close
Adestramento

Briga de cachorro: dicas para separar os cães sem se machucar!

Atualizado · 18 de fevereiro de 2022 · 15h17

Publicado · 09/08/2019 · 15h44

Aprenda qual é a forma mais segura de separar uma briga de cachorros
Aprenda qual é a forma mais segura de separar uma briga de cachorros

Ter mais de um cachorro em casa pode ser um sinal de felicidade em dobro, mas se eles se desentenderem de uma hora para a outra, vai ser inevitável: você vai precisar separar uma briga de cachorros (até porque, dificilmente eles vão parar sozinhos). O primeiro impulso, nesse momento, é gritar e tentar separar os dois — ou mais — com as mãos, mas essa está longe de ser a melhor estratégia. Além de você correr o risco de se machucar, pode ser que o envolvimento de mais uma pessoa aumente a tensão que gerou a briga de cachorro. Como é sempre melhor prevenir do que remediar, por mais dóceis e amigos que sejam os seus doguinhos, é sempre bom saber o que fazer: dá uma olhada! 

Chamar a atenção dos animais é a melhor forma de separar uma briga de cachorro

Já que o impulso de separar os dois animais fisicamente não pode ser seguido (com ou sem o uso de violência), no momento em que você ver que eles estão brigando, a primeira coisa a fazer é tentar manter a calma e pensar racionalmente. Como eles conseguem sentir a sua tensão, se você se aproximar antes disso vai ser ainda mais difícil de acalmar os ânimos. Aqui embaixo vão algumas dicas para a separação segura de uma briga de cachorro — tanto para você quanto para eles:

  1. Faça o maior barulho que você conseguir sem gritar: durante uma briga, é normal que os animais estejam extremamente focados um no outro e, por isso, chamar os cachorros pelo nome ou gritar de longe não vai adiantar muito. O ideal, nesse momento, é um barulho capaz de assustar os dois animais — a reação deles, causada pela audição sensível, vai te dar tempo suficiente de separar os brigões. Vale bater alguma coisa de metal, jogar algo pesado perto deles, bater palmas… o que estiver ao seu alcance.

  2. Jogue água no meio da briga: se você não conseguir fazer um barulho alto suficiente para assustar os cachorros, jogar água é sempre uma opção de distração segura para apartar os dois. Se você conseguir, pode encher um balde ou ligar a mangueira, mas até o pote de água dos próprios animais é válido nesse momento. Da mesma forma, o ideal é aproveitar o susto deles para separar: se você estiver sozinho, opte por segurar o mais forte;

  3. Impeça o contato visual dos animais: uma outra forma segura de separar a briga, dependendo do tamanho dos cachorros, é acabando com o contato visual deles. Tente colocar um pedaço de madeira, papelão ou qualquer outro material ou objeto resistente que você tiver à disposição entre eles para distrair os brigões por tempo suficiente para que eles sejam segurados;

  4. Em último caso, levante as patas traseiras do animal: se você não conseguir separar os animais com as outras técnicas, a única forma de contato possível é através das patas traseiras do animal. Aproxime-se com cuidado e levante as duas patas dele: assim, ele vai perder o equilíbrio e você vai conseguir separá-los. Fique atento para não ganhar uma mordida de cachorro nesse processo e, se o acidente acontecer, visite a emergência assim que possível (principalmente se você não conhecer o cachorro).

O que fazer depois da briga de cachorro? 

Depois que você conseguir separar os cachorros, o ideal é verificar se eles estão machucados e se precisam de curativos ou medicamentos para dor. Em casos mais graves, que resultam em machucados grandes e com sangramento, a visita ao veterinário é sempre uma opção — você pode fazer um curativo para estancar o sangue antes. Se o seu cachorro tiver brigado com um animal de rua, principalmente: ele vai precisar ser examinado e, talvez, até mesmo vacinado. 

Se for possível, fique atento aos sinais que o seu cachorro dá e separe a briga antes dela começar

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Identifique os sinais de que o seu cachorro está prestes a brigar no corpo dele
    Identifique os sinais de que o seu cachorro está prestes a brigar no corpo dele

    Mais Lidas

    A cor da pelagem do gato determina a personalidade dele? Veja o que a ciência tem a dizer!
    Comportamento animal

    A cor da pelagem do gato determina a personalidade dele? Veja o que a ciência tem a dizer!

