close
Comportamento

Linguagem dos gatos: um guia para entender tudo o que seu bichano quer expressar

Atualizado · 16 de maio de 2022 · 11h29

Publicado · 20/04/2022 · 17h03

A linguagem dos gatos é bem sutil, mas prestando bastante atenção, fica fácil compreendê-los.
A linguagem dos gatos é bem sutil, mas prestando bastante atenção, fica fácil compreendê-los.

A linguagem dos gatos é cheia de detalhes que, quando percebidos, podem ajudar os tutores a entenderem melhor o que seus pets querem dizer. Os gatos levam a fama de serem animais misteriosos, donos de si e complicados de se compreender. Mas quem tem um bichano em casa há algum tempo sabe que não é bem assim. Basta observar com atenção a forma sutil como eles se movimentam para captar as mensagens que desejam transmitir às pessoas.

O primeiro passo para entender a linguagem de gato é reconhecer o seu estado neutro, ou seja, sua postura mais relaxada. É dessa forma que os gatos passam a maior parte do tempo: deitados de forma bem elegante, com as patinhas dobradas sob o corpo ou então completamente esticados. Seus olhos ficam quase fechados ou piscam com suavidade, enquanto as orelhas ficam levemente curvadas, viradas para a frente. Os bigodes, quando relaxados, podem até mesmo dar a impressão de um sorriso!

A partir dessa posição, vamos começar a analisar as expressões dos felinos, para te ajudar a estabelecer uma relação mais profunda com seu animalzinho de estimação. Preparado?

Linguagem dos gatos: como decifrar o que os sons de gatos querem dizer 

A frequência e a entonação dos miados do gato sempre entrega algo que o gato deseja comunicar. Miar suavemente é algo que faz parte do comportamento da maioria dos gatos e é como uma conversa. Portanto, se seu gato chegar perto de você miando dessa forma, retribua o cumprimento! Ao ganhar um carinho, é bem possível que seu gato ronrone ou murmure, demonstrando satisfação.

Quando um gato entra em modo de caça, visualizando uma presa ou um brinquedo que cumpra essa função, os miados podem se tornar mais curtos e entusiasmados. Já quando o gato se sente ameaçado, o ruído se parece com um bufo ou um sopro.

Fique atento aos miados agudos, que assim como os gritos humanos podem significar medo ou dor.  Esse tipo de miado é mais comum em gatos filhotes. Se o gato mia demais, a causa geralmente é fome: chegou a hora da comida!

Som de gato bravo: é melhor se afastar ao ouvir uivos e grunhidos

Gatos também são capazes de pedirem respeito pelo seu espaço pessoal por meio dos sons. Quando o peludo está bravo e quer que você ou outro animal se afastem, ele vai soltar uivos estridentes. Esse barulho pode anteceder os grunhidos, que também representam estresse elevado. É bom ter cuidado!

 

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Até o gato ronronando pode ter diferentes significados
    Até o gato ronronando pode ter diferentes significados

    Mais Lidas

    A cor da pelagem do gato determina a personalidade dele? Veja o que a ciência tem a dizer!
    Comportamento animal

    A cor da pelagem do gato determina a personalidade dele? Veja o que a ciência tem a dizer!

    Gato cinza, branco, preto, laranja, rajado ou com cores misturadas: o que não falta é variedade quando o assunto é a cor do gato. Esse, inclusive, acaba sendo um dos maiores critérios que os tutores usam na hora de adotar um bichano e, acredite se quiser, isso pode ajudar bastante a entender o comportamento do animal no dia a dia. Nem todo mundo sabe, mas é possível definir a personalidade dos gatos pela cor (ou pelo menos chegar muito próximo disso).

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Linguagem canina: por que seu cachorro vira a cabeça quando você fala com ele?
    Comportamento animal

    Linguagem canina: por que seu cachorro vira a cabeça quando você fala com ele?

    A linguagem corporal canina é tão expressiva que às vezes é possível entender os cães mesmo que eles não falem. Seja qual for a personalidade do cachorro, todos têm um comportamento canino tão revelador que, só de movimentar as orelhas, já dá para perceber o que o pet sente ou quer. Porém, não são apenas os humanos que compreendem a linguagem de cachorro. Já aconteceu de você falar algo com seu cãozinho e ele, imediatamente, virar a cabeça?

