Saúde

Vulvovaginite em cadelas: veterinário explica as causas do problema e como é feito o tratamento

Vulvovaginite canina: saiba mais sobre essa doença que acomete cadelas de todas as idades
Vulvovaginite canina: saiba mais sobre essa doença que acomete cadelas de todas as idades

A vulvovaginite em cadelas é um quadro inflamatório mais comum do que se pensa e que pode atingir a saúde do animal em qualquer fase da vida, inclusive filhotes. A doença pode ser causada por diferentes fatores, e, dependendo da causa, o tratamento pode variar. Por isso, ao observar qualquer vestígio de corrimento na vulva da cadela, é importante ficar atento. Para esclarecer possíveis dúvidas sobre o assunto, entrevistamos o médico veterinário Frederico Lima, do Rio de Janeiro. Veja só o que mais ele disse sobre a vulvovaginite canina a seguir!

Saiba o que é vulvovaginite canina e as principais causas da doença

Antes de mais nada, é preciso entender que o órgão genital das cadelas é composto basicamente da vulva, vagina, útero e ovários. Em alguns casos, a vulva pode inflamar, ocasionando na vulvite; já em outros, ocorre um problema chamado vaginite se a inflamação atingir apenas a vagina. A vulvovaginite em cadelas nada mais é do que a inflamação da vulva e do canal vaginal simultaneamente. Geralmente, o quadro se manifesta com o corrimento vaginal, conforme Frederico explica. As causas atreladas a vulvovaginite canina podem ser variadas, mas, segundo o veterinário, as principais delas são:

• Infecções bacterianas

• Infecções fúngicas

Cio recente ou em curso

• Alterações hormonais

Piometria em cadelas

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

question quiz stamp

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

Question Header Background
question quiz stamp

As crises alérgicas costumam acontecer:

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Question Header Background
question quiz stamp

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Question Header Background
question quiz stamp

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

Question Header Background
question quiz stamp

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

Question Header Background

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    A vulvovaginte em cadelas geralmente deixa a vulva mais inchada (como na foto) e pode ocorrer corrimento
    A vulvovaginte em cadelas geralmente deixa a vulva mais inchada (como na foto) e pode ocorrer corrimento

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Vulvovaginite em cadelas: sintomas para ficar atento

    Não é muito difícil identificar a vulvovaginite canina: a inflamação normalmente deixa o canal vagina e a vulva com um aspecto mais inchado associado com o corrimento vaginal. As secreções podem surgir em pequenas ou grandes quantidades e em diferentes aspectos. O mais comum é quando o corrimento é translúcido ou esbranquiçado, mas em alguns casos essa secreção pode apresentar uma coloração amarelada, esverdeada ou até mesmo com um pouquinho de sangue, indicando uma possível vulvovaginite em cadelas. “Caso ocorra um corrimento persistente, com mau cheiro, coloração alterada, ou até mesmo sangramentos, o tutor deve ficar atento e relatar ao veterinário”, alerta Frederico.

    Como é feito o diagnóstico da vulvovaginite canina?

    Ao observar a presença de corrimento vaginal em grande quantidade, de maneira constante ou com aspectos anormais, o tutor deve levar o animal para uma consulta com o veterinário. Só assim será possível saber o que está acontecendo e, então, dar início ao tratamento. “O diagnóstico pode ser feito por exames de cultura bacteriana e fúngica das secreções, exames de sangue, exame de ultrassonografia, e um bom exame físico realizado pelo veterinário”, conta o profissional.

    Vulvovaginite em cadelas: tratamento pode ser variado

    Por se tratar de uma doença com diferentes causas, somente um médico veterinário poderá determinar qual é o melhor tratamento para a doença. Segundo Frederico, o mais comum de acontecer é que remédios para vulvovaginite em cadelas sejam receitados, como antibióticos e antiinflamatórios. “Inclusive, a castração pode ser indicada neste momento”, comenta. Entretanto, independente da forma que será tratada a vulvovaginite canina - remédio, castração e outros cuidados com o órgão genital da cadela -, é importante sempre seguir todas as orientações médicas. Se o quadro estiver associado a um caso de piometra, por exemplo, provavelmente a cachorra deverá passar por uma cirurgia o quanto antes. 

    Castração de cachorro é uma opção para prevenir a vulvovaginite em cadelas

    A melhor forma de evitar a vulvovaginite canina é com a castração de cachorro.“O cio e alterações hormonais podem ser grandes oportunidades de infecções locais e produção de corrimento vaginal”, explica o veterinário. O procedimento cirúrgico pode ser feito em qualquer idade e promove vários benefícios ao seu amigo de quatro patas: além de prevenir uma série de doenças, como a vulvovaginite em cadelas, câncer de mama e piometra, a castração também impacta o comportamento do animal e ajuda a evitar a reprodução indesejada. Ou seja, melhora a qualidade de vida dos doguinhos e ainda ajuda a reduzir o número de animais abandonados. Então, se você tem um cachorro ou uma cadela que ainda não foi castrado, é hora de começar a pensar nessa opção!

    Redação: Juliana Melo

    Gato idoso: quais os sinais de que seu gatinho está envelhecendo?

    Próxima matéria

    Gato idoso: quais os sinais de que seu gatinho está envelhecendo?

