close
Saúde

Vulvovaginite em cadelas: veterinário explica as causas do problema e como é feito o tratamento

Atualizado · 21 de maio de 2020 · 17h10

Publicado · 21/05/2020 · 17h10

Vulvovaginite canina: saiba mais sobre essa doença que acomete cadelas de todas as idades
Vulvovaginite canina: saiba mais sobre essa doença que acomete cadelas de todas as idades

A vulvovaginite em cadelas é um quadro inflamatório mais comum do que se pensa e que pode atingir a saúde do animal em qualquer fase da vida, inclusive filhotes. A doença pode ser causada por diferentes fatores, e, dependendo da causa, o tratamento pode variar. Por isso, ao observar qualquer vestígio de corrimento na vulva da cadela, é importante ficar atento. Para esclarecer possíveis dúvidas sobre o assunto, entrevistamos o médico veterinário Frederico Lima, do Rio de Janeiro. Veja só o que mais ele disse sobre a vulvovaginite canina a seguir!

Saiba o que é vulvovaginite canina e as principais causas da doença

Antes de mais nada, é preciso entender que o órgão genital das cadelas é composto basicamente da vulva, vagina, útero e ovários. Em alguns casos, a vulva pode inflamar, ocasionando na vulvite; já em outros, ocorre um problema chamado vaginite se a inflamação atingir apenas a vagina. A vulvovaginite em cadelas nada mais é do que a inflamação da vulva e do canal vaginal simultaneamente. Geralmente, o quadro se manifesta com o corrimento vaginal, conforme Frederico explica. As causas atreladas a vulvovaginite canina podem ser variadas, mas, segundo o veterinário, as principais delas são:

• Infecções bacterianas

• Infecções fúngicas

Cio recente ou em curso

• Alterações hormonais

Piometria em cadelas

Qual raça de gato você é?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

O que você mais gosta de fazer nos momentos de lazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Se você pudesse se descrever com uma palavra, quais das opções a seguir escolheria?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Alguém te chamou para sair para um lugar inusitado, o que você pensa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica depois de dormir pouco na noite anterior?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você viajou e se perdeu em uma cidade que não conhece muito: o que passa pela sua cabeça?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Quais dessas características você procuraria em um pet?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

O que seus amigos próximos pensam sobre você?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você gosta de curtir as férias?

Question Header Background

Sua personalidade aventureira combina com o Bobtail Japonês! Você é divertido assim como o gato Siamês! Sua personalidade ranzinza combina com o gato Maine Coon! Você é preguiçoso como um gatinho Persa!
    A vulvovaginte em cadelas geralmente deixa a vulva mais inchada (como na foto) e pode ocorrer corrimento
    A vulvovaginte em cadelas geralmente deixa a vulva mais inchada (como na foto) e pode ocorrer corrimento

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    Vulvovaginite em cadelas: sintomas para ficar atento

    Não é muito difícil identificar a vulvovaginite canina: a inflamação normalmente deixa o canal vagina e a vulva com um aspecto mais inchado associado com o corrimento vaginal. As secreções podem surgir em pequenas ou grandes quantidades e em diferentes aspectos. O mais comum é quando o corrimento é translúcido ou esbranquiçado, mas em alguns casos essa secreção pode apresentar uma coloração amarelada, esverdeada ou até mesmo com um pouquinho de sangue, indicando uma possível vulvovaginite em cadelas. “Caso ocorra um corrimento persistente, com mau cheiro, coloração alterada, ou até mesmo sangramentos, o tutor deve ficar atento e relatar ao veterinário”, alerta Frederico.

    Como é feito o diagnóstico da vulvovaginite canina?

    Ao observar a presença de corrimento vaginal em grande quantidade, de maneira constante ou com aspectos anormais, o tutor deve levar o animal para uma consulta com o veterinário. Só assim será possível saber o que está acontecendo e, então, dar início ao tratamento. “O diagnóstico pode ser feito por exames de cultura bacteriana e fúngica das secreções, exames de sangue, exame de ultrassonografia, e um bom exame físico realizado pelo veterinário”, conta o profissional.

    Vulvovaginite em cadelas: tratamento pode ser variado

    Por se tratar de uma doença com diferentes causas, somente um médico veterinário poderá determinar qual é o melhor tratamento para a doença. Segundo Frederico, o mais comum de acontecer é que remédios para vulvovaginite em cadelas sejam receitados, como antibióticos e antiinflamatórios. “Inclusive, a castração pode ser indicada neste momento”, comenta. Entretanto, independente da forma que será tratada a vulvovaginite canina - remédio, castração e outros cuidados com o órgão genital da cadela -, é importante sempre seguir todas as orientações médicas. Se o quadro estiver associado a um caso de piometra, por exemplo, provavelmente a cachorra deverá passar por uma cirurgia o quanto antes. 

    Castração de cachorro é uma opção para prevenir a vulvovaginite em cadelas

    A melhor forma de evitar a vulvovaginite canina é com a castração de cachorro.“O cio e alterações hormonais podem ser grandes oportunidades de infecções locais e produção de corrimento vaginal”, explica o veterinário. O procedimento cirúrgico pode ser feito em qualquer idade e promove vários benefícios ao seu amigo de quatro patas: além de prevenir uma série de doenças, como a vulvovaginite em cadelas, câncer de mama e piometra, a castração também impacta o comportamento do animal e ajuda a evitar a reprodução indesejada. Ou seja, melhora a qualidade de vida dos doguinhos e ainda ajuda a reduzir o número de animais abandonados. Então, se você tem um cachorro ou uma cadela que ainda não foi castrado, é hora de começar a pensar nessa opção!

