Passeio

Saiba mais sobre a mochila para cachorro, um acessório fofo e super útil

A mochila para cachorro é um acessório bem prático no dia a dia
A mochila para cachorro é um acessório bem prático no dia a dia

Entre os diversos acessórios para cachorro que facilitam a vida dos pais de pet, alguns se destacam pela criatividade. É o caso da mochila para cachorro, um verdadeiro combo de praticidade e fofura! O acessório tem algumas características importantes em relação ao seu uso. Para começar, a mochila de cachorro pode se referir tanto àquela usada para o tutor carregar o animal quanto o modelo que fica preso na coleira do bichinho (como uma bolsa mesmo em que o próprio pet carrega seus objetos de passeio).

Os dois tipos têm suas vantagens e até restrições de acordo com o tamanho e personalidade do animal. Se você gosta de experimentar objetos diferentes criados para o universo pet, a mochila pra cachorro é uma boa opção para testar. Não é necessariamente algo essencial no dia a dia do bichinho, mas que pode ser bem útil em algumas situações. Conheça mais abaixo!

Mochila para cachorro: modelo para carregar o animal pode ser bem útil

A mochila para cachorro é ideal para andar em lugares públicos (como transportes), ir no veterinário ou mesmo se o animal for idoso ou tiver algum problema de mobilidade. O acessório permite transportar o pet de forma bem confortável e segura. Mas atenção: o uso só é indicado para cachorros pequenos e não deve substituir os passeios na guia - afinal, as caminhadas também trazem muitos benefícios para a saúde do pet.

Normalmente, a mochila de cachorro é fabricada com um material bem resistente e fácil de limpar, mas existem algumas variações de modelos:

- Mochila de cachorro tradicional: é como a mochila que os humanos usam no dia a dia, mas com uma abertura que comporta o animal de forma mais segura..

- Mochila para cachorro canguru ou sling: o modelo é mais moderno e se assemelha com aquele usado para transportar bebês. A vantagem do canguru é que o pet tem mais liberdade de movimentação e pode ser encaixada tanto nas costas quanto na parte da frente.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

question quiz stamp

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

Question Header Background
question quiz stamp

As crises alérgicas costumam acontecer:

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Question Header Background
question quiz stamp

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Question Header Background
question quiz stamp

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

Question Header Background
question quiz stamp

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

Question Header Background

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Um cachorro de mochila é a coisa mais fofa do mundo!
    Um cachorro de mochila é a coisa mais fofa do mundo!

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    Mochila: cachorro pode usar o acessório com que frequência?

    Se o seu cachorro não tem nenhuma dificuldade para se locomover causada por problemas ósseos ou na articulação, não é indicado que ele fique na mochila por mais que duas horas. O mesmo vale para cachorros idosos. Lembre-se que o acessório deve ser utilizado em situações específicas e não deve substituir os instintos naturais do seu pet.

    É importante que o tutor leve em consideração o temperamento do animal antes de comprar o acessório, já que cachorros mais hiperativos e agitados podem não se adaptar. Cachorros de raças pequenas, calmos e que não se importam de ficar no colo vão ter mais facilidade para aceitar o uso do objeto. Ainda assim, ele precisa ser treinado para se acostumar. Uma dica é deixar a mochila aberta (com supervisão) perto de brinquedos ou até mesmo com alguns petiscos dentro para atrair a atenção do cãozinho. Quando ele se aproximar ou entrar, recompense ele com mais petiscos e carinho. É importante que o cachorro não tenha medo da mochila!

    Cachorro de mochila: acessório é super útil e pode ser usado com cães de qualquer porte

    Já pensou ver o seu cachorro de mochila por aí como uma criança no caminho da escola? Não é impossível! Algumas marcas já criaram uma versão para os cãezinhos carregarem seus próprios objetos. Normalmente encaixada no peitoral de passeio, a mochila de cachorro tem o tamanho adequado para colocar uma garrafinha de água, petiscos e até saquinhos para recolher as necessidades na rua. E o bom é que pode ser usada em cachorros de todos os portes (só fique atento com o peso da mochila). Além de ser super útil, seu cachorrinho vai ficar super estiloso.

    Redação: Luana Lopes

    Veja 100 fotos de cachorro para se apaixonar!

    Próxima matéria

    Veja 100 fotos de cachorro para se apaixonar!

    Kelpie Australiano: saiba tudo sobre a raça de cachorro
    Raças

    Kelpie Australiano: saiba tudo sobre a raça de cachorro

    O que não faltam são raças de cachorro para a gente se apaixonar, e o Kelpie Australiano é só mais um doguinho dessa lista! De origem australiana, esse é um dos poucos cães que foram desenvolvidos no país - mas isso não foi um impedimento para logo depois conquistarem muitos fãs ao redor do mundo. Com um jeitinho bem amigável, brincalhão e inteligente, o Kelpie Australiano - também chamado de Australian Kelpie - tem tudo para ser uma companhia incrível para o seu dia a dia. 

