Saúde

8 mitos e verdades sobre a saúde dos gatos

Há quem acredite que os gatos não ficam doentes, mas não é bem assim
Há quem acredite que os gatos não ficam doentes, mas não é bem assim

Quando se trata da saúde de gato, uma coisa é certa: todo o cuidado é pouco. Embora exista a lenda de que os bichanos possuem sete vidas, alguns cuidados específicos influenciam diretamente no bem-estar e, principalmente, na expectativa de vida do seu amigo. Ainda assim, é comum que alguns tutores tenham dúvidas sobre as medidas necessárias para proteger o seu pet e evitar as principais doenças de gato, especialmente os gateiros de primeira viagem. Para te ajudar, nós reunimos alguns mitos e verdades sobre a saúde dos felinos!

“As vacinas para gatos não obrigatórias aumentam a expectativa de vida do animal”

Verdade! Ao contrário do que muitos gateiros acreditam, as vacinas para gatos consideradas não obrigatórias são tão importantes quanto as outras e podem garantir a proteção contra doenças bem graves. A FIV, por exemplo, é uma delas. Conhecida como AIDS felina, o quadro costuma permanecer de forma assintomática durante anos e se manifestar apenas quando já está em seu estágio mais avançado, o que pode comprometer a saúde e a longevidade do animal. Além desta, existem outras doenças, como a FeLV, que também podem ser evitadas com a vacinação.

“Escovar dente de gato é um hábito desnecessário”

Mito! Assim como os cães e os humanos, os gatos também necessitam de uma rotina para manter a saúde bucal. O hábito é a única forma de remover sujeiras e restos de alimentos que favorecem a proliferação de bactérias e, consequentemente, o surgimento de uma série de infecções e doenças, como a gengivite. Com isso, surge a dúvida: como escovar os dentes do gato? Nesse caso, tudo o que você vai precisar é de uma escova pequena e com cerdas macias e uma boa dose de paciência. Lembre-se: é importante que o momento seja relaxante para que o seu pet crie menos resistência com a limpeza.

“Limpar a orelha de gato ajuda a evitar doenças”

Verdade! Esse simples cuidado pode fazer muito pela saúde do gato. Manter uma rotina de limpeza nas orelhas do gato ajuda a prevenir uma série de doenças, como a otite felina e a sarna de ouvido, que podem causar coceira, dores e bastante incômodo ao seu bichano. Por isso, é importante que o tutor limpe o ouvido do gato com frequência utilizando um pedaço de algodão e um removedor de cera de ouvido para pets. Vale lembrar que não recomendado utilizar outras soluções, como álcool e soro fisiológico, na orelha do animal, ok? Os componentes presentes nesses produtos podem prejudicar o canal auditivo do seu pet.

“A FIV e a FeLV são doenças de gato que não podem ser prevenidas”

Mito! A FIV e a FeLV não só podem, como devem ser prevenidas com cuidados simples. Optar pela criação indoor, por exemplo, é o primeiro passo para garantir a saúde do gato. Isso porque manter o seu bichano em casa e sem acesso às ruas é a melhor maneira de impedir que o animal tenha contato com gatos desconhecidos, aumentando até a sua longevidade. Além disso, existem vacinas que podem garantir a proteção do seu pet contra essas doenças.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Como seria o seu domingo perfeito?

Como você fica em um dia de chuva?

Como seria a viagem ideal nas férias?

Como você costuma encontrar os amigos?

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Como é a sua rotina matinal?

Como é a sua agenda no fim de semana?

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    O nível de consumo de água também pode influenciar na saúde do gato
    O nível de consumo de água também pode influenciar na saúde do gato

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    “Gato estressado tem mais chances de ficar doente”

    Verdade! O nível de estresse do seu bichano pode influenciar diretamente na saúde dele. Isso porque um gato nervoso tem mais chances de ficar doente devido às alterações que o hormônio do estresse causa em seu organismo. Além das mudanças no comportamento do gato, o estresse pode resultar em aumento da pressão arterial e dos índices glicêmicos e reduzir a imunidade do felino, o que favorece o surgimento de algumas doenças, como a herpes e cistite idiopática felina. Por isso, é importante que o tutor se certifique de manter o ambiente confortável para o animal e invista em brinquedos e atividades que ajudem a entreter o bichano.

    “O sachê para gatos pode prejudicar a saúde do bichano”

    Mito! Na verdade, o sachê para gatos é um grande aliado para manter a hidratação do seu bichano em dia. Como eles possuem cerca de 80% de água na sua composição, o animal acaba consumindo uma grande quantidade de água que ele não beberia normalmente - os felinos têm uma certa dificuldade em consumir água, lembra? Por isso, podem ser oferecidos ao pet todos os dias. 

    “O vermífugo para gatos não é necessário para animais que vivem em casa”

    Mito! Embora os gatos criados em casa tenham menos risco de pegar parasitas em relação aos animais que transitam ao ar livre, eles não estão imunes. A transmissão pode ocorrer mesmo dentro de casa por meio da ingestão de pulgas, picadas de mosquitos, contato com fezes contaminadas e até mesmo pelo leite materno, no caso de gatinhos filhotes. 

    “O consumo de água pode influenciar na saúde dos gatos”

    Verdade! Não são apenas os humanos que precisam ingerir uma boa quantidade de água para manter o organismo funcionando. A ingestão de água também é fundamental para manutenção da saúde dos gatos. Propensos a sofrer de problemas renais, o consumo de água ajuda a prevenir as doenças renais. Para estimular o seu gatinho a beber mais água, vale apostar em fontes para gatos e até mesmo espalhar vários potinhos pela casa. Além disso, também vale acrescentar um pouquinho de água na ração seca para garantir a hidratação do seu amigo.

