close
Saúde

O que significa a ureia alta em gatos?

A ureia alta em gatos, assim como o nível elevado da creatinina, pode ser um sinal de alerta
A ureia alta em gatos, assim como o nível elevado da creatinina, pode ser um sinal de alerta

Alguns exames podem ajudar a detectar a ureia alta em gatos, mas você sabe o que isso significa? Muita gente normalmente associa o problema à presença de doenças renais em gatos, mas a verdade é que esse alto valor pode indicar uma série de problemas na saúde do gato. Assim como a ureia, o nível de creatinina no organismo felino também precisa de atenção. Para entender de uma vez por todas o que é ureia alta e creatinina alta em gatos, como baixar e quais são os valores considerados ideais dessas substâncias para esses animais, nós entrevistamos a médica veterinária Vanessa Zimbres, da clínica Gato é Gente Boa.

Ureia alta: gato pode ter diferentes causas associadas ao problema

Antes de tudo, é importante entender o que é a ureia e qual é o seu papel no organismo felino. A especialista explica: “A ureia é uma substância produzida no fígado derivada da metabolização de proteínas. O fígado converte a amônia (que é muito tóxica ao organismo) em ureia para que ela seja menos nociva e excretada pelos rins”. A ureia avalia a filtração glomerular, que é responsável por verificar o funcionamento dos rins e tem um papel importante na avaliação da saúde renal.

Então o que a ureia alta em gatos significa? Segundo Vanessa, um valor alto de ureia pode ter várias causas e é uma questão que deve ser avaliada sempre em conjunto com outros exames e sinais clínicos do paciente. “A ureia em animais alimentados com dietas ricas em proteínas e animais desidratados também pode ter valores aumentados. Para o diagnóstico de doença renal, é imprescindível a realização de outros exames.”

Creatinina alta em gatos significa o quê?

De acordo com a médica veterinária, a creatinina é uma substância formada no metabolismo muscular que é excretada pelos rins e, assim como a ureia, é utilizada para avaliar a filtração renal, mas não se resume somente a isso. Logo, a creatinina alta em gatos geralmente é um indicativo de que há algo de errado com os rins do animal, mas gatos com grande massa muscular também podem apresentar esse nível elevado.

“O mais importante é esclarecer que os rins dos gatos são estruturalmente diferentes dos de cães e humanos. Eles são extremamente capazes de concentrar a urina para a eliminação do máximo de toxinas com a mínima perda de água. Portanto, qualquer exame no felino deve ser cuidadosamente interpretado porque, diante dessa alta capacidade de concentração, os valores de ureia e creatinina no sangue do gato somente vão ser detectados quando o paciente já perdeu mais de 75% de células renais. Diagnosticar um gato nefropata - isto é, com problemas renais - somente pela ureia e creatinina é um diagnóstico tardio”, alerta.

Quais são os valores "normais" de ureia e creatinina em gatos?

Ureia, gatos, referência de valores. Como saber quando o bichano está saudável e com os níveis normais de ureia e creatinina? Conforme Vanessa destaca, os valores de referência são bem polêmicos na medicina veterinária e não existe um único valor. “O recomendado é sempre seguir os valores de referência do próprio laboratório ou equipamentos. A IRIS (Sociedade Internacional de Interesse Renal) adota o valor máximo de creatinina normal como 1,6 mg/dL, mas alguns laboratórios consideram 1,8mg/dL e até 2,5 mg/dL. Os valores de ureia podem variar de 33 mg/dL, em um laboratório, até 64 mg/dL em outros”.

Portanto, pode-se dizer que um único exame não é o suficiente para fechar um diagnóstico e é necessário fazer uma avaliação mais detalhada com orientação do médico veterinário. “A IRIS preconiza que os exames mínimos para se diagnosticar e estadiar um paciente como nefropata é a análise de Creatinina, SDMA (dimetilarginina simétrica), densidade urinária e proteinúria. Para o subestadiamento, ela ainda adiciona a aferição de pressão arterial sistêmica e dosagem de fósforo sérico. Para diagnóstico precoce, o SDMA, ultrassom e urinálise são os primeiros indicados. Note que a IRIS não usa a ureia para estadiar e nem subestadiar a doença renal, justamente porque existem várias interferências nesse exame, assim como a creatinina, mas em menor proporção”.

Faça o teste e descubra qual a personalidade dominante do seu gato!

