Saúde

Vulvovaginite em cadelas: veterinário explica as causas do problema e como é feito o tratamento

Vulvovaginite canina: saiba mais sobre essa doença que acomete cadelas de todas as idades
Vulvovaginite canina: saiba mais sobre essa doença que acomete cadelas de todas as idades

A vulvovaginite em cadelas é um quadro inflamatório mais comum do que se pensa e que pode atingir a saúde do animal em qualquer fase da vida, inclusive filhotes. A doença pode ser causada por diferentes fatores, e, dependendo da causa, o tratamento pode variar. Por isso, ao observar qualquer vestígio de corrimento na vulva da cadela, é importante ficar atento. Para esclarecer possíveis dúvidas sobre o assunto, entrevistamos o médico veterinário Frederico Lima, do Rio de Janeiro. Veja só o que mais ele disse sobre a vulvovaginite canina a seguir!

Saiba o que é vulvovaginite canina e as principais causas da doença

Antes de mais nada, é preciso entender que o órgão genital das cadelas é composto basicamente da vulva, vagina, útero e ovários. Em alguns casos, a vulva pode inflamar, ocasionando na vulvite; já em outros, ocorre um problema chamado vaginite se a inflamação atingir apenas a vagina. A vulvovaginite em cadelas nada mais é do que a inflamação da vulva e do canal vaginal simultaneamente. Geralmente, o quadro se manifesta com o corrimento vaginal, conforme Frederico explica. As causas atreladas a vulvovaginite canina podem ser variadas, mas, segundo o veterinário, as principais delas são:

• Infecções bacterianas

• Infecções fúngicas

Cio recente ou em curso

• Alterações hormonais

Piometria em cadelas

Descubra se você é um cachorro ou um gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

No fim de semana, você é o amigo que...?

As férias estão chegando! Vai viajar?

Chegou a hora de escolher a comida! Quem é você?

Que música você escolhe para arrasar no karaokê?

E sobre seus cuidados de beleza?

Vai ficar em casa com o mozão? Você prefere:

Ihhh, você recebeu uma crítica no trabalho… Como reage?

Você é um cachorro! Você é um gato! Você é um gatorro!
    A vulvovaginte em cadelas geralmente deixa a vulva mais inchada (como na foto) e pode ocorrer corrimento
    A vulvovaginte em cadelas geralmente deixa a vulva mais inchada (como na foto) e pode ocorrer corrimento

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Cachorro ofegante: quais problemas o sintoma pode indicar?
    Saúde animal

    Cachorro ofegante: quais problemas o sintoma pode indicar?

    Encontrar o cachorro ofegante não é uma questão incomum na vida dos tutores. Normalmente, os peludos ficam mais cansados depois de um longo passeio ou brincadeiras, mas quando não houve nenhum estímulo é preciso ficar atento. Observe alguns sinais do cachorro ofegante: língua pra fora pode indicar calor ou cansaço, agora se o sintoma estiver acompanhado de tremores ou cachorro com dificuldade de respirar, o ideal é levá-lo imediatamente ao veterinário. Para saber como diferenciar e se há necessidade de buscar ajuda médica, nós conversamos com Ricardo Duarte, que é docente do curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário FMU, de São Paulo.

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Vulvovaginite em cadelas: sintomas para ficar atento

    Não é muito difícil identificar a vulvovaginite canina: a inflamação normalmente deixa o canal vagina e a vulva com um aspecto mais inchado associado com o corrimento vaginal. As secreções podem surgir em pequenas ou grandes quantidades e em diferentes aspectos. O mais comum é quando o corrimento é translúcido ou esbranquiçado, mas em alguns casos essa secreção pode apresentar uma coloração amarelada, esverdeada ou até mesmo com um pouquinho de sangue, indicando uma possível vulvovaginite em cadelas. “Caso ocorra um corrimento persistente, com mau cheiro, coloração alterada, ou até mesmo sangramentos, o tutor deve ficar atento e relatar ao veterinário”, alerta Frederico.

    Como é feito o diagnóstico da vulvovaginite canina?

    Ao observar a presença de corrimento vaginal em grande quantidade, de maneira constante ou com aspectos anormais, o tutor deve levar o animal para uma consulta com o veterinário. Só assim será possível saber o que está acontecendo e, então, dar início ao tratamento. “O diagnóstico pode ser feito por exames de cultura bacteriana e fúngica das secreções, exames de sangue, exame de ultrassonografia, e um bom exame físico realizado pelo veterinário”, conta o profissional.

    Vulvovaginite em cadelas: tratamento pode ser variado

    Por se tratar de uma doença com diferentes causas, somente um médico veterinário poderá determinar qual é o melhor tratamento para a doença. Segundo Frederico, o mais comum de acontecer é que remédios para vulvovaginite em cadelas sejam receitados, como antibióticos e antiinflamatórios. “Inclusive, a castração pode ser indicada neste momento”, comenta. Entretanto, independente da forma que será tratada a vulvovaginite canina - remédio, castração e outros cuidados com o órgão genital da cadela -, é importante sempre seguir todas as orientações médicas. Se o quadro estiver associado a um caso de piometra, por exemplo, provavelmente a cachorra deverá passar por uma cirurgia o quanto antes. 

    Castração de cachorro é uma opção para prevenir a vulvovaginite em cadelas

    A melhor forma de evitar a vulvovaginite canina é com a castração de cachorro.“O cio e alterações hormonais podem ser grandes oportunidades de infecções locais e produção de corrimento vaginal”, explica o veterinário. O procedimento cirúrgico pode ser feito em qualquer idade e promove vários benefícios ao seu amigo de quatro patas: além de prevenir uma série de doenças, como a vulvovaginite em cadelas, câncer de mama e piometra, a castração também impacta o comportamento do animal e ajuda a evitar a reprodução indesejada. Ou seja, melhora a qualidade de vida dos doguinhos e ainda ajuda a reduzir o número de animais abandonados. Então, se você tem um cachorro ou uma cadela que ainda não foi castrado, é hora de começar a pensar nessa opção!

