close
Raças

Quais são as 5 raças de cachorro mais propensas à obesidade canina?

Algumas raças de cachorro, entre elas o Buldogue Inglês, ganham peso com mais facilidade
Algumas raças de cachorro, entre elas o Buldogue Inglês, ganham peso com mais facilidade

A aparência de um cachorro obeso pode até ser um motivo de fofura para algumas pessoas, mas a obesidade canina é definitivamente um assunto sério, que pode gerar graves problemas de saúde para o animal. Assim como os seres humanos, um cachorro obeso tem mais riscos de desenvolver problemas cardíacos, diabetes e ter dificuldades nas articulações e quadris. Algumas raças de cachorro são mais propensas a estar acima do peso do que outras. Há cachorros, por exemplo, que são mais ativos e exigem longos passeios para cansá-los, enquanto outros preferem comer e dormir o dia inteiro. Obviamente, os cães mais preguiçosos têm maior probabilidade de estar acima do peso do que aqueles que são mais agitados.

Idade avançada e outras doenças podem levar à obesidade canina

A obesidade em cães também se torna mais comum na velhice, uma vez que o metabolismo dos bichinhos fica mais lento e os níveis de energia caem. Muitos tutores continuam alimentando os animais idosos com a mesma quantidade de comida, mas é preciso ajustar o plano nutricional - com uma ração específica para cães idosos - e de exercícios durante essa fase da vida.

Os cães podem, ainda, ficar obesos por conta de outras doenças, como hipotireoidismo, hiperadreno (doença de Cushing) e insulinoma. A superalimentação, predisposição genética — como a síndrome braquicefálica — e a nutrição inadequada também estão entre os fatores que podem suscitar o ganho de peso nos pets. Veja, a seguir, as 5 raças mais propensas a ter obesidade canina:

1) Obesidade agrava a braquicefalia do cachorro Pug

Faça o teste e descubra qual a personalidade dominante do seu gato!

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Como seu gato reage com a chegada de visitas em casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você está pensando em adotar mais um gatinho. Qual seria a reação do seu felino?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você precisa levar seu gato ao veterinário e na fila ele encontra outro felino. Como ele reage?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato fica incomodado quando as portas de casa ficam fechadas?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta com os outros animais da casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você acabou de chegar em casa depois de muito tempo fora. O seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato deitou em cima da sua cama e dormiu. Qual a sua reação, humano?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta na hora de se alimentar?

Question Header Background

Gato-humano! Seu gato não perde a oportunidade de estar ao seu lado Gato solitário! Seu gato tem uma personalidade mais quieta e reservada Gato-gato!  Seu gato gosta da companhia de outros felinos Gato curioso! Seu gato está sempre em busca de novas aventuras Gato caçador! Seu gato tem os instintos selvagens mais aflorados
    O Pug já é um cachorro mais cheinho, por isso, o cuidado com a alimentação precisa ser redobrado
    O Pug já é um cachorro mais cheinho, por isso, o cuidado com a alimentação precisa ser redobrado

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Apesar dos Pugs já terem naturalmente um corpo mais volumoso, a raça é uma das que mais sofrem com o excesso de peso. O problema agrava particularmente a sua condição preexistente: a síndrome braquicefálica. Com alguns quilos a mais, o Pug (ou qualquer cachorro braquicefálico) pode ficar com a respiração comprometida. A obesidade ainda gera outras consequências e alertas de saúde relacionadas aos pugs, como diabetes, problemas cardíacos, pressão alta, danos na articulações e menor expectativa de vida. As causas de um Pug obeso podem variar de caso a caso, mas muitas vezes estão ligadas ao comportamento dos tutores que desconhecem a importância de uma alimentação regrada e a prática de exercícios.

