close
Alimentação

Alimentação natural para cães: como fazer uma dieta nutritiva para o cachorro

Atualizado · 22 de maio de 2020 · 12h23

Publicado · 12/08/2019 · 16h30

Veja as vantagens e desvantagens de oferecer alimentação natural ao seu cachorro
Veja as vantagens e desvantagens de oferecer alimentação natural ao seu cachorro

Alimentação natural para cães: como fazer uma dieta nutritiva para o cão

Muito tem se falado sobre alimentação natural para cães e os benefícios para a saúde do seu pet. Mas, o termo “natural” não quer dizer que qualquer alimento que pode ser oferecido para o seu cachorro, muito menos os mesmos preparados para os humanos. Esse cuidado é preciso porque o sistema digestivo do animal é diferente do nosso, por isso, existem alimentos como frutas, por exemplo, que mesmo naturais podem fazer mal.

Então, não ceda ao olhar pidão do seu cachorro e não dê qualquer comida antes de garantir se fará bem à saúde dele. Pode parecer confuso em um primeiro momento, mas com a orientação correta, o seu cachorro pode ser beneficiado com a alimentação natural.

Alimentação natural para cachorro: conheça os prós e contras

Para ser saudável, a alimentação natural para cachorro precisa ser prescrita por um veterinário e elaborada especificamente para ele. O equilíbrio correto de proteína, carboidratos, legumes e leguminosas é o que garante nutrientes para o desenvolvimento e saúde do cão. Assim como acontece com a ração, a quantidade de comida oferecida depende do peso, porte e necessidades específicas de cada um. Mas antes de optar pela alimentação natural, conheça os prós e contras.

Conheça os benefícios da alimentação natural para cachorro:

  • Maior ingestão de água, o que é diretamente benéfico a saúde dos rins e sistema urinário;
  • Controle de peso;
  • Redução de tártaros;
  • Menor odor nas fezes e menos gases;
  • Diminuição de doenças e alergias de pele;
  • Melhora no sistema digestivo;
  • Melhora no sistema imunológico.

Conheça os contras da alimentação natural para cachorro:

  • Exige organização para o preparo das refeições;
  • Demanda espaço no congelador para armazenar;
  • A readaptação a ração pode ser mais demorada;
  • Cachorros peludos ou com orelhas longas podem se sujar após as refeições, mas nada que um paninho úmido não resolva;
  • Caso o seu veterinário não apoie a decisão, é necessário buscar um profissional que te oriente sobre a mudança. Procure com um veterinário especializado em nutrição animal.

Comida natural para cachorros: como introduzir o animal nesse tipo de alimentação

Qual raça de gato você é?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

O que você mais gosta de fazer nos momentos de lazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Se você pudesse se descrever com uma palavra, quais das opções a seguir escolheria?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Alguém te chamou para sair para um lugar inusitado, o que você pensa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica depois de dormir pouco na noite anterior?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você viajou e se perdeu em uma cidade que não conhece muito: o que passa pela sua cabeça?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Quais dessas características você procuraria em um pet?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

O que seus amigos próximos pensam sobre você?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você gosta de curtir as férias?

Question Header Background

Sua personalidade aventureira combina com o Bobtail Japonês! Você é divertido assim como o gato Siamês! Sua personalidade ranzinza combina com o gato Maine Coon! Você é preguiçoso como um gatinho Persa!
    Saiba como introduzir a alimentação natural
    Saiba como introduzir a alimentação natural

    Mais Lidas

    Frutas para gatos: um guia completo dos alimentos liberados e benefícios de cada opção
    Alimentação animal

    Frutas para gatos: um guia completo dos alimentos liberados e benefícios de cada opção

    Cuidar da alimentação do gato é dever de todo tutor, e para isso é importante saber o que o animal pode ou não comer. Além das tradicionais rações para gatos, algumas pessoas também gostam de oferecer outras opções de comida para o seu bichano e procuram alternativas mais naturais, como frutas e legumes. Porém, por mais saudáveis que esses alimentos sejam para os humanos, é importante ter em mente que o organismo dos felinos não funciona da mesma maneira que o nosso e algumas frutas para gatos, por exemplo, podem fazer mal ao seu amigo de quatro patas. Para sanar todas as dúvidas sobre o assunto, confira as frutas que gatos podem comer a seguir!

    O que gato pode comer? Veja alguns alimentos liberados para os felinos
    Alimentação animal

    O que gato pode comer? Veja alguns alimentos liberados para os felinos

    Mesmo que os gatinhos não tenham aquela gula característica dos cachorros, eles podem amar alguns alimentos. A dúvida, porém, sempre permanece nessa hora: além da ração, sachê e petiscos específicos, o que gato pode comer? A não ser que seu gatinho tenha um problema de saúde, você pode oferecer algumas frutas, legumes e proteínas de vez em quando. Mas atenção! Não são todos os alimentos que os gatos podem comer. O chocolate, por exemplo, está na lista dos itens proibidos pelo risco de intoxicar o seu pet.

