close
Vacina

Vacina para cachorro: é normal surgir um caroço na pele após a aplicação?

Conheça a importância de vacinar os cachorros
Conheça a importância de vacinar os cachorros

A vacinação de cachorro é a parte mais importante da vida do pet para prevenir doenças e manter a saúde em dia. Nos primeiros meses de vida, inclusive, o cão é proibido de sair de casa antes de completar o quadro de vacinas. Mesmo assim, de vez em quando algumas vacinas causam reações nos animais depois de aplicadas. Elas podem ir desde um nódulo no local da aplicação até outros sintomas, como febre. Nesses casos, a preocupação é normal, mas nem sempre é algo sério: quer descobrir por que isso acontece e quais cuidados são necessários para garantir o bem estar do seu cachorrinho? Dá uma olhada aqui embaixo!

Por que a vacina para cachorro causa reações nos animais?

As vacinas para cachorro têm uma forma única de agir: elas levam, em sua composição, vírus ou bactérias em estado de inatividade para estimular o sistema imunológico do cachorro a produzir anticorpos específicos para combater cada um deles. Assim, caso o animal seja infectado no futuro com as versões ativas desses mesmos vírus e bactérias, o corpo dele vai eliminar a efetividade da infecção imediatamente.

Durante o processo de imunização, porém, a atividade excessiva do sistema imunológico ou os componentes da vacina podem causar algumas reações que são normais e costumam passar depois de alguns dias. Aparecer um nódulo ou um pequeno caroço no local em que vacina foi aplicada é muito comum em cachorro filhote e não causa nenhum risco ao animal. A protuberância vai diminuindo com o tempo, mas caso não suma depois de algumas semanas, consulte o veterinário. As reações também aparecem com mais frequência na época da primeira vacina do cachorro e em animais de porte pequeno, mas isso não significa que os maiores estão livres e nem que todos os pequenos vão passar por isso. Vai de organismo para organismo!

Quais são as reações de vacinas consideradas normais para os cachorros?

Faça o teste e descubra qual a personalidade dominante do seu gato!

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Como seu gato reage com a chegada de visitas em casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você está pensando em adotar mais um gatinho. Qual seria a reação do seu felino?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você precisa levar seu gato ao veterinário e na fila ele encontra outro felino. Como ele reage?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato fica incomodado quando as portas de casa ficam fechadas?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta com os outros animais da casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você acabou de chegar em casa depois de muito tempo fora. O seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato deitou em cima da sua cama e dormiu. Qual a sua reação, humano?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta na hora de se alimentar?

Question Header Background

Gato-humano! Seu gato não perde a oportunidade de estar ao seu lado Gato solitário! Seu gato tem uma personalidade mais quieta e reservada Gato-gato!  Seu gato gosta da companhia de outros felinos Gato curioso! Seu gato está sempre em busca de novas aventuras Gato caçador! Seu gato tem os instintos selvagens mais aflorados
    Mantenha a caderneta de vacinação do seu cachorro sempre em dia
    Mantenha a caderneta de vacinação do seu cachorro sempre em dia

    Mais Lidas

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal
    Cachorro

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal

    O carrapato em cachorro, assim como as pulgas, é uma das principais causas de aborrecimento nos donos de pets. Mesmo usando coleiras ou remédio para carrapato, o animal não está livre de pegar esses parasitas tão incômodos e que podem causar problemas graves. Às vezes, um simples passeio ao ar livre já pode gerar dores de cabeça se o local estiver infestado. Para controle, é importante não só proteger o animal, mas também fazer uma limpeza do ambiente: estudos mostram que os carrapatos podem sobreviver até 200 dias em um lugar sem se alimentar. Pensando nisso, vamos te ensinar como acabar com carrapatos no quintal com ingredientes que você pode ter em casa.

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Cachorro

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Cachorro

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Pinscher 0, 1, 2 ou miniatura: entenda os tamanhos desse cachorro de raça pequena
    Cachorro

    Pinscher 0, 1, 2 ou miniatura: entenda os tamanhos desse cachorro de raça pequena

    Poucos sabem, mas existe uma classificação para determinar cada tipo de Pinscher: tamanhos 0, 1, 2 e 3 são as variações comuns da raça. A numeração que normalmente acompanha o nome da raça do cãozinho pode até parecer estranha, mas é algo que ajuda a diferenciar os tipos de cachorro Pinscher de acordo com as peso e altura. Essa classificação, embora não seja reconhecida oficialmente, é adotada por muitos criadores e pais de pet por aí. 

    Assim como acontece com os humanos, apesar do ideal ser a falta de reações, algumas consequências das vacinas para cães são normais e não precisam despertar sua preocupação. Enquanto o organismo do animal estiver processando a vacina, ele pode ter um pouco de febre, ficar apático e desanimado. Além disso, o cachorro também pode ficar com o corpo um pouco dolorido e ter inchaço na região em que a vacina foi aplicada. Durante esse processo, é bom que você mantenha o cachorro sob observação, bem hidratado e alimentado — caso os sintomas não sumam sozinhos, a ida ao veterinário é sempre uma opção.

    Que sintomas causados pelas reações das vacinas devem despertar uma atenção maior?


    Além das reações comuns que a gente colocou aí em cima, existem outras que devem chamar a sua atenção assim que começarem. Se você perceber que seu cachorro está com muita coceira no local da aplicação, por exemplo, pode ser que ele esteja com uma reação alérgica à vacina. O diagnóstico só pode ser confirmado pelo veterinário, por isso, a visita ao profissional é indispensável nesse caso. Outros sinais que podem significar uma ida à emergência são vômitos, tremores, inchaço em outras partes do corpo além da região vacinada, salivação e agitação.