    2) Dachshund: sobrepeso pode comprometer a mobilidade da raça

    A coluna alongada do Dachshund pode ser prejudicada com o ganho de peso
    A coluna alongada do Dachshund pode ser prejudicada com o ganho de peso

    Os simpáticos “salsichinhas”, como são popularmente conhecidos os cães da raça Dachshund, podem desenvolver sérios problemas de saúde com a obesidade. Em particular, suas costas desproporcionalmente longas costumam gerar dificuldades estruturais na coluna — e o sobrepeso só agrava essa situação. Além da tensão extra na coluna vertebral, os “salsichas” com quilos a mais podem desenvolver doenças cardíacas, distúrbios metabólicos e enfermidades relacionadas ao sistema respiratório. Com tantas consequências, é extremamente importante que você saiba reconhecer quando seu Dachshund estiver acima do peso e, assim, prepará-lo para uma dieta prescrita pelo veterinário. Como esses bichinhos têm as patas curtinhas, eles não são capazes de se locomover e se exercitar tanto como a maioria das outras raças. Portanto, é bom ficar sempre de olho!

    3) Basset Hound: comportamento mais preguiçoso favorece o ganho de peso

    O Basset Hound precisa de estímulos para se manter no peso ideal
    O Basset Hound precisa de estímulos para se manter no peso ideal

    No passado, por conta da excelente capacidade olfativa, os cachorros da raça Basset Hound foram criados para caçar pequenos animais, como lebres e coelhos. Hoje, menos ativos, eles encontraram seu lugar como animal de estimação da família e um excelente companheiro de sofá. Por conta do apetite e comportamento preguiçoso, o Basset apresenta forte tendência para engordar, o que não é nada saudável para o bichinho. O excesso de quilos pode criar problemas na coluna e nas articulações, já que seu corpo pequeno não consegue suportar esse peso extra. Para ajudar o animal a perder peso, o ideal é aumentar a quantidade de exercícios por semana e consultar um veterinário especialista em nutrição para alterar a seleção de alimentos.

    4) O Beagle não dispensa a oportunidade de comer um pouco mais

    O Beagle gosta mesmo é de comer!
    O Beagle gosta mesmo é de comer!

    Semelhante ao Basset, o Beagle também é um cão que adora comer por natureza. Portanto, não é nenhuma surpresa que ele esteja na lista de raças que têm mais incidência de casos de sobrepeso e obesidade, especialmente quando estão com a idade mais avançada. O excesso de calorias pode comprometer consideravelmente a saúde dos Beagles, a menos que eles sejam incentivados a praticar exercícios regularmente. Controlar a alimentação também é essencial para evitar um cão Beagle obeso. Mesmo que seja difícil resistir ao olhar pidão do bichinho, evite dar restos ou pedaços de comida.

    5. Buldogue Inglês é, naturalmente, um cão pouco ativo

    O Buldogue Inglês é aquele cachorro que ama curtir uma preguiça
    O Buldogue Inglês é aquele cachorro que ama curtir uma preguiça

    À primeira vista, os Buldogues Ingleses podem parecer um pouco ferozes, mas eles estão longe disso — são leais, amorosos, gentis e muito gulosos. Além do apetite voraz, eles normalmente não gostam de se exercitar e preferem relaxar na caminha ou sofá. Essa condição sedentária, portanto, pode fazer com que os cachorros dessa raça cheguem à obesidade rapidamente. Como os Buldogues são braquicefálicos (raças com focinho curto e achatado), o excesso de peso pode comprometer ainda mais a respiração do animal. Isso pode gerar ou agravar doenças respiratórias graves, como a bronquite. Para determinar se o seu Buldogue Inglês está em forma ou não, a cintura deve estar um pouco mais magra em relação aos quadris. Se você não sentir as costelas, converse com o veterinário do seu pet.

    Redação: Guilherme Segal

    Seu gato vomita com frequência? Entenda o que pode ser e se está na hora de levá-lo no veterinário

    Próxima matéria

    Seu gato vomita com frequência? Entenda o que pode ser e se está na hora de levá-lo no veterinário

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão
    Cuidados

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão

    Os cães são animais que, na maior parte do tempo, não gostam de ficar sozinhos - afinal, antes de serem domesticados, eles viviam livres em matilhas. Com a vida urbana, muitos cães acabam não recebendo os estímulos adequados para gastar energia e socializar com outros animais e pessoas. Para auxiliar a vida do tutor, que nem sempre consegue estar perto de seu pet durante o dia, existem muitas alternativas. Uma delas é a creche para cachorro: uma acomodação diária em que você pode deixar seu amigo em um lugar totalmente adaptado para cães.