    Redação: Juliana Melo

    Dente de gato: como preservar a saúde bucal do seu felino?

    Próxima matéria

    Dente de gato: como preservar a saúde bucal do seu felino?

    Luxação de patela em cães: causas, sintomas e tratamentos. Ortopedista explica tudo sobre a doença!
    Saúde

    Luxação de patela em cães: causas, sintomas e tratamentos. Ortopedista explica tudo sobre a doença!

    Toda mãe e pai de pet sabe que é necessário ficar atento à saúde do cachorro, porque mesmo com todos os cuidados com o animal, alguns problemas podem surgir. A luxação de patela em cães, por exemplo, é um problema bastante comum e que pode afetar significativamente a qualidade de vida do seu amigo de quatro patas, trazendo bastante desconforto para ele. Para compreender melhor do que se trata esta condição, quais são os primeiros sinais da luxação em cachorro e que tratamentos são indicados, o Patas da Casa entrevistou o médico veterinário Luiz Henrique Malfatti, que é especializado em ortopedia veterinária. Veja o que ele nos contou e tire todas as suas dúvidas a seguir!

    Osteossarcoma em cães: veterinária explica as causas, sintomas, cuidados e tratamentos da doença
    Saúde

    Osteossarcoma em cães: veterinária explica as causas, sintomas, cuidados e tratamentos da doença

    O osteossarcoma canino é um dos tumores malignos mais comuns e a principal neoplasia de origem óssea nos cães. Assim como os seres humanos, os cachorros também podem ter câncer, especialmente à medida que envelhecem. Além da pele, sistema digestivo e mama, essa enfermidade que tanto preocupa os tutores pode afetar também os ossos do cachorro.

    Tem problema atrasar a vacina do cachorro? Veterinária explica os riscos
    Vacina

    Tem problema atrasar a vacina do cachorro? Veterinária explica os riscos

    A vacina para cachorro é uma das principais formas de proteger o seu amigo de uma série de doenças que, além de serem realmente incômodas para o animal, podem ser fatais em alguns casos. Por isso, manter a carteira de vacinação do seu doguinho em dia é uma ótima maneira de cuidar para que ele se mantenha saudável. Ainda assim, os atrasos podem acontecer em uma série de casos diferente. Para explicar sobre as consequências, como agir quando isso acontece e o porquê das vacinas serem tão importantes, a gente conversou com a veterinária Renata Bloomfield.

    Gripe canina, tosse canina ou tosse dos canis: conheça mais sobre as causas, sintomas e tratamento da doença
    Saúde

    Gripe canina, tosse canina ou tosse dos canis: conheça mais sobre as causas, sintomas e tratamento da doença

    Em algumas regiões do país, dizer que alguém está com "tosse de cachorro" é sinal de que a pessoa está com tosse seca, geralmente provocada por alguma irritação na garganta. O que muita gente não sabe é que, no mundo dos animais, o cachorro com tosse muitas vezes está doente — e a condição dele é bem parecida com algo comum para humanos: a gripe. Geralmente, a gripe canina (também conhecida como tosse canina ou tosse dos canis) é uma doença leve, mas se não for tratada pode virar algo mais sério. 

    Ver Todas >

    Giárdia canina: como funciona a vacina contra a doença?
    Saúde animal

    Giárdia canina: como funciona a vacina contra a doença?

    A giárdia canina é uma doença infecciosa causada por um protozoário que pode acometer cães, gatos e seres humanos. Essa zoonose ocorre quando o cachorro ingere cistos do protozoário, que podem estar presentes na água e alimentos. Além disso, como os cachorrinhos são animais que usam a boca para diversas funcionalidades, é possível que o pet colete o parasita lambendo um brinquedo, bebendo água de uma poça ou mastigando algum objeto. Ficar de olho em como prevenir a doença é muito importante, visto que a giárdia em cães é transmitida para outros animais com facilidade. 

    Sarna em gatos: o que é e o que fazer?
    Saúde animal

    Sarna em gatos: o que é e o que fazer?

    A sarna em gatos é um dos problemas de pele mais comuns que podem afetar o bichano. Causada por ácaros que ficam na pelagem dos felinos, a doença também pode acometer cachorros e até mesmo humanos. O gato com sarna sofre bastante com coceiras e problemas na pele. Felizmente, existe tratamento de sarna em gatos capaz de eliminar os parasitas e garantir conforto ao peludo. 

    Tosse de cachorro: o que pode ser?
    Saúde animal

    Tosse de cachorro: o que pode ser?

    O cachorro com tosse é algo que pode assustar muitos tutores, principalmente quando acontece de forma recorrente e não tem um motivo aparente. O sintoma indica algum incômodo no sistema respiratório canino e pode estar associado a diferentes causas que variam desde problemas mais simples, como um engasgo na hora de comer, até algo mais sério, como doenças cardíacas e vermes pulmonares.

    O que o anticoncepcional para gatos pode causar?
    Saúde animal

    O que o anticoncepcional para gatos pode causar?

    O anticoncepcional para gatos é usado por muitos tutores como alternativa à castração. A injeção é vista por muitas pessoas como um método mais barato e menos invasivo de impedir o cio de gata. Mas é comum surgir a dúvida sobre o anticoncepcional para gatos: quando aplicar é recomendado? A verdade é que o anticoncepcional para gatas traz muitos problemas à saúde e nunca é a solução para o cio de gato. O Patas da Casa te explica quais os perigos da injeção anticoncepcional para gatos e porque a castração é a melhor opção. Confira!

    Ver Todas >