close
Raças

As 8 raças de cachorro com mais predisposição genética para ter problemas de pele

Atualizado · 08 de junho de 2020 · 16h00

Publicado · 12/03/2020 · 18h08

Saiba quais são as raças de cachorro mais vulneráveis geneticamente a ter doenças de pele
Saiba quais são as raças de cachorro mais vulneráveis geneticamente a ter doenças de pele

Os cuidados com a saúde do seu bichinho de estimação devem vir em primeiro lugar sempre. E na hora de escolher uma raça de cachorro para comprar ou adotar, é fundamental saber tudo sobre o animal, desde os padrões de comportamento até a genética dele. Alguns problemas de saúde podem se manifestar com mais facilidade em determinadas raças, que carregam genes “defeituosos”. É por isso que as doenças de pele geralmente têm um fator congênito por trás. Listamos abaixo as oito raças de cachorro com maior predisposição para desenvolver problemas cutâneos - alguns mais leves e outros que podem causar muito desconforto ao animal. Confira!

1) Yorkshire pode ter um tipo de alopécia ao longo da vida

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    O Yorkshire é mais propenso a desenvolver uma doença de pele chamada alopecia por diluição de cor
    O Yorkshire é mais propenso a desenvolver uma doença de pele chamada alopecia por diluição de cor

    Mais Lidas

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    A alopécia por diluição de cor é uma doença hereditária que afeta a pelagem e é muito comum no Yorkshire Terrier, mas também pode afetar outras raças de cachorro. Essa patologia costuma se manifestar entre 4 e 14 meses de idade do bichinho e é caracterizada pela presença de pelos opacos e quebradiços, que caem do corpo com mais facilidade, deixando a região afetada mais exposta. Com a queda do pelo, os tutores precisam ficar atentos a qualquer sinal de anomalia, já que a pele do animal já é naturalmente frágil - com a maior exposição, pode acabar desenvolvendo outros problemas, como a foliculite bacteriana.

    2) Dificuldade de absorver zinco e hipotireoidismo deixam o Husky Siberiano mais suscetível a doenças de pele

    O Husky sofre principalmente com a deficiência de zinco, que pode provocar a dermatite nasal
    O Husky sofre principalmente com a deficiência de zinco, que pode provocar a dermatite nasal

    O Husky Siberiano tem mais tendência para desenvolver hipotireoidismo e o organismo dele também pode apresentar dificuldade para absorver zinco. Esses dois distúrbios genéticos se manifestam principalmente na saúde da pele e pelagem do animal. A deficiência de zinco pode desencadear problemas como a dermatite nasal e alopécia. Para contornar o problema, é necessário levar o animal a um médico veterinário, que provavelmente vai iniciar o tratamento para suprir a falta do nutriente no organismo do cachorro. 

    Já no caso de hipotireoidismo, o problema ocorre quando as glândulas da tireoide não conseguem mais produzir a quantidade necessária de hormônios para manter o metabolismo do animal estável. A doença pode ser percebida em sintomas como a queda de pelos - principalmente no rabo dos animais - e do espessamento da pele.

    3) O Golden Retriever pode sofrer com dermatites

    A dermatite úmida aguda é a principal doença de pele no Golden Retriever
    A dermatite úmida aguda é a principal doença de pele no Golden Retriever

    A raça Golden Retriever costuma sofrer com doenças como a dermatite úmida aguda e a piodermite. A primeira trata-se de uma irritação da pele que pode ser facilmente identificada pelo tutor, já que o local afetado normalmente apresenta uma vermelhidão que chama bastante a atenção. Essa doença costuma aparecer quando o Golden Retriever começa a coçar de forma persistente alguma região do corpo - o que faz com que as bactérias presentes na pele do animal se espalhem descontroladamente. As causas podem podem estar ligadas com má higiene, alimentação inadequada ou alergia a alguma substância. Já a piodermite é uma infecção bacteriana bastante comum e geralmente acontece de forma secundária, isto é, deriva de outra enfermidade, como problemas na tireoide e alergias.

