Alimentação

Alimentação natural para cães: como fazer uma dieta nutritiva para o cachorro

Veja as vantagens e desvantagens de oferecer alimentação natural ao seu cachorro
Veja as vantagens e desvantagens de oferecer alimentação natural ao seu cachorro

Alimentação natural para cães: como fazer uma dieta nutritiva para o cão

Muito tem se falado sobre alimentação natural para cães e os benefícios para a saúde do seu pet. Mas, o termo “natural” não quer dizer que qualquer alimento que pode ser oferecido para o seu cachorro, muito menos os mesmos preparados para os humanos. Esse cuidado é preciso porque o sistema digestivo do animal é diferente do nosso, por isso, existem alimentos como frutas, por exemplo, que mesmo naturais podem fazer mal.

Então, não ceda ao olhar pidão do seu cachorro e não dê qualquer comida antes de garantir se fará bem à saúde dele. Pode parecer confuso em um primeiro momento, mas com a orientação correta, o seu cachorro pode ser beneficiado com a alimentação natural.

Alimentação natural para cachorro: conheça os prós e contras

Para ser saudável, a alimentação natural para cachorro precisa ser prescrita por um veterinário e elaborada especificamente para ele. O equilíbrio correto de proteína, carboidratos, legumes e leguminosas é o que garante nutrientes para o desenvolvimento e saúde do cão. Assim como acontece com a ração, a quantidade de comida oferecida depende do peso, porte e necessidades específicas de cada um. Mas antes de optar pela alimentação natural, conheça os prós e contras.

Conheça os benefícios da alimentação natural para cachorro:

  • Maior ingestão de água, o que é diretamente benéfico a saúde dos rins e sistema urinário;
  • Controle de peso;
  • Redução de tártaros;
  • Menor odor nas fezes e menos gases;
  • Diminuição de doenças e alergias de pele;
  • Melhora no sistema digestivo;
  • Melhora no sistema imunológico.

Conheça os contras da alimentação natural para cachorro:

  • Exige organização para o preparo das refeições;
  • Demanda espaço no congelador para armazenar;
  • A readaptação a ração pode ser mais demorada;
  • Cachorros peludos ou com orelhas longas podem se sujar após as refeições, mas nada que um paninho úmido não resolva;
  • Caso o seu veterinário não apoie a decisão, é necessário buscar um profissional que te oriente sobre a mudança. Procure com um veterinário especializado em nutrição animal.

Comida natural para cachorros: como introduzir o animal nesse tipo de alimentação

Descubra se você é um cachorro ou um gato!

No fim de semana, você é o amigo que...?

As férias estão chegando! Vai viajar?

Chegou a hora de escolher a comida! Quem é você?

Que música você escolhe para arrasar no karaokê?

E sobre seus cuidados de beleza?

Vai ficar em casa com o mozão? Você prefere:

Ihhh, você recebeu uma crítica no trabalho… Como reage?

Você é um cachorro! Você é um gato! Você é um gatorro!
    Saiba como introduzir a alimentação natural
    Saiba como introduzir a alimentação natural

    Mais Lidas

    Cachorro pode comer banana? Descubra os benefícios da fruta e como inserir na alimentação do seu peludo!
    Alimentação animal

    Cachorro pode comer banana? Descubra os benefícios da fruta e como inserir na alimentação do seu peludo!

    As frutas para cachorro são ótimas opções de petiscos para agradar o seu amigo de quatro patas. Os pets podem sim tirar proveito da ingestão de determinadas frutas que são liberadas e não fazem mal. Mas afinal, cachorro pode comer banana? Quais os benefícios dessa fruta para cachorros? Qual a quantidade correta? Posso fazer um petisco para cachorro com esses alimentos? Veja as respostas para todas essas dúvidas!

    Frutas para gatos: um guia completo dos alimentos liberados e benefícios de cada opção
    Alimentação animal

    Frutas para gatos: um guia completo dos alimentos liberados e benefícios de cada opção

    Cuidar da alimentação do gato é dever de todo tutor, e para isso é importante saber o que o animal pode ou não comer. Além das tradicionais rações para gatos, algumas pessoas também gostam de oferecer outras opções de comida para o seu bichano e procuram alternativas mais naturais, como frutas e legumes. Porém, por mais saudáveis que esses alimentos sejam para os humanos, é importante ter em mente que o organismo dos felinos não funciona da mesma maneira que o nosso e algumas frutas para gatos, por exemplo, podem fazer mal ao seu amigo de quatro patas. Para sanar todas as dúvidas sobre o assunto, confira as frutas que gatos podem comer a seguir!

