Vacina

Vacina para cachorro: é normal surgir um caroço na pele após a aplicação?

Conheça a importância de vacinar os cachorros
Conheça a importância de vacinar os cachorros

A vacinação de cachorro é a parte mais importante da vida do pet para prevenir doenças e manter a saúde em dia. Nos primeiros meses de vida, inclusive, o cão é proibido de sair de casa antes de completar o quadro de vacinas. Mesmo assim, de vez em quando algumas vacinas causam reações nos animais depois de aplicadas. Elas podem ir desde um nódulo no local da aplicação até outros sintomas, como febre. Nesses casos, a preocupação é normal, mas nem sempre é algo sério: quer descobrir por que isso acontece e quais cuidados são necessários para garantir o bem estar do seu cachorrinho? Dá uma olhada aqui embaixo!

Por que a vacina para cachorro causa reações nos animais?

As vacinas para cachorro têm uma forma única de agir: elas levam, em sua composição, vírus ou bactérias em estado de inatividade para estimular o sistema imunológico do cachorro a produzir anticorpos específicos para combater cada um deles. Assim, caso o animal seja infectado no futuro com as versões ativas desses mesmos vírus e bactérias, o corpo dele vai eliminar a efetividade da infecção imediatamente.

Durante o processo de imunização, porém, a atividade excessiva do sistema imunológico ou os componentes da vacina podem causar algumas reações que são normais e costumam passar depois de alguns dias. Aparecer um nódulo ou um pequeno caroço no local em que vacina foi aplicada é muito comum em cachorro filhote e não causa nenhum risco ao animal. A protuberância vai diminuindo com o tempo, mas caso não suma depois de algumas semanas, consulte o veterinário. As reações também aparecem com mais frequência na época da primeira vacina do cachorro e em animais de porte pequeno, mas isso não significa que os maiores estão livres e nem que todos os pequenos vão passar por isso. Vai de organismo para organismo!

Quais são as reações de vacinas consideradas normais para os cachorros?

Descubra se você é um cachorro ou um gato!

No fim de semana, você é o amigo que...?

As férias estão chegando! Vai viajar?

Chegou a hora de escolher a comida! Quem é você?

Que música você escolhe para arrasar no karaokê?

E sobre seus cuidados de beleza?

Vai ficar em casa com o mozão? Você prefere:

Ihhh, você recebeu uma crítica no trabalho… Como reage?

Você é um cachorro! Você é um gato! Você é um gatorro!
    Mantenha a caderneta de vacinação do seu cachorro sempre em dia
    Mantenha a caderneta de vacinação do seu cachorro sempre em dia

    Mais Lidas

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia
    Cachorro

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia

    Manter a frequência de passeios no dia a dia do seu amigo de quatro patas é algo necessário para todas as raças de cachorro. Além dos benefícios que a socialização desses momentos traz, para muitos animais, essa caminhada é atividade física suficiente para o gasto de energia diário. Raças mais preguiçosas, que só devem se movimentar para manter a saúde, não precisam de muito tempo dedicado a essa área, mas nem todas são assim: para equilibrar, existem algumas raças de cachorro têm energia de sobra. Pensando no bem da saúde do seu animal e buscando evitar que ele desconte essa disposição acumulada em outras partes da casa, nós separamos algumas raças que precisam de agitação para ficar bem no dia a dia. Dá uma olhada!

    Pinscher 0, 1, 2 ou miniatura: entenda os tamanhos desse cachorro de raça pequena
    Cachorro

    Pinscher 0, 1, 2 ou miniatura: entenda os tamanhos desse cachorro de raça pequena

    Se você está pensando em ter um pinscher na sua vida pode estranhar a numeração que normalmente acompanha o nome da raça. O cachorro pinscher é conhecido por ser bem pequeno, mas ainda assim há variações de tamanho: as classificações 0, 1, 2 ou miniatura são super importantes para saber a dimensão aproximada do cãozinho. Além disso, pode ajudar muito na hora de decidir pelo seu novo melhor amigo.

