Raças

Cachorro inquieto: quais raças mais possuem essa característica?

 Conhece um cachorro inquieto? Algumas raças levam essa fama!
Conhece um cachorro inquieto? Algumas raças levam essa fama!

Cuidar de um cachorro inquieto é, certamente, uma das tarefas mais difíceis que os tutores podem enfrentar. Afinal, eles gostam de brincar, pular, correr e têm energia de sobra para gastar a qualquer momento do dia. Nesses casos, manter uma rotina de passeios mais intensa pode contribuir para a convivência e a saúde do seu amigo de quatro patas. Por isso, na hora de escolher um novo membro para a família, é fundamental saber tudo sobre o cãozinho, especialmente sobre os padrões de comportamento dele. Algumas raças levam a fama de ter energia em dobro: do Dálmata ao Pinscher, conheça 6 raças de cachorros que têm essa característica!

1) Labrador: cachorro tem energia de sobra para gastar

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

As crises alérgicas costumam acontecer:

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
     O cachorro Labrador não perde a oportunidade de uma boa brincadeira com a sua família
    O cachorro Labrador não perde a oportunidade de uma boa brincadeira com a sua família

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    A disposição e o pique do Labrador são algumas das principais características desse cãozinho. Justamente por isso, é comum que a raça tenha a fama de inquieta e agitada. Se estivermos falando de um Labrador filhote, então… o grau de energia pode ser ainda maior. Corridas, longas caminhadas e brincadeiras no parque de cachorros podem ajudar a manter o seu amigo entretido e evitar comportamentos indesejados, como a destruição de móveis ou outros objetos. Se você mora em apartamento, não precisa se desesperar: basta aumentar a quantidade de idas à rua por dia. Afinal, o cachorro Labrador é criado de maneira mais confortável quanto possui acesso a locais grandes e com espaço para se movimentar.

    2) Dálmata: o cão que nunca se cansa de brincar 

     

    O Dálmata é bastante ativo e agitado e, por isso, requer muitas  atividades
    O Dálmata é bastante ativo e agitado e, por isso, requer muitas atividades

    Você com certeza conhece o Dálmata pelo clássico filme da Disney, certo? Além do seu padrão característico de pintas, o cachorro dessa raça também possui traços de personalidade bem definidos e expressivos. Entusiasmado, ativo e muito simpático, ele está sempre pronto para dar um passeio. Por isso, o cachorro Dálmata exige estímulos e atividades que deixem seus dias mais dinâmicos. Além disso, por ser um animal com olfato apurado e o instinto caçador, ele adora brincadeiras de pegar objetos, como bolinhas. Sendo assim, já sabe, né? É importante reservar um período do seu dia para dar atenção e carinho ao seu amigo. Assim, você ajuda a diminuir o tédio do animal e, consequentemente, a sua agitação.

    3) O cachorro Pastor Alemão foi feito para se movimentar

     

     O Pastor Alemão  tem a energia e a vitalidade como atributos básicos
    O Pastor Alemão tem a energia e a vitalidade como atributos básicos

    Por trás da pose imponente e a fama de bravo do Pastor Alemão, existe um cãozinho carinhoso, defensor, amigo e muito companheiro. Além disso, a raça é cheia de energia e requer uma rotina intensa de exercícios e brincadeiras. Se você passa o dia todo fora, por exemplo, deve dar um pouco de atenção para ele sempre que possível. Caso contrário, o seu amigo pode se tornar um cachorro inquieto e sofrer de ansiedade. 

    4) O Jack Russell Terrier tem energia de cachorro grande

     

    Apesar de pequeno, o  Jack Russell Terrier é super ativo e inquieto
    Apesar de pequeno, o Jack Russell Terrier é super ativo e inquieto

    É impossível montar uma lista de cachorros inquietos sem citar o Jack Russel Terrier. Com uma disposição para correr e brincar por tempo indeterminado, o cão desta raça adora perseguir qualquer coisa, desde bolinhas até presas. Por isso, uma parte do dia do cachorro Jack Russell deve envolver brincadeiras e caminhadas diárias para canalizar toda a disposição que ele tem. Além disso, o seu instinto protetor e a sua personalidade forte podem fazer com que ele acabe tendo resistência ao contato com pessoas e animais estranhos. Nesse caso, a socialização deve ser feita desde a fase filhote para corrigir possíveis comportamentos agressivos. 

    5) O Border Collie precisa gastar muita energia 

     

     O Border Collie é o cachorro mais inteligente do mundo, mas também um dos mais inquietos
    O Border Collie é o cachorro mais inteligente do mundo, mas também um dos mais inquietos

    Embora seja considerado o cachorro mais inteligente do mundo, o Border Collie é um animal que pode ficar arredio e estranhar pessoas desconhecidas se não tiver para onde direcionar a energia dele. Isso quer dizer que é preciso fazer longos passeios diários, atividades físicas ou estimular bastante o cérebro do seu amigo com truques e desafios para evitar que ele se torna um cachorro inquieto e até mesmo destrutivo e agressivo. 

    6) O cachorro Pinscher tende a ser inquieto quando não tem uma rotina de passeios

     

     O Pinscher também precisa se exercitar para gastar energia e driblar o tédio
    O Pinscher também precisa se exercitar para gastar energia e driblar o tédio

    O Pinscher é a prova viva de que a energia do cachorro não está diretamente ligada com o seu porte físico. Mesmo sendo pequeno como um Yorkshire, ele é extremamente ativo e não perde uma oportunidade sequer de se divertir ao lado do seu humano. Por isso, é importante que o tutor saiba que brincadeiras interativas em casa ou passeios na rua são fundamentais para que o animal gaste toda a energia acumulada. Mas lembre-se: nada de sobrecarregar o seu amigo. O ideal é que as caminhadas seja moderadas para evitar que ele fique muito cansado. 