    4) SharPei: as dobrinhas ajudam na proliferação de fungos

    O Sharpei pode ter muitos problemas de pele causados por fungos
    O Sharpei pode ter muitos problemas de pele causados por fungos

    As doenças mais comuns na raça SharPei estão justamente relacionadas com a pele do animal: as mais comuns são as dermatites e problemas com fungos. Além disso, o hipotireoidismo também pode ser um agravante. Como a pele desse cachorro é mais áspera e arenosa, é preciso ter muito cuidado. Não podemos esquecer das características “dobrinhas” espalhadas pelo corpo dos cães da raça, que merecem uma atenção maior com a limpeza e umidade. Para evitar que qualquer problema apareça e provoque lesões, como a dermatite, é preciso sempre limpar e secar muito bem todo o corpo do animal, principalmente na área das rugas. Isso ajuda a evitar o acúmulo de fungos e doenças de pele no animal.

    5) Poodle: fungos, alergias e inflamações nas glândulas sebáceas são problemas comuns

    Os cães da raça Poodle têm maior tendência para desenvolver   adenite sebácea granulomatosa
    Os cães da raça Poodle têm maior tendência para desenvolver adenite sebácea granulomatosa

    Além de doenças de pele mais comuns como fungos, alergias e piodermites caninas, o Poodle também tem maior predisposição genética para desenvolver uma doença chamada adenite sebácea granulomatosa. Trata-se de uma inflamação das glândulas sebáceas, causada principalmente ao acúmulo de gorduras. Apesar de ser uma doença rara no geral, é um quadro mais comum em cães da raça. Os principais sintomas da adenite sebácea são: descamação, perda de pelos, caspa, ressecamento e irritação da pele. O tratamento deve ser indicado e acompanhado por um veterinário dermatologista.

    6) Pitbull pode desenvolver com mais facilidade a dermatite atópica e demodicose canina

    O Pitbull pode ser afetado pela demodicose
    O Pitbull pode ser afetado pela demodicose

    Comum em várias raças de cachorro, a atopia é um tipo de dermatite que pode afetar o Pitbull e geralmente está ligada a condições genéticas. Caracterizada por uma forte coceira, normalmente também há perda de pelo no local afetado. Outra doença de pele que também pode afetar a raça Pitbull é a demodicose, que é causada pela proliferação do ácaro Demodex canis. O problema ocorre, principalmente, por causa de uma deficiência do sistema imunológico desses cães. Quando o animal é afetado por essa doença, pode apresentar queda de pelos, vermelhidão na pele e escurecimento da região após um tempo.

    7) Labrador: dermatite atópica é a doença de pele mais comum na raça

    O Labrador é mais propenso a desenvolver a dermatite atópica
    O Labrador é mais propenso a desenvolver a dermatite atópica

    No caso do Labrador, a doença de pele mais comum é a dermatite atópica. Os cachorros dessa raça apresentam maior predisposição genética para desenvolver esse tipo de dermatite. O quadro é caracterizado principalmente por uma coceira intensa que traz muito incômodo para o animal, levando-o a causar lesões e feridas na pele. É importante procurar um especialista para tratar o problema assim que qualquer sinal de coceira frequente for observado - além de outros cuidados para evitar eventuais crises.

    8) Pelagem do Cocker Spaniel precisa de cuidados muito específicos

    Cães da raça Cocker Spaniel estão mais vulneráveis a doenças de pele causadas por fungos
    Cães da raça Cocker Spaniel estão mais vulneráveis a doenças de pele causadas por fungos

    Por causa da pelagem longa, os cães da raça Cocker Spaniel precisam de um cuidado extra com a saúde da pele. Caso contrário, esses animais ficam mais vulneráveis a doenças como a malasseziose canina. Esse tipo de dermatite é causado por fungos que vivem no corpo do animal, mas que sem os cuidados necessários acabam se proliferando excessivamente. A condição gera muito desconforto no animal, como coceiras e feridas na pele. Os fungos, no geral, gostam de regiões úmidas, por isso é fundamental sempre secar bem o seu cãozinho. 

    Redação: Juliana Melo

    Como aumentar a imunidade do cachorro e tudo sobre o sistema imunológico dos cães

    Próxima matéria

    Como aumentar a imunidade do cachorro e tudo sobre o sistema imunológico dos cães

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro
    Grandes

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro

    O Galgo Afegão, também chamado de Afghan Hound, é um cachorro originário do Oriente Médio com aparência exótica e charmosa, difícil de passar despercebido. O que poucas pessoas sabem é que, por trás da postura elegante e independente do cão Afegão, existe um ótimo companheiro de quatro patas, cheio de energia para gastar e amor para dar. Mas o que é necessário saber sobre essa raça de cachorro antes de comprar ou adotar um exemplar? Como é a personalidade do Afghan Hound e que cuidados são necessários com o cãozinho? 

