Todo mundo sabe que os felinos têm uma grande tendência a formar bola de pelo. Gatos são animais extremamente higiênicos e o hábito de se lamber durante a autolimpeza é o principal responsável pela formação da bola de pelo, mas você sabia esse hábito pode ser prejudicial à saúde do bichano? “Ao fazer isso, eles engolem muitos pelos que se acumulam no estômago e podem ser expelidos em vômitos ou pelas fezes. Em casos graves, as bolas de pelos podem obstruir o intestino”, conta a veterinária Nathalia Breder, que é especialista em nutrição animal.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.

Mas, então, surge aquela dúvida: será que existe alguma forma de evitar que a bola de pelo seja formada? A alimentação do gato pode influenciar nisso de alguma forma? Que outros benefícios existem por trás da ração de gato? Para tirar todas essas dúvidas, conversamos um pouco mais com a nutricionista. Veja só o que ela respondeu!

Afinal, a escolha da ração de gato pode ajudar a prevenir a bola de pelo?

Embora a formação de bola de pelo seja algo natural, conviver com um gatinho que tem esse problema frequente pode ser preocupante. Felizmente, existem alguns tipos de ração para gato super premium que são indicadas para ajudar na eliminação da bola de pelo, conforme Nathalia destaca. Geralmente, esse tipo de alimento contém um nível de fibra mais elevado do que as outras, o que permite controlar o problema e evitar inconvenientes na saúde do felino. Entretanto, a veterinária orienta que, além das rações super premium, os tutores também podem contar com produtos específicos para eliminar esse incômodo. “Existem diversas pastas para prevenção de bola de pelo no mercado pet. Basta conversar com o veterinário para saber qual melhor se enquadra para o gatinho em questão, incluindo a frequência ideal”, sugere.

Outra dica que pode ajudar é o uso de grama para gatos: o "matinho" possui fibras que ajudam a estimular a digestão e, consequentemente, evitar a formação da bola de pelo. Manter uma rotina de escovação de pelo também pode ajudar.


A alimentação do gato precisa ser de boa qualidade para fornecer todos os nutrientes aos felinos
A alimentação do gato precisa ser de boa qualidade para fornecer todos os nutrientes aos felinos

Alimentação do gato: veja os diferenciais da ração para gato

Se você tem um gatinho em casa, provavelmente deve saber que existem dois tipos de ração: a seca e o sachê para gatos, que é um alimento mais úmido. Ambas são igualmente nutritivas, sendo a principal diferença entre elas o teor de umidade, já que a ração seca apresenta apenas 10%, enquanto a úmida chega a 80%. Além disso, o tutor também deve se atentar à qualidade do alimento.  “Uma ração de boa qualidade vai ter a quantidade ideal de vitaminas, minerais e aminoácidos essenciais que a espécie precisa”, revela Nathalia. Outro ponto é que é preciso ter cuidado na hora de escolher a ração de gato, já que algumas apresentam sobrecarga de carboidratos, o que pode acabar deixando o animal obeso. Também é importante ressaltar que, embora os felinos sejam perfeitamente capazes de digerir a ração seca, é importante balancear esse tipo de dieta com a alimentação pastosa.

“Sou a favor que os gatos comam ração úmida diariamente, pelo menos em uma das refeições, seja sachê ou pasta, como agrado e adaptação do paladar do felino para coisas úmidas/pastosas”, orienta. Isso porque os felinos tendem a preferir o alimento seco, mas a ração úmida também traz vários benefícios para a saúde do animal, inclusive é uma forma de incentivar a hidratação dos gatos. Como eles não têm o costume de beber água com frequência, a ração úmida é uma forma de também hidratar os bichanos e prevenir problemas renais.

Ração: gato pode ter uma qualidade de vida melhor por causa da alimentação?

Para melhorar a qualidade de vida do felino é importante que a ração seja de um padrão mais elevado para garantir que o animal está recebendo todos os nutrientes essenciais. Se o seu gato sofre com a formação de bolas de pelo recorrentes, é importante buscar um alimento próprio para lidar com esse problema. Afim, o incômodo causado por elas pode deixar o animal bem desconfortável. 

Além disso, também é importante equilibrar a alimentação do gato com outros fatores na rotina do seu bichano para evitar problemas de saúde: “O ideal é manter uma ração de qualidade, usar sachês, colocar vários potes espalhados pela casa com água fresca, manter pelo menos uma fonte de água corrente para os gatos e usar potinhos baixos e largos, onde os bigodes não encostem na borda. Tudo isso melhora a qualidade de vida do felino”.

Redação: Juliana Melo