Comportamento

Tudo sobre o focinho de gato: anatomia, cuidados e o poderoso olfato felino

O focinho de gato é uma poderosa ferramenta de comunicação no universo felino. Saiba mais!
O focinho de gato é uma poderosa ferramenta de comunicação no universo felino. Saiba mais!

O focinho de gato é uma região que definitivamente chama a atenção de qualquer pessoa, principalmente por causa do seu formato fofinho e da sua delicadeza. No entanto, o que poucas pessoas percebem é que, além de ser muito fofo, o pequeno nariz dos gatos é uma das principais formas de comunicação do animal com o mundo. Mas como funciona o focinho de gato? Por que em alguns casos o nariz do gato fica seco, sendo que normalmente eles são gelados? Quais são os cheiros que o gato não gosta? São muitas dúvidas que envolvem o assunto, e é por isso que o Patas da Casa decidiu fazer uma matéria explicando tudo que você precisa saber sobre o nariz de gato. Continue lendo!

O que você precisa saber sobre a anatomia do focinho de gato

Para entender como funciona o nariz de gato, é necessário conhecer um pouco mais sobre a anatomia felina. Tudo começa com a inspiração do ar, que ocorre por meio das fossas nasais, também conhecidas como narinas. Em seguida, o ar inalado percorre o nariz até chegar aos cornetos, estruturas que ajudam no aquecimento e umidificação da região e que é onde as células nervosas transformam o ar em receptores olfativos. Após essa transformação, o gato consegue captar os diferentes cheiros e odores presentes em um determinado espaço. Esse reconhecimento é feito em uma área específica do cérebro felino que é destinada exclusivamente para o olfato, com uma dimensão que pode atingir até 40 cm². Vale destacar ainda que essa estrutura se desenvolve depois que o gato nasce.

Por que o nariz dos gatos são gelados?

Se você já tocou no nariz de gato, deve ter reparado que o focinho é mais gelado e úmido que o restante do corpo. Mas por que isso acontece, afinal de contas? A resposta envolve também um pouco de anatomia: a secreção de muco por glândulas que ficam localizadas na ponta do nariz do gato. Quando essa secreção cobre a superfície do focinho, ele se torna mais úmido. Isso ajuda bastante na retenção de odores, mas também tem uma função essencial na regulação térmica do corpo dos felinos. Portanto, o nariz gelado é sinônimo de um gatinho saudável!

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

As crises alérgicas costumam acontecer:

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    O nariz de gato é capaz de identificar diferentes tipos de cheiros
    O nariz de gato é capaz de identificar diferentes tipos de cheiros

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    Nariz do gato seco? Saiba quais são os riscos desse problema

    Como o focinho de gato é naturalmente gelado, é normal se preocupar quando vemos a região mais seca. Muitos tutores acreditam que esse é um sinal de doença, mas não é sempre que essa situação é um indicativo de problema de saúde. Na verdade, existem vários motivos para que isso aconteça. Quando o gato passa muito tempo exposto ao sol, por exemplo, uma das consequências é o ressecamento do focinho, mas depois de algum tempo o nariz de gato volta ao normal. Além disso, a proximidade com fontes de calor e a baixa umidade do ar também são fatores que influenciam no aspecto seco do focinho, mas que não comprometem a integridade física do animal.

    Contudo, se o nariz do gato permanecer seco por muito tempo, é importante ligar o alerta. Esse é um  sinal de febre em gatos que pode ter relação com vários problemas de saúde, mas que costuma vir acompanhado de outros sintomas. Também é importante ficar de olho em outras características da região, como a presença de secreção nasal, descamação ou o inchaço. Se for o caso, é necessário procurar a ajuda de um médico veterinário para saber o que está acontecendo com a saúde do animal.

    O que significa quando o focinho de gato muda de cor?

    A cor do nariz de gato costuma variar desde um rosa mais clarinho até tons mais escuros. Geralmente, as alterações na tonalidade do nariz acontecem ainda no primeiro ano de vida do animal, e não é motivo de preocupação, pois, assim como os humanos, os felinos também têm diferentes ‘tons de pele’. No entanto, se essas mudanças acontecem com o bichano mais velho, vale conversar com um médico veterinário. O vitiligo é uma condição rara nos gatos, mas que pode deixar o focinho com uma leve despigmentação. Além disso, lúpus, alergias ou o desenvolvimento de alguns tipos de câncer também podem estar associados a essa alteração.

