. Mas, e quando o apetite do seu cachorro parece desaparecer, você sabe o que fazer?

    Ração

    "Meu gato não quer comer": saiba o que fazer quando o felino enjoa da ração

    Se você tem um bichano em casa, certamente deve saber que quando gato não quer comer é um sinal de que algo não está certo. Assim como acontece com os humanos, os felinos também podem perder o apetite por diferentes motivos, inclusive por enjoar da ração. Por isso, conhecer bem o comportamento do seu amigo e ficar atento aos outros sinais é essencial para agir corretamente. 

    Meu gato não quer comer, o que devo fazer? Dicas para cuidar da alimentação do felino
    Ração

    Meu gato não quer comer, o que devo fazer? Dicas para cuidar da alimentação do felino

    Um dos sinais mais comuns que os gatos demonstram que alguma coisa não vai bem com a saúde é não querer comer ou comer bem pouco. Os motivos podem ser os mais diversos, desde uma leve indisposição a problemas mais graves. Por isso, conhecer bem o comportamento do seu felino e ficar atento aos demais sinais é essencial para agir corretamente e buscar ajuda veterinária a tempo. Para ajudar, vamos tirar algumas dúvidas e dar dicas de como fazer o seu gato voltar a comer.

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana
    Grandes

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana

    Um dos cãezinhos mais surpreendentes é o Cane Corso. Embora ele não seja tão popular quanto outras raças de cachorro grande, como o Labrador e o Golden Retriever, o Cane Corso é dono de um enorme coração e tem uma personalidade incrível. Algumas pessoas podem até se intimidar com o tamanho e a postura imponente do doguinho, mas só quem convive com um Cane Corso sabe como estes cães são adoráveis e carinhosos.

    Ver Todas >

    Pode misturar a ração seca com o sachê para gatos?
    Alimentação animal

    Pode misturar a ração seca com o sachê para gatos?

    A alimentação do gato é, sem dúvidas, uma das formas mais eficientes de cuidar da saúde do animal. O problema é que os felinos possuem um paladar bem rigoroso, e não é todo tipo de comida que os agrada. A ração seca para gatos até pode ser uma opção bem nutritiva (e também econômica para os tutores), mas o interesse dos bichanos pelos famosos sachês é muito maior. E se desse para unir o melhor dos dois mundos? 

    Alimentos proibidos para cachorro: qual o efeito das gorduras no organismo do animal?
    Alimentação animal

    Alimentos proibidos para cachorro: qual o efeito das gorduras no organismo do animal?

    Cuidar da nutrição é fundamental para que seu cãozinho tenha uma vida saudável. Saber quais são os alimentos proibidos para cachorro, que nutrientes são fundamentais e como eles agem no corpo do animal ajudam o tutor a fornecer uma dieta mais balanceada e benéfica para o animal. A gordura - ou lipídio - é um dos principais nutrientes que precisam fazer parte da alimentação do cão. Sua presença no organismo traz inúmeros benefícios à saúde do animal. Mas como tudo em excesso, a gordura também pode trazer malefícios se não houver controle. 

    Como o comedouro lento para cachorro ajudará seu pet que come muito rápido?
    Alimentação animal

    Como o comedouro lento para cachorro ajudará seu pet que come muito rápido?

    Quando o cachorro come muito rápido, ele fica mais propenso a desenvolver vários probleminhas de saúde relacionados com a má digestão. Para evitar que isso aconteça, o comedouro lento para cães é um acessório que faz toda a diferença e serve para ensinar o cachorro a comer mais devagar. Dentre os vários benefícios que o item oferece, a mudança no comportamento do cãozinho - e, consequentemente, na sua saúde - é uma das mais perceptíveis.

    Quais os nutrientes mais importantes da ração de cachorro e o impacto na saúde do animal?
    Alimentação animal

    Quais os nutrientes mais importantes da ração de cachorro e o impacto na saúde do animal?

    A alimentação do cachorro tem um papel muito importante na saúde do animal. A ração para cachorro é um alimento completo - ou seja, possui diversos nutrientes essenciais que trazem inúmeros benefícios ao organismo do pet. Os macronutrientes (como proteínas e lipídios) ou micronutrientes (como minerais e vitaminas) atuam em diferentes órgãos, como o coração de cachorro, e funções do organismo, como o sistema nervoso do cachorro. 

    Ver Todas >