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro
    Grandes

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro

    O Galgo Afegão, também chamado de Afghan Hound, é um cachorro originário do Oriente Médio com aparência exótica e charmosa, difícil de passar despercebido. O que poucas pessoas sabem é que, por trás da postura elegante e independente do cão Afegão, existe um ótimo companheiro de quatro patas, cheio de energia para gastar e amor para dar. Mas o que é necessário saber sobre essa raça de cachorro antes de comprar ou adotar um exemplar? Como é a personalidade do Afghan Hound e que cuidados são necessários com o cãozinho? 

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana
    Grandes

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana

    Um dos cãezinhos mais surpreendentes é o Cane Corso. Embora ele não seja tão popular quanto outras raças de cachorro grande, como o Labrador e o Golden Retriever, o Cane Corso é dono de um enorme coração e tem uma personalidade incrível. Algumas pessoas podem até se intimidar com o tamanho e a postura imponente do doguinho, mas só quem convive com um Cane Corso sabe como estes cães são adoráveis e carinhosos.

    Jack Russell Terrier: um guia completo sobre a raça de cachorro pequeno
    Raças

    Jack Russell Terrier: um guia completo sobre a raça de cachorro pequeno

    O Jack Russell Terrier é um cachorro de pequeno porte que leva alegria por onde passa. Essa raça de cachorro é muito amável, encantadora e de personalidade forte. Apesar do pequeno tamanho, eles são cães muito corajosos e demandam bastante energia de seus tutores. Como grande parte dos cães do grupo Terrier, essa raça é um grande exemplo de cachorro de caça e adora investigar todos os lugares, exibindo seu vigor e vivacidade. Quando o cão Jack Russell Terrier quer algo, ele só desiste quando consegue. 

    Ver Todas >

    Como prevenir a giárdia em gatos?
    Saúde animal

    Como prevenir a giárdia em gatos?

    A giárdia em gatos é uma zoonose de rápida contaminação que pode afetar os bichanos. Essa doença ataca o sistema digestivo do gato e pode atingir também humanos, cachorros e outros animais. Ao contrair a giárdia, gatos passam a ter sintomas como diarreia e vômito, o que causa grande desconforto. Porém, a giárdia em gatos pode ser evitada ao seguir algumas medidas muito fáceis de serem cumpridas no dia a dia. 

    Quantos filhotes um cachorro pode ter?
    Saúde animal

    Quantos filhotes um cachorro pode ter?

    Você sabe quantos filhotes um cachorro pode ter? O número varia de acordo com as condições de saúde da cadela, mas também deve-se levar em consideração o porte e a idade do animal. Além disso, quando é a primeira gestação da cachorrinha, o número também costuma ser reduzido e os filhotes geralmente têm características diferentes dos irmãozinhos de outras ninhadas. 

    Gato idoso: quais os sinais de que seu gatinho está envelhecendo?
    Saúde animal

    Gato idoso: quais os sinais de que seu gatinho está envelhecendo?

    Os animais de estimação necessitam de cuidados especiais em todas as fases da vida, e com o gato idoso não é diferente. Por isso, é muito importante saber quais doenças podem atingir um gato velho e conseguir identificar os sinais da terceira idade felina. Afinal de contas, entender algumas características específicas dessa fase são essenciais para aprender a como cuidar de gato idoso. 

    Gato e cachorro têm depressão? Descubra se o transtorno pode afetar seu bichinho de estimação
    Saúde animal

    Gato e cachorro têm depressão? Descubra se o transtorno pode afetar seu bichinho de estimação

    Você já se perguntou se o seu cachorro tem depressão? Ou se o seu gato que mudou de comportamento, na verdade está com um transtorno ligado ao estresse? Muitos tutores nem imaginam, mas cachorro ou gato com depressão não é um quadro tão difícil de ocorrer. A saúde mental é um assunto em evidência, principalmente nas campanhas do setembro amarelo. Mas assim como cães e gatos podem ajudar quem tem depressão, eles também podem ser afetados pela doença.

    Ver Todas >