    O papel das orelhas na linguagem do gato

    A orelha de gato se movimenta de formas bem simples de entender. Quando ficam para cima e viradas para frente, é sinal que o bichano está alerta. Se ele mantém a posição ereta, mas vira as orelhas para trás, pode estar se preparando para revidar um ataque (ou iniciar um). Orelhas para baixo, por outro lado, podem significar medo ou tristeza. Quando o gato vira as orelhas separadamente, provavelmente está se sentindo ansioso e busca informações sobre o ambiente onde se encontra.

    O movimento e posição do rabo dos gatos também passam mensagens

    Assim como acontece com as orelhas, quando o rabo está para cima de uma forma relaxada - com a pontinha virada ou não - significa que o gato está contente e tranquilo. Mas se os pelos eriçarem, cuidado: o bichano está mostrando que sabe se defender. O rabo do gato em uma posição média - nem para cima, nem para baixo, mostra que o gato está desconfiado. Essa posição pode estar acompanhada de movimentos lentos e olhar fixo. Quando a cauda está para baixo, seja parada, entre as patas ou se movendo, é sinal de que o gato está cansado ou passando por um mau dia. Interessante, né?

     

     

    O gato com as orelhas para baixo pode estar assustado
    O gato com as orelhas para baixo pode estar assustado

    A postura é mais uma forma de expressão da linguagem felina

    É bem fácil perceber a postura de um gato pronto para atacar: de pé nas quatro patas, ele curva o seu tronco, levanta o rabo, eriça os pelos e mostra seus dentes e garras. Nessa hora é melhor se afastar, já que tentar acalmá-lo pode causar ainda mais irritação. Por outro lado, quando está relaxado, ele vai se deitar de lado ou deixando a barriguinha à mostra: um convite irrecusável para um carinho! Quando sente medo, o gato se retrai, como se quisesse se esconder. Se frustrado, seu gatinho pode começar a caminhar de um lado para o outro, sem objetivo definido. 

    Como seu gato interage com você?

    Uma das maiores dúvidas dos tutores de gato é saber se estão agradando ou não os felinos quando brincam ou fazem carinho. As demonstrações de amor felinas são pra lá de fofas e bem fáceis de decifrar:

    Amassando pãozinho: o gato afofando alguma superfície macia ou até mesmo no corpo do seu tutor quer dizer que se sente feliz e aconchegado. 

    Mordidinhas: se o seu gato te morder de leve quando você estiver fazendo carinho nele, não precisa parar os movimentos. É dessa maneira que ele expressa sua gratidão.

    Se esfregando em você: com a cabeça, o focinho ou passando entre as suas pernas, esse tipo de linguagem felina representa a marcação de território. Seu gato gosta de você e te vê como propriedade exclusiva!

    Lambendo: as lambidas do gato são um sinal definitivo de que ele te ama! Gatos guardam na memória as lambidas que receberam de suas mães quando filhotes e reproduzem o carinho em humanos quando querem demonstrar afeto. Tem coisa mais fofa?

    Redação: Mariana Fernandes

     

    Gatos sonham? O que significa sonhar com gato? Entenda tudo sobre o sono dos felinos e outras curiosidades

    Próxima matéria

    Gatos sonham? O que significa sonhar com gato? Entenda tudo sobre o sono dos felinos e outras curiosidades

    Adotar gato: 10 motivos que vão fazer você querer se apaixonar por um bichano
    Adoção

    Adotar gato: 10 motivos que vão fazer você querer se apaixonar por um bichano

    “Quero adotar um gato”. Se esse pensamento já passou alguma vez pela sua cabeça é porque falta pouco para um bichano te conquistar de vez - e, acredite, os gatos conseguem isso com uma facilidade incrível. Sim, é isso mesmo: por trás do jeitinho reservado, esses animais são puro amor e companheirismo, e tem tudo para se tornar grandes amigos dos humanos.