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Como seu gato reage com a chegada de visitas em casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você está pensando em adotar mais um gatinho. Qual seria a reação do seu felino?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você precisa levar seu gato ao veterinário e na fila ele encontra outro felino. Como ele reage?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato fica incomodado quando as portas de casa ficam fechadas?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta com os outros animais da casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você acabou de chegar em casa depois de muito tempo fora. O seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato deitou em cima da sua cama e dormiu. Qual a sua reação, humano?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta na hora de se alimentar?

Question Header Background

Gato-humano! Seu gato não perde a oportunidade de estar ao seu lado Gato solitário! Seu gato tem uma personalidade mais quieta e reservada Gato-gato!  Seu gato gosta da companhia de outros felinos Gato curioso! Seu gato está sempre em busca de novas aventuras Gato caçador! Seu gato tem os instintos selvagens mais aflorados
    A creatinina e ureia alta em gatos podem ocorrer por diferentes motivos
    A creatinina e ureia alta em gatos podem ocorrer por diferentes motivos

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Creatinina e ureia alta em gatos: como diminuir esses valores?

    Essa é uma pergunta que muitos tutores fazem depois que descobrem a creatinina e ureia alta em gatos. O primeiro ponto que deve ser levado em consideração é a causa do problema, que deve ser tratada assim que for descoberta. “Esses valores podem estar aumentados em casos de desidratação. Portanto, hidratando o animal, conseguimos normalizar e não necessariamente diminuir esses valores. Causas inflamatórias e infecciosas também devem ser tratadas para minimizar os danos renais”, aconselha a médica veterinária.

    Ainda assim, não é sempre que é possível abaixar o valor da ureia ou da creatinina alta em gatos. “Células renais somente se recuperam em quadros renais agudos como em uma infecção, intoxicação ou obstrução urinária. Em quadros crônicos, uma vez que a célula renal sofreu morte e fibrose, ela não vai se recuperar mais. Como essas substâncias devem ser excretadas pelos rins, uma vez que eles não funcionam mais, elas sempre estarão com valores acima da normalidade”.

    Caso o paciente seja renal, é importante ter cuidado com excesso de fluído como uma tentativa de diminuir esses valores. Segundo Vanessa, o máximo que vai se conseguir é chegar a valores menores, mas não normais. “O soro dilui o sangue e, consequentemente, ao analisar uma amostra diluída, essas substâncias estarão menos concentradas, portanto falsamente menores. Outra informação importante é que ureia alta no sangue intoxica o animal e leva a sinais clínicos dessa intoxicação. Já a creatinina é somente um marcador de filtração renal, ela em si não causa transtorno ao organismo”.

    Doenças renais em gatos têm outros sintomas

    No caso de doenças renais ou insuficiência renal em gatos, o tutor precisa ficar atento a todas as taxas, e não se ater somente aos valores de ureia e creatinina. “Um paciente nefropata, primeiramente, vai apresentar diferentes graus de desidratação, emagrecimento, perda de apetite, náusea. Eles tomam muita água e fazem muito xixi e, ao contrário do que muitos acreditam, xixi clarinho não é um bom sinal para o gato”, alerta Vanessa. 

    Se houver qualquer suspeita de que você tem um gatinho com problemas renais, não hesite em marcar uma consulta veterinária para o seu pet o quanto antes. O diagnóstico precoce é a melhor maneira de evitar o agravamento do quadro: “Qualquer alteração estrutural nos rins de um felino, observado pelo ultrassom, deve ser investigado, pois lesões renais não se recuperam. Conforme as células remanescentes assumem o trabalho das que não funcionam mais, elas vão se sobrecarregando e têm uma vida mais curta que uma célula normal. Essa é a definição de doença renal crônica, que pode ter causas específicas, mas pode também se desenvolver com o envelhecimento do animal.”

    Redação: Juliana Melo

    Piodermite canina: 10 perguntas e respostas sobre a doença que atinge a pele do cachorro

    Próxima matéria

    Piodermite canina: 10 perguntas e respostas sobre a doença que atinge a pele do cachorro

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)
    Raças

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)

    O Khao Manee tem um grande potencial para ser um dos grandes queridinhos entre os apaixonados por gatos. Com olhos de cores marcantes e pelo branquinho, o felino desta raça possui uma aparência rara que chama atenção e é uma ótima companhia para qualquer família. De origem tailandesa, esse gatinho é super amigável e ama estar ao lado dos seus humanos - e até mesmo de outros animais. Para conhecer mais a fundo o gato Khao Manee, o Patas da Casa separou as principais informações sobre esse bichano incrível. Dá uma olhada!