    Gatos que cheiram o nariz do dono e outros animais está manifestando um ato de amor
    Gatos que cheiram o nariz do dono e outros animais está manifestando um ato de amor

    Nariz de gato: como funciona o poderoso olfato felino?

    O olfato é um dos sentidos mais apurados dos gatos e permite que eles sejam capazes de captar diferentes odores com muito mais facilidade e precisão do que outras espécies. Isso é possível porque o focinho de gato possui uma mucosa cheia de nervos que contém cerca de 67 milhões de células olfativas, enquanto os humanos possuem apenas 5 milhões de células semelhantes. 

    O gato consegue decifrar cheiros muito melhor do que a gente imagina. Um exemplo disso é que logo nas primeiras semanas de vida o filhote consegue buscar o leite materno por conta própria. O olfato acaba sendo uma ferramenta importante para o reconhecimento de território e para a própria sobrevivência da espécie, uma vez que os gatos conseguem identificar o cheiro de alimentos envenenados e perigosos rapidamente. Além disso, é por meio do olfato que os gatos conseguem distinguir os humanos e outros bichinhos. 

    Cheiro que gato não gosta: conheça alguns odores que são desagradáveis para os felinos

    Todo mundo sabe que o paladar dos felinos é bem criterioso, mas você sabia que o olfato felino também é bastante exigente? Tem cheiro que gato não gosta e que pode acabar dificultando a convivência com esses animais se o tutor não tomar alguns cuidados. Um deles é o cheiro da caixa de areia suja, porque o forte odor incomoda o nariz do gato e faz com que ele procure outros locais para fazer suas necessidades, sendo um dos principais motivos para o animal fazer xixi e cocô no lugar errado

    Além disso, existem plantas que são adoradas pelos humanos, mas detestadas pelos felinos, como eucalipto, lavanda, alecrim e hortelã. O motivo para isso é simples: o aroma dessas plantas é super desagradável para o olfato dos bichanos. No entanto, se a ideia é afastar o gato de jardins ou plantas específicas da casa, é uma tática que pode funcionar muito bem. O cuidado maior deve ser com o uso de incensos e repelentes com essas fragrâncias, porque é algo que irrita profundamente o nariz de gato e pode deixá-lo estressado.

    Ainda sobre o cheiro que gato não gosta, podemos destacar os temperos apimentados e algumas especiarias, como o cravo e canela. As frutas cítricas também entram nessa lista, já que, embora não sejam prejudiciais para o organismo felino, os gatos não suportam o cheiro desses alimentos. 

    Gato cheirando o nariz do dono: o que o comportamento significa?

    O comportamento de gato é repleto de curiosidades surpreendentes. Se você tem um bichano, provavelmente já se perguntou por que os gatos cheiram o nariz do dono, e a verdade é que isso não tem absolutamente nada a ver com um odor em específico. O que acontece é que os bichanos têm seu próprio jeitinho de demonstrar carinho e afeto pelos humanos, e quando o gato faz isso é só mais uma prova de amor. Podemos até mesmo dizer que esse é um comportamento mais íntimo, já que os felinos só esfregam o focinho em quem eles realmente gostam - e isso pode incluir um membro da família ou até um outro gatinho. Outros comportamentos comuns são mordidas e lambidas na ponta do nariz do tutor, que são demonstrações de puro amor de gato!

    Redação: Juliana Melo

    Brinquedos para cachorro com barulho: por que eles amam tanto?

    Próxima matéria

    Brinquedos para cachorro com barulho: por que eles amam tanto?

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais
    Raças

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais

    O gato Himalaia é, sem dúvidas, uma das raças mais queridinhas e desejadas pelos amantes de felinos. Ele reúne em sua genética a mistura de outras duas raças que são muito populares: o gato Persa e o Siamês. Ou seja, é carisma e fofura em dose dupla! Além disso, esse gatinho tem uma personalidade super dócil e tranquila, sendo a companhia perfeita para quem sempre sonhou em ter um bichinho de estimação. Se esse é o seu caso, ou se você já tem um gato do Himalaia e quer conhecer tudo sobre ele, essa matéria vai te ajudar bastante. 