    Redação: Úrsula Gomes

    Mastite em gatos: saiba tudo sobre a doença que atinge as fêmeas

    Próxima matéria

    Mastite em gatos: saiba tudo sobre a doença que atinge as fêmeas

    Tudo sobre o cachorro Boxer: origem, personalidade, saúde, características físicas e cuidados
    Grandes

    Tudo sobre o cachorro Boxer: origem, personalidade, saúde, características físicas e cuidados

    Se você sempre sonhou em ter um cachorro grande dentro de casa, a raça Boxer certamente é uma opção que não vai te decepcionar. Por trás da aparência robusta e que pode ser considerada até um pouco intimidante para alguns, existe um cãozinho companheiro e com muito amor para oferecer aos seus humanos. Conheça um pouco mais sobre o comportamento da raça, cuidados com a saúde e quanto custa um cachorro Boxer.

    Cachorro vira-lata não fica doente? Veja alguns mitos e verdades sobre a saúde dos cães sem raça definida
    Saúde

    Cachorro vira-lata não fica doente? Veja alguns mitos e verdades sobre a saúde dos cães sem raça definida

    Embora existam várias raças de cachorro, a verdade é que o vira-lata já conquistou um espacinho em nossos corações. Por se tratar de um cachorro sem raça definida (SRD), esse tipo de cãozinho desperta muitas dúvidas na cabeça dos tutores, principalmente quando o assunto é a saúde de cachorro. Será que esses animais vivem mais do que os outros? O organismo deles realmente é mais resistente e imune à doenças? Como deve ser a alimentação de um cachorro assim? Eles podem mesmo comer de tudo? Desvende alguns mitos e verdades sobre a saúde do cachorro vira-lata a seguir!

    Balinês: características, personalidade, saúde e curiosidades... conheça mais sobre essa raça de gato
    Raças

    Balinês: características, personalidade, saúde e curiosidades... conheça mais sobre essa raça de gato

    Pelos longos, finos e lisos: essas são as características mais comuns do gato Balinês. Facilmente confundido com o gato Siamês, o bichano desta raça também possui cores claras e manchas em determinados pontos do corpo e os famosos olhos azuis. O companheirismo tem tudo a ver com a sua personalidade: bastante adaptável, o gato Balinês é perfeito para quem busca um gatinho alegre e brincalhão. Para saber mais sobre essa raça, preparamos um guia com as principais informações. Dá uma conferida!

    Gatos Bengal: características, personalidade, saúde... saiba tudo sobre a raça (+ galeria com 30 fotos)
    Raças

    Gatos Bengal: características, personalidade, saúde... saiba tudo sobre a raça (+ galeria com 30 fotos)

    É impossível não reconhecer a raça de gatos Bengal. As manchinhas de sua pelagem são únicas, assim como o seu rabo comprido, traços finos e olhos claros. Ele lembra um leopardo! A inteligência é uma das características mais marcantes da raça de gato Bengal, junto com as diferentes maneiras de vocalizar e a facilidade em ser adestrado. Quer saber mais sobre esses gatinhos? Preparamos um guia com tudo que você precisa saber - desde os níveis da raça, até os problemas de saúde mais comuns. Confira!

    Ver Todas >

    Dermatite seborreica canina: entenda mais sobre o problema que atinge a pele dos cães
    Saúde animal

    Dermatite seborreica canina: entenda mais sobre o problema que atinge a pele dos cães

    A pele dos cães é mais sensível e frágil do que parece. A dermatite seborreica em cachorro - também conhecida apenas como seborreia canina - é um problema de pele bastante comum nos nossos amigos de quatro patas. A doença em si não representa nenhuma ameaça à saúde do cachorro, mas a falta de tratamento adequado pode levar à progressão do quadro, o que, consequentemente, pode desencadear situações mais graves. 

    Como secar o leite da gatinha? Veterinária dá dicas para fazer do jeito correto
    Saúde animal

    Como secar o leite da gatinha? Veterinária dá dicas para fazer do jeito correto

    As primeiras semanas do filhote de gato são extremamente importantes para o desenvolvimento do animal. A amamentação felina é um dos principais passos para que o filhotinho receba os nutrientes necessários para crescer saudável e forte, já que o leite materno fortalece o sistema imunológico. No entanto, entre a sétima e oitava semana de vida dos filhotes de gato, a produção de leite da mãe gata deve parar. Caso contrário, uma complicação comum é quando a gata fica com leite empedrado.

    Quais as características da panleucopenia felina que merecem atenção?
    Saúde animal

    Quais as características da panleucopenia felina que merecem atenção?

    A panleucopenia felina, que também é chamada incorretamente de cinomose em gatos, é uma doença viral extremamente contagiosa que tem o parvovírus felino como agente causador. A doença pode ser fatal em gatinhos jovens, com menos de 1 ano e que não foram vacinados. Por isso, é muito importante manter a vacinação de seu pet em dia. 

    Alopécia canina: saiba mais sobre a queda de pelos em Dachshunds
    Saúde animal

    Alopécia canina: saiba mais sobre a queda de pelos em Dachshunds

    O Dachshund, popularmente conhecido como o cachorro salsicha, é uma raça que está presente em vários lares brasileiros e ao redor do mundo. São cães alegres, divertidos e que melhoram a energia de qualquer lugar. No entanto, quem tem um cachorro dessa raça deve ficar atento a alguns problemas de saúde que são bastante comuns, como a alopecia canina. 

    Ver Todas >