    Ragamuffin: características, temperamento, cuidados... conheça essa raça de gato que tem a pelagem longa
    Raças

    Ragamuffin: características, temperamento, cuidados... conheça essa raça de gato que tem a pelagem longa

    O Ragamuffin é uma raça de gato muito amável e carinhosa. Não muito conhecido no Brasil, o gato ragamuffin se originou a partir do cruzamento com felinos da raça Ragdoll. É considerado um gato gigante e pode chegar até os 9kg. O "Ragamuffin cat" pode ter a pelagem e olhos de diferentes cores. Uma característica marcante é o jeito brincalhão e o fato de amar colo. O Ragamuffin é ideal para famílias com crianças e outros animais.

    Gato laranja: o que essa cor de pelagem pode indicar sobre a personalidade do pet?
    Comportamento

    Gato laranja: o que essa cor de pelagem pode indicar sobre a personalidade do pet?

    Não tem quem resista à fofura de um gato laranja. Mas você já parou para se perguntar como é a personalidade do gato alaranjado? Muitas pessoas acreditam que algumas características dos felinos estão intimamente relacionadas com a cor da sua pelagem e, segundo um estudo da Universidade da Flórida e Califórnia, nos Estados Unidos, há evidências de que isso é verdade. 

    Como apresentar um novo filhotinho a um gato adulto que já mora na casa? Veja as dicas de alguns tutores
    Histórias reais

    Como apresentar um novo filhotinho a um gato adulto que já mora na casa? Veja as dicas de alguns tutores

    Resolver adotar um gato filhote é sempre uma grande aventura. Os filhotes preenchem qualquer ambiente com muita alegria e amor. Mas, além de aprender como cuidar de gatos filhotes, quem já tem um gato adulto ou idoso em casa precisa pensar muito bem em como introduzir o novo membro na família. O processo de adaptação nem sempre é fácil, e é fundamental saber como conduzir essa apresentação da melhor forma possível, respeitando o espaço de cada um e torcendo para que eles se deem bem. 

    Ver Todas >

    Dirofilariose canina: saiba mais sobre o verme do coração que atinge os cães
    Saúde animal

    Dirofilariose canina: saiba mais sobre o verme do coração que atinge os cães

    A dirofilariose canina é uma doença silenciosa que pode afetar gravemente a saúde dos pets. Conhecida popularmente como a patologia do verme do coração, a transmissão da doença acontece por meio de uma simples picada de mosquito e pode levar o cachorro a óbito de maneira repentina. Para lidar com a dirofilariose, todo cuidado é pouco! 

    Fluidoterapia em gatos: tudo que você precisa saber sobre o tratamento usado em gatos renais crônicos
    Saúde animal

    Fluidoterapia em gatos: tudo que você precisa saber sobre o tratamento usado em gatos renais crônicos

    Você já ouviu falar em fluidoterapia em gatos? Muito comum em casos de insuficiência renal em gatos, a fluidoterapia em felinos é um tratamento de suporte que promove a hidratação do animal. É um procedimento versátil que pode ser aplicado de diversas maneiras e com fluidos específicos para cada situação. Para tirar todas as dúvidas sobre a fluidoterapia em gatos, o Patas da Casa conversou com a veterinária especialista em gato e dona do Diário Felino Jéssica de Andrade.

    Gato com FIV pode conviver com outros gatos?
    Saúde animal

    Gato com FIV pode conviver com outros gatos?

    A FIV felina é considerada uma das doenças mais perigosas. Além de toda a preocupação ao resgatar ou adotar um gatinho, existe outra questão que precisa de cuidado: a fácil transmissão. Existem testes que detectam a patologia, e é necessário realizá-los antes de levar um novo gato para casa - especialmente se tiver outros gatos. O gato com FIV pode acabar transmitindo a doença para os outros residentes se não houver nenhum tipo de cuidado.

    Vermes em gatos: saiba mais sobre a dirofilariose felina
    Saúde animal

    Vermes em gatos: saiba mais sobre a dirofilariose felina

    A dirofilariose em gatos é uma doença em que os parasitas se alojam na corrente sanguínea do pet e pode chegar até o coração - por isso também é chamada de doença do verme de coração. O problema é uma das doenças causadas por tipos vermes de gato. A dirofilariose também pode atingir os cães e é temida por ser uma complicação de saúde muito perigosa para ambos os pets. 

    Ver Todas >