    Tudo sobre o cachorro Boxer: origem, personalidade, saúde, características físicas e cuidados
    Grandes

    Tudo sobre o cachorro Boxer: origem, personalidade, saúde, características físicas e cuidados

    Se você sempre sonhou em ter um cachorro grande dentro de casa, a raça Boxer certamente é uma opção que não vai te decepcionar. Por trás da aparência robusta e que pode ser considerada até um pouco intimidante para alguns, existe um cãozinho companheiro e com muito amor para oferecer aos seus humanos. Conheça um pouco mais sobre o comportamento da raça, cuidados com a saúde e quanto custa um cachorro Boxer.

    Munchkin: curiosidades, origem, características, cuidados e personalidade... tudo sobre o
    Raças

    Munchkin: curiosidades, origem, características, cuidados e personalidade... tudo sobre o "gato salsicha"

    Gato anão e gato salsicha são algumas denominações usadas para se referir ao Munchkin, um adorável felino com as pernas curtinhas e coluna alongada. A raça de gato não é uma das mais populares do Brasil, mas com certeza chama a atenção pela sua forma física “diferenciada”. Muito doce e cheio de energia, o Munchkin é uma mistura de fofura, inteligência e companheirismo.

    Saiba tudo sobre a raça Devon Rex: origem, personalidade, cuidados e muito mais
    Raças

    Saiba tudo sobre a raça Devon Rex: origem, personalidade, cuidados e muito mais

    Pensa em um gatinho brincalhão e cheio de energia: esse é o Devon Rex. Embora essa não seja uma das raças de gato mais populares entre os brasileiros, é praticamente impossível conhecer um Devon Rex e não se apaixonar por ele. Além de ser um grande companheiro, o comportamento do gato desta raça é bastante peculiar e muitas pessoas até chegam a comparar o bichano com um cachorro. Para conhecer mais a fundo este peludinho, é só dar uma olhada no guia que preparamos com tudo que você precisa saber sobre o Devon Rex Cat.

    Ver Todas >

    Cachorro na janela do carro: por que eles amam tanto?
    Comportamento animal

    Cachorro na janela do carro: por que eles amam tanto?

    É bem provável que você já tenha visto um cachorro na janela do carro curtindo o ventinho no rosto ou até tenha presenciado o seu doguinho fazer isso. Essa é uma situação super comum, principalmente quando os donos decidem viajar com cachorro de carro ou nas idas para o veterinário. Mas já parou para se perguntar por que esses bichinhos gostam tanto de ficar com a cabeça na janela? Será que é só por uma questão de aventura, ou existe explicação por trás do comportamento?

    Como escolher a bolinha para cachorro ideal de acordo com a idade, tamanho e energia do seu pet?
    Comportamento animal

    Como escolher a bolinha para cachorro ideal de acordo com a idade, tamanho e energia do seu pet?

    Quem nunca viu um cachorro correndo atrás de uma bola? A  bolinha para cachorro  é clássica e um dos brinquedos preferidos desses animais. Qualquer cãozinho quando vê uma bola se diverte bastante, principalmente aqueles mais energéticos e ativos. Porém, engana-se quem pensa que toda bolinha é igual, porque há uma infinidade de modelos que podem ser comprados. Não existe um melhor que o outro, mas sim o que é mais adequado para cada tipo de cachorro, levando em conta a idade, tamanho e nível de energia.

    Adestrar gato: como é o processo de aprendizagem dos felinos? (spoiler: é bem diferente dos cães)
    Comportamento animal

    Adestrar gato: como é o processo de aprendizagem dos felinos? (spoiler: é bem diferente dos cães)

    O adestramento de cachorro é super conhecido por aí, mas algumas pessoas não sabem que os gatos domésticos também pode ser treinados. Adestrar gato também promove muitos benefícios à rotina do pet, além de aproximá-lo do tutor e mudar comportamentos inadequados. No entanto, o processo de adestramento do gato é bem diferente do que já estamos acostumados com os cães. 

    Como socializar gatos? 5 segredos para tornar tudo mais fácil
    Comportamento animal

    Como socializar gatos? 5 segredos para tornar tudo mais fácil

    Um dos grandes desafios que vários tutores enfrentam é não saber como socializar gatos corretamente, o que pode desencadear problemas de convivência, como ciúmes e brigas. Normalmente, o período mais indicado para fazer a socialização é quando o gato ainda é um filhotinho, porque ele ainda está se adaptando ao mundo e fica mais fácil de apresentá-lo a novas experiências. 

    Ver Todas >