Saúde

Alergias em cachorro: veja as mais comuns e como tratar

As habituais coceiras podem indicar diversas alergias no seu cachorro. Fique atento!
As habituais coceiras podem indicar diversas alergias no seu cachorro. Fique atento!

Você sabia que também existe alergia de cachorro? O processo alérgico ocorre - assim como nos humanos - por conta de um agente externo que "agride" o sistema imunológico do animal, causando sintomas como coceiras, espirros, feridas, queda de pelos, vermelhidões na pele e, em alguns casos, até mesmo diarreias e vômitos. Por isso, é muito importante identificar desde cedo o problema para já entrar com o tratamento certeiro. Quer aprender mais sobre os diferentes tipos de alergia em cães? Nós listamos as principais delas e os seus sintomas. Confira!

Atopia canina (ou dermatite atópica) é geralmente causada pelo contato com ácaros e fumaças

O contato direto com fumaças (de automóveis, por exemplo), poeiras e ácaros pode ocasionar dermatite atópica, uma alergia que causa o ressecamento da pele. Ela deixa o organismo do cachorro mais vulnerável, pois a pele fica mais propensa à perda de água.

Esse tipo de dermatite pode ser definido como uma deficiência cutânea, consistindo, basicamente, na falta de ceramidas na composição da estrutura da pele. A ausência dessas moléculas torna a pele do animal permeável, favorecendo a entrada de agentes etiológicos. Esse é um problema que não tem cura e, por isso, deve ser tratado durante a vida toda do animal - então lembre-se de fazer o devido acompanhamento com um veterinário, ok?

Dermatite Alérgica à Picada de Ectoparasitos (DAPE) é causada por pulgas e carrapatos

Muita gente não sabe, mas a ação das temidas pulgas e carrapatos também pode ocasionar alergia em cães. O grande problema está na saliva desses ectoparasitos, que tende a irritar a pele do cachorro, levando a uma coceira extrema. Pets que sofrem com esse problema, inclusive, têm o hábito de se lamber e se esfregar demais em diferentes superfícies, justamente por conta desse incômodo excessivo causado pela alergia. O principal problema é que, caso o cão fique coçando demais o local, é possível que surjam feridas na pele e que ocorra a alopecia - isto é, falhas no pelo, uma espécie de "calvície" animal.

Mas atenção: apesar de a coceira em cachorro ser um dos principais sintomas da DAPE, você não pode presumir que esse é o real problema do seu cão. É necessário levá-lo em um veterinário para ter o diagnóstico certo e, então, iniciar o tratamento.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Como seria o seu domingo perfeito?

Como você fica em um dia de chuva?

Como seria a viagem ideal nas férias?

Como você costuma encontrar os amigos?

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Como é a sua rotina matinal?

Como é a sua agenda no fim de semana?

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Pulgas, carrapatos, ácaros, produtos de limpeza... muitos podem ser os motivos por trás das coceiras ou espirros do seu cãozinho, sintomas que indicam alguma alergia.
    Pulgas, carrapatos, ácaros, produtos de limpeza... muitos podem ser os motivos por trás das coceiras ou espirros do seu cãozinho, sintomas que indicam alguma alergia.

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Você pode usar remédios caseiros para matar as pulgas

    Você sabia que existe um remédio caseiro para cachorro com alergia à pulga? Você só precisa misturar água com vinagre de maçã e, então, pulverizar a solução no pelo do animal para aliviar a coceira e espantar os parasitas. Outra dica interessante é dar banhos antipulgas com detergente e vinagre. O ideal é que você aplique essa mistura na pele do bicho, deixe atuando por cerca de 20 ou 30 minutos, passe uma escova nos pelos e, então, enxágue bem. Seguindo essas dicas, dá para afastar bem as pulgas!