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos
    Alimentação animal

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos

    Os cachorros têm fama de serem comilões e, na maioria dos casos, eles não abrem mão das refeições - seja a ração ou um snack. Todo dono de cachorro, provavelmente, já passou pela situação de estar comendo enquanto o amigo de quatro patas fica pedindo um pedaço do lanche. Mas, e quando o apetite do seu cachorro parece desaparecer, você sabe o que fazer?

    Quantas vezes o cachorro deve comer por dia?
    Alimentação animal

    Quantas vezes o cachorro deve comer por dia?

    Cuidar da alimentação do cachorro é uma responsabilidade que merece atenção durante toda a vida do animal. O cão geralmente leva a fama de comilão, e não é à toa: alguns cachorros comem tudo que veem pela frente (ou faz a famosa cara de cachorro pidão para os humanos). É exatamente por isso que é tão importante saber quantas vezes por dia o cachorro deve comer e, principalmente, qual a quantidade certa de ração que deve ser oferecida ao seu amigo de quatro patas. 

    Como já falamos, a orientação do veterinário sobre quais alimentos e quantidades é essencial e não pode ser negligenciada. Uma dúvida comum entre os donos que optam por essa alimentação é o cardápio. Alimentação natural para cachorros pode ser variada seguindo tanto os gostos dos animais quanto necessidades e alergias específicas. Quem vai preparar as refeições em casa, pode ir trocando a combinação de legumes, proteínas e leguminosas tanto para não enjoar quanto para descobrir as preferências dos pets. Veja abaixo algumas preferências:

    • Legumes: cenoura, abobrinha, beterraba, abóbora, vagem, chuchu, brócolis,  couve-flor, etc;

    • Carboidratos:  arroz integral, batatas doce, baroa e inglesa;

    • Leguminosas: feijões, lentilha, grão de bico;

    • Proteínas: de frango, bovina e peixes (sem espinhas). 

    A proporção SOMENTE o veterinário pode indicar e é importante seguir certinho porque isso é o que vai garantir a quantidade ideal de cada nutriente e fornecer energia ao cachorro. 

    Biscoito natural para cachorro: saiba como fazer 

    Não vamos ser irresponsáveis em passar uma dieta para o seu cachorro ou determinar a proporção de acordo com o peso e porte dele. Como já falamos, isso precisa ser conversado e orientado pelo veterinário responsável. Mas, vamos passar uma receita de biscoito natural para cachorro e pode ser usado como petisco para o adestramento e que eles vão amar!  

    Ingredientes

    • 200 gramas de abóbora amassada 

    • 150 gramas de farinha de trigo integral

    • 200 gramas de aveia em flocos 

    • 50 ml de azeite de oliva 

    Modo de preparo

    A textura certa é igual massinha de modelar. Você pode acrescentar farinha caso ache que está muito mole ou acrescentar água caso ache que ficou muito seca. Misture todos os ingredientes e modele como preferir. Asse até ficar dourado e espere esfriar completamente antes de dar ao cachorro. 

     

    Redação: Mariana Almeida 

    Cachorro é onívoro ou carnívoro? Descubra essa e outras curiosidades sobre a alimentação canina

    Próxima matéria

    Cachorro é onívoro ou carnívoro? Descubra essa e outras curiosidades sobre a alimentação canina

    Como criar uma rotina para o seu cachorro? Dicas de cuidados, higiene, alimentação e passeios
    Cuidados

    Como criar uma rotina para o seu cachorro? Dicas de cuidados, higiene, alimentação e passeios

    Ninguém pode negar: manter uma boa rotina é fundamental para saúde física e mental do ser humano. Mas, além de você, existe outro serzinho que precisa de hábitos diários para garantir um bom funcionamento do seu organismo: o seu cachorro. Ao contrário do que muitos tutores pensam, os cães são animais de rotina e, por isso, mudanças repentinas nos horários podem deixá-los estressados e, até mesmo, depressivos. O horário de passear com cachorro, por exemplo, é um dos que mais impactam o seu bichinho e deve ser o mesmo todos os dias. Para te ajudar nessa e em outras tarefas que envolvem a rotina do seu cãozinho, o Patas da Casa reuniu algumas dicas sobre o assunto. Dá uma olhada!

    Tudo sobre ração para cachorros: um guia completo sobre a alimentação para cães filhotes, adultos e idosos
    Ração

    Tudo sobre ração para cachorros: um guia completo sobre a alimentação para cães filhotes, adultos e idosos

    A ração certa e a quantidade ideal a ser oferecida diariamente para os cachorros é uma preocupação frequente dos tutores. A alimentação dos pets (filhotes, adultos e idosos) precisa ser balanceada e oferecer uma grande variedade de nutrientes para a saúde e bem estar dos bichinhos. Diante tantas opções em petshops, supermercados e lojas especializadas, é comum surgir dúvidas sobre qual é a ideal, já que uma alimentação nutricionalmente rica é essencial para que nossos animais de estimação vivam com qualidade de vida e longe de doenças. Para ajudar na escolha correta, montamos uma lista com os tipos de ração para cada fase da vida. Veja abaixo e saiba qual oferecer ao seu melhor amigo!