    Redação: Úrsula Gomes

    Arranhador de sofá: o investimento vale a pena? Quando é indicado?

    Próxima matéria

    Arranhador de sofá: o investimento vale a pena? Quando é indicado?

    Tudo sobre o Dálmata: conheça as características, personalidade e cuidados com essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Tudo sobre o Dálmata: conheça as características, personalidade e cuidados com essa raça de cachorro grande

    Um cachorro Dálmata é facilmente reconhecido graças a sua aparência particular e também ao filme “101 Dálmatas”, desenho que se tornou muito popular na década de 60 e que faz um grande sucesso até hoje. Mas o que esse cãozinho tem de tão especial, além das suas famosas manchas? Para quem sempre quis ter um Dálmata para chamar de seu, chegou o momento de desvendar tudo sobre essa raça de cachorro grande: características físicas, temperamento, personalidade, que cuidados são necessários, preço e como é a saúde desse animal. Vem que a gente te conta!

    Pastor Belga: conheça as características, personalidade, tipos e cuidados com essa raça de cachorro
    Raças

    Pastor Belga: conheça as características, personalidade, tipos e cuidados com essa raça de cachorro

    Quem procura um companheiro de quatro patas, vai amar ter um Pastor Belga para chamar de seu! Apesar de ter diferentes variações da raça, como o Pastor Belga Laekenois e o Groenendael, uma coisa é certa: o jeitinho desse cãozinho é completamente encantador. Não importa qual você escolha para levar para casa, essa raça de cachorro - mesmo com as suas variações - possui traços de personalidade bem parecidos e os cuidados com a sua saúde também costumam ser basicamente os mesmos. Para conhecer mais a fundo a raça Pastor Belga, o Patas da Casa separou as principais informações sobre esse cãozinho incrível. Vem que a gente te mostra!

    Boston Terrier: saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequena
    Pequenos

    Boston Terrier: saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequena

    Para quem sempre sonhou em ter um cachorro de raça pequeno, o Boston Terrier é a companhia certa! Embora ele ainda seja muito confundido com o Bulldog Inglês, o cãozinho desta raça tem qualidades únicas e excepcionais. Amigáveis, brincalhões e com muita energia, os cachorros da raça Boston Terrier são muito fáceis de lidar no dia a dia e amam agradar seus tutores. Além disso, eles são super adaptáveis e conseguem conviver bem em praticamente qualquer lugar. 

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande

    Você já ouviu falar no Dogo Argentino? Essa é uma raça de cachorro que teve origem em um país vizinho ao nosso, a Argentina. Embora pareçam sérios, os cães desta raça são uns amores e têm tudo para te conquistar, principalmente se o que você procura é um amigo de quatro patas bem leal e parceiro. Mas antes de comprar ou adotar um cachorro desta raça, que tal conhecê-lo um pouco mais a fundo? 

    Ver Todas >

    Gato gigante: como é o comportamento dos felinos que são maiores que o normal?
    Comportamento animal

    Gato gigante: como é o comportamento dos felinos que são maiores que o normal?

    Os felinos são animais misteriosos, elegantes e apaixonantes. Os gatos gigantes, além de carregarem todas essas virtudes, possuem o diferencial de serem enormes - muitas vezes podendo pesar mais de 10kgs. As raças de gato gigante despertam muitas curiosidades nas pessoas, principalmente sobre o comportamento desses grandes pets. Afinal de contas, se você pretende ter um gato gigante como seu novo amigo, é importante saber como será seu temperamento. 

    5 truques para ensinar ao cachorro em casa
    Comportamento animal

    5 truques para ensinar ao cachorro em casa

    Muitos tutores se perguntam como ensinar truques para cachorro, mas acabam desistindo no meio do caminho. De fato, esse é um processo que requer muita paciência, persistência e firmeza na hora de repassar os comandos para os cães, mas aqui vai um spoiler: todo o esforço vale muito a pena! Os truques para cachorro são uma ótima forma de estimular a mente do seu doguinho, educá-lo e até de melhorar a comunicação entre vocês. 

    Gatos escolhem seus donos?
    Comportamento animal

    Gatos escolhem seus donos?

    Adotar gato é sempre um lindo ato de amor e carinho. Mas muitas vezes os tutores dizem que não foram eles que escolheram o gato, mas sim que “um gato me adotou”. Às vezes ele aparece na sua porta, invade sua casa ou te segue na rua. E vamos combinar que é impossível não se apaixonar por um bichano com olhar pidão, né?! Os gatos são únicos e têm comportamentos muito peculiares, o que fazem deles ótimas companhias.   

    Gato morde para demonstrar carinho?
    Comportamento animal

    Gato morde para demonstrar carinho?

    Seu gato morde quando você faz carinho nele? Se a resposta for sim, então você provavelmente já se questionou por que os gatos mordem e qual é o significado dessas mordidinhas. Muitas pessoas têm dúvidas se o comportamento é sinônimo de afeto ou não, já que os felinos costumam expressar seus sentimentos de forma diferente do que estamos habituados. Eles são mais sutis, delicados e às vezes acabam sendo mal interpretados. 

    Ver Todas >