    Gato cinza, branco, preto, laranja, rajado ou com cores misturadas: o que não falta é variedade quando o assunto é a cor do gato. Esse, inclusive, acaba sendo um dos maiores critérios que os tutores usam na hora de adotar um bichano e, acredite se quiser, isso pode ajudar bastante a entender o comportamento do animal no dia a dia. Nem todo mundo sabe, mas é possível definir a personalidade dos gatos pela cor (ou pelo menos chegar muito próximo disso).

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Linguagem canina: por que seu cachorro vira a cabeça quando você fala com ele?
    Comportamento animal

    Linguagem canina: por que seu cachorro vira a cabeça quando você fala com ele?

    A linguagem corporal canina é tão expressiva que às vezes é possível entender os cães mesmo que eles não falem. Seja qual for a personalidade do cachorro, todos têm um comportamento canino tão revelador que, só de movimentar as orelhas, já dá para perceber o que o pet sente ou quer. Porém, não são apenas os humanos que compreendem a linguagem de cachorro. Já aconteceu de você falar algo com seu cãozinho e ele, imediatamente, virar a cabeça?

    As brigas que acontecem em casa geralmente são causadas por algum desentendimento que você consegue diagnosticar com mais facilidade, já que conhece os animais. Na rua, o ponto de ebulição geralmente é repentino e pode ser causado por diferentes motivos como ciúmes do dono, de comida, de brinquedos ou de uma fêmea depois do cio. Em todos os casos o cachorro costuma dar sinais físicos de tensão que, se você identificar a tempo, consegue evitar a briga. Fique atento a essas características — principalmente se elas não forem comuns ao seu cachorro:

    • rosnados e latidos direcionados a outros animais;

    • pelos arrepiados;

    • corpo enrijecido;

    • dentes a mostra;

    • rabo entre as pernas;

    • olhar fixo em outros animais. 

    É comum que esses que sinais apareçam simultaneamente num cachorro que está prestes a entrar numa briga, então o ideal é cortar o contato visual dele com o outro animal e se afastar o mais rápido possível. Nos casos em que esse comportamento é algo natural para o seu animal, pode ser uma boa opção conversar com um veterinário em investir no adestramento com um profissional que vai ajudar a controlar o temperamento agressivo do cachorro. 

    Redação: Ariel Cristina Borges 

    Cachorro pode cruzar com o irmão?

    Próxima matéria

    Cachorro pode cruzar com o irmão?

    Como criar uma rotina para o seu cachorro? Dicas de cuidados, higiene, alimentação e passeios
    Cuidados

    Como criar uma rotina para o seu cachorro? Dicas de cuidados, higiene, alimentação e passeios

    Ninguém pode negar: manter uma boa rotina é fundamental para saúde física e mental do ser humano. Mas, além de você, existe outro serzinho que precisa de hábitos diários para garantir um bom funcionamento do seu organismo: o seu cachorro. Ao contrário do que muitos tutores pensam, os cães são animais de rotina e, por isso, mudanças repentinas nos horários podem deixá-los estressados e, até mesmo, depressivos. O horário de passear com cachorro, por exemplo, é um dos que mais impactam o seu bichinho e deve ser o mesmo todos os dias. Para te ajudar nessa e em outras tarefas que envolvem a rotina do seu cãozinho, o Patas da Casa reuniu algumas dicas sobre o assunto. Dá uma olhada!

    Como fazer roupa de cachorro para os dias frios? Veja 3 dicas fáceis para colocar em prática
    Cuidados

    Como fazer roupa de cachorro para os dias frios? Veja 3 dicas fáceis para colocar em prática

    O cachorro sente frio e calor com as mudanças de temperatura. Neste caso, a roupa para cachorro é uma grande aliada para amenizar a situação nos meses mais frios. Mas, antes de ir em busca da peça no pet shop mais próximo, saiba que é possível fazer uma em casa. Com blusas, meias, calças legging e até mesmo moletons que você não usa mais, é possível montar uma roupa de cachorro bonita, barata e personalizada para o seu amigo.