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana
    Grandes

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana

    Um dos cãezinhos mais surpreendentes é o Cane Corso. Embora ele não seja tão popular quanto outras raças de cachorro grande, como o Labrador e o Golden Retriever, o Cane Corso é dono de um enorme coração e tem uma personalidade incrível. Algumas pessoas podem até se intimidar com o tamanho e a postura imponente do doguinho, mas só quem convive com um Cane Corso sabe como estes cães são adoráveis e carinhosos.

    Poodle: veja o infográfico e conheça todas as características da raça de cachorro
    Raças

    Poodle: veja o infográfico e conheça todas as características da raça de cachorro

    O Poodle é um dos cães mais populares do mundo, e não faltam motivos para isso. Além dos pelos encaracolados de diferentes cores, que são típicos da raça, a inteligência, curiosidade e obediência do cachorro Poodle são traços que chamam a atenção. Mas como será que esse cãozinho é no dia a dia? Quais são as principais características e que cuidados devem ser tomados com o animal?

    Bullmastiff: origem, características e cuidados... conheça a raça de cachorro do Reino Unido
    Raças

    Bullmastiff: origem, características e cuidados... conheça a raça de cachorro do Reino Unido

    A raça Bullmastiff é um cachorro grande e robusto, mas que não deixa a desejar no temperamento afetuoso e gentil. Esse cãozinho britânico, que surgiu no século XIX, conquista as pessoas por onde passa. Sempre em alerta, ativo, companheiro e fiel aos tutores, o Bullmastiff estará sempre pronto para proteger a família e seu território. Por não ser uma raça de cachorro tão comum no Brasil, elaboramos um guia com todas as informações que você precisa saber sobre o Bulmastiff, que também é chamado por Bulmastife e Bulmastife Boxer. 

    Ver Todas >

    Como tirar tártaro de cachorro? Entenda como funciona o procedimento
    Saúde animal

    Como tirar tártaro de cachorro? Entenda como funciona o procedimento

    Demorar para tirar tártaro de cachorro pode causar problemas sérios à saúde. O tártaro nada mais é que o acúmulo de sujeira nos dentes que forma uma placa bacteriana. Com ela, o dente do cachorro passa a sofrer com dor, sensibilidade e inflamações na gengiva causadas pelas bactérias ali presentes. O problema é que o tártaro em cachorro se alastra rapidamente, podendo causar perda dos dentes, infecções graves e até mesmo atingir outros órgãos. Mas afinal, como tirar tártaro de cachorro? O Patas da Casa conversou com Mariana Lage-Marques, médica veterinária especialista em odontologia. 

    Gato obeso: saiba quais as consequências da obesidade na saúde felina
    Saúde animal

    Gato obeso: saiba quais as consequências da obesidade na saúde felina

    O gato obeso pode ser incrivelmente fofo e apertável, mas isso não quer dizer que ele não precisa de cuidados e atenção com a saúde. A verdade é que a obesidade felina - que muitas vezes não é perceptível para os tutores - acaba abrindo portas para uma série de problemas mais sérios. Por isso, saber identificar quando o animal está acima do peso é importante para buscar orientação profissional e ajudar o gato obeso a perder peso.

    Pneumonia em gatos: veterinário explica tudo sobre a doença
    Saúde animal

    Pneumonia em gatos: veterinário explica tudo sobre a doença

    A pneumonia em gatos - ou pneumonia felina - é uma doença respiratória que pode se desenvolver por vários motivos. Às vezes uma queda na imunidade é suficiente para o problema atingir os peludos, mas na maioria dos casos ele deriva de uma simples gripe que não foi tratada do jeito certo. Por isso, a atenção com o gato gripado deve ser enorme! Quanto antes for diagnosticado e tiver o tratamento adequado, menores são as chances de você ter um gato com pneumonia.

    Como é feito tratamento de câncer em cachorro?
    Saúde animal

    Como é feito tratamento de câncer em cachorro?

    Receber o diagnóstico de câncer em cachorro é um momento muito triste para qualquer tutor. A doença é agressiva e traz diversas complicações à saúde do animal. Além de os sintomas do câncer de cachorro serem bem intensos, o tratamento também é bastante delicado e requer atenção especial. A quimioterapia em cães é o tratamento mais conhecido, mas existem outras formas de tratar a doença. 

    Ver Todas >