close
Adestramento

Briga de cachorro: dicas para separar os cães sem se machucar!

Aprenda qual é a forma mais segura de separar uma briga de cachorros
Aprenda qual é a forma mais segura de separar uma briga de cachorros

Ter mais de um cachorro em casa pode ser um sinal de felicidade em dobro, mas se eles se desentenderem de uma hora para a outra, vai ser inevitável: você vai precisar separar uma briga de cachorros (até porque, dificilmente eles vão parar sozinhos). O primeiro impulso, nesse momento, é gritar e tentar separar os dois — ou mais — com as mãos, mas essa está longe de ser a melhor estratégia. Além de você correr o risco de se machucar, pode ser que o envolvimento de mais uma pessoa aumente a tensão que gerou a briga. Como é sempre melhor prevenir do que remediar, por mais dóceis e amigos que sejam os seus doguinhos, é sempre bom saber o que fazer: dá uma olhada! 

Chamar a atenção dos animais é a melhor forma de separar uma briga de cachorro

Já que o impulso de separar os dois animais fisicamente não pode ser seguido (com ou sem o uso de violência), no momento em que você ver que eles estão brigando, a primeira coisa a fazer é tentar manter a calma e pensar racionalmente. Como eles conseguem sentir a sua tensão, se você se aproximar antes disso vai ser ainda mais difícil de acalmar os ânimos. Aqui embaixo vão algumas dicas para a separação segura — tanto para você quanto para eles:

  1. Faça o maior barulho que você conseguir sem gritar: durante uma briga, é normal que os animais estejam extremamente focados um no outro e, por isso, chamar os cachorros pelo nome ou gritar de longe não vai adiantar muito. O ideal, nesse momento, é um barulho capaz de assustar os dois animais — a reação deles, causada pela audição sensível, vai te dar tempo suficiente de separar os brigões. Vale bater alguma coisa de metal, jogar algo pesado perto deles, bater palmas… o que estiver ao seu alcance.

  2. Jogue água no meio da briga: se você não conseguir fazer um barulho alto suficiente para assustar os cachorros, jogar água é sempre uma opção de distração segura para apartar os dois. Se você conseguir, pode encher um balde ou ligar a mangueira, mas até o pote de água dos próprios animais é válido nesse momento. Da mesma forma, o ideal é aproveitar o susto deles para separar: se você estiver sozinho, opte por segurar o mais forte;

  3. Impeça o contato visual dos animais: uma outra forma segura de separar a briga, dependendo do tamanho dos cachorros, é acabando com o contato visual deles. Tente colocar um pedaço de madeira, papelão ou qualquer outro material ou objeto resistente que você tiver à disposição entre eles para distrair os brigões por tempo suficiente para que eles sejam segurados;

  4. Em último caso, levante as patas traseiras do animal: se você não conseguir separar os animais com as outras técnicas, a única forma de contato possível é através das patas traseiras do animal. Aproxime-se com cuidado e levante as duas patas dele: assim, ele vai perder o equilíbrio e você vai conseguir separá-los. Fique atento para não ganhar uma mordida nesse processo e, se o acidente acontecer, visite a emergência assim que possível (principalmente se você não conhecer o cachorro).

O que fazer depois da briga de cachorro? 

Depois que você conseguir separar os cachorros, o ideal é verificar se eles estão machucados e se precisam de curativos ou medicamentos para dor. Em casos mais graves, que resultam em machucados grandes e com sangramento, a visita ao veterinário é sempre uma opção — você pode fazer um curativo para estancar o sangue antes. Se o seu cachorro tiver brigado com um animal de rua, principalmente: ele vai precisar ser examinado e, talvez, até mesmo vacinado. 

Se for possível, fique atento aos sinais que o seu cachorro dá e separe a briga antes dela começar

Brinquedos para gatos: faça o quiz e descubra qual o tipo preferido do

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Você passou um tempo fora de casa e quando voltou seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato costuma te acordar?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato reage ao ver uma caixa de papelão?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual dessas definições mais combina com a personalidade do seu gato?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Se seu gato fosse humano, qual desses comportamentos ele mais teria?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual desses brinquedos reciclados seu gatinho mais adoraria?

Question Header Background

O arranhador é o brinquedo ideal para seu felino! Seu gato faz a festa com brinquedos que “não são” brinquedos! Seu bichano é apaixonado pelos brinquedos clássicos!
    Identifique os sinais de que o seu cachorro está prestes a brigar no corpo dele
    Identifique os sinais de que o seu cachorro está prestes a brigar no corpo dele

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    As brigas que acontecem em casa geralmente são causadas por algum desentendimento que você consegue diagnosticar com mais facilidade, já que conhece os animais. Na rua, o ponto de ebulição geralmente é repentino e pode ser causado por diferentes motivos como ciúmes do dono, de comida, de brinquedos ou de uma fêmea depois do cio. Em todos os casos o cachorro costuma dar sinais físicos de tensão que, se você identificar a tempo, consegue evitar a briga. Fique atento a essas características — principalmente se elas não forem comuns ao seu cachorro:

    • rosnados e latidos direcionados a outros animais;

    • pelos arrepiados;

    • corpo enrijecido;

    • dentes a mostra;

    • rabo entre as pernas;

    • olhar fixo em outros animais. 

    É comum que esses que sinais apareçam simultaneamente num cachorro que está prestes a entrar numa briga, então o ideal é cortar o contato visual dele com o outro animal e se afastar o mais rápido possível. Nos casos em que esse comportamento é algo natural para o seu animal, pode ser uma boa opção conversar com um veterinário em investir no adestramento com um profissional que vai ajudar a controlar o temperamento agressivo do cachorro. 

