Cachorro

Você sabe o que é a degeneração mixomatosa da valva mitral em cães? Tire todas as dúvidas sobre a cardiopatia!

Publicado - 30 Março 2020 - 19h21

Atualizado - 26 Abril 2024 - 09h14

Ninguém pode negar: cuidar do coração de cachorro é fundamental para manter a saúde do seu amigo. Afinal, assim como os humanos, ele também pode sofrer com as doenças cardíacas. Entre elas está a degeneração mixomatosa da valva mitral, que é uma das mais frequentes. Também conhecida como endocardiose valvar, a condição provoca o refluxo do sangue dentro do coração e pode levar à insuficiência cardíaca, sendo fatal para o seu cãozinho. Mas, o que poucos tutores sabem é que o quadro pode ter relação com traços genéticos da raça. Para entender melhor, conversamos com a veterinária Isabelle Campos, residente em Cardiologia na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, que te conta tudo o que você precisa saber sobre a degeneração mixomatosa da valva mitral em cães a seguir!

Patas da Casa: O que é a degeneração mixomatosa da valva mitral em cães? 

Isabelle Campos: A degeneração mixomatosa da valva mitral canina é uma alteração da estrutura da valva atrioventricular esquerda, que impossibilita sua coaptação e permite que o sangue regurgite do ventrículo esquerdo para o átrio esquerdo. O quadro aumenta, de maneira progressiva, o trabalho cardíaco, podendo ocasionar o remodelamento de átrios e ventrículos e, consequentemente, levar a insuficiência cardíaca congestiva. 

PC: Quais são os principais fatores que podem causar a doença?

IC: Geralmente, a causa da degeneração mixomatosa é desconhecida, mas a doença se desenvolve de acordo com o envelhecimento do animal. No entanto, sabe-se que existem componentes genéticos em algumas raças de cães, sendo mais comum nos animais com menos de 20kg, entre eles o Poodle,Yorkshire Terrier, Shih Tzu, Pinscher. Além destes, uma atenção especial deve ser dada a cães da raça Cavalier King Charles Spaniel que podem desenvolver a doença ainda quando jovens.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

PC: Quais são os sintomas da degeneração mixomatosa da valva mitral em cães? 

IC: Os principais sintomas clínicos da degeneração mixomatosa são associados à insuficiência cardíaca congestiva que leva ao edema pulmonar, resultando em tosse, cansaço fácil, taquipneia ou dispneia, cianose (cor azulada ou acinzentada da pele e unhas) e, até mesmo, a perda de sentidos em casos mais graves. Mas é importante lembrar que o quadro se inicia antes do aparecimento dos primeiros sintomas, o que torna importante a realização de exames de rotina com médicos veterinários. Exames físicos e simples, como a ausculta cardíaca, são capazes de detectar a presença de um sopro sistólico em foco mitral que indica regurgitação de sangue pela valva. 

 

Cachorro idoso olhando para o horizonte em ambiente aberto
Cachorro idoso tem mais chances de desenvolver a degeneração mixomatosa da valva mitral

 

PC: Como o diagnóstico da degeneração mixomatosa é confirmado?

IC: Geralmente, o diagnóstico é feito pelo veterinário por meio do exame ecodopplercardiograma, que além de identificar a degeneração da valva, é essencial para avaliar o tamanho das câmaras cardíacas e determinar em que estágio da doença o animal se encontra. 

PC: Depois de diagnosticado, como o animal com degeneração mixomatosa da valva mitral deve ser tratado? 

IC: O tratamento para a doença depende do estágio em que o animal se encontra. Para os cães assintomáticos, por exemplo, é recomendado o uso de medicações específicas para impedir o avanço da doença. Já para os animais que apresentam sintomas clínicos, ou seja, que desenvolveram insuficiência cardíaca congestiva, o tratamento recomendado inclui a estabilização do paciente em casos agudos, visto que o edema pulmonar caracteriza uma emergência clínica.  

PC: Como a degeneração mixomatosa pode ser prevenida?

IC: Infelizmente não existe uma fórmula certa para prevenir a degeneração mixomatosa, já que o quadro pode ser causado pelo componente genético em algumas raças. Mas, com o acompanhamento médico e realização de exames cardiológicos anuais, principalmente em cães idosos, é possível um diagnóstico ainda no estágio inicial, possibilitando o uso de medicamentos que são capazes de retardar a evolução da doença.

Redação: Úrsula Gomes 

Cachorro

Dogo Argentino: 10 curiosidades para conhecer o cachorro parecido com Pitbull

O Dogo Argentino é um cachorro grande e imponente. Em um primeiro momento, ele pode até assustar quem não conhece, principalmente po...

Cachorro

Pancreatite em cachorro: aprenda a reconhecer 6 sinais da doença que vão ajudar no diagnóstico mais rápido

A pancreatite em cachorro é uma doença que merece a atenção dos tutores. A patologia afeta o pâncreas, órgão essencial para a produç...

Adote um animal

Cachorro pequeno: essas são as 10 menores raças de cachorro do mundo todo

Ter um cachorro pequeno em casa é sinônimo de fofura e alegria. Como são menores, esses doguinhos se adaptam mais facilmente ao espa...

Adote um animal

50 nomes para cadelas pretas: ideias criativas para te ajudar a nomear o pet recém-adotado

Encontrar uma lista com 50 nomes para cadelas recém-adotadas não é uma tarefa muito difícil. Afinal, existem milhares de inspirações...

Cachorro

Dogo Argentino: 10 curiosidades para conhecer o cachorro parecido com Pitbull

O Dogo Argentino é um cachorro grande e imponente. Em um primeiro momento, ele pode até assustar quem não conhece, principalmente po...

Cachorro

Pancreatite em cachorro: aprenda a reconhecer 6 sinais da doença que vão ajudar no diagnóstico mais rápido

A pancreatite em cachorro é uma doença que merece a atenção dos tutores. A patologia afeta o pâncreas, órgão essencial para a produç...

Adote um animal

Cachorro pequeno: essas são as 10 menores raças de cachorro do mundo todo

Ter um cachorro pequeno em casa é sinônimo de fofura e alegria. Como são menores, esses doguinhos se adaptam mais facilmente ao espa...

Comportamento

Gato miando: 8 segredos que não te contaram sobre a principal forma de comunicação dos felinos

Qualquer pai de pet está acostumado a ouvir o gato miando em casa pelos mais diversos motivos. Às vezes é fome, vontade de receber c...

Ver todas