    Verduras e legumes para cachorro: opções saudáveis para incluir na dieta do seu cãozinho!
    Alimentação animal

    Verduras e legumes para cachorro: opções saudáveis para incluir na dieta do seu cãozinho!

    Quando o assunto é a alimentação de um pet, muitas dúvidas podem surgir: o que o cachorro não pode comer? cachorro pode comer couve? Pode dar brócolis para cachorro? Ou ainda se cachorro pode comer abobrinha? Muitos tutores questionam se podem oferecer verduras e legumes para cachorro. A resposta é sim! Além de serem muito saudáveis, esses tipos de alimentos ajudam a abrir e instigar o apetite dos caninos, podendo ser oferecidos como petiscos e até recompensas.

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos
    Alimentação animal

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos

    Os cachorros têm fama de serem comilões e, na maioria dos casos, eles não abrem mão das refeições - seja a ração ou um snack. Todo dono de cachorro, provavelmente, já passou pela situação de estar comendo enquanto o amigo de quatro patas fica pedindo um pedaço do lanche. Mas, e quando o apetite do seu cachorro parece desaparecer, você sabe o que fazer?

    Como já falamos, a orientação do veterinário sobre quais alimentos e quantidades é essencial e não pode ser negligenciada. Uma dúvida comum entre os donos que optam por essa alimentação é o cardápio. Alimentação natural para cachorros pode ser variada seguindo tanto os gostos dos animais quanto necessidades e alergias específicas. Quem vai preparar as refeições em casa, pode ir trocando a combinação de legumes, proteínas e leguminosas tanto para não enjoar quanto para descobrir as preferências dos pets. Veja abaixo algumas preferências:

    • Legumes: cenoura, abobrinha, beterraba, abóbora, vagem, chuchu, brócolis,  couve-flor, etc;

    • Carboidratos:  arroz integral, batatas doce, baroa e inglesa;

    • Leguminosas: feijões, lentilha, grão de bico;

    • Proteínas: de frango, bovina e peixes (sem espinhas). 

    A proporção SOMENTE o veterinário pode indicar e é importante seguir certinho porque isso é o que vai garantir a quantidade ideal de cada nutriente e fornecer energia ao cachorro. 

    Biscoito natural para cachorro: saiba como fazer 

    Não vamos ser irresponsáveis em passar uma dieta para o seu cachorro ou determinar a proporção de acordo com o peso e porte dele. Como já falamos, isso precisa ser conversado e orientado pelo veterinário responsável. Mas, vamos passar uma receita de biscoito natural para cachorro e pode ser usado como petisco para o adestramento e que eles vão amar!  

    Ingredientes

    • 200 gramas de abóbora amassada 

    • 150 gramas de farinha de trigo integral

    • 200 gramas de aveia em flocos 

    • 50 ml de azeite de oliva 

    Modo de preparo

    A textura certa é igual massinha de modelar. Você pode acrescentar farinha caso ache que está muito mole ou acrescentar água caso ache que ficou muito seca. Misture todos os ingredientes e modele como preferir. Asse até ficar dourado e espere esfriar completamente antes de dar ao cachorro. 

     

    Redação: Mariana Almeida 

    Como inserir o patê para gatos na dieta do seu pet?

    Próxima matéria

    Como inserir o patê para gatos na dieta do seu pet?

    Como criar uma rotina para o seu cachorro? Dicas de cuidados, higiene, alimentação e passeios
    Cuidados

    Como criar uma rotina para o seu cachorro? Dicas de cuidados, higiene, alimentação e passeios

    Ninguém pode negar: manter uma boa rotina é fundamental para saúde física e mental do ser humano. Mas, além de você, existe outro serzinho que precisa de hábitos diários para garantir um bom funcionamento do seu organismo: o seu cachorro. Ao contrário do que muitos tutores pensam, os cães são animais de rotina e, por isso, mudanças repentinas nos horários podem deixá-los estressados e, até mesmo, depressivos. O horário de passear com cachorro, por exemplo, é um dos que mais impactam o seu bichinho e deve ser o mesmo todos os dias. Para te ajudar nessa e em outras tarefas que envolvem a rotina do seu cãozinho, o Patas da Casa reuniu algumas dicas sobre o assunto. Dá uma olhada!

