Brinquedos

Osso para cachorro faz mal? Saiba qual o melhor tipo para dar ao seu cão

Saiba quais cuidados deve-se ter ao oferecer ossos para os cachorros
Saiba quais cuidados deve-se ter ao oferecer ossos para os cachorros

Cachorros costumam amar roer ossos e esse hábito pode ajudá-los a relaxar, evitar tártaro, mas sabia que nem todos os materiais são seguros e saudáveis para eles? Apesar de fontes de proteínas, os ossos podem se despedaçar quando mordidos e causar lesões intestinais e até mesmo a morte do seu cachorro por asfixia ou lesão em órgãos internos. Mas calma! Nem todos os ossos são perigosos e existem tipos que podem servir de petisco para cães. Vem com a gente conhecer quais estão liberados para o seu cachorro.

Quais ossos podem ser usados como petisco para cachorro

  • Osso de boi: além de saboroso, os ossos de boi podem fornecer grande quantidade de cartilagem e até mesmo carne. Outro benefício é a limpeza bucal. Apesar de indicado, sempre fique de olho enquanto oferece ossos para seu cachorro;
  • Osso de porco: caso vá oferecer ossos de porco para seu cachorro, prefira os maiores como de joelho e fêmur. Dessa maneira, você afasta os riscos de asfixia e continua oferecendo todos os benefícios dos ossos como a cartilagem e o relaxamento que o hábito de roer provoca;
  • Petiscos próprios para roer: além dos ossos in natura, também é possível encontrar no mercado petiscos caninos que têm forma de osso e podem ser roídos pelos cães por horas (ou minutos, no caso dos mais gulosos). Feitos principalmente de cereais e carnes, esses sticks ajudam, inclusive, na manutenção da higiene oral do seu cachorro.

Principais cuidados ao oferecer ossos ao seu cachorro

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

question quiz stamp

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

Question Header Background
question quiz stamp

As crises alérgicas costumam acontecer:

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Question Header Background
question quiz stamp

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Question Header Background
question quiz stamp

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

Question Header Background
question quiz stamp

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

Question Header Background

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Saiba quais tipos de ossos são perigosos para os cachorros
    Saiba quais tipos de ossos são perigosos para os cachorros

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    • Fique de olho: por mais que sejam indicados, os cães podem se engasgar. É importante agir rápido nessas horas;
    • Não ofereça ossos de galinha: ossos de galinha são muito frágeis, pequenos e podem ficar pontiagudos quando mastigados. Isso pode causar feridas na boca e nos órgãos internos do seu cachorro;
    • Não ofereça osso de couro: quando mastigado, o material desse osso amolece e fica gelatinoso, podendo soltar pedaços que podem causar asfixia e até mesmo grudar nos órgãos internos do cachorro;
    • Não deixe os ossos por longos períodos com o cão: ossos são muito duros e resistentes. Apesar de prazeroso, após um longo período eles podem forçar demais a mandíbula;
    • Não ofereça ossos que restaram do churrasco: além do sal presente, os ossos assados no churrasco também podem ficar frágeis e, quando mastigados, ficar pontiagudos e causar ferimentos iguais aos de galinha.


    Alerta Patas da Casa: como já falamos acima, mesmo os ossos liberados podem ser perigosos para qualquer raça ou porte de cachorro. Quando mastigados, os pedaços - de qualquer tipo - podem asfixiar e/ou machucar os animais. Sempre que oferecer os petiscos, supervisione o seu cachorro.

    6 sons que os cachorros odeiam

    Próxima matéria

    6 sons que os cachorros odeiam

    Quanto custa manter um cachorro? Um guia completo com a média de gastos mensais com um cão
    Adoção

    Quanto custa manter um cachorro? Um guia completo com a média de gastos mensais com um cão

    Ter um cachorro em casa é uma experiência incrível para mães e pais de pet, mas os momentos de alegria vêm acompanhados de muitas responsabilidades… e gastos (muitos gastos). Ração, vacina, brinquedos, remédios e veterinário são os principais custos que você precisa ter frequentemente com o animal. É justamente por isso que, antes de comprar ou adotar um pet, é preciso pensar nos gastos que isso vai demandar - e que devem entrar no orçamento da família. Para te ajudar a bater o martelo e decidir se consegue ou não arcar com um amigo de quatro patas, montamos um guia completo com uma média dos gastos que você provavelmente terá. Chega mais!

    Roupa para cachorro: saiba quando usar e como ajudar seu cão a se adaptar!
    Cuidados

    Roupa para cachorro: saiba quando usar e como ajudar seu cão a se adaptar!