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal
    Cachorro

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal

    O carrapato em cachorro, assim como as pulgas, é uma das principais causas de aborrecimento nos donos de pets. Mesmo usando coleiras ou remédio para carrapato, o animal não está livre de pegar esses parasitas tão incômodos e que podem causar problemas graves. Às vezes, um simples passeio ao ar livre já pode gerar dores de cabeça se o local estiver infestado. Para controle, é importante não só proteger o animal, mas também fazer uma limpeza do ambiente: estudos mostram que os carrapatos podem sobreviver até 200 dias em um lugar sem se alimentar. Pensando nisso, vamos te ensinar como acabar com carrapatos no quintal com ingredientes que você pode ter em casa.

    Cachorro pode dormir na cama junto com o dono?
    Cachorro

    Cachorro pode dormir na cama junto com o dono?

    Contar com a companhia do seu doguinho em diferentes momentos do dia é o sonho de qualquer pai de pet. Infelizmente, levar o animal para cima e para baixo não é sempre possível, por isso, é normal que essas pessoas queiram recuperar o tempo perdido enquanto estão em casa — e isso inclui ter o cachorro dormindo na cama à noite. A dúvida que fica quando se toca nesse assunto é a seguinte: faz bem dormir com o cachorro na cama? Há quem diga que sim e quem prefira nem testar: para te ajudar a descobrir, nós juntamos os prós e os contra da prática aqui embaixo.

    Assim como acontece com os humanos, apesar do ideal ser a falta de reações, algumas consequências das vacinas para cães são normais e não precisam despertar sua preocupação. Enquanto o organismo do animal estiver processando a vacina, ele pode ter um pouco de febre, ficar apático e desanimado. Além disso, o cachorro também pode ficar com o corpo um pouco dolorido e ter inchaço na região em que a vacina foi aplicada. Durante esse processo, é bom que você mantenha o cachorro sob observação, bem hidratado e alimentado — caso os sintomas não sumam sozinhos, a ida ao veterinário é sempre uma opção.

    Que sintomas causados pelas reações das vacinas devem despertar uma atenção maior?


    Além das reações comuns que a gente colocou aí em cima, existem outras que devem chamar a sua atenção assim que começarem. Se você perceber que seu cachorro está com muita coceira no local da aplicação, por exemplo, pode ser que ele esteja com uma reação alérgica à vacina. O diagnóstico só pode ser confirmado pelo veterinário, por isso, a visita ao profissional é indispensável nesse caso. Outros sinais que podem significar uma ida à emergência são vômitos, tremores, inchaço em outras partes do corpo além da região vacinada, salivação e agitação.

    Adoção de animais: como é o dia a dia de uma ong que cuida de bichinhos abandonados?

    Próxima matéria

    Adoção de animais: como é o dia a dia de uma ong que cuida de bichinhos abandonados?

    Encontrou manchas pretas na pele do cachorro? Quando é normal e quando é um sinal de alerta?
    Saúde

    Encontrou manchas pretas na pele do cachorro? Quando é normal e quando é um sinal de alerta?

    O surgimento de manchas pretas na pele do cachorro pode causar estranheza e preocupação nos tutores. Com causas variadas, as manchas escuras na pele do cachorro podem tanto significar uma alergia quanto um câncer. Por isso, fique atento: é imprescindível procurar a orientação de um veterinário para entender o problema. Veja a seguir o que descobrimos sobre o assunto!

    Como saber a idade de um cachorro pelos dentes?
    Cuidados

    Como saber a idade de um cachorro pelos dentes?

    Como saber a idade de um cachorro? Não é todo mundo que tem a informação exata de quando um filhote de cachorro nasceu. Felizmente, há algumas formas de calcular a faixa etária aproximada de um animal de estimação e uma delas é pelo estado dos dentes do cachorro. Você pode também buscar sinais de envelhecimento, analisar o aspecto dos olhos e notar alterações de comportamento.