    Pequinês: conheça 11 características dessa raça miniatura

    Próxima matéria

    Pequinês: conheça 11 características dessa raça miniatura

    Encontrou manchas pretas na pele do cachorro? Quando é normal e quando é um sinal de alerta?
    Saúde

    Encontrou manchas pretas na pele do cachorro? Quando é normal e quando é um sinal de alerta?

    O surgimento de manchas pretas na pele do cachorro pode causar estranheza e preocupação nos tutores. Com causas variadas, as manchas escuras na pele do cachorro podem tanto significar uma alergia quanto um câncer. Por isso, fique atento: é imprescindível procurar a orientação de um veterinário para entender o problema. Veja a seguir o que descobrimos sobre o assunto!

    Como saber a idade de um cachorro pelos dentes?
    Cuidados

    Como saber a idade de um cachorro pelos dentes?

    Como saber a idade de um cachorro? Não é todo mundo que tem a informação exata de quando um filhote de cachorro nasceu. Felizmente, há algumas formas de calcular a faixa etária aproximada de um animal de estimação e uma delas é pelo estado dos dentes do cachorro. Você pode também buscar sinais de envelhecimento, analisar o aspecto dos olhos e notar alterações de comportamento.

    As 8 raças de cachorro com mais predisposição genética para ter problemas de pele
    Raças

    As 8 raças de cachorro com mais predisposição genética para ter problemas de pele

    Os cuidados com a saúde do seu bichinho de estimação devem vir em primeiro lugar sempre. E na hora de escolher uma raça de cachorro para comprar ou adotar, é fundamental saber tudo sobre o animal, desde os padrões de comportamento até a genética dele. Alguns problemas de saúde podem se manifestar com mais facilidade em determinadas raças, que carregam genes “defeituosos”. É por isso que as doenças de pele geralmente têm um fator congênito por trás.

    Tem problema atrasar a vacina do cachorro? Veterinária explica os riscos
    Vacina

    Tem problema atrasar a vacina do cachorro? Veterinária explica os riscos

    A vacina para cachorro é uma das principais formas de proteger o seu amigo de uma série de doenças que, além de serem realmente incômodas para o animal, podem ser fatais em alguns casos. Por isso, manter a carteira de vacinação do seu doguinho em dia é uma ótima maneira de cuidar para que ele se mantenha saudável. Ainda assim, os atrasos podem acontecer em uma série de casos diferente. Para explicar sobre as consequências, como agir quando isso acontece e o porquê das vacinas serem tão importantes, a gente conversou com a veterinária Renata Bloomfield.

    Ver Todas >

    Pinscher 1: descubra algumas características desse cãozinho de raça pequena
    Cachorro

    Pinscher 1: descubra algumas características desse cãozinho de raça pequena

    Você já ouviu falar no Pinscher 1? Filhote ou adulto, o cachorrinho possui um tamanho muito pequeno que se mantém por toda a vida. O cachorro Pinscher 1 é um dos tipos da raça Pinscher, uma das mais amadas do Brasil. Esse cãozinho, por menor que seja, tem uma facilidade enorme em conquistar o coração de quem busca uma companhia canina. Dentre os diferentes tamanhos da raça, Pinscher 1 é considerado o segundo menor entre eles, logo atrás do Pinscher 0. 

    Shih tzu: tudo sobre a raça: saúde, temperamento, porte, pelagem, preço, curiosidades...
    Cachorro

    Shih tzu: tudo sobre a raça: saúde, temperamento, porte, pelagem, preço, curiosidades...

    Para quem está procurando um cão bem dócil, companheiro, carinhoso e de pequeno porte, o Shih Tzu talvez seja a raça mais indicada. Esse cachorrinho é muito mais que uma carinha fofa, ok? Por não ser um cão de caça e nem ter um perfil atlético, ele acaba sendo mais apegado ao dono e tem um temperamento bem fácil de lidar. O cachorro da raça Shih Tzu também se adapta super bem a apartamentos e ambientes compactos e, por isso, é a escolha perfeita para quem mora em cidade grande.

    Schnauzer gigante: tudo sobre essa variação da raça
    Cachorro

    Schnauzer gigante: tudo sobre essa variação da raça

    É bem provável que você já esteja familiarizado com a imagem de um Schnauzer. Esse é um cão com aparência robusta, cabeça alongada e um bigode de cachorro que chama atenção por onde passa. Mas sabia que existem três variações da raça, e o Schnauzer gigante é um deles? O que poucas pessoas sabem é que o Schnauzer grande não chama atenção somente por causa do seu tamanho, mas também por conta da sua personalidade forte e cheia de energia. 

    Cachorro que come fezes: quais são as causas da coprofagia canina?
    Cachorro

    Cachorro que come fezes: quais são as causas da coprofagia canina?

    O cachorro que come fezes é uma situação que pode acontecer por diferentes motivos, mas sempre causa estranhamento entre os tutores. O hábito, também chamado de coprofagia canina, às vezes é encarado como algo engraçadinho, mas precisa de muita atenção. Isso porque a ingestão de fezes a longo prazo pode ser um verdadeiro problema para a saúde do seu amigo de quatro patas, que pode ser facilmente infectado por parasitas, bactérias e outros microrganismos presentes no dejeto.

    Ver Todas >