    Os cães se tornaram verdadeiros filhos para nós humanos. Por isso, alguns tutores fazem de tudo para oferecer o melhor para seus peludos, e isso vai de brinquedos e petiscos até roupa para cachorro. O acessório não é somente um mimo para o seu animal. Em lugares onde a temperatura está sempre mudando, a roupinha de cachorro é uma aliada para aliviar o frio e até prevenir doenças respiratórias. Quer saber como deixar o seu pet ainda mais fofo? Veja nossas dicas de como escolher roupa para cachorro e como adaptá-lo com o novo acessório.

    Onde colocar a comida do cachorro? Saiba também como escolher a melhor opção
    Alimentação

    Onde colocar a comida do cachorro? Saiba também como escolher a melhor opção

    Comida de cachorro sempre envolve muitas dúvidas: quantidade, horários, quantas vezes ao dia, qual a melhor ração, etc. Mas você sabia que os cachorros precisam não só de um local como de uma altura específica para os potes de ração e água não causarem problemas na coluna ou na digestão? Outro ponto muito importante é não colocar a alimentação perto do tapete higiênico ou do jornal onde eles fazem as necessidades. Isso pode causar com que eles não se alimentem ou não aprendam o local de fazer xixi e cocô. Esses espaços devem ser bem delimitados e afastadoS. Os potes também devem ser escolhidos de acordo com a necessidade de cada animal: além do tamanho, existem diferentes materiais. Veja abaixo:

    Kelpie Australiano: saiba tudo sobre a raça de cachorro
    Raças

    Kelpie Australiano: saiba tudo sobre a raça de cachorro

    O que não faltam são raças de cachorro para a gente se apaixonar, e o Kelpie Australiano é só mais um doguinho dessa lista! De origem australiana, esse é um dos poucos cães que foram desenvolvidos no país - mas isso não foi um impedimento para logo depois conquistarem muitos fãs ao redor do mundo. Com um jeitinho bem amigável, brincalhão e inteligente, o Kelpie Australiano - também chamado de Australian Kelpie - tem tudo para ser uma companhia incrível para o seu dia a dia. 

    Ver Todas >

    Adestramento de cães: como lidar com o cachorro latindo para outros cachorros no passeio?
    Comportamento animal

    Adestramento de cães: como lidar com o cachorro latindo para outros cachorros no passeio?

    “Meu cachorro faz escândalo quando sai” - se você está familiarizado com esse tipo de situação, deve estar se perguntando qual é a melhor forma de corrigir o comportamento do seu amigo de quatro patas, não é mesmo? Bom, a verdade é que quando o assunto é passear com o cachorro, cada bichinho reage de uma forma diferente. Alguns são mais tranquilos, enquanto outros são super agitados. Mas o que fazer quando o cachorro late muito no passeio?

    Anatomia externa canina: veja o infográfico e aprenda mais sobre as partes do corpo do cachorro
    Comportamento animal

    Anatomia externa canina: veja o infográfico e aprenda mais sobre as partes do corpo do cachorro

    A anatomia canina é tão fascinante que sempre aparece uma nova curiosidade para nos surpreender. Afinal, o universo dos cães é repleto de segredos! Todas as partes do corpo do cachorro possuem características, funções e estruturas completamente diferentes e igualmente interessantes. No caso da anatomia externa do cachorro, o foco fica em todas as partes que enxergamos só de olhar para o animal. 

    Coleira cabresto: entenda como funciona o acessório e em quais casos é recomendado
    Comportamento animal

    Coleira cabresto: entenda como funciona o acessório e em quais casos é recomendado

    A coleira com cabresto ajuda o tutor a lidar com cães que puxam muito no passeio. Sua posição ao redor do focinho pode trazer a impressão de que o animal está incomodado, mas na verdade, a coleira cabresto para cachorro é muito traz alguns benefícios. Ela faz parte do time de coleiras anti-puxão, ou seja, aquelas que são perfeitas para cachorro que é mais descontrolado e ansioso durante o passeio. 

    Viajar com gato: tutora compartilha a experiência de uma viagem de 18h com seu bichano
    Comportamento animal

    Viajar com gato: tutora compartilha a experiência de uma viagem de 18h com seu bichano

    Viajar com gato não é uma tarefa exatamente fácil, e muitos tutores acabam deixando esse tipo de passeio de lado para evitar possíveis estresses. No entanto, dependendo da personalidade e do comportamento do gato, é super possível levar o seu amigo em uma dessas aventuras. Viajar de ônibus com gato, de carro ou avião: não importa qual seja a sua escolha, o importante é conhecer os limites do seu gatinho e fazer de tudo para que ele fique o mais confortável possíve.

    Ver Todas >