    As 8 raças de cachorro com mais predisposição genética para ter problemas de pele
    Raças

    As 8 raças de cachorro com mais predisposição genética para ter problemas de pele

    Os cuidados com a saúde do seu bichinho de estimação devem vir em primeiro lugar sempre. E na hora de escolher uma raça de cachorro para comprar ou adotar, é fundamental saber tudo sobre o animal, desde os padrões de comportamento até a genética dele. Alguns problemas de saúde podem se manifestar com mais facilidade em determinadas raças, que carregam genes “defeituosos”. É por isso que as doenças de pele geralmente têm um fator congênito por trás.

    Tem problema atrasar a vacina do cachorro? Veterinária explica os riscos
    Vacina

    Tem problema atrasar a vacina do cachorro? Veterinária explica os riscos

    A vacina para cachorro é uma das principais formas de proteger o seu amigo de uma série de doenças que, além de serem realmente incômodas para o animal, podem ser fatais em alguns casos. Por isso, manter a carteira de vacinação do seu doguinho em dia é uma ótima maneira de cuidar para que ele se mantenha saudável. Ainda assim, os atrasos podem acontecer em uma série de casos diferente. Para explicar sobre as consequências, como agir quando isso acontece e o porquê das vacinas serem tão importantes, a gente conversou com a veterinária Renata Bloomfield.

    Ver Todas >

    Pastor Alemão: 5 curiosidades sobre a personalidade dessa raça de cachorro grande
    Cachorro

    Pastor Alemão: 5 curiosidades sobre a personalidade dessa raça de cachorro grande

    O Pastor Alemão é um dos cachorros mais populares e queridos do Brasil. Embora carregue a fama de bravo, o cão desta raça conta com uma personalidade amável e brincalhona que resulta em um verdadeiro combo de energia. Além disso, a inteligência e obediência do cachorro Pastor Alemão fazem dele um ótimo candidato a cão de guarda. Se você ainda tem dúvidas se pretende tê-lo como o novo integrante da sua família, confira abaixo tudo sobre a personalidade e temperamento do Pastor Alemão.

    7 coisas que você precisa ensinar ao cachorro filhote nos primeiros meses de vida
    Cachorro

    7 coisas que você precisa ensinar ao cachorro filhote nos primeiros meses de vida

    Os filhotes de cachorro merecem todo o cuidado e amor do mundo, principalmente nos primeiros meses de vida. Frágeis, eles precisam ser ensinados desde cedo algumas pequenas coisas para facilitar a convivência, como fazer as necessidades no lugar certo, não morder e até mesmo socializar com outros cães, animais e humanos. Então, como cuidar de filhote cachorro e, ao mesmo tempo, ensinar tudo isso a ele?

    Por que cachorro gosta de ficar no sol?
    Cachorro

    Por que cachorro gosta de ficar no sol?

    Todo tutor já deve ter flagrado o seu cachorro no sol por algumas horas. Assim como os gatinhos amam ficar na janela tomando um solzinho, os cães também precisam de uma boa dose de vitamina D para manter o bom funcionamento do organismo. Mas não pense que ele faz isso por obrigação: os cães também sentem certo prazer em tomar um banho de sol. Justamente por isso, o hábito de buscar as frestas de sol pela manhã faz parte do instinto natural do seu cãozinho. 

    Cachorro é onívoro ou carnívoro? Descubra essa e outras curiosidades sobre a alimentação canina
    Cachorro

    Cachorro é onívoro ou carnívoro? Descubra essa e outras curiosidades sobre a alimentação canina

    Os cães têm um paladar diferente do nosso, mas que não chega a ser tão criterioso quanto o dos gatos, por exemplo. Os felinos são animais estritamente carnívoros, e é justamente por isso que a alimentação deles é baseada, principalmente, em proteínas. Já os cães não possuem uma dieta tão rigorosa assim, e essa flexibilidade alimentar leva muitos a se perguntar se cachorro é carnívoro ou não. 

    Ver Todas >