    Verduras e legumes para cachorro: 15 opções saudáveis para incluir na dieta do seu cãozinho!
    Alimentação

    Verduras e legumes para cachorro: 15 opções saudáveis para incluir na dieta do seu cãozinho!

    Muitos tutores questionam se podem oferecer legumes para cachorro. A resposta é sim! Além de ser muito saudável, esse tipo de alimento ajuda a abrir e instigar o apetite dos caninos, podendo ser oferecidos como petiscos e até recompensas. Mesmo se alimentando de ração diariamente, não há uma restrição que impede o cão de comer alimentos gostosos por fora, como vegetais e frutas variadas. O importante é que o tutor respeite a saúde do cachorro e ofereça com moderação, é claro - lembrando que sempre vale conversar com o veterinário antes de qualquer decisão.

    Dois cães em casa: o cachorro mais novo aprende alguns comportamentos com o cão mais velho?
    Adoção

    Dois cães em casa: o cachorro mais novo aprende alguns comportamentos com o cão mais velho?

    A chegada de um novo cachorro é motivo de muita alegria e, ao mesmo tempo, de observar o comportamento dos animais que já moram na casa. Adotar cachorro filhote é sempre uma experiência inusitada, pois os pequenos não têm vícios de comportamento e são quase uma “caixinha de surpresas”: nunca sabemos qual postura ele vai assumir conforme for crescendo. É comum, porém, que o recém-chegado comece a imitar o cão que já mora no local. Afinal, esse novo membro precisa entender que ali, naquela família, existem regras. O veterano da casa já sabe disso e pode auxiliar o novo filhote a se comportar do jeito que a família deseja.

    Ver Todas >

    Como funciona a ração medicamentosa?
    Alimentação animal

    Como funciona a ração medicamentosa?

    A alimentação é uma das principais formas de cuidar da saúde do cachorro. As rações possuem nutrientes essenciais na quantidade certa para manter o organismo canino funcionando perfeitamente, e por isso é dever de todo tutor escolher a melhor ração para seu amigo de quatro patas. Mas e quando o cãozinho apresenta algum problema de saúde? Será que ele pode consumir qualquer tipo de ração, ou precisa de uma dieta mais específica?

    5 cuidados que todo tutor deve ter com a alimentação do gato
    Alimentação animal

    5 cuidados que todo tutor deve ter com a alimentação do gato

    A alimentação do gato é sempre uma preocupação para os tutores. Afinal, os felinos são animais extremamente exigentes quando o assunto é comida e, por isso, agradar o seu paladar rigoroso nunca é uma tarefa fácil. Não é à toa que é preciso seguir alguns critérios desde a escolha da ração para gato até os petiscos e sachês oferecidos para garantir a saúde e o bem-estar do seu bichano. Como esse é um assunto que geralmente desperta muitas dúvidas nas mães e pais de pet, nós reunimos cinco dicas preciosas sobre os cuidados fundamentais com a alimentação do seu gatinho. Dá uma olhada!

    Gato pode comer queijo? Descubra se o alimento está na lista de itens liberados para os felinos
    Alimentação animal

    Gato pode comer queijo? Descubra se o alimento está na lista de itens liberados para os felinos

    Os felinos têm um paladar bastante rigoroso, mas em alguns casos eles podem acabar se interessando por comida humana. Afinal, a curiosidade faz parte do instinto natural deles. No entanto, saber quais alimentos que gatos podem comer ou não é essencial antes de sair oferecendo qualquer tipo de comida para o seu amigo de quatro patas, como o queijo. Alguns felinos são simplesmente fissurados no alimento, e outros não dão muita bola. Mas será que o gato pode comer queijo ou faz mal? Se for liberado, como oferecer um pouco de queijo para o seu bichano? Vem que a gente te conta tudo que você precisa saber sobre o assunto!

    Alimentação do gato: entenda como funciona o exigente e criterioso paladar dos felinos
    Alimentação animal

    Alimentação do gato: entenda como funciona o exigente e criterioso paladar dos felinos

    Agradar o paladar dos felinos é uma tarefa bem difícil, mas não impossível. Todo mundo sabe que esses animais são mais rigorosos com o que comem e dificilmente se interessam por qualquer tipo de alimento. Não é à toa que cuidar da alimentação do gato exige alguns critérios por parte do tutor, tanto na hora de oferecer petiscos quanto na hora de escolher a melhor ração para gato. Mas por que será que o paladar felino é tão criterioso assim?

    Ver Todas >