    Tudo sobre ração para cachorros: um guia completo sobre a alimentação para cães filhotes, adultos e idosos
    Ração

    Tudo sobre ração para cachorros: um guia completo sobre a alimentação para cães filhotes, adultos e idosos

    A ração certa e a quantidade ideal a ser oferecida diariamente para os cachorros é uma preocupação frequente dos tutores. A alimentação dos pets (filhotes, adultos e idosos) precisa ser balanceada e oferecer uma grande variedade de nutrientes para a saúde e bem estar dos bichinhos. Diante tantas opções em petshops, supermercados e lojas especializadas, é comum surgir dúvidas sobre qual é a ideal, já que uma alimentação nutricionalmente rica é essencial para que nossos animais de estimação vivam com qualidade de vida e longe de doenças. Para ajudar na escolha correta, montamos uma lista com os tipos de ração para cada fase da vida. Veja abaixo e saiba qual oferecer ao seu melhor amigo!

    Dois cães em casa: o cachorro mais novo aprende alguns comportamentos com o cão mais velho?
    Adoção

    Dois cães em casa: o cachorro mais novo aprende alguns comportamentos com o cão mais velho?

    A chegada de um novo cachorro é motivo de muita alegria e, ao mesmo tempo, de observar o comportamento dos animais que já moram na casa. Adotar cachorro filhote é sempre uma experiência inusitada, pois os pequenos não têm vícios de comportamento e são quase uma “caixinha de surpresas”: nunca sabemos qual postura ele vai assumir conforme for crescendo. É comum, porém, que o recém-chegado comece a imitar o cão que já mora no local. Afinal, esse novo membro precisa entender que ali, naquela família, existem regras. O veterano da casa já sabe disso e pode auxiliar o novo filhote a se comportar do jeito que a família deseja.

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro
    Grandes

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro

    O Galgo Afegão, também chamado de Afghan Hound, é um cachorro originário do Oriente Médio com aparência exótica e charmosa, difícil de passar despercebido. O que poucas pessoas sabem é que, por trás da postura elegante e independente do cão Afegão, existe um ótimo companheiro de quatro patas, cheio de energia para gastar e amor para dar. Mas o que é necessário saber sobre essa raça de cachorro antes de comprar ou adotar um exemplar? Como é a personalidade do Afghan Hound e que cuidados são necessários com o cãozinho? 

    Ver Todas >

    Quantas vezes por dia o cachorro deve comer?
    Alimentação animal

    Quantas vezes por dia o cachorro deve comer?

    Em algum momento todo tutor já se perguntou quantas vezes por dia o cachorro deve comer. Quem é pai ou mãe de pet pela primeira vez acaba se deparando com essa questão, e acredite: o assunto levanta muitas dúvidas. Tem quem deixa a ração de cachorro o tempo inteiro à disposição do pet, e tem quem estabelece um horário certinho para as refeições do animal, mas além de saber quantas vezes o cachorro deve comer por dia, a quantidade do alimento é outro fator importante.

    Petisco para cachorro: 4 receitas para a ceia de Natal com o seu pet
    Alimentação animal

    Petisco para cachorro: 4 receitas para a ceia de Natal com o seu pet

    Você já pensou em fazer petisco para cachorro comer junto da família na ceia de Natal? Afinal, sua companhia de todas as horas merece estar presente nesta celebração especial! Muitas vezes, os tutores oferecem as próprias comidas presentes no jantar para o cãozinho comer. Porém, é preciso ter cuidado com a ceia, pois nem todos os alimentos que comemos no Natal fazem bem ao organismo do pet. 

    O que gato pode comer ou não da ceia de Natal?
    Alimentação animal

    O que gato pode comer ou não da ceia de Natal?

    Você sabe o que gato pode comer na ceia de Natal? Essa época do ano consagra um dia de muita fartura de comes e bebes. É dia de reunir toda a família e celebrar ao lado daqueles que mais amamos - e de uma forma ou de outra, nossos amigos de quatro patas também estarão presentes. Apesar disso, todo gateiro sabe que existem alimentos proibidos para gatos e saber o que pode dar ou não da ceia é muito importante, principalmente porque os felinos são animais muito espertos e podem beliscar um pedacinho da ceia sem o tutor ver. 

    Petiscos para gatos geladinhos: 3 opções para ajudar o bichano a se refrescar no calor
    Alimentação animal

    Petiscos para gatos geladinhos: 3 opções para ajudar o bichano a se refrescar no calor

    Ao contrário do que muita gente pensa, os felinos sentem calor e os petiscos para gatos gelados são muito úteis para refrescá-los. Pouca gente imagina, porém existe uma série de petiscos que podem ser servidos gelados. Antes de mais nada, é importante lembrar que os bichanos são animais carnívoros e a proteína animal faz diferença mesmo nas receitas de petisco caseiro para gatos. 

    Ver Todas >