    Mas, além de tratar diretamente o animal, lembre-se que é necessário fazer uma limpeza na casa, pois as pulgas podem estar presentes em poltronas, tapetes e almofadas, por exemplo. Por isso, você deve lavar tudo muito bem e, se necessário, colocar um pouco de sal nos locais infestados. O ingrediente desidrata os parasitas, o que ajuda a eliminá-los. Lembre-se também que você sempre pode recorrer à ajuda de um veterinário, que saberá bem como proceder nesse tipo de situação.

    Cuidado na hora da faxina! Produtos de limpeza podem causar alergias em cachorro

    Existem produtos de limpeza que podem causar alergias nos pets, sabia? Por isso, também é necessário tomar cuidado na hora de fazer faxina na casa. Substâncias como cloro, amônia e diferentes tipos de ácido (como o fosfórico, sulfúrico e bórico) podem machucar a pele do animal, causando feridas e coceiras. Produtos com aromas muito fortes também podem causar o mesmo efeito. Por isso, é sempre importante verificar os rótulos dos produtos usados para, assim, garantir que nenhum dos componentes seja maléfico para o bichinho. Álcool, vinagre e sabão neutro, por exemplo, são produtos que podem ser facilmente usados na limpeza, pois não representam risco algum ao animal.

    Espirro reverso em cães é um dos sintomas da alergia

    O espirro reverso nada mais é que um "espirro ao contrário" - ou seja, ao invés de expelir o ar para fora, o organismo do pet acaba puxando o ar para dentro, gerando um som muito alto, semelhante a uma tosse. Acontece que muita gente acaba se assustando com esse sintoma, por parecer que o pet está se engasgando e sofrendo com falta de ar.

    A boa notícia é que o espirro reverso é algo comum e dificilmente representa um problema de saúde muito grande. Esse sintoma, inclusive, costuma acometer o cachorro com alergia a poeiras e substâncias químicas, embora mudanças de temperatura mais bruscas também possam ocasionar esse problema. O segredo para evitar algo mais grave é sempre ficar de olho no pet para, assim, perceber com que frequência o espirro reverso acontece. Caso seja algo constante, lembre-se de procurar um veterinário e de comprar um remédio para alergia de cachorro. Não tem erro!

    Redação: Carolina Damasceno

    Cachorro estressado: 8 sinais de que o estresse está afetando a saúde do pet

    Próxima matéria

    Cachorro estressado: 8 sinais de que o estresse está afetando a saúde do pet

    Pug com alergia: saiba quais os tipos mais comuns da raça de cachorro pequeno
    Saúde

    Pug com alergia: saiba quais os tipos mais comuns da raça de cachorro pequeno

    Há quem pense que todos os cães enfrentam o mesmo tipo de problemas ao longo da vida, mas não é bem assim. Algumas raças de cachorro têm detalhes muito característicos na anatomia que favorecem o desenvolvimento de condições específicas. Uma prova disso são os casos de alergias em Pugs: por causa das dobrinhas e rugas que têm pelo corpo, eles acabam tendo uma propensão maior a desenvolver diferentes tipos de dermatites alérgicas. Por isso, ao dar as boas-vindas a um Pug na sua casa, o ideal é que você saiba o que pode causar essas alergias e como reagir caso o seu animalzinho apareça com algo do tipo. Hoje, o Patas da Casa vai ao seu socorro: descubra, aqui embaixo, mais sobre esse problema!

    Verme em cachorro filhote: veja os sinais mais comuns de que o cãozinho está sofrendo com verminoses
    Verme

    Verme em cachorro filhote: veja os sinais mais comuns de que o cãozinho está sofrendo com verminoses

    Os filhotes de cachorro são muito mais propensos a sofrerem com verme. Além da contaminação facilmente ocorrer pela amamentação, os filhotes ainda estão desenvolvendo o sistema imunológico e diversas funções do organismo. É por isso que a primeira dose do vermífugo para cachorro filhote deve ser feita aos 30 dias de vida, com reforço mensal até os seis meses, para garantir a saúde do pet. 