    Luxação de patela em cães: causas, sintomas e tratamentos. Ortopedista explica tudo sobre a doença!
    Saúde

    Luxação de patela em cães: causas, sintomas e tratamentos. Ortopedista explica tudo sobre a doença!

    Toda mãe e pai de pet sabe que é necessário ficar atento à saúde do cachorro, porque mesmo com todos os cuidados com o animal, alguns problemas podem surgir. A luxação de patela em cães, por exemplo, é um problema bastante comum e que pode afetar significativamente a qualidade de vida do seu amigo de quatro patas, trazendo bastante desconforto para ele. Para compreender melhor do que se trata esta condição, quais são os primeiros sinais da luxação em cachorro e que tratamentos são indicados, o Patas da Casa entrevistou o médico veterinário Luiz Henrique Malfatti, que é especializado em ortopedia veterinária. Veja o que ele nos contou e tire todas as suas dúvidas a seguir!

    Osteossarcoma em cães: veterinária explica as causas, sintomas, cuidados e tratamentos da doença
    Saúde

    Osteossarcoma em cães: veterinária explica as causas, sintomas, cuidados e tratamentos da doença

    O osteossarcoma canino é um dos tumores malignos mais comuns e a principal neoplasia de origem óssea nos cães. Assim como os seres humanos, os cachorros também podem ter câncer, especialmente à medida que envelhecem. Além da pele, sistema digestivo e mama, essa enfermidade que tanto preocupa os tutores pode afetar também os ossos do cachorro.

    Tem problema atrasar a vacina do cachorro? Veterinária explica os riscos
    Vacina

    Tem problema atrasar a vacina do cachorro? Veterinária explica os riscos

    A vacina para cachorro é uma das principais formas de proteger o seu amigo de uma série de doenças que, além de serem realmente incômodas para o animal, podem ser fatais em alguns casos. Por isso, manter a carteira de vacinação do seu doguinho em dia é uma ótima maneira de cuidar para que ele se mantenha saudável. Ainda assim, os atrasos podem acontecer em uma série de casos diferente. Para explicar sobre as consequências, como agir quando isso acontece e o porquê das vacinas serem tão importantes, a gente conversou com a veterinária Renata Bloomfield.

    Gripe canina, tosse canina ou tosse dos canis: conheça mais sobre as causas, sintomas e tratamento da doença
    Saúde

    Gripe canina, tosse canina ou tosse dos canis: conheça mais sobre as causas, sintomas e tratamento da doença

    Em algumas regiões do país, dizer que alguém está com “tosse de cachorro” é sinal de que a pessoa está com tosse seca, geralmente provocada por alguma irritação na garganta. O que muita gente não sabe é que, no mundo dos animais, o cachorro com tosse muitas vezes está doente — e a condição dele é bem parecida com algo comum para humanos: a gripe. Mesmo que, geralmente, a gripe canina

    Ver Todas >

    Gato e cachorro têm depressão? Descubra se o transtorno pode afetar seu bichinho de estimação
    Saúde animal

    Gato e cachorro têm depressão? Descubra se o transtorno pode afetar seu bichinho de estimação

    Você já se perguntou se o seu cachorro tem depressão? Ou se o seu gato que mudou de comportamento, na verdade está com um transtorno ligado ao estresse? Muitos tutores nem imaginam, mas cachorro ou gato com depressão não é um quadro tão difícil de ocorrer. A saúde mental é um assunto em evidência, principalmente nas campanhas do setembro amarelo. Mas assim como cães e gatos podem ajudar quem tem depressão, eles também podem ser afetados pela doença.

    5 coisas que você pode fazer para evitar a pancreatite canina
    Saúde animal

    5 coisas que você pode fazer para evitar a pancreatite canina

    A pancreatite canina é uma inflamação no pâncreas do cachorro causada por alterações na produção de enzimas. Esse doença gastrointestinal leva a lesões no órgão, gerando dores abdominais, respiração ofegante, desidratação, vômito e diarreia. O cachorro com pancreatite fica com a saúde muito debilitada e, em casos mais graves, pode até mesmo falecer. 

    Dia do veterinário: 8 curiosidades sobre a profissão que é fundamental para saúde e bem-estar do seu pet
    Saúde animal

    Dia do veterinário: 8 curiosidades sobre a profissão que é fundamental para saúde e bem-estar do seu pet

    No dia 9 de setembro é comemorado o Dia do Veterinário. Quem é pai ou mãe de pet sabe a importância que esse profissional tem no cuidado dos nossos tão queridos animais de estimação. Por isso, nada mais justo que um dia do veterinário especial para eles! Apesar de a profissão ser muitas vezes vista apenas como o atendimento de animais, o veterinário pode atuar em diferentes áreas, ajudando até mesmo no cuidado da saúde humana! 

    FIV: gatos diagnosticados com a doença vivem quanto tempo?
    Saúde animal

    FIV: gatos diagnosticados com a doença vivem quanto tempo?

    A FIV em gatos é uma das doenças mais temidas pelos tutores. Por afetar principalmente o sistema imunológico, a doença deixa o felino mais suscetível a adquirir diversas complicações ao longo da vida. Como não tem cura, o gato com FIV precisa de tratamento a vida inteira. Mas, afinal, por quanto tempo o bichano diagnosticado consegue viver? O gato com FIV pode conviver com outros gatos? 

    Ver Todas >