    Boston Terrier: saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequena
    Pequenos

    Boston Terrier: saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequena

    Para quem sempre sonhou em ter um cachorro de raça pequeno, o Boston Terrier é a companhia certa! Embora ele ainda seja muito confundido com o Bulldog Inglês, o cãozinho desta raça tem qualidades únicas e excepcionais. Amigáveis, brincalhões e com muita energia, os cachorros da raça Boston Terrier são muito fáceis de lidar no dia a dia e amam agradar seus tutores. Além disso, eles são super adaptáveis e conseguem conviver bem em praticamente qualquer lugar. 

    Dogue Alemão: origem, porte, saúde, temperamento... saiba tudo sobre a raça de cachorro gigante
    Grandes

    Dogue Alemão: origem, porte, saúde, temperamento... saiba tudo sobre a raça de cachorro gigante

    Uma das raças de cachorros gigantes mais famosas é a do Dogue (ou Dog) Alemão, que também é conhecida como cão Dinamarquês. O motivo para isso é simples: trata-se da mesma raça do famoso personagem de desenho animado Scooby Doo. Mas a verdade é que o cão Dogue Alemão vai muito além do seu tamanho e aparência robusta: ele é um amigo de quatro patas extremamente leal, dócil e carinhoso. 

    Chihuahua: personalidade, saúde, cuidados e mais... saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Chihuahua: personalidade, saúde, cuidados e mais... saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno

    Quem nunca viu aquele cãozinho simpático de “Legalmente Loira”? Se você não lembra desse filme (ou não é da sua geração), deixou de conhecer uma das mais brilhantes atuações de um Chihuahua, o menor - e mais corajoso - cão do mundo. O cachorro é pequeno, mas sua origem é cercada de teorias e histórias: não se sabe ao certo se ele é descendente do Techichi, um cão selvagem do México pré-colonial, se surgiu na China e foi levado por comerciantes espanhóis para o restante do mundo ou se é resultado de cruzamentos do Techichi com alguma raça minúscula chinesa.

    Ver Todas >

    Gato-de-bengala: quais os comportamentos selvagens que a raça possui?
    Comportamento animal

    Gato-de-bengala: quais os comportamentos selvagens que a raça possui?

    O gato Bengal - também conhecido como gato-de-bengala - tem uma história fascinante: a raça é derivada do cruzamento entre um felino doméstico e um leopardo selvagem. Na prática, isso quer dizer que, diferente da maioria dos gatinhos que vemos por aí, o gato Bengal tem uma aparência inusitada e um comportamento ainda mais instintivo por ser descendente direto de selvagens. 

    Setembro amarelo: 9 coisas que um cachorro ou gato pode fazer para te ajudar a enfrentar a doença
    Comportamento animal

    Setembro amarelo: 9 coisas que um cachorro ou gato pode fazer para te ajudar a enfrentar a doença

    No mês do Setembro Amarelo, as campanhas sobre a prevenção do suicídio ganham um grande destaque. Cuidar da saúde mental é muito importante, e o acompanhamento de médicos e terapeutas são fundamentais para auxiliar no tratamento de depressão. O que poucas pessoas sabem é que, aliado a isso, ter um bichinho de estimação também faz toda a diferença na vida de pessoas que convivem com a doença.

    Gato Munchkin: preço, comportamento e convivência com esse bichano
    Comportamento animal

    Gato Munchkin: preço, comportamento e convivência com esse bichano "rebaixado"

    O gato Munchkin - carinhosamente apelidado de gato “salsicha” - é um dos felinos mais adoráveis que existem. Ele tem pernas curtinhas e um corpo alongado, o que faz com que muitas pessoas se refiram a ele como gato rebaixado ou gato anão. Mas além da aparência inusitada, o que será que esse bichano tem de tão especial? A convivência com o Munchkin com certeza é algo surpreendente.

    5 coisas que o cachorro latindo pode significar
    Comportamento animal

    5 coisas que o cachorro latindo pode significar

    O cachorro latindo é um comportamento mais comum dos que os tutores esperam. Afinal, como todos sabem, os latidos fazem parte da linguagem canina e são uma forma do seu amigo de quatro patas se expressar. Mas você sabia que existem vários tipos de latidos de cachorro, e cada um deles representa uma situação diferente? É importante ficar atento ao comportamento animal, mas também treinar o seu ouvido para conseguir decifrar o verdadeiro significado por trás de um cachorro latindo.

    Ver Todas >