    Redação: Juliana Melo

    Quais doenças os filhotes de gato têm mais chances de contrair?

    Próxima matéria

    Quais doenças os filhotes de gato têm mais chances de contrair?

    Osteossarcoma em cães: veterinária explica as causas, sintomas, cuidados e tratamentos da doença
    Saúde

    Osteossarcoma em cães: veterinária explica as causas, sintomas, cuidados e tratamentos da doença

    O osteossarcoma canino é um dos tumores malignos mais comuns e a principal neoplasia de origem óssea nos cães. Assim como os seres humanos, os cachorros também podem ter câncer, especialmente à medida que envelhecem. Além da pele, sistema digestivo e mama, essa enfermidade que tanto preocupa os tutores pode afetar também os ossos do cachorro.

    Tem problema atrasar a vacina do cachorro? Veterinária explica os riscos
    Vacina

    Tem problema atrasar a vacina do cachorro? Veterinária explica os riscos

    A vacina para cachorro é uma das principais formas de proteger o seu amigo de uma série de doenças que, além de serem realmente incômodas para o animal, podem ser fatais em alguns casos. Por isso, manter a carteira de vacinação do seu doguinho em dia é uma ótima maneira de cuidar para que ele se mantenha saudável. Ainda assim, os atrasos podem acontecer em uma série de casos diferente. Para explicar sobre as consequências, como agir quando isso acontece e o porquê das vacinas serem tão importantes, a gente conversou com a veterinária Renata Bloomfield.

    Gripe canina, tosse canina ou tosse dos canis: conheça mais sobre as causas, sintomas e tratamento da doença
    Saúde

    Gripe canina, tosse canina ou tosse dos canis: conheça mais sobre as causas, sintomas e tratamento da doença

    Em algumas regiões do país, dizer que alguém está com “tosse de cachorro” é sinal de que a pessoa está com tosse seca, geralmente provocada por alguma irritação na garganta. O que muita gente não sabe é que, no mundo dos animais, o cachorro com tosse muitas vezes está doente — e a condição dele é bem parecida com algo comum para humanos: a gripe. Mesmo que, geralmente, a gripe canina

    Depressão em cachorro: quais as causas, sinais mais comuns e como é feito o tratamento?
    Saúde

    Depressão em cachorro: quais as causas, sinais mais comuns e como é feito o tratamento?

    Assim como os humanos, os cães não estão livres de problemas de caráter psicológico e emocional. A depressão em cachorro, por exemplo, é uma doença mais comum do que se imagina. Nesse caso, existe uma série de motivos que podem estar por trás de um cachorro depressivo, como mudanças de lar, a chegada de novos membros na família ou até mesmo a perda de entes queridos. A depressão canina pode se tornar grave se não receber o devido cuidado.

    Ver Todas >

    10 mitos e verdades sobre a Leishmaniose canina!
    Saúde animal

    10 mitos e verdades sobre a Leishmaniose canina!

    A leishmaniose canina pode trazer sérios problemas para a saúde do animal. A doença é classificada como uma zoonose (ou seja, seres humanos também podem contraí-la) e os cães domésticos são os principais hospedeiros. A transmissão ocorre pela picada do mosquito-palha infectado com o protozoário Leishmania infantum chagasi. A prevenção é muito importante, já que a doença pode levar humanos e cachorros à morte ou causar sérias sequelas. 

    Como identificar um gato desidratado?
    Saúde animal

    Como identificar um gato desidratado?

    Embora não apreciem muito esse hábito, beber água é fundamental para a saúde do gato. Os tutores devem ter bastante atenção na rotina dos bichanos: eles precisam de uma quantidade adequada de líquidos para não desenvolverem complicações no sistema urinário que podem levar à falência dos rins. A curto prazo, um gato desidratado, normalmente em decorrência de algum outro problema de saúde, precisa receber bastante atenção para não chegar a um estado mais grave. 

    Pente para pulga de cachorro funciona? Conheça o acessório!
    Saúde animal

    Pente para pulga de cachorro funciona? Conheça o acessório!

    Manter o seu cachorrinho livre de pulgas pode não ser uma tarefa muito fácil, mas é essencial para saúde e bem-estar dele. As pulgas em cachorro podem não só causar coceira no animal, como também transmitir bactérias e verminoses, além de provocar dermatites. O pente para pulga é um acessório de uso prático para o tutor , confortável para os animais e até mais sustentável

    5 fatos sobre a diabetes em cães que precisam da sua atenção
    Saúde animal

    5 fatos sobre a diabetes em cães que precisam da sua atenção

    A diabetes em cachorro é um quadro delicado e que precisa de atenção e muito cuidado. A doença se desenvolve a partir de alterações nos níveis de produção de insulina pelo corpo do animal, com apresentações diferentes de acordo com o tipo de diabetes. Apesar de ser muito parecida com a ação em humanos, a diabetes em cães causa muitas dúvidas nos tutores, que podem acabar caindo em alguns mitos sobre a doença. Quanto antes o tratamento for iniciado, porém, mais chances o cachorro tem de conseguir viver com a doença, sem afetar tanto a sua qualidade de vida. Para te ajudar com isso, reunimos 5 fatos sobre a diabetes canina para sanar todas as suas incertezas sobre a doença. Confira abaixo!

    Ver Todas >