    Redação: Ariel Cristina Borges 

    Adestramento de cães: quais sinais indicam que seu cachorro precisa ser treinado o quanto antes?

    Próxima matéria

    Adestramento de cães: quais sinais indicam que seu cachorro precisa ser treinado o quanto antes?

    Como criar uma rotina para o seu cachorro? Dicas de cuidados, higiene, alimentação e passeios
    Cuidados

    Como criar uma rotina para o seu cachorro? Dicas de cuidados, higiene, alimentação e passeios

    Ninguém pode negar: manter uma boa rotina é fundamental para saúde física e mental do ser humano. Mas, além de você, existe outro serzinho que precisa de hábitos diários para garantir um bom funcionamento do seu organismo: o seu cachorro. Ao contrário do que muitos tutores pensam, os cães são animais de rotina e, por isso, mudanças repentinas nos horários podem deixá-los estressados e, até mesmo, depressivos. O horário de passear com cachorro, por exemplo, é um dos que mais impactam o seu bichinho e deve ser o mesmo todos os dias. Para te ajudar nessa e em outras tarefas que envolvem a rotina do seu cãozinho, o Patas da Casa reuniu algumas dicas sobre o assunto. Dá uma olhada!

    Como fazer roupa de cachorro para os dias frios? Veja 3 dicas fáceis para colocar em prática
    Cuidados

    Como fazer roupa de cachorro para os dias frios? Veja 3 dicas fáceis para colocar em prática

    O cachorro sente frio e calor com as mudanças de temperatura. Neste caso, a roupa para cachorro é uma grande aliada para amenizar a situação nos meses mais frios. Mas, antes de ir em busca da peça no pet shop mais próximo, saiba que é possível fazer uma em casa. Com blusas, meias, calças legging e até mesmo moletons que você não usa mais, é possível montar uma roupa de cachorro bonita, barata e personalizada para o seu amigo.

    5 dicas para prevenir a giárdia em cães
    Diarreia

    5 dicas para prevenir a giárdia em cães

    A giárdia em cães é uma infecção intestinal causada pelo protozoário Giardia lamblia, que pode afetar diversas espécies de mamíferos, incluindo cães e humanos. A zoonose é causada quando há a ingestão de cistos desse protozoário pelo animal. O seu bichinho pode pegar giardíase bebendo água ou comendo algo que foi contaminado por fezes, como grama, alimentos e objetos. Como os cachorros costumam morder e colocar muitas coisas na boca ao longo do dia, há diversas maneiras de coletar o parasita no ambiente, seja mastigando um brinquedo, lambendo matéria fecal ou bebendo água de uma poça.

    Como ganhar a confiança de um cachorro? Veja dicas para se aproximar de cães desconhecidos
    Cuidados

    Como ganhar a confiança de um cachorro? Veja dicas para se aproximar de cães desconhecidos

    Adotar um cachorro é sempre um desafio tanto para os humanos, que precisam adaptar a casa para receber o novo hóspede, quanto para o cãozinho, que ainda precisa de um tempo para se acostumar com o ambiente e com sua nova família. No caso de cães abandonados e que foram resgatados por ONGs ou outras instituições, ganhar a confiança do doguinho nem sempre é uma tarefa fácil - principalmente se tratando de um cachorro medroso ou traumatizado. 

    Ver Todas >

    Veja 100 fotos de cachorro para se apaixonar!
    Comportamento animal

    Veja 100 fotos de cachorro para se apaixonar!

    Quem nunca se encantou com qualquer foto de cachorro que aparece no feed das redes sociais? É evidente que os nossos amores de quatro patas são os seres mais fotogênicos que existem. Não importa se seu cão é aquele que gosta de ser fotografado e fica paradinho esperando o clique ou é aquele mais agitado que sempre tira a famosa foto de cachorro engraçado: todos os peludinhos rendem ótimas fotografias. 

    Gato-de-bengala: quais os comportamentos selvagens que a raça possui?
    Comportamento animal

    Gato-de-bengala: quais os comportamentos selvagens que a raça possui?

    O gato Bengal - também conhecido como gato-de-bengala - tem uma história fascinante: a raça é derivada do cruzamento entre um felino doméstico e um leopardo selvagem. Na prática, isso quer dizer que, diferente da maioria dos gatinhos que vemos por aí, o gato Bengal tem uma aparência inusitada e um comportamento ainda mais instintivo por ser descendente direto de selvagens. 

    Setembro amarelo: 9 coisas que um cachorro ou gato pode fazer para te ajudar a enfrentar a doença
    Comportamento animal

    Setembro amarelo: 9 coisas que um cachorro ou gato pode fazer para te ajudar a enfrentar a doença

    No mês do Setembro Amarelo, as campanhas sobre a prevenção do suicídio ganham um grande destaque. Cuidar da saúde mental é muito importante, e o acompanhamento de médicos e terapeutas são fundamentais para auxiliar no tratamento de depressão. O que poucas pessoas sabem é que, aliado a isso, ter um bichinho de estimação também faz toda a diferença na vida de pessoas que convivem com a doença.

    Gato Munchkin: preço, comportamento e convivência com esse bichano
    Comportamento animal

    Gato Munchkin: preço, comportamento e convivência com esse bichano "rebaixado"

    O gato Munchkin - carinhosamente apelidado de gato “salsicha” - é um dos felinos mais adoráveis que existem. Ele tem pernas curtinhas e um corpo alongado, o que faz com que muitas pessoas se refiram a ele como gato rebaixado ou gato anão. Mas além da aparência inusitada, o que será que esse bichano tem de tão especial? A convivência com o Munchkin com certeza é algo surpreendente.

    Ver Todas >