    Adoção

    "Quero adotar um gato": tudo o que você precisa saber e fazer antes de levar um felino para casa

    Se você procura um bichinho independente, carinhoso e de personalidade forte, talvez seja o momento certo de adotar um gatinho. Com um jeito próprio de demonstrar todo o seu amor, os felinos têm conquistado cada vez mais o coração das mães e dos pais de pet de plantão. Mas, na hora de decidir isso, é preciso ter em mente que incluir um novo membro à sua família implica uma série de fatores, tanto para o animal quanto para os tutores e, principalmente, para o lugar que será o seu novo lar. Para te ajudar nesse momento, nós separamos um guia completo com tudo que você precisa saber na hora de adotar um gato. Dá uma olhada!

    Gato Singapura: tudo que você precisa saber sobre a raça
    Raças

    Gato Singapura: tudo que você precisa saber sobre a raça

    Com uma beleza extraordinária, o gato Singapura deixa qualquer um babando. Esse felino de pequeno porte é considerado uma das menores raças de gato que existem. Entretanto, suas características físicas singulares não param por aí: os olhos grandes e expressivos são outra particularidade da raça. Além disso, a raça Singapura possui uma personalidade dócil e amigável. Ficou curioso para conhecer mais sobre essa raça de gato?

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)
    Raças

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)

    O Khao Manee tem um grande potencial para ser um dos grandes queridinhos entre os apaixonados por gatos. Com olhos de cores marcantes e pelo branquinho, o felino desta raça possui uma aparência rara que chama atenção e é uma ótima companhia para qualquer família. De origem tailandesa, esse gatinho é super amigável e ama estar ao lado dos seus humanos - e até mesmo de outros animais. Para conhecer mais a fundo o gato Khao Manee, o Patas da Casa separou as principais informações sobre esse bichano incrível. Dá uma olhada!

    Ver Todas >

    Enriquecimento ambiental para cães: o que é?
    Comportamento animal

    Enriquecimento ambiental para cães: o que é?

    Já ouviu falar no enriquecimento ambiental para cães? Apesar do conceito parecer novo, ele já faz parte da vida dos nossos doguinhos há um bom tempo: trata-se de estímulos físicos, mentais e sociais que melhoram o bem-estar e a qualidade de vida dos nossos pets. Isso pode incluir desde brinquedos para cachorro e brincadeiras, até passeios e socialização com outros animais e pessoas. 

    Enriquecimento ambiental para gatos: o que é?
    Comportamento animal

    Enriquecimento ambiental para gatos: o que é?

    O enriquecimento ambiental para gatos é um cuidado necessário para oferecer uma boa qualidade de vida aos nossos amigos de quatro patas. Apesar da domesticação ter acontecido há bastante tempo, vários instintos permaneceram com os felinos ao longo dos anos e é importante não inibir isso. Na verdade, os tutores devem saber como direcionar o comportamento do animal para os lugares certos - e é aí que entra a ideia de enriquecimento ambiental. 

    Cachorro uivando: tudo sobre o comportamento canino
    Comportamento animal

    Cachorro uivando: tudo sobre o comportamento canino

    O uivo de cachorro desperta muita curiosidade em nós, humanos. Diferente do latido, esse som é bem mais alto e envolve uma expressão corporal bem específica: de pé ou sentados, os cães inclinam a cabeça para trás, levantam o focinho, olham para cima e então emitem o uivo. É um gestual que lembra bastante seus ancestrais, os lobos, e que serve basicamente para a comunicação. Descubra tudo sobre cachorro uivando!

    Gato selvagem: conheça a história das raças silvestres originárias do Brasil
    Comportamento animal

    Gato selvagem: conheça a história das raças silvestres originárias do Brasil

    Mesmo que o gato doméstico seja mais conhecido, os gatos selvagens continuam por aí nos mais diferentes habitats. Claro que eles não são encontrados andando na rua e nem podem viver dentro de casa, mas fora dos meios urbanos existem diferentes espécies. E se você pensa que gatos silvestres só existem em locais bem distantes do mundo, você está bem enganado. Uma thread no Twitter feita pela Bárbara Ruzzi enumerou 10 espécies de gato selvagem brasileiro. Sim, nosso país é o lar de muitos gatos silvestres por aí! 

    Ver Todas >