    5 dicas para prevenir a giárdia em cães
    Diarreia

    5 dicas para prevenir a giárdia em cães

    A giárdia em cães é uma infecção intestinal causada pelo protozoário Giardia lamblia, que pode afetar diversas espécies de mamíferos, incluindo cães e humanos. A zoonose é causada quando há a ingestão de cistos desse protozoário pelo animal. O seu bichinho pode pegar giardíase bebendo água ou comendo algo que foi contaminado por fezes, como grama, alimentos e objetos. Como os cachorros costumam morder e colocar muitas coisas na boca ao longo do dia, há diversas maneiras de coletar o parasita no ambiente, seja mastigando um brinquedo, lambendo matéria fecal ou bebendo água de uma poça.

    Como ganhar a confiança de um cachorro? Veja dicas para se aproximar de cães desconhecidos
    Cuidados

    Como ganhar a confiança de um cachorro? Veja dicas para se aproximar de cães desconhecidos

    Adotar um cachorro é sempre um desafio tanto para os humanos, que precisam adaptar a casa para receber o novo hóspede, quanto para o cãozinho, que ainda precisa de um tempo para se acostumar com o ambiente e com sua nova família. No caso de cães abandonados e que foram resgatados por ONGs ou outras instituições, ganhar a confiança do doguinho nem sempre é uma tarefa fácil - principalmente se tratando de um cachorro medroso ou traumatizado. 

    Ver Todas >

    Quais raças de cachorro têm a mordida mais forte?
    Comportamento animal

    Quais raças de cachorro têm a mordida mais forte?

    Você já se perguntou qual a raça de cachorro mais forte do mundo? Existem diversas formas de se definir a força de um cão. Podemos usar, por exemplo, o peso médio de uma raça como base para a análise. Por outro lado, a força de mordida de cachorros é um dos critérios mais utilizados na hora de escolher o cão mais forte. Apesar de ser difícil definir com precisão, hoje existem muitos estudos que buscam medir o “estrago” que a mordida de determinada raça pode causar.

    Cinofobia: entenda mais sobre o medo irracional de cães e o que fazer
    Comportamento animal

    Cinofobia: entenda mais sobre o medo irracional de cães e o que fazer

    Adotar um cachorro e conviver com o bichinho todos os dias é uma experiência incrível e que certamente traz muita alegria para dentro de casa. Mas sabia que nem todo mundo é aberto a isso? Algumas pessoas sofrem com o que chamamos de cinofobia, que é o medo irracional de cães. São pessoas que, por algum motivo, simplesmente não conseguem ficar perto de um cachorro, mesmo quando o animal não apresenta qualquer sinal de agressividade.

    Gato dormindo: infográfico explica o que significa cada posição
    Comportamento animal

    Gato dormindo: infográfico explica o que significa cada posição

    Já parou para se perguntar sobre o significado das posições de gato dormindo? Pode parecer besteira, mas a maneira como o seu bichinho pega no sono tem diferentes interpretações e revela mais do que imaginamos sobre os nossos amigos de quatro patas. Como o gato dorme boa parte do dia - e acredite, isso é totalmente natural no universo felino -, é curioso observar a forma como esses animais se movimentam durante o sono e a posição em que cochilam.

    Cachorro com a língua de fora: o que o ritmo de respiração de um cãozinho revela sobre ele?
    Comportamento animal

    Cachorro com a língua de fora: o que o ritmo de respiração de um cãozinho revela sobre ele?

    É muito comum ver o cachorro com língua de fora após um passeio ou uma brincadeira divertida com o dono. Afinal, ele acabou de realizar exercícios físicos, o que, naturalmente, deixa o cachorro ofegante. Porém, quando vemos o cachorro respirando muito rápido ou com outras dificuldades respiratórias ao longo do dia, é importante ficar alerta. Saber como funciona a respiração do cachorro te ajuda a entender quando o pet está bem e quando há algo de errado no funcionamento do seu corpo. O Patas da Casa te explica tudo sobre o ritmo respiratório do cão e conta o que o cachorro com dificuldade de respirar pode estar dizendo sobre a saúde dele. Confira!

    Ver Todas >