    Sintomas da doença do carrapato: veja os mais comuns e aprenda a identificar se seu cachorro está doente!
    Carrapato

    Sintomas da doença do carrapato: veja os mais comuns e aprenda a identificar se seu cachorro está doente!

    O carrapato é um dos principais parasitas que ameaça o dia a dia e a saúde de cachorros criados em casa. Além da infestação ser incômoda para o animal, ele também pode transmitir a doença do carrapato — que, na verdade, pode se manifestar no corpo do animal de quatro formas diferentes. Os sintomas da doença do carrapato são a primeira forma de identificar o que está acontecendo com o seu cachorrinho. Para esclarecer todas as dúvidas sobre a doença do carrapato em cachorro, nós conversamos com a veterinária Renata Bloomfield, do Rio de Janeiro. Dá uma olhada no que ela explicou aqui embaixo!

    Quais as doenças genéticas de cachorro mais comuns?
    Saúde

    Quais as doenças genéticas de cachorro mais comuns?

    Uma das melhores coisas para os pais e mães de pet é ver seus filhos de quatro patas fortes e saudáveis. Contudo, às vezes mesmo com todos os cuidados necessários para cuidar da saúde do animal, o cachorro pode acabar adoecendo, e, em alguns casos, o principal motivo para isso é a herança genética. Como muitos sabem, algumas raças de cachorro são mais predispostas para o desenvolvimento de certas doenças e, por isso, é preciso ter um cuidado redobrado com esses cães. A seguir, reunimos as doenças genéticas de cachorro consideradas mais comuns e quais as principais raças que são afetadas por elas.

    Ver Todas >

    Quais são os cuidados com gatos renais crônicos?
    Saúde animal

    Quais são os cuidados com gatos renais crônicos?

    Se você é um gateiro, com certeza já ouviu falar sobre o perigo das doenças renais nos felinos. Se os cuidados são importantes em qualquer fase de vida do pet, no caso de um gato com insuficiência renal a preocupação é maior ainda. A insuficiência renal em gatos é uma doença que acomete principalmente os felinos idosos, mas também pode ser comum em outras idades e também na raça de gato Persa, que possui predisposição genética para esse tipo de problema. 

    Icterícia em cães: entenda o que é o problema e os sinais mais comuns
    Saúde animal

    Icterícia em cães: entenda o que é o problema e os sinais mais comuns

    Se você nunca ouviu falar na icterícia em cães, chegou a hora de entender um pouco mais sobre o problema que, embora não seja uma doença, é um sinal clínico que pode indicar que a saúde do cachorro não vai muito bem. Mas então, como identificar a icterícia canina e quais são as principais causas associadas a esse sintoma?

    Quais são as doenças de cachorro mais comuns no verão e como evitá-las?
    Saúde animal

    Quais são as doenças de cachorro mais comuns no verão e como evitá-las?

    Com a chegada do verão, é necessário redobrar os cuidados com o cachorro e também com a sua saúde. Os peludos costumam aproveitar bastante essa época, já que os passeios e banhos de mar ou piscina são mais frequentes. No entanto, a mudança de rotina vem acompanhada de uma grande preocupação, que é a proliferação de certas doenças de cachorro que ocorrem nessa época. Otite canina, desidratação e até mesmo infestação de pulgas e carrapatos são problemas bastante comuns no verão. 

    Verme em cachorro filhote: veja os sinais mais comuns de que o cãozinho está sofrendo com verminoses
    Saúde animal

    Verme em cachorro filhote: veja os sinais mais comuns de que o cãozinho está sofrendo com verminoses

    Os filhotes de cachorro são muito mais propensos a sofrerem com verme. Além da contaminação facilmente ocorrer pela amamentação, os filhotes ainda estão desenvolvendo o sistema imunológico e diversas funções do organismo. É por isso que a primeira dose do vermífugo para cachorro filhote deve ser feita aos 30 dias de vida, com reforço mensal até os seis meses, para garantir a